Advertisements
Anúncios

Blogando na Copa #19 (30/06/2018)

Com Paulinho, José Renato e Roberto Vieira

Advertisements
Anúncios

Cavani coloca Uruguai nas quartas de final da Copa do Mundo

O Uruguai conseguiu superar a pressão ofensiva de Portugal e, com dois golaços de Cavani, venceu a partida por dois a um, seguindo adiante no sonho de vencer sua terceira Copa do Mundo.

Os uruguaios iniciaram a partida jogando no campo de ataque, mas o primeiro chute a gol foi de Portugal, com Cristiano Ronaldo, aos 5 minutos.

Porem, um minuto depois, Suarez escapou pela esquerda e cruzou para Cavani, de queixo, abrir o marcador para o Uruguai.

Portugal, então, partiu para frente, mas encontrava grandes dificuldades em romper a ótima marcação do adversário.

Buscando os contragolpes, o Uruguai quase marcou o segundo, aos 21 minutos, em batida de falta de Suarez.

Logo no início da segunda etapa, aos 9 minutos, na pressão, Guerreiro cruzou pela esquerda e Pepe, de cabeça, empatou o jogo.

Empolgado, Portugal seguiu no ataque, mas descuidou-se na defesa, e, aos 16 minutos, Cavani, de primeira, na meia direita, marcou um golaço.

O jogo era empolgante e, aos 24 minutos, Muslera soltou a bola nos pés de Bernardo Silva, que bateu por cima da meta.

Um minuto depois, em belo gesto, Cristiano Ronaldo amparou o adversário, Cavani, que saiu de campo contundido.

Ao final da partida, apesar da pressão adversária, com direito a Rui Patrício na área, o Uruguai defendeu-se com a qualidade habitual, classificando-se para enfrentar a França, enquanto Cristiano Ronaldo, assim como Messi, provavelmente perdeu sua última oportunidade de vencer uma Copa do Mundo.

Com show de Mbappe, França elimina a Argentina da Copa do Mundo

A França, em partida excepcional de Mbappe, venceu a Argentina por quatro a três, classificando-se para as quartas de final da Copa do Mundo.

Messi tentou, mas sucumbiu diante de companheiros combativos, mas ineficientes.

Os argentinos iniciaram a partida no ataque, mas, aos 8 minutos, Griezmann em bela batida de falta acertou a trave, quase abrindo o marcador para os franceses.

Dois minutos depois, Mbappe foi derrubado por Rojo, dentro da área, em penalidade convertida por Griezmann, aos 12 minutos.

Com Mbappe infernal, a França passou a dominar as ações.

Quando a Argentina passava por apuros, aos 40 minutos, Di Maria recebeu a bola na intermediária e acertou grande chute, no ângulo esquerdo adversário, empatando o jogo com um golaço.

Logo aos 2 minutos da etapa final, cobrança de escanteio chegou aos pés de Messi que arriscou, a bola desviou em Mercado e entrou.

Dois a um.

Aos 11 minutos, a bola cruzou toda a defesa argentina e encontrou Parvan, que, de primeira, batendo de três dedos, marcou belíssimo gol, empatando para os franceses.

Que jogo !

Aos 18 minutos, a França escapou pela esquerda, o cruzamento foi efetuado, a bola caiu com Mbappe que não perdoou.

Nova virada, desta vez para os franceses.

Cinco minutos após, em contragolpe, Giroud deixou Mbappe na cara do gol, que bateu cruzado, marcando o quarto gol.

Dai por diante, os argentinos partiram com tudo para o ataque, no desespero, enquanto os franceses, melhores em campo, administraram o resultado.

Para ampliar o drama, aos 47 minutos, Messi levantou a bola na cabeça de Aguero, que fez o terceiro.

Mas não deu tempo para a reação.

Classificada para as quartas de final, a França fez sua melhor partida no torneio, enquanto a Argentina, provávelmente, assistiu a última tentativa do genial Lionel Messi de vencer um Mundial por seu país.

Ação entre sócios: Emerson Sheik embolsará R$ 6,5 milhões do Corinthians

Sheik e Duílio do Bingo

Ídolo do Corinthians na conquista da Libertadores de 2012, o atacante Emerson Sheik, há tempos, ensaiava encerrar a carreira.

Em 2017, sem espaço em equipes grandes do país, dedicava-se mais a seus negócios particulares, entre os quais o famoso bistrô “Paris 6”, que mantém em sociedade (algumas filiais) com o presidente do Timão, Andres Sanches (a parte do dirigente é tocada pelo filho, Lucas), do que dentro de campo, em que vestia a camisa da Ponte Preta.

Outro sócio e também parceiro de baladas do jogador, coincidentemente, é o diretor de futebol alvinegro, Duílio do Bingo.

O desempenho foi tão ruim que o clube de Campinas terminou rebaixado à Série B do Brasileirão.

Sheik e Izaac Azar, sócio do “Paris 6”, em momento íntimo

Sob desculpa de “homenagem”, o Corinthians, através de Andres Sanches, firmou contrato de quatro meses com Sheik, no início deste ano, prometendo que o atleta encerraria a carreira após a disputa do paulistinha.

À época o acordo foi bastante criticado porque alguns entendiam que, em vez de gastar valores próximos a R$ 500 mil mensais com o atleta, o clube poderia realizar um jogo de despedida, evitando a desnecessária despesa.

No Paulistinha, Sheik, como era de se esperar, entrou pouco em campo e assinalou, mesmo diante de equipes sem expressão, apenas dois gols.

Porém, quem tem amigo, ainda por cima sócio e presidente do Corinthians, não morre pagão.

Lucas Sanchez (filho de Andres) com Izaac Azar, sócio do “Paris 6”

Sheik, aos 40 anos, renovou, sob nova promessa de encerramento de carreira, seu vinculo contratual com o Timão, desta vez até dezembro de 2018.

No total, inserindo salários, 13% e demais custos, o veterano atleta receberá, no período de um ano, valores próximos a R$ 6,5 milhões do Corinthians.

Será que os sócios do bistrô, única possibilidade plausível deste acordo existir, não seriam também beneficiários de parte desta quantia ?

Sheik e Duílio do Bingo na balada

Conselheiro do São Paulo perde ação judicial em que acusava advogado de vazar informações à “Independente”

Dedé e Carlos Miguel Aidar

Em 2017, o conselheiro do São Paulo, Antônio Donizete Gonçalves, vulgo “Dedé”, registrou Boletim de Ocorrência e protocolou procedimento no Conselho Deliberativo do clube, acusando o advogado e também conselheiro, José Francisco Manssur, de, no ano de 2016, vazar informações pessoais suas à facção “Independente”.

Ambos os procedimentos, por falta de provas, foram arquivados.

Não contente, em 29 de janeiro deste ano, Dedé processou Manssur por “Danos Morais”, em ação promovida na 26ª Vara Cível de São Paulo.

Na última quinta-feira, o juiz Felipe Albertini Nani Viaro julgou o pedido improcedente, condenando o conselheiro Tricolor a arcar com todas as despesas processuais.

Clique no link a seguir para ter acesso à íntegra da Sentença:

Dedé vs. Manssur (SPFC)

Justiça quebra acordo entre Portuguesa e seus credores. Canindé deverá, novamente, ir à leilão

Alexandre Barros

O leitor deste Blog do Paulinho, sempre bem informado, já sabia, mas agora a confirmação se deu pela justiça: a 59ª Vara do Trabalho dissolveu o acordo firmado entre a Portuguesa e seus credores.

A razão, claro, inadimplência.

Ontem, em mensagem de whatsapp trocada com gente do clube, a advogada da maioria dos reclamantes, a Dra. Gislaine Nunes, esclareceu:

“(…) o juíz da 59{ quebrou o acordo com a Portuguesa… foi quebrado o acordo e agora nós vamos continuar na execução… inclusive pedindo leilão”

“A única que pode ajudar a Portuguesa chama-se “torcida”… vocês torcedores, unidos, são os únicos que poderão ajudar a Portuguesa”

Cai por terra outra lorota do presidente da Lusa, Alexandre Barros, que dizia estar pagando as pendências trabalhistas.

As gafes de Vinicius Junior, novo jogador do Real Madrid

Circula, nas mídias sociais espanholas, entrevista do jogador Vinicius Junior, novo contratado do Real Madrid, que está deixando os torcedores merengues com a pulga atrás da orelha.

Nela, o atleta diz preferir jogar videogame como jogador do Barcelona e que Messi é melhor do que Cristiano Ronaldo.

Gafes, ainda que cometidas antes da assinatura de contrato com o Madrid, que, diante da imensa rivalidade entre as equipes, no futebol e na política, somente desempenhos notáveis dentro de campo poderão apagar.

Confira o vídeo, logo abaixo:

Jornalistas do Tri

Por ROBERTO VIEIRA

Eles estavam na altitude.

E tiveram atitude – o trocadilho é inevitável.

Bateram os jornalistas ingleses por 7×2.

1×0 é coisa pra Tostão e Pelé.

Uma esquadra da era do telex.

Da Remington.

Da xerox.

Da Embratel.

Um time das centúrias nostradamicas.

Na foto?

Tim Teixeira se concentra no solo asteca.

Hideki Takisawa, talento e tenacidade nissei.

Januário de Oliveira no gol é sinistro, muito sinistro.

José Trajano ainda chateado com a não convocação de Eduzinho.

Vital Battaglia desafia o Galo.

Juarez Soares era 1040 agora na Globo.

Agachados:

Ademir Menezes, artilheiro e colunista na época.

Armando Nogueira sorri na vida que pediu a Deus.

Guilherme Cunha que teria vida tão breve.

Dacio de Almeida jogando do sonho à realidade.

E Sérgio Leitão com seu bigodão poliglota e flamenguista.

Resta imaginar uma seleção atual.

Batendo bola contra os gringos do fourfourtwo.

Quem sabe o jogo não seria num Xbox da vida, né?

Coluna do Fiori

fiori - dicunto

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

“Tudo que está politicamente correto me parece sempre tão moralmente incorreto!”

Anderson Fabiano – Pensador

————————————————————-

Opressos igualmente emudecidos

Por escalas que lhes proporcionam excelentes ganhos, sem nada abiscoitarem, no reinicio do Brasileirão 2018, os árbitros serão obrigados a comprar e usar uniforme com propaganda da empresa de material esportivo Kappa

————————————————————-

Copa do Mundo 2018 disputada na Rússia – 2ª fase de classificação

Grupo F – Sábado 23/06

Alemanha 2 x 1 Suécia

Árbitro: Szymon Marciniak (FIFA-POL)

Item Técnico

Indiretamente o árbitro influenciou no resultado, vez que:

– Deixou de marcar claríssima penalidade máxima favorável a Seleção da Suécia, no instante que Marcus Berg foi trancado por trás pelo germânico Boteng

Deplorável

A omissão do árbitro central, assim como, do VAR, denominado árbitro de vídeo

Item Disciplinar

Cartão amarelo: 02 para defensores da Suécia e 01 para defensor da Alemanha

Cartão vermelho:

Pro germânico Boateng, após o segundo amarelo

Coreia do Sul 1 x 2 México

Árbitro: Milorad Mazic (FIFA-SER)

Assistente 01: Milovan Ristic (FIFA-SER)

Assistente 02: Dalibor Djurdjevic (FIFA-SER)

Item Técnico

Acertou por ter não ter entrado nas reclamações de alguns defensores da Coreia do Sul, quando da batida da bola no braço de um defensor da equipe mexicana

Como também

– quando da marcação da penalidade máxima cometida por um dos coreanos que, com o braço esticado, desviou a trajetória da redonda; pós-cobrança, bola no fundo da rede coreana

Item Disciplinar

Advertiu com cartão amarelo 04 coreanos, mesmo assim, deveria e poderia ter sido mais enérgico

Terceira e Última Rodada da Fase de Classificação

Grupo B – Segunda Feira 25/06

Irã 1 x 1 Portugal

Árbitro: Enrique Cáceres (FIFA-PAR)

Item Técnico

1º – Cristiano Ronaldo se lança pra cima do oponente camisa 06 e cai, árbitro nada marca;

– pressionado; paralisa a refrega, vê o VAR, erra, determina cobrança da penalidade a favor da equipe lusitana, e continuou errando, vez que:

– Cristiano Ronaldo cobra, goleiro se adianta, defende a pelota e, segue o jogo

2º – próximo do término da contenda quando da disputa normal pela redonda dentro da área, bola bate no braço de um defensor lusitano, jogo seguiu,

– iranianos reclamam, assoprador paralisa a contenda, caminha até tela VAR, retorna e determina penalidade máxima,

– batida por Ansarifard, transformada em gol, decretando o placar final

Item Disciplinar

Advertiu com cartão amarelo 02 iranianos e 04 lusitanos, dentre estes:

– Cristiano Ronaldo por ter atingido um dos oponentes fora da disputa pela bola, partida paralisada, assoprador é chamado a ver o VAR, praticou o nojento politicamente correto;

– deveria expulsa-lo do campo de jogo

Concluo

Péssima arbitragem e péssimos auxílios dos componentes do famigerado VAR

Grupo D – Terça Feira 26/06

Nigéria 1 x 2 Argentina

Árbitro: Cuneyt Calkir (FIFA-TUR)

Item Técnico

Correto na marcação da penalidade máxima cometida por Mascherano, defensor da seleção Argentina, no momento que segurou e puxou o oponente Balogun,

Confirmado

Por ter sido contestado, o árbitro, através o Var, ratificou sua marcação, que, pós-cobrança, resultou no gol da equipe nigeriana

Pouco à frente

O árbitro voltou a acertar, determinando o seguir do jogo após lance do claro bater da bola no braço do defensor argentino Mercado, reclamado penalidade máxima pelos nigerianos;

– jogo paralisado e, novamente, fez uso do VAR para ratificar sua decisão

Item Disciplinar

Cartões amarelo: 02 para nigerianos e 03 para argentinos, dentre os mesmos, para Mascherano, que, na sequencia da contenda por diversas ocasiões, acintosamente, contestou as determinações do árbitro, que covardemente deixou passar batido

Em Tempo

Durante todo segundo tempo Mascherano jogou com o rosto sangrando, o assoprador de apito viu e, na maior cara de pau, se fez de migue,

– atuando no repugnante: politicamente correto

Grupo E – Quarta Feira 27/06

Sérvia 0 x 2 Brasil

Árbitro: Alireza Faghani (FIFA-IRI)

Assistente 01: Reza Sokhandan (FIFA-IRI)

Assistente 02: Mohammed Mansouri (FIFA-IRI)

Item Técnico

Trabalho Aceitável

Item Disciplinar

Advertiu corretamente: 03 defensores da Sérvia

Grupo H – Quinta Feira 28/06

Japão 0 x 1 Polônia

Árbitro: Janny Sikazwe (FIFA-ZIM)

Item Técnico

Não teve influencia no resultado

Cartão Amarelo: Makino, do Japão

Ressaltando

A classificação do Japão as Oitavas de Final, foi definida no item disciplinar, vez que, com a derrota do Senegal por 0x1 diante da Colômbia, na disciplina, entre Japão e Senegal; a equipe japonesa teve melhor comportar

As Oitavas de Final terão duas disputas por dia, iniciadas neste sábado 30/06, no Domingo 01/07, na Segunda Feira 02/07 e Terça Feira 03/07

Horário: matinais às 11hs – da tarde às 15hs


Política

Marco Aurélio mudou-se para o País do Faz de Conta

O ministro hoje luta para livrar da cadeia a bandidagem que denunciou em maio de 2006

Em maio de 2006, ao assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral, Marco Aurélio Mello transformou o discurso de posse numa alentadora mensagem ao Brasil que presta. Perplexo com a roubalheira do Mensalão, indignado com a desfaçatez dos envolvidos no escândalo, o ministro do Supremo Tribunal Federal fez uma corajosa declaração de guerra ao que qualificou de “país do faz de conta”.

Confira alguns trechos do pronunciamento:

Infelizmente, vivenciamos tempos muito estranhos, em que se tornou lugar-comum falar dos descalabros que, envolvendo a vida pública, infiltraram na população brasileira ─ composta, na maior parte, de gente ordeira e honesta ─ um misto de revolta, desprezo e até mesmo repugnância. São tantas e tão deslavadas as mentiras, tão grosseiras as justificativas, tão grande a falta de escrúpulos que já não se pode cogitar somente de uma crise de valores, senão de um fosso moral e ético que parece dividir o País em dois segmentos estanques ─ o da corrupção, seduzido pelo projeto de alcançar o poder de uma forma ilimitada e duradoura, e o da grande massa comandada que, apesar do mau exemplo, esforça-se para sobreviver e progredir.

Não passa dia sem depararmos com manchete de escândalos. Tornou-se quase banal a notícia de indiciamento de autoridades dos diversos escalões não só por um crime, mas por vários, incluindo o de formação de quadrilha. A rotina de desfaçatez e indignidade parece não ter limites, levando os já conformados cidadãos brasileiros a uma apatia cada vez mais surpreendente, como se tudo fosse muito natural e devesse ser assim mesmo; como se todos os homens públicos, nas mais diferentes épocas, fossem e tivessem sido igualmente desonestos, numa mistura indistinta de escárnio e afronta, e o erro passado justificasse os erros presentes.

Perplexos, percebemos, na simples comparação entre o discurso oficial e as notícias jornalísticas, que o Brasil se tornou um país do faz-de-conta. Faz de conta que não se produziu o maior dos escândalos nacionais, que os culpados nada sabiam ─ o que lhes daria uma carta de alforria prévia para continuar agindo como se nada de mal houvessem feito. Faz de conta que não foram usadas as mais descaradas falcatruas para desviar milhões de reais, num prejuízo irreversível em país de tantos miseráveis. Faz de conta que tais tipos de abusos não continuam se reproduzindo à plena luz, num desafio cínico à supremacia da lei, cuja observação é tão necessária em momentos conturbados.

Em Medicina, “crise” traduz o momento que define a evolução da doença para a cura ou para a morte. Que saiamos dessa com invencíveis anticorpos contra a corrupção, principalmente a dos valores morais, sem a qual nenhuma outra subsiste. Nesse processo de convalescença e cicatrização, é inescusável apontar o papel do Judiciário, que não pode se furtar de assumir a parcela de responsabilidade nessa avalancha de delitos que sacode o País.

Quem ousará discordar que a crença na impunidade é que fermenta o ímpeto transgressor, a ostensiva arrogância na hora de burlar todos os ordenamentos, inclusive os legais? Quem negará que a já lendária morosidade processual acentua a ganância daqueles que consideram não ter a lei braços para alcançar os autoproclamados donos do poder? Quem sobriamente apostará na punição exemplar dos responsáveis pela sordidez que enlameou gabinetes privados e administrativos, transformando-os em balcões de tenebrosas negociações?

Se aqueles que deveriam buscar o aperfeiçoamento dos mecanismos preferem ocultar-se por trás de negociatas, que o façam sem a falsa proteção do mandato. A República não suporta mais tanto desvio de conduta. Ao reverso do abatimento e da inércia, é hora de conclamar o povo, principalmente os mais jovens, a se manifestar pela cura, não pela doença, não pela podridão do vale-tudo, que corrói, com a acidez do cinismo, a perspectiva de um futuro embasado em valores como retidão, dignidade, grandeza de caráter, amor à causa pública, firmeza de propósitos no empenho incondicional ao progresso efetivo, e não meramente marqueteiro, do País.

Àqueles que continuam zombando diante de tão simples obviedades, é bom lembrar que não são poucos os homens públicos brasileiros sérios, cuja honra não se afasta com o tilintar de moedas, com promessas de poder ou mesmo com retaliações, e que a imensa maioria dos servidores públicos abomina a falta de princípios dos inescrupulosos que pretendem vergar o Estado ao peso de ideologias espúrias, de mirabolantes projetos de poder.

Nunca é demais frisar que, se a ordem jurídica não aceita o desconhecimento da lei como escusa até do mais humilde dos cidadãos, muito menos há de admitir a desinformação dos fatos pelos agentes públicos, a brandirem a ignorância dos acontecimentos como tábua de salvação.

O Judiciário compromete-se com redobrado desvelo na aplicação da lei. Não haverá contemporizações a pretexto de eventuais lacunas da lei, até porque, se omissa a legislação, cumpre ao magistrado interpretá-la à luz dos princípios do Direito, dos institutos de hermenêutica, atendendo aos anseios dos cidadãos, aos anseios da coletividade.

Daquele maio para cá, como vem demonstrando a Lava Jato e outras operações anticorrupção, o colossal viveiro de meliantes não parou de crescer. O ministro continua recitando que “vive tempos estranhos” (ou “muito estranhos”). Mas o Marco Aurélio modelo 2006 não existe mais. Saiu de circulação há muito tempo — e foi substituído por versões cada vez mais lastimáveis.

Todas atropelam com ferocidade os parágrafos acima reproduzidos. Nenhuma tem qualquer semelhança com o autor do histórico discurso de 2006. O Marco Aurélio-2012, por exemplo, fez o possível para evitar que os quadrilheiros do Mensalão fossem punidos pelo Supremo. No momento, o Marco Aurélio-2018 anda berrando que a prisão de Lula é “ilegal” e “inconstitucional”.

O ministro mudou de ideia, mudou de turma, mudou de lado. E mudou-se de vez para o País do Faz de Conta. Pelo sorriso, parece achar que fez um bom negócio.

Autor: Augusto Nunes – é um jornalista brasileiro – Publicado na Veja no  dia  28/06/2018


No decurso da leitura e concordância com a matéria do jornalista Augusto Nunes; relembrei que Leticia Mello, filha do ministro Marco Aurélio Melo, foi indicada e nomeada para alto cargo publico do sistema federal no governo Dilma Rousseff

Confirmei

Através Google, confirmei que a nomeação da filha do ministro para o cargo de desembargadora do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que abrange o Rio de Janeiro e o Espirito Santo, ocorreu  dia19/03/2014

Disputa

Leticia Mello disputou o cargo com os experientes advogados: Luiz Henrique Alochio de 43 anos e Rosane Thomé, de 52 anos

Conclusão

Na terra do Toma Lá Dá Cá. Quem tem pai e padrinho forte, não perde pra ninguém

———————————————————-

Finalizando

“Há pessoas tão abaixo da crítica, que não são dignas nem da minha maledicência”

Geovani Rodrigues – Pensador

————————————————————

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-30/06/2018

Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana, que foi ao ar em nosso canal do YouTube.

Nele, o ex-árbitro comenta assuntos, por vezes, distintos do que são colocados nesta versão escrita:

*A coluna é também publicada na pagina Facebook:  “No intervalo do Esporte”

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Canal do Blog do Paulinho no YouTube está com endereço novo. Assine Já !

O endereço do Blog do Paulinho no YouTube mudou porque alguns incomodados com o trabalho reclamaram ao site, simultaneamente, sobre nossas postagens.

Tática de guerrilha.

Punidos, perdemos, até então, mais de onze mil seguidores, que precisarão assinar novamente nosso canal para ter acesso aos milhares de vídeos, que estamos repostando, um a um (trabalho de uma semana).

Tenho certeza que os. em média, mais de quarenta mil acessos diários do Blog do Paulinho darão resposta à intimidação.

Conto com seu apoio, divulgação e adesão !

Para ter acesso a conteúdos exclusivos do Blog do Paulinho assine o novo canal do YouTube (clique no botão “Inscreva-se” e, se quiser, no “sino” ao lado, para ser avisado sempre que houver novas postagens)

https://www.youtube.com/c/BlogdoPaulinhooficial


Ajude o Blog do Paulinho doando BITCOIN para a carteira:

171yZG4ZxoYnLNPT2WqLMhcExbcQcGWjZK


Outras mídias sociais do blog:

Twitter: @blogdopaulinho

Facebook: http://www.facebook.com/blogdopaulinho.com.br/

Instagram: http://www.instagram.com/blogdopaulinhooficial

WhatsApp: (11) 98402-3121

STF acerta ao ratificar fim obrigatório da contribuição aos sindicatos

Em meio a tantas decisões questionáveis, algumas tomadas sob a cortina da Copa do Mundo, o STF, de maneira absolutamente correta, ratificou o fim da contribuição obrigatória aos sindicatos.

No Brasil existem, aproximadamente, 17 mil.

Romanticamente tratados como defensores dos direitos dos trabalhadores, há tempos a grande maioria dos sindicatos transformou-se em escritórios de diversas práticas criminosas, sustentados pelo dinheiro de quem deveriam ajudar.

Sem contar a prática explícita de política partidária, com discriminação a quem não comunga dos mesmos ideais.

Palpites e torcida do Blog do Paulinho para as oitavas de final da Copa do Mundo

Resultado de imagem para taça fifa

Nesta sexta-feira que antecede o início das oitavas de final da Copa do Mundo, o Blog do Paulinho resolveu aventurar-se nos palpites e deixar claro, também, para quem estará torcendo nesta fase do torneio:

Uruguai vs. Portugal

Uruguai é um grande time e se classificará, mas será duro ver Cristiano Ronaldo, que carrega Portugal nas costas, despedir-se da Copa do Mundo… tomara, não.

França vs. Argentina

Os franceses são favoritos, mas ainda não honraram a fama neste Mundial. Vai dar Argentina, no ritmo de Lionel Messi. O blog torce pelo gênio.

Brasil vs. México

O Brasil é favorito ao título e não terá vida fácil contra uma equipe mexicana muito bem configurada. Jogo duro, mas os brasileiros vencem… com a nossa torcida, claro.

Bélgica vs. Japão

A barbada da rodada. A Bélgica pratica, hoje, o melhor futebol da Copa. Torcemos por ela.

Espanha vs. Russia

A Espanha se classificará porque é melhor, mas será apertado. Sentimos vontade de torcer pela Russia, mas não trairemos Iniesta, outro gênio da bola.

Croácia vs. Dinamarca

Time do melhor jogador da primeira fase, Modric, a Croácia estará nas quartas de final. Estamos com ela.

Suécia vs. Suiça

Equilíbrio absoluto que será desequilibrado pelo craque Shaqiri, para alegria de Joseph Blatter, e nossa, que torceremos pela Suiça.

Colômbia vs. Inglaterra

Os colombianos promoverão outro vexame da Inglaterra em Copas do Mundo, com nossa torcida fervorosa.

Início das obras do CT das categorias de base, prometidas para maio, emperram no Corinthians

Durante a campanha eleitoral do Corinthians, entre diversas inverdades, o então candidato à presidência, Andres Sanches e seu especialista em factoides, Luis Paulo Rosenberg – agora “primeiro ministro”, prometeram finalizar as obras do CT das categorias de base.

Estava previsto, entre outras coisas, para o último dia 18 de maio, o início da construção do hotel que alojaria a garotada.

Nada disso aconteceu.

Por conta deste atraso e também da falta de entusiamo dos dirigentes alvinegros em explicar as razões do descumprimento de metas (CT, patrocínios, negociação com a CAIXA, etc), o CORI convocará a dupla citada para prestar esclarecimentos.

A próxima reunião será realizada no dia 30 de julho.

Mais de duzentos conselheiros palmeirenses comparecem a “boca-livre” da Madame

Ontem, em luxuoso hotel de São Paulo, mais de duzentos conselheiros do Palmeiras – inclusive alguns com discursos oposicionistas, compareceram ao evento de “boca-livre” financiado por madame Leila Pereira, esposa do dono da Crefisa, patrocinador do clube.

A motivação nada tinha a ver com prestar contas sobre a recente reprovação do balancete da atual gestão palestrina.

Tratava-se de evento político para angariar apoio à mudança estatutária que facilitará o objetivo de “madame” chegar à presidência alviverde.

Em discurso, Leila Pereira atacou o agora desafeto Mustafá Contursi, a quem deve o cargo de conselheira, por conta de armação de bastidores à margem do estatuto palestrino.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: