Archive for novembro \30\UTC 2008

Festa da Oposição

novembro 30, 2008

 

Foi lançada ontem a candidatura do empresário Paulo Garcia a presidência do Corinthians.

A festa reuniu cerca de 500 pessoas, sendo que mais de 400 eram associados do clube e assinaram uma lista de cadastro no local.

Cerca de 1000 camisetas com os dizeres “Pró-Corinthians” e “Seriedade e Profissionalismo” foram distribuídas.

Vários setores políticos do Corinthians também marcaram presença.

Roque Citadini e Marlene Matheus foram muito cumprimentados.

Osmar Stabile compareceu com sua equipe, devidamente uniformizados.

A grande surpresa foi a presença do poder paralelo.

Sentados na mesma mesa, André Negão, Edu dos Gaviões e os membros do Fora Dualib, prestaram atenção em tudo e mandaram ver no churrasco e na cerveja.

 

Discurso de Roque Citadini

imagem: João Alberto Souza

 

Discurso de Paulo Garcia

 

imagem: João Alberto Souza

Confira abaixo algumas fotos do evento

pg23

pg11

pg3

São Paulo de luto

novembro 30, 2008

 

Faleceu Marcelo Portugal Gouveia, aos 70 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Apaixonado pelo São Paulo foi um dos maiores presidentes de sua história.

Sob sua gestão o clube conquistou seu terceiro titulo mundial além de dar um salto para o futuro com a construção do REFFIS e do CT de Cotia.

Formou com Juvenal Juvêncio e João Paulo de Jesus Lopes um trio de dirigentes considerado por todos como o modelo de gestão a ser seguido.

O futebol brasileiro, tão carente de pessoas de bem, sentirá muito a sua falta.

Meus sentimentos aos familiares e amigos.

Golpe em meio a desgraça

novembro 30, 2008

 

Enquanto o solidário povo brasileiro faz o que pode para ajudar as vítimas da calamidade pública em Santa Catarina, alguns golpistas trataram de tirar vantagem sobre o ocorrido.

Lamentavelmente existem pessoas que tentam se aproveitar da desgraça alheia.

Gente que merece muito mais do que prisão perpétua.

Abriram páginas falsas da Defesa Civil na internet, onde indicavam números de contas que fariam as ajudas serem desviadas para seus bolsos.

Entre os estelionatários estava até um jovem brasileiro morador da Inglaterra.

Sou contra a pena de morte, mas tive que respirar muito para escrever essa mensagem de repúdio, tamanha foi a minha revolta com um ato tão repulsivo.

1,5 milhões de prejudicados e 110 mortos não foram suficientes para que esses vagabundos sentissem um mínimo de remorso.

Que sejam punidos com severidade.

Confira abaixo a relação oficial de contas para ajuda, fornecida pela Defesa Civil

O nome da pessoa jurídica é

Fundo Estadual de Defesa Civil, CNPJ – 04.426.883/0001-57.

SICOOB SC – 756
Agência 1005
Conta Corrente 2008-7

Caixa Econômica Federal
Agência 1877
Operação 006
Conta 80.000-8

Banco do Brasil
Agência 3582-3
Conta Corrente 80.000-7

Besc
Agência 068-0
Conta Corrente 80.000-0

Bradesco S/A – 237
Agência 0348-4
Conta Corrente 160.000-1

Itaú S/A – 341
Agência 0289
Conta Corrente 69971-2

SICREDI – 748
Agência 2603
Conta Corrente 3500-9

SANTANDER – 033
Agência 1227
Conta Corrente 430000052

Erro de interpretação

novembro 30, 2008

Da FOLHA DE SÃO PAULO

Por JUCA KFOURI

Se alguém interpretou a “Carta ao governador palmeirense” como uma indireta à possível cumplicidade de José Serra com as artes da polícia que ele tem sob suas ordens, se enganou redondamente.

Ele, inclusive.

E se alguém acha que o remetente quer que o político interfira num inquérito policial, também se engana redondamente.

O autor quer, isso sim, que como qualquer executivo, ele trate de chamar seu subordinado e pergunte sobre o que leu, exatamente por ser apaixonado por futebol e por saber quanto o esporte pode ter de didático, de exemplar.

Aqui não se dá indiretas, dá-se nome aos bois sempre que preciso.

A carta foi um alerta, apenas um alerta, nada mais que um alerta.

E que o governador saiba também que cada vez mais há delegados da sua polícia envolvidos com a Federação Paulista de Futebol, com clubes, com certos técnicos, e que isso não é bom nem para a segurança dos cidadãos nem para a polícia.

Explicações do COB não convencem políticos

novembro 30, 2008

Do “O ESTADO DE S. PAULO”

Por VALÉRIA ZUKERAN

Os deputados não ficaram satisfeitos com as explicações dadas pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, e outros dirigentes esportivos sobre o uso das verbas públicas na preparação brasileira para as olimpíadas e no incentivo ao esporte escolar e de base em audiências realizadas ontem e anteontem na Câmara dos Deputados. Desde ontem, tentam obter as assinaturas para a criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI).

A iniciativa, segundo os deputados Miro Teixeira (PDT- RJ) e Sílvio Torres (PSDB-SP), tem como objetivo fazer um raio-X do esquema de repasse do dinheiro público para o fomento do esporte e elaborar uma política que integre a União, os Estados e os Municípios a partir das escolas. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) será o responsável pela coleta de assinaturas entre seus colegas.

“A idéia não é investigar o COB ou qualquer outra entidade, mas o fato é que hoje sabemos que o dinheiro não está chegando ao jovem atleta carente e queremos entender o porquê”, afirma Teixeira. Ele também explica que a CPMI não tem a intenção de tirar verbas dos clubes para repassá-las às escolas. “Ela seria mais uma grande auditoria.”

Para Torres, nem uma, nem duas audiências serão suficientes para detectar as fragilidadde do esquema atual de repasse, por isso a necessidade da CPMI. No entanto, o deputado sabe que a iniciativa vai sofrer resistência por parte dos defensores de que investigação pode prejudicar a candidatura olímpica brasileira para 2016.

“A idéia é fazer uma comissão não com o objetivo de fazer uma investigação criminal, mas tentar compreender como funciona o esporte brasileiro, um raio X, e a partir daí criar uma política pública para o esporte, que hoje não existe.” Segundo o deputado, o trabalho seria semelhante ao que foi feito na CPI do Idoso e da Prostiuição Infantil.

Mané no futebol moderno

novembro 30, 2008

O atleta que aceita “mala branca” foi condenado pelo leitor do blog.

71% consideraram o atleta que aceitar a “mala” não confiável.

29% acharam normal a atitude.

A dúvida agora é:

Um horror de partida

novembro 29, 2008

Não há muito o que comentar sobre o show de horrores que foi a partida entre América/RN e Corinthians.

Jogadores abaixo da média tratando a bola com absoluta falta de respeito.

Os atletas que vestiram a camisa do Corinthians teriam dificuldades para serem titulares do América.

Alves, aquele que veio em contratação denunciada pelo blog (trocou até de nome), Perdigão, Bebeto, Careca, escolheram o esporte errado para praticar.

Muitos deles, atletas de Carlos Leite, empresário de Mano Meneses.

O América abriu o marcador quando o interminável Souza cruzou da direita e Alves resvalou contra o próprio gol.

Na segunda etapa Carlos Eugênio Simon tratou de anular gol legitimo da equipe da casa, mas no final marcou pênalti com correção, que selou o marcador da partida.

Se o Corinthians não contratar vai sofrer na Série A.

Morumbi Cidadania desabafa contra o São Paulo

novembro 29, 2008

 

Caro Paulinho, se assim me permite chamá-lo.

Sou Sergio Santoro, meu nome e email são verdadeiros.

Por cidadania, necessidade, inconformismo, por calúnia gratuita do São Paulo F.C. e por não aceitar a prevaricação e incompetência das Autoridades Públicas, tomei a iniciativa de organizar um grupo de moradores do Morumbi , sem mensalidade só com o objetivo de resgatar nossos direitos e acabar com os desmandos e privilégios desse clube que se acha imune a lei, não cumpre nem o que assina e é um péssimo vizinho.

Esse grupo passou a denominar-se Morumbi Cidadania.

Não sou o dono e ninguém é, somente tomei a frente e obtive documentos reais e incontestáveis, que permitiram a abertura de dois inquéritos nas Promotorias Públicas.

Deveria ter começado agradecendo muito o seu apoio imparcial a nossa causa.

Por força do imenso sucesso do seu blog, ficamos conhecidos.

E aplaudir sua coragem e cidadania enfrentando esses, lamentavelmente majoritários, malandros e descarados dirigentes de clubes, federações, políticos e outras mazelas desse país.

Por seu intermédio o São Paulo nos procurou para se fazer de bonzinho.

Tudo jogo de cena, pois não deram nenhuma resposta e nenhuma solução para a lista de problemas que apresentamos.

Era só para você publicar que eles finalmente ficaram civilizados.

Pura enganação que nos obrigou a propor uma longa série de ações judiciais, até porque, inexplicavelmente, o Dr.Promotor Público reluta em interditar o clube e tem dado prazos absurdos que nunca são cumpridos.

É a pura verdade e, pela lei, ora lei, o clube já teria sido fechado e até demolido.

O Sr.Luis D’Alkmin eficiente colaborador, criador e administrador do blog Morumbi Cidadania estranhamente trocou a senha do blog e do email e ficou com ele, só para ele.

Nós teremos que criar outro.

Caso você queira conferir a veracidade  desses documentos e afirmações estarei ao seu dispor.

Contate o Ministério Público e pergunte quem sou eu.

Não posso relatar tudo de uma vez,  pois viraria uma crônica.

Meu tel/fax é xxxxxxx e celular xxxxxxx.

Parabéns por sua coragem e competência

Sergio Santoro.

Paulo Garcia será candidato a presidente do Corinthians

novembro 29, 2008

 

A oposição corinthiana lança hoje, no bairro do Tatuapé, a candidatura do empresário Paulo Garcia, dono da rede de lojas Kalunga, a presidência do Corinthians.

O evento promete contar com mais de 500 pessoas, simpatizantes a candidatura e inconformados com a atual gestão corinthiana.

Espera-se a presença de Roque Citadini, Rubens Approbato Machado, Romeu Tuma Junior, Marlene Matheus, Osmar Stabile, e demais ilustres corinthianos.

As eleições serão disputadas no dia 15 de fevereiro e o sistema de votação será por eleição direta entre os associados do clube.

Roubo ? Impressão sua…

novembro 29, 2008

Da FOLHA DE SÃO PAULO

PAINEL FC

Medalha de ouro

No relatório financeiro do Palmeiras, salta aos olhos a despesa com o departamento de bocha.

Desde janeiro, o gasto com o setor foi de R$ 364.658,42.

É o esporte amador que mais gastou em 2008.

Em segundo lugar está o futsal, com R$ 307.667,70.

Em outubro, a bocha torrou R$ 35,6 mil.

Indagado pela coluna sobre os gastos com a bocha, Flávio Buongermino, diretor do departamento, disse: “Querido, isso é um assunto sigiloso nosso”.

Depois, afirmou que todos os atletas são remunerados e fazem viagens para competir.

Palavra do Magrão

novembro 29, 2008

O Brasileiro em três atos

Por SÓCRATES

http://www.cartacapital.com.br/app/coluna.jsp?a=2&a2=5&i=2835

Resolvi buscar o que escrevi nesses meses de Campeonato Brasileiro e dividir com vocês um pouco do que achava em diferentes ocasiões.

Em julho, perspectivas

As perspectivas do Brasileiro deste ano são bem interessantes, apesar de termos um torneio em que a técnica jamais sobressaiu. Se por este lado existe uma carência que não é de hoje, por outro o equilíbrio vigente é de impressionar. Neste momento, é impossível prever quem chegará ao título, à Libertadores ou mesmo quem cairá para a divisão inferior. É claro que existem candidatos mais fortes e que estão hoje no topo da tabela de classificação ou lá embaixo, mas ninguém pode afirmar quem estará aqui ou acolá no final da competição. Nem mesmo o Ipatinga, que sofre com sérios problemas de gestão e não tem um time muito forte, é carta fora do baralho, ainda que seja o que me pareça mais frágil nesta luta.

Cada ponto em disputa está valendo muito, independentemente dos objetivos que se queira atingir, e é por isso que há tanta reclamação a ponto de se perder uma boa oportunidade de vitória. Caso do São Paulo em Florianópolis, por exemplo. O Tricolor teve tudo para sair desse compromisso com três pontos e quase não leva o empate para casa (1 a 1 contra o Figueirense, 31 de julho). Dessa forma deixou escapar a chance de chegar mais perto dos que estão à sua frente, tornando a empreitada cada vez mais difícil. Mas, quando se consegue pontos preciosos, como o Santos em Porto Alegre (1 a 0 sobre o Internacional, 30 de julho), pode-se festejar à vontade, pois estes se tornarão cada vez mais raros. São os que definirão quem chegará aonde em cada uma das disputas.

Em agosto, planejamentos

Uma frase de Muricy Ramalho, “os favoritos ao título brasileiro serão definidos após a janela que permite transferências ao futebol europeu”, define a diferença entre planejamento e bumba-meu-boi (no sentido figurado do termo, já que em geral essas manifestações culturais têm muito mais organização do que o futebol brasileiro). O São Paulo, seu clube, saiu a campo para contratar alguns atletas que estavam disponíveis no mercado europeu na iminência de perder alguns dos seus melhores jogadores. Escolheu-se com cuidado não só para repor as peças que poderiam faltar como para reforçar os setores ainda deficientes.

E o resultado não poderia ser melhor. Como parece que nenhuma transferência de vulto atingirá os jogadores do Tricolor até o encerramento da janela, todos devem permanecer. Soma-se a isso a qualidade dos que chegaram, o que permitirá ao clube sair ainda mais forte dessa situação.

O mesmo aconteceu com o Palmeiras, ao menos por enquanto, pois, se perder o meia Valdivia, terá rapidamente de encontrar um substituto à altura, o que não será nada fácil, ainda que o chileno seja muito irregular (Valdivia deixou o clube em 15 de agosto). Já o Flamengo deixou de se preocupar com as perdas e sucumbiu nas últimas rodadas do torneio. Os árabes tentaram levar seu treinador, mas o clube conseguiu segurá-lo. Investiram, então, no artilheiro da equipe e o convenceram a mudar de ares. Um golpe muito mais duro que ajudou a definhar o time, que, de líder, passou ao sexto lugar.

Em novembro, o triste fim

Em poucos segundos de jogo, o Palmeiras entregou o ouro e se distanciou do sonho de seu treinador, que, além de se despedir do título, macho, enfrentou, no aeroporto, a reação de sua torcida, inconformada com seu destempero e ego exagerado – o que ocasionou uma lesão no seu antebraço. Dez minutos depois, o time achou um pênalti convertido por Alex Mineiro, que não teve o mínimo tesão para comemorar, talvez por culpa da difícil relação com seu comandante. Mais alguns minutos e um esperto Obina bateu rapidamente uma falta, que resultou no segundo gol flamenguista, com direito a uma falha extraordinária de um dos “craques” de Luxa.

No começo do segundo tempo, aturdido, o Palmeiras sofreu com sua própria incompetência e só não caiu de quatro rapidamente por causa de Marcos, que se tornou, nas últimas semanas, o vilão número 1 para seu chefe. Mas, como não há como segurar a superioridade, Ibson selou a sorte do Verdão, que agora só se salva do buraco se o Greenpeace entrar em campo. Porém, certamente o treinador palmeirense não aceitará esses préstimos, até porque não deve ter a mínima idéia dos ideais da ONG. O Palmeiras ainda conseguiu chegar ao segundo gol, insuficiente para impedir um golaço do mesmo Ibson, de calcanhar, na cara do velho Roque Júnior, outra aposta furada do treinador que quer ganhar em tudo. O mesmo Roque que assistiu de relance à cabeçada de Kléberson configurar a goleada (5 a 2 para o Flamengo, em 16 de novembro). Foi um triste fim para a arrogância!

Barueri News fora do ar

novembro 29, 2008

A internet foi higienizada.

O blog do funcionário do prefeito de Barueri saiu do ar.

Terá agora que se contentar com o salário da Rede TV e das propinas que recebe do amigo de Kia e do Madureira.

Que final de carreira deprimente.

Carater não se vende na feira

novembro 29, 2008

“Quem leva dinheiro para ganhar pode levar para perder também.

Eu sou trabalhador para ir para o campo e ganhar.

Tenho meu salário no clube para honrar a camisa que eu visto.

Se eu estou eliminado ou não, tenho que ir lá e ganhar, não tenho que ajudar nem A nem B.

Vai dizer: ‘Nós estamos em uma fase ruim e o dinheiro é bem-vindo’?

O que é isso?”

ZICO, o maior ídolo da história do Flamengo

Ajude Santa Catarina

novembro 29, 2008

Ação Instituto Guga Kuerten – Conta IGK Fundo Para Enchente:

Banco do Brasil, agência 1453-2; c/c: 15.436-9.

Andres Sanches coloca as meias na janela para a chegada de Papai NOAL.

novembro 28, 2008

 

A situação no departamento de futebol corinthiano pode ficar ainda pior.

Informações oriundas do Parque São Jorge dão conta que Mario Gobbi abandonará seu cargo em dezembro, com a finalidade de se dedicar a campanha de Andres Sanches, o presidente que tem medo.

Gobbi será um dos vices da chapa.

Em princípio, o afastamento de Gobbi deveria ser comemorado por torcedores comuns, que tem apreço pela honestidade.

Mas Andres Sanches conseguiu se superar.

O escolhido para o cargo será Paulinho do Ouro, de passado pouco confiável no Parque São Jorge.

Ele entra por indicação de Jaça, empresário da SORTE, que deve contribuir para a formação da nova equipe.

O Natal está próximo.

Papai NOAL está chegando, com muitas “milhares na cabeça” para presentear.


%d blogueiros gostam disto: