Anúncios

Archive for março \31\UTC 2009

A VERDADE sobre o patrocínio do Corinthians – Cap. 2

março 31, 2009

Prazo do contrato

Andres Sanches falou que o contrato de patrocínio corinthiano teria o prazo de 10 meses.

Não é verdade.

O acordo teve início em 20 de março de 2009 e deveria durar até 01 de fevereiro de 2010.

Aparentemente igual ao prazo anunciado pela diretoria corinthiana.

Mas o texto prossegue dizendo que “No caso da Perdigão manifestar intenção de renovação ou o Corinthians não apresentar um novo patrocinador até 01 de fevereiro, o contrato se estenderá para 20 de março de 2010, sem prejuízo dos valores negociados.

Ou seja, é evidente que o texto sugere e mascara o real tempo do acordo, que é de um ano.

Qualquer semelhança com a Medial Saúde não é mera coincidência.

Clausulas curiosas

No desespero de fechar o patrocínio a diretoria alvinegra ficou de joelhos para a Perdigão.

Além de fechar por R$ 16 milhões anuais, valor menor do que o contrato anterior, submeteu-se a exigências que tornam o acordo ainda mais vergonhoso e diminuem, por conseqüência, o lucro final.

Confira abaixo alguns “agrados” que a Perdigão terá direito durante todo o período de vigência do contrato:

– A Perdigão receberá GRATUITAMENTE do Corinthians, uma cota de 50 ingressos, do setor de “camarotes”, mais 30 ingressos no setor de cadeiras cobertas, em todos os jogos que o clube for mandante, independente do estádio.

*Levando-se em conta os preços cobrados pelos ingressos nos setores descritos e a média de jogos disputada durante um ano, como mandante, o valor do “presente” equivale a aproximadamente R$ 400 mil.

– Três atletas profissionais, com titularidade efetiva e notória em campo, participarão de seis eventos da Perdigão durante a vigência do contrato.

– Qualquer coletiva ou anúncio a ser divulgado para a imprensa pelo Corinthians deve ter seu conteúdo previamente comunicado à Perdigão.

– O clube deve fornecer 50 camisas oficiais autografadas para a Perdigão.

– A Perdigão terá direito de uso das dependências do estádio onde o Corinthians tiver mando de campo para a realização de eventos a seu critério, por quatro vezes, na vigência do contrato.

– A Perdigão terá direito de utilizar as dependências do CT e também do Parque São Jorge para a realização de ventos a seu critério, por quatro vezes, durante a vigência do contrato.

– O Corinthians é obrigado a disponibilizar, em todos os jogos em que for mandante, uma área de camarote que comporte 50 pessoas sentadas, com espaço adicional para mesas, contendo alimentos, equipamentos, etc.

– O Corinthians terá que fornecer 2 credenciais de livre acesso e estacionamento para a OFF FIELD, no Clube Social e nos estádios onde o time treinar e jogar.

Você acredita que o contrato é ruim ?

Ainda não viu nada.

Amanhã apresentaremos uma revelação surpreendente.

Vale a pena conferir.

Anúncios

Presidente estressado

março 31, 2009

Andres Sanches, o presidente que tem medo, alegando estar “estressado”, pediu licença do cargo por um mês.

Atitude estranha, levando-se em consideração que a equipe está na reta final do Campeonato Paulista e luta pela classificação na Copa do Brasil.

Não quero acreditar que a revelação do real teor do contrato de patrocínio do clube tenha contribuído para essa situação.

Quem assume é Roberto da NOVA, vice-presidente, conhecido por diversas irregularidades, entre elas o aluguel de um veículo de sua agencia, para um funcionário do clube, pela módica quantia de R$ 6 mil mensais.

É pouco.

Os 1600 associados que os elegeram merecem muito mais.

Pergunte para o Paulinho

março 31, 2009

Tenho tido pouco tempo para interagir nos comentários.

Confesso sentir falta.

Todas as terças feiras, responderei as dúvidas que ficarem pendentes nesse espaço.

Fique a vontade.

O tema é livre.

* Desde já peço desculpas pelas perguntas que deixei de responder na semana anterior, por motivos alheios a minha vontade.

Palaia briga pela BWA

março 31, 2009

Da FOLHA DE SÃO PAULO

PAINEL FC

Vale…

Conselheiros do Palmeiras dizem que o vice Salvador Hugo Palaia tentou agredir o diretor administrativo José Ciryllo Jr. por ele não ter avisado que a Visa seria a escolhida para comercializar ingressos no clube.

…tudo.

Palaia e Ciryllo defendiam a escolha da BWA, e o segundo faz parte da comissão que recomendou acordo com a Visa.

Palaia nega tentativa de agressão: “Apenas falei de forma ríspida com ele porque achei que foi desleal comigo. Jamais o agrediria”.

Fim de parceria

março 31, 2009

Chegou ao fim a parceria do São Paulo com o Toledo do Paraná.

Os atletas foram emprestados para disputa do campeonato paranaense.

A intenção era a de dar experiência e ritmo de jogo para as jovens promessas.

O resultado dentro de campo não foi dos melhores.

Não se classificaram entre os oito finalistas e por pouco não caíram para a segunda divisão.

Pelas informações recebidas, tirando Sergio Motta, o restante dos atletas não arrancou suspiros da comissão técnica.

Mesmo assim a revelação tricolor teve alguns problemas fora de campo que teriam deixado dirigentes da equipe paranaense decepcionados com a experiência.

Terá sua ultima chance agora no Tricolor.

Se não se enquadrar deve ser negociado.

A Série B cai nas mãos da CBF

março 31, 2009

A Série B, administrada pela FBA, já na era lá essas coisas.

Mas de agora em diante a tendência é piorar.

A CBF resolveu assumir a empreitada.

Garantia de incompetência e falta de transparência.

Bom ou ruim para o Vasco ?

Só o tempo irá dizer.

A VERDADE sobre o patrocínio do Corinthians – Cap. 1

março 30, 2009

 

O Corinthians anunciou patrocínio de R$ 18 milhões com a Batavo, empresa gerida pela Perdigão.

Chegou a hora de contarmos a verdade.

Nos próximos dias publicarei detalhes sobre o acordo.

Esqueça tudo o que já foi falado sobre o assunto.

Começarei pela parte financeira do negócio.

Confira abaixo.

O valor do patrocínio

O Corinthians receberá R$ 16 milhões da Perdigão, fora o desconto de imposto de renda, que tornará o valor líquido ainda menor.

Serão depositados na conta do clube, no Bradesco, ag.3393-6, c/c xxxxxx-9, divididos da seguinte maneira:

R$ 4.450.000,00 no ato da assinatura.

Dez parcelas de R$ 1.155.000,00, sempre no dia 10 de cada mês.

A Perdigão depositou ainda R$ 500 mil na conta da empresa “OFF FIELD”, como pagamento de comissão pela intermediação do negócio.

O depósito aconteceu no banco SANTANDER, ag.2144, c/c xxxxxxxxx-2.

A OFF FIELD gerencia a carreira de atletas de futebol, o que, evidentemente, gera certa suspeita na negociação.

Quanto ao valor divulgado de R$ 1,5 milhão em ações conjuntas, mais uma vez a diretoria corinthiana não falou a verdade.

Estranhamente a OFF FIELD foi designada para ser a gestora dessas ações, se por ventura, vierem a acontecer.

O Corinthians tem apenas a PRIORIDADE, ou seja, só participará delas se apresentar a melhor proposta.

A Perdigão terá sempre a decisão final sobre essas ações.

Nos próximos dias você saberá:

– O verdadeiro tempo de duração do contrato

– O que, na verdade, a Perdigão comprou por R$ 16 milhões.

– A importância de Ronaldo no acordo

Vale a pena conferir.

CPMI do Esporte

março 30, 2009

O deputado Miro Teixeira e senador Álvaro Dias conseguiram assinaturas para viabilizar a CPMI do Esporte.

Afirmam ter 171 na Câmara e 27 no Senado.

Mas a bancada da bola e o COB lutam desesperadamente para que ela não saia.

Mentem ao dizer que a investigação prejudicaria a candidatura brasileira às Olimpíadas de 2016.

Acredito que a não aprovação das contas do Pan e a criminalidade crescente do Rio de Janeiro sejam fatores muito mais graves do que a busca da verdade.

Quem é contra a CPMI está a favor da corrupção.

Por esse motivo estaremos acompanhando e divulgando os nomes daqueles que ousarem trair o seu voto.

A CPMI tem que sair.

O resto é conversa para boi dormir.

Medo de vencer, mas coragem de lucrar

março 30, 2009

Dunga e Mano Menezes possuem muitas semelhanças.

Acreditam que não perder é o objetivo principal do futebol.

Por seguirem à risca esse pensamento, suas equipes sofrem poucos gols, empatam muito e sofrem demais para vencer uma partida.

Além disso, ambos beneficiam empresários de futebol.

Dunga nas convocações de atletas ligados a amigos, como no caso do empresário Paulo Tonietto.

Mano Menezes ao permitir que jogadores ligados a Carlos Leite tenham boa vida no Corinthians.

O futebol está se cansando dessa gente.

Hoje eles enganam cada vez menos.

Tudo indica, que em um futuro próximo, serão lembrados (se forem) como exemplos a não ser seguidos na profissão.

Será que vale a pena ?

O fim do Brinco

março 30, 2009

 

Dá tristeza ver a atual situação do Guarani de Campinas.

Quem acompanhou futebol nos anos 70 e 80 consegue ter a noção exata do que representou o Bugre para o futebol brasileiro.

Hoje, além de estar praticamente rebaixado, terá que vender seu estádio, para não fechar as portas.

O Brinco de Ouro da Princesa já foi palco de partidas memoráveis.

Finais de Campeonato Paulista, Brasileiro e até jogos da Seleção Brasileira.

Impossível, mesmo após a venda, não relacioná-lo com o Guarani.

O clube está na atual situação catastrófica por ter sido vítima de “bandidos” vestidos de dirigentes.

Beto Zini, Eduardo José Farah, Arthur Eugênio Mathias, foram alguns dos que contribuíram para a derrocada.

Todos estão impunes.

Enquanto isso, o Bugre definha.

Profundamente lamentável.

A mais covarde Seleção de todos os tempos

março 29, 2009

O Equador humilhou a Seleção Brasileira em Quito.

Poucas vezes assisti uma equipe tão covarde como a que foi comandada por Dunga.

O resultado de um a um pode ser considerado uma das maiores injustiças já vistas em todos os tempos desde que os ingleses começaram a chutar uma bola e criaram o esporte mais querido do mundo.

Só Julio Cesar, um monstro dentro de campo, se salvou e também à Seleção Brasileira.

Não há muito o que comentar.

Foi um bombardeio impressionante do Equador, contra atletas que pareciam juvenis fazendo teste para iniciar carreira.

Por sorte, o Brasil conseguiu sair na frente, aos 25 do segundo tempo, com um gol chorado de Julio Batista.

No final a justiça foi parcialmente restabelecida com empate do time da casa.

Sem exagerar, uns seis a zero seria pouco.

Um vexame enorme para quem tem vergonha na cara.

O que, naturalmente, não é o caso da atual comissão técnica.

Menos ainda do Imperador da CBF.

Não implantou a filosofia

março 29, 2009

“Eles tinham os planos se a gente jogasse com o Dagoberto, com o Hugo e até com o Beckenbauer”

MURICY RAMALHO, ironizando sobre o fato de Luxemburgo ter declarado que estaria preparado para qualquer formação tática do São Paulo.

Falta de verdade

março 29, 2009

Da FOLHA DE SÃO PAULO

De boca.

O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, diz ainda não ter assinado o contrato com a Batavo.

“Já recebi o dinheiro, mas ainda não assinei.

Por quê?

Porque eu não quis.

E a confiança é tão grande que o que vale é a palavra”, falou o dirigente.

Comentário do blog:

O presidente corinthiano não diz a verdade.

O contrato foi assinado e é bem diferente do que seu discurso arrogante vem anunciando.

Muitas foram as mentiras contadas para a imprensa.

Todas serão reveladas, a partir de amanhã, neste espaço.

Vale a pena conferir.

Brawn GP faz história na Austrália

março 29, 2009

 

Jenson Button venceu, de ponta a ponta, o GP da Austrália.

Barrichello, com muita sorte, chegou em segundo.

A dobradinha da Brawn GP é histórica na Formula 1.

Após 45 anos uma equipe estreante conquista as primeiras posições em uma corrida de estréia.

Mas por pouco as coisas não aconteceram dessa maneira.

Button manteve sua posição na largada, enquanto Barrichello largou muito mal e caiu para sétimo.

Logo na primeira curva alguns carros envolveram-se em acidentes que resultaram no abandono precoce de Kovalainen, com a suspensão comprometida.

Na 10ª volta, ao ultrapassar Raikkonen, Barrichello comete novo erro e compromete a asa de seu carro.

Sem alternativa, é obrigado a parar na 18ª volta para trocar a peça, prejudicando, até então, a sua prova.

Enquanto isso a Ferrari se arrastava na prova.

Massa e Raikonnen pareciam impotentes perante equipes de menor porte.

O Safety Car entrou na pista na 19ª volta, após batida de Nakagima, e só saiu cinco voltas depois.

Na retomada da prova, Nelsinho Piquet teve problemas ao frear o carro, perdeu o controle, bateu e abandonou a corrida.

Faltando 12 voltas foi a vez de Massa parar, com problemas mecânicos.

De qualquer maneira o brasileiro não teria a menor chance de pontuar na prova.

Quando tudo parecia definido, uma disputa pela segunda colocação, entre Kubica e Vettel, colocou Barrichello, que estava em quarto, em um pódio que já considerava perdido.

Faltando três voltas, o polonês voador colocou meio carro na frente de Vettel, que fechou a porta, ocasionando o toque que os tirou da prova.

A segunda colocação caiu no colo do brasileiro.

Que matou a saudade de estar novamente no pódio.

Lugar que, ao que tudo indica, retornará nas próximas provas.

Entre os melhores do ano anterior, destaque para Lewis Hamilton, que largou em último e chegou na quarta colocação, fazendo uma prova sem erros e aproveitando-se das situações da corrida.

Confira a classificação final da prova:

1°. Jenson Button (ING/Brawn)

2°. Rubens Barrichello (BRA/Brawn)

3°. Jarno Trulli (ITA/Toyota)

4°. Lewis Hamilton (ING/McLaren)

5°. Timo Glock (ALE/Toyota)

6°. Fernando Alonso (ESP/Renault)

7°. Nico Rosberg (ALE/Williams)

8°. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso)

9°. Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso)

10°. Adrian Sutil (ALE/Force India)

11°. Nick Heidfeld (ALE/BMW)

12°. Giancarlo Fisichella (ITA/Force India)

13° Mark Webber (AUS/Red Bull)

14°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)

15°. Robert Kubica (POL/BMW)

16°. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

BWA é expulsa do Palmeiras

março 29, 2009

O Palmeiras expulsou a BWA de sua vida.

Com muita inteligência realizou uma concorrência, sabendo que a empresa não teria condições de disputar com as adversárias.

A BWA, investigada por centenas de atos desonestos, cobrava 10% da renda bruta palmeirense.

No Corinthians então a situação é escandalosa.

A taxa que era de 8 % na gestão Dualib subiu para 11% na administração Andres Sanches.

Desta vez quem cuidará desse departamento no Palmeiras é a VISA, que cobrará 8% de taxa.

Além disso, o contrato, bem mais transparente, será apreciado por todo o conselho.

Belluzzo continua acertando a mão e mostrando que com honestidade as coisas podem mudar no futebol brasileiro.

Que seu exemplo seja seguido.


%d blogueiros gostam disto: