Anúncios

Archive for maio \31\UTC 2012

Incompetência de Patrícia Amorim gerou “esperteza” de Ronaldinho Gaúcho

maio 31, 2012

Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Flamengo, após conseguir liminar em ação trabalhista, em que ainda cobra R$ 40 milhões da equipe rubro-negra.

O ex-jogador em atividade passou todo o seu tempo na Gávea fazendo o que dele se esperava, levando-se em consideração seus últimos anos de carreira.

Enganando os torcedores, sendo bajulado por jornalistas puxas-sacos, e, vez por outra, fingindo jogar futebol no Flamengo.

Tudo isso é ainda muito pouco, para quem é gerido pela incompetência e nebulosidade de uma aventureira, pra lá de esperta, como Patricia Amorim.

Que contrata problemas evidentes, apoiando-se em nomes famosos, casos claros de V(W)anderlei(y) Luxemburgo e Adriano “tra…”, quer dizer, Imperador, objetivando apenas o ganho político de suas ações, pouco se importando com o prejuízo do clube.

Todos sabiam, no mundo do futebol – e nem precisava ser bem informado para isso – que Ronaldinho só pensa em curtir baladas e ganhar dinheiro fácil, aproveitando-se de uma fama que há anos não faz por merecer.

E pior, nem para fazer marketing tem utilidade, tamanha sua inexpressividade no mercado publicitário, ainda menor que seu futebol nos últimos anos.

Como resultado, o Flamengo não conseguia receita suficiente para saldar os salários do “espertalhão”, que encontrou a “desculpa” necessária para justificar sua falta de comprometimento com o clube

Patricia Amorim, como presidente de um dos maiores clubes do mundo, não apenas tinha a obrigação de conhecer esses detalhes, como também de proteger o clube, com cláusulas contratuais que pudessem proporcionar o rompimento do vínculo do Flamengo com o atleta, na primeira mancada da qual fosse protagonista.

Não fez, e agora vai gerar um prejuízo incomensurável para quem já tem tantos problemas financeiros.

E, podem esperar, muito mais está por vir, levando-se em conta a quantidade de jogadores vagabundos contratados nos últimos tempos pelo clube.

Anúncios

Corinthians é condenado, no TJ, a pagar R$ 18 milhões pela negociação do jogador Wilson

maio 31, 2012

Durante muito tempo acreditou-se, no Parque São Jorge, que o proprietário dos direitos do atacante Wilson, atualmente no Sport/PE, fosse o conselheiro corinthiano Osmar Stabile.

O próprio afirmava ter colocado R$ 600 mil de seu bolso para ajudar o clube, sem nada querer receber em troca.

De fato, não recebeu, após Andres Sanches, presidente à época, negar-lhe o pagamento.

Tempos depois descobriu-se que, na verdade, o proprietário dos direitos do atleta era um sócio ocasional de Stabile, de nome Moacir da Cunha Viana.

Este, passado para trás, sem receber um centavo do que havia investido, mesmo após negociação do atleta para o Gênoa, entrou com ação contra o Corinthians, obtendo êxito judicial.

O Corinthians foi condenado a arcar com valores próximos a R$ 400 mil, e que hoje, corrigidos, já atingiriam R$ 600 mil.

Porém, por um infortúnio da vida, Moacir não viu sequer a cor deste dinheiro, falecendo meses depois.

Mas sua família, combativa, mesmo assim, entrou com recurso no TJ, visando a revisão dos valores, que, de fato, eram menores do que deveriam ser.

Eis que, esta semana, o mérito foi julgado, e o Corinthians, novamente, condenado.

Só que, desta vez, o prejuízo será bem maior..

Os desembargadores, de maneira correta, entenderam que Moacir possuía 50% dos direitos econômicos do jogador, e não tinha direito, apenas, a receber a quantia investida, conforme decisão anterior.

Ou seja, a família de Moacir receberá do Corinthians, R$ 11 milhões (50% da transação ao Gênoa), acrescidos de 20% de multa da rescisão prevista no contrato entre o clube e o agente, correspondentes a R$ 2,5 milhões.

R$ 13,5 milhões, com juros retroativos desde o período da transação, que devem elevar o valor para R$ 18 milhões, aproximadamente.

Um prejuízo absurdo, levando-se em consideração que poderia ter sido evitado, não tivessem os dirigentes alvinegros querer ser mais espertos do que a “esperteza”.

Vale lembrar também que um dos fatores decisivos para a vitória da família do agente de jogadores na Justiça foi um estranho recibo, contabilizado pelo Corinthians, de valor bem menor – cerca de R$ 600 mil – que comprovaria pagamento inexistente, em nome de uma empresa da qual nunca se escutou falar.

Cobrado na época da descoberta da ação, o atual dirigente, Raul Correa da Silva, responsável pelo “equívoco” contábil, disse que explicaria o negócio, mas, até agora, não o fez.

Com mais este desfalque nos caixas alvinegros, talvez seja o momento ideal para relembra-lo do assunto.

O caso Oscar no Mundo Corporativo – Capítulo Final

maio 31, 2012

Por JOSÉ RENATO SATIRO SANTIAGO

Enfim após meses de frequentes mandatos e quase intermináveis idas e vindas, São Paulo e Internacional chegaram a um acordo com relação jogador Oscar.

Segundo o que foi anunciado, a equipe gaúcha pagará R$ 15 milhões ao Tricolor e passará a ter os direitos federativos do jovem jogador.

Após tantos fatos que envolveram estas 3 partes, Internacional, São Paulo e Oscar, caso o cenário fosse o mundo corporativo, caberia considerar as seguintes deliberações para cada uma delas.

Para o Internacional:

Certamente que a ausência de Oscar na equipe que disputava a Taça Libertadores foi um dos fatores que contribuíram para a queda precoce do bicampeão da América.

Ainda assim, seus dirigentes, juntamente com o corpo jurídico contratado, bancaram uma solução que ao se mostrar frágil, ou por temor, resultou no pagamento do valor quase que total ao solicitado pelo São Paulo.

Oras, ao final de tudo isso, o Internacional acabou por pagar o valor, que inicialmente se recusava, seus dirigentes entregaram uma Taça Libertadores, gastaram altos honorários jurídicos e ainda houve clara associação da imagem da instituição quanto a acusações de aliciamento do atleta.

Decisão: Demissão sumária de toda a sua diretoria.

Para o São Paulo:

Errou de forma amadora no começo de todo o processo, que proporcionou a saída de seu atleta. Seus dirigentes realmente pensaram que jamais qualquer de seus jogadores teria a coragem de sair de seus quadros.

Houve desgaste de sua imagem, anos atrás como sendo de vanguarda, mas que agora também sofre com questões, como a saída de atletas, que se resumiam as outras equipes.

Pagou para ver, bancou até o fim, o que era o mínimo a ser feito, uma vez que o atleta era um patrimônio da equipe. E ao final, contou com o temor dos dirigentes gaúchos e um pouco do seu para receber um valor apenas um pouco menor ao desejado.

Decisão: Advertência aos seus dirigentes pelo equívoco inicial e que isto nunca mais se repita.

Para Oscar:

Justamente a parte que parece ser a maior vencedora, muito possivelmente será a que mais sairá perdendo a longo prazo.

Aliciado que foi, por quem quer que seja, fez alegações equivocadas e injustas ao clube que o formou, aproveitou do equívoco de seus dirigentes e optou pelo rompimento.

Todos os clubes do mundo conhecem agora o que Oscar e sua trupe são capazes de fazer fora de campo e certamente seus contratos passarão a ser repletos de condicionantes protetoras contras suas atitudes.

Em campo, deverá manter seu futebol em altíssimo nível, pois certamente esta mancha o perseguirá durante muitos anos, principalmente no que diz respeito aos contratos de publicidade.

Decisão: Contrato com suporte de três dos maiores escritórios jurídicos do Brasil e afastamento de contratos de publicidade fora do Rio Grande do Sul.

Por fim, dentro de tantas questões que enfim chegaram ao fim, como torcedor tricolor fiquei muito feliz com a decisão, sendo assim:

– Agradeço o Internacional pelo medo e decisão equivocada;

– Peço que o São Paulo aprenda com isto tudo e crie maneiras de evitar que isto se repita.

– Quanto a Oscar… deixa pra lá, afinal sou torcedor.

Ouça o podcast do “Pergunte para o Paulinho”, de 30/05

maio 31, 2012

Confira, abaixo, o PodCast do programa “Pergunte para o Paulinho”, de ontem, produzido pela rádio MidiaCast.

http://www.radiomidiacast.com/pergunte-para-o-paulinho-30052012/

Sobre Brasil e Estados Unidos

maio 31, 2012

A vitória da Seleção Brasileira, por quatro a um, frente a Seleção dos Estados Unidos, tirante uma penalidade mal assinalada, que propiciou a abertura do marcador, foi absolutamente justa.

Novamente o Brasil fez uma primeira etapa interessante, utilizando-se de marcação no campo ofensivo, mas, no segundo tempo, o ritmo caiu, com a equipe levando até alguns sustos dos adversários.

Os melhores foram, além do sempre superior Neymar, o outro santista, Rafael, demonstrando segurança, e o jovem Oscar, contratado agora, de fato, pelo Internacional.

Oscar que, em mantendo o desempenho atual – parece realmente não sentir o peso da camisa amarela – pode até salvar a pele de Mano Menezes, quando este já caminhava para a fila do desemprego.

E, se for tão inteligente quanto é nos “truques”e entrevistas, o treinador há de encontrar um lugar para colocar Neymar, Ganso e Oscar, juntos, formando uma equipe interessante na disputa dos Jogos Olímpicos de Londres.

Pergunte para o Paulinho – participe !

maio 30, 2012

Não perca, às 18h, mais uma edição do programa “Pergunte para o Paulinho”, pela rádio MidiaCast.

http://radiomidiacast.com.

Um espaço em que os principais assuntos discutidos são escolhidos pelo público.

Deixe suas perguntas por aqui, nos comentários da postagem, até meia hora antes do início do programa.

Todas serão respondidas, ao vivo, e disponibilizadas, em PodCast, no dia seguinte.

Desde já agradecemos pela audiência

Romarinho chega ao Corinthians, para alegria de Carlos Leite e sua S/A

maio 30, 2012

O Corinthians acaba de realizar um “grande” negócio ao contratar o jogador Romarinho, revelação do Bragantino, clube pelo qual dirigentes alvinegros sempre demonstram “carinho” especial.

Mas para o empresário do atleta, o já conhecido Carlos Leite

Este que agencia também o treinador da Seleção Brasileira, ex-treinador do clube quando Mario Gobbi, atual presidente, era diretor de futebol.

Leite possui 70% dos direitos econômicos do jogador, sendo que 20% deste percentual adquiridos recentemente, junto ao Bragantino, após a negociação estar quase concluída e, evidentemente, ter sido avisado do desfecho por parceiros “antigos” do clube.

Além disso, o empresário, que tem ótimo trânsito com dirigentes corinthianos, exigiu R$ 1 milhão de luvas, que, por experiências anteriores, sabemos bem, o atleta nem sentirá o cheiro, acrescidos de R$ 180 mil mensais de salários, que, provavelmente, serão também fatiados.

Outro pedido, a ser atendido, é que o atleta seja inscrito na Libertadores no lugar de Edenilson, machucado.

Para finalizar, até o “comentarista”, que deu uma forcinha para o negócio, será lembrado no momento das benesses.

Justiça julga irregular, novamente, reunião que permitiu reeleição de Juvenal Juvêncio

maio 30, 2012

Foi publicada hoje decisão judicial, em apelação, que julgou novamente irregular a reunião que modificou o Estatuto do São Paulo, proporcionando a Juvenal Juvêncio seu terceiro mandato.

O teor do despacho diz claramente que somente uma Assembleia Geral de associados teria poder para tal.

Em breve o clube será notificado.

Além disso, em caso de descumprimento, foi estipulada uma multa diária de R$ 5 mil.

Resta saber agora se o atual presidente, que está irregular no cargo, terá a dignidade de acatar a decisão ou continuará se valendo de subterfúgios jurídicos para arrastar o assunto, envergonhando ainda mais a coletividade Tricolor.

Jornalista “exagera” ao fazer assessoria para Luxemburgo, no UOL

maio 30, 2012

O que leva um jornalista a fazer uma matéria dizendo que V(W)anderlei(y) Luxemburgo tem, no Grêmio, números melhores do que Guardiola, no Barcelona ?

Induzindo claramente o torcedor menos inteligente a acreditar que seu treinador seria o maior dos fenômenos.

Até o próprio treinador, sempre receptivo a certas “malandragens”, deve ter se sentido constrangido ao ler tamanho “exagero”, ou ímpeto, daquele que tentava lhe ajudar.

Foi o que fez o repórter do UOL (que fase !), Marinho Saldanha, direto de Porto Alegre.

Como se os adversários do fraquíssimo Campeonato Gaucho, que, por sinal, Luxa sequer chegou à final, pudessem ser comparados aos da Champions League, ou até mesmo ao Campeonato Espanhol.

O repórter, sabe-se lá por qual motivação, diz que Luxa tem 82,2% de aproveitamento, contra “apenas” 78,6% do ex-treinador do Barça.

Fala ainda em frieza de números e outras bobagens.

Levando-se em consideração este argumento, o brasileiro, com ZERO títulosbusca de sua centésima partidas na equipe gaúcha, toma uma lavada histórica de Pep, que possui “míseros” 14 títulos, nenhum deles de campeonatos estaduais, em 242 jogos.

Ou seja, matematicamente, o treinador agraciado pelo repórter do UOL com a matéria “levanta moral”, teria que ter algo próximo de sete títulos no período citado (100 jogos), para fazer cócegas no currículo de Guardiola.

Berezovsky, parceiro de Kia, é novamente indiciado na Russia

maio 30, 2012

Enquanto Kia Joorabchian diverte-se dizendo à imprensa que retornará a fazer parceria com o Corinthians, seu “companheiro” de negócios enfrenta novos problemas na Rússia.

Boris Berezovsky acaba de ser indiciado por exortação e desordem em massa.

Teria sido ele o incentivador de protestos contra o atual presidente, Vladimir Putin, conclamando publicamente a população a realizar “ações violentas” contra o mandatário.

Disse ainda, o oligarca, que pagaria US$ 1,5 milhão para quem lhe trouxesse Putin preso.

Coisa de mafioso.

Vale lembrar que se não fosse a benevolência da Inglaterra, Berezovsky estaria, neste instante, brincando de fazer iglu, na Sibéria.

Preparador físico detona irregularidades nas Categorias de Base do Corinthians

maio 29, 2012

O professor Rodrigo Nader, que trabalhou como preparador físico nas categorias de base de grandes clubes, como Corinthians e São Paulo, compareceu ontem aos estúdios da rádio MidiaCast, e participou do programa Blogueiros.

Falou não apenas sobre seu ofício – atualmente condiciona atletas de MMA – mas também de suas experiências como profissional de futebol.

E não afinou quando o questionamos sobre os problemas na base alvinegra.

Confirmou que os conselheiros Mané da Carne e André Negão fazem negócios no departamento e detalhou sacanagens feitas contra os trabalhos de Vampeta e Rincon, que eram pressionados a escalar jogadores “indicados”.

Abaixo, transcrevemos os trechos mais relevantes, e deixamos o link para quem quiser escutar, na íntegra, suas declarações.

ÁUDIO

http://www.radiomidiacast.com/blogueiros117/

TRANSCRIÇÃO

Paulinho

O Rodrigo, pra quem não sabe, conhece bem os bastidores daquele “antro” que são as categorias de base do Corinthians, que é gerida por um dono de estacionamentos, “profundo” conhecedor de futebol, tem bastante gente “qualificada” trabalhando, principalmente na preparação física, dizem que o Coordenador, filho (adotivo) de Joaquim Grava gosta bastante de fazer negócio com jogador… e aquilo tudo que, sabemos, acontece por lá.

Eu quero perguntar: por que o Corinthians não revela jogadores há tantos anos ? O que você diagnostica de mais grave que impede o Corinthians de revelar jogadores em sua categoria de base ?

Rodrigo Nader

Paulinho, eu vou ser bem sincero no que vou falar, não tenho nenhum problema em falar isso.

Ela (base) é mal gerida.

Com todo respeito a quem está lá… algumas pessoas realmente merecem respeito… a categoria de base do Corinthians, não só do Corinthians como de outros clubes é muito mal gerida.

A gente diz: não revela jogadores…

Mas, se você tiver ideia de quantos jogadores se perdem nas categorias de base do Corinthians… por causa de um jogo… porque perdeu um pênalti… ou porque não rendeu num jogo o que alguém queria que rendesse, é uma grandeza.

Uma vez, conversando com amigos, comecei a listar jogadores de altíssimo nível que foram desenganados, vamos dizer assim, no Corinthians.

Vencedores de Taça São Paulo que não tiveram chance no time de cima… por interesses ou por não interesses… nem quero entrar nesse mérito, acontece muito de perder jogadores, e “n” jogadores são encostados, vão para um time “B”, e infelizmente se perderam por uma má gestão sim.

Paulinho

Nessa má gestão você enquadraria o Fernando Alba, Marcelinho Paulista (que já saiu para o Avaí)… todos os outros diretores ?

Rodrigo Nader

(…) acho que não só o Fernando ou o Marcelinho(…) o Marcelinho foi muito bom para mim, fiz um amigo… eu sei que muitas coisas acontecem com ele que não tem como lutar contra porque vem de cima… ai a gente pode incluir as pessoas que estão por cima…

Paulinho

Conselheiros…

Rodrigo Nader

Conselheiros…

Paulinho

Diretores, presidente…

Rodrigo Nader

(sorrindo) Eh… acho que tem muita gente que pode ser colocada…

Mas na verdade é um pouco de tudo…

Você acaba vendo que as vezes um cara perde o comando.

Tinha um jogador que veio do Santos, vou tentar lembrar o nome dele, contratado por R$ 500 mil.

Ele nunca deu um chute no Santos…

E no Corinthians, idem.

Ele aparecia lá de vez em quando… morava na baixada… treinava e tal… perguntávamos: “quem é você ?” ele respondia: “eu sou o “fulano””… aparecia quando queria e, de repente, voltava para Santos e sumia.

Chegou o Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2010, ele apareceu para treinar… e o Marcelinho não sabia quem era.

“Eu quero falar com você, Marcelinho”, disse o jogador, “quem é você ?”, respondeu o Marcelinho.

“Eu sou o jogador “tal””, Marcelinho retrucou: “mas como assim ?”, e o garoto insistiu: “Eu tenho contrato até 2012”…

Eu sei que foi um rebu na hora ali… eu era o único treinador que conhecia…

Paulinho

Ele era jogador de quem ? Dirigente, empresário …

Rodrigo Nader

Eu não sei te falar isso… ele chegou sem ninguém saber, aparecia de vez em quando..

Paulinho

Porque para ter essa moleza… alguém dava essa moleza para ele…

Rodrigo Nader

Com certeza, mas infelizmente não sei quem é o “pai da criança”.

Mas é um grande “pai da criança”, porque, que me desculpe ele, tinha uma falta de qualidade total, que tem que ser dita… é verdade.

Paulinho

Rodrigo, quem pressionava mais para escalar jogadores ? Presidente, diretores, conselheiros, Mané da Carne, André Negão…

Rodrigo Nader

(…) quando o Vampeta esteve lá fechou as portas para tudo isso, não aceitava pressão, nós tínhamos uma parceria com o Nacional…

Paulinho

Por isso que ele saiu…

Rodrigo Nader

Por isso que ele saiu…

Ele ajudava e ajuda muito ainda jogadores daquela época…

Por mais que quisessem… “Ah! Tal jogador tem que jogar…”

“Aqui não”, respondia Vampeta.

Ele chegou a barrar alguns jogadores que vieram de fora, treinavam… achavam que já iam ser…

Paulinho

Quem mandou esses jogadores ?

Rodrigo Nader

Eles chegavam falando que “eles” chegaram… geralmente a gente fazia uma lista de quem indicou..

Eles diziam: “Eu vim por indicação… pelo “olheiro”

Nota do blog: o olheiro do Corinthians é Mauro Van Basten, ligado ao comentarista Neto…

Rodrigo Nader

Depois disso veio o Rincon, uma pessoa fantástica… teve problemas, pediu jogadores para disputar a série A-3, e não chegaram…

Chegaram outros…

Ele não tinha muita opção…

Teve que disputar o campeonato com jogadores, digamos, que foram “dados” para ele…

Depois, com uma sequencia de resultados ruins, ele acabou saindo…

Paulinho

Eu não vou te perguntar o nome dos jogadores (disse que não iria falar), mas tenho certeza que sabe o nome dos dirigentes… quais são os conselheiros que tem jogadores na base do Corinthians ?

Rodrigo Nader

(rindo) Ah !….

Paulinho

Se eu disser o nome do Mané da Carne estou errando ?

Rodrigo Nader

Não

Paulinho

Do André Negão, estou errando ?

Rodrigo Nader

Não

Paulinho

Flavio Furlan (filho de Joaquim Grava), que trabalha na categoria de base como Coordenador de Preparação Física… eu estaria errando se dissesse que ele mexe com jogador ?

Rodrigo Nader

Olha, o Flavio, diretamente, não posso te afirmar isso… mas posso te afirmar que, por um motivo… bem, a gente tem uma certa postura de não criar muitos laços com jogador para não ficar aquela situação de “aliviar” para jogador e tal…

Só que do mesmo jeito a gente tem uma relação boa com eles… isso é importante, ter uma boa relação…

Quando passa a ter uma relação de muita amizade…

Paulinho

Qual é a participação do Andres lá ?

Rodrigo Nader

Eu vi o Andres lá duas vezes em quase dois anos… e não foi no Corinthians, foi no Nacional…

Paulinho

E o Mauro “van Basten” ?

Rodrigo Nader

Esse eu conheço só de vista, porque ele ficava mais no profissional… ouvia mais falar dele…

Paulinho

E o Severino, pai do Willian (Shahktar Donetsk), me contaram uma coisa, não sei se é verdade… talvez você saiba, que vivia lá…

Que os jogadores do Corinthians faziam peneira na Vila Carrão e depois eram mandados para fechar contrato com o Severino… depois descobri que, de fato, ele tinha uma empresa de negociar jogadores de futebol e que seria “laranja” do André Negão.

Você sabe se é verdade que ele tem jogadores na base e faz negócios com Andre Negão ?

Rodrigo Nader

A gente sempre ouvia falar isso… todo mundo falava, de todos os lados… só que a gente não tem como afirmar, porque, como falei, as vezes para a gente, que está lá dentro, algumas coisas não chegam… ou a gente prefere não ouvir algumas coisas para não ficar tão, digamos, entre aspas, de “rabo preso”.

Mas, não tenha dúvida, naquela época a gente ouvia muito sobre isso…

Eu quero fazer apenas um adendo.

O filho do André Negão, que está hoje no Paraná, o André Vinicius, é muito bom jogador, e chegou lá por mérito.

Claro que diferente de outros…

Paulinho

O mundo do futebol é realmente muito sujo, não ?

Rodrigo Nader

Muito…

Felipão não será treinador do Palmeiras em 2013

maio 29, 2012

A decisão do treinador Luis Felipe Scolari, anunciada na última semana, de cumprir seu contrato com o Palmeiras até o final e não renová-lo é definitiva.

Embora o presidente Arnaldo Tirone argumente para o público que fará das tripas coração para mantê-lo no clube, de nada adiantará.

O desgaste na relação com conselheiros palmeirenses é público e notório, e o treinador, inteligente, sabe que o atual presidente sequer estará na próxima gestão, sem a menor chance de se reeleger, após desastrosa gestão.

Tudo indica, o futuro de Felipão será treinar, novamente, uma Seleção.

Resta saber se a brasileira, desejo do presidente da CBF, mas não de alguns de seus seguidores, que sonham com Muricy Ramalho ou alguma seleção europeia, após as definições pós Eurocopa.

Brasil será o país do narcotráfico

maio 29, 2012

A comissão de juristas, que tenta fazer alterações nas Leis brasileiras, cometeu ontem um verdadeiro crime contra a população.

Inseriram, em novo texto, que deverá ser votado em breve, também no Senado, diversas facilitações para que tanto traficantes quanto usuários possam incomodar ainda mais as famílias deste país.

Liberar a plantação de drogas será o mesmo que transformar o Brasil numa Bolívia, conhecida internacionalmente como paraíso do narcotráfico.

Pior ainda é a decisão, acreditem, de REDUZIR a pena para traficantes, de 15 para 10 anos, premiando assim sua ação criminosa.

Quando, em nossa opinião, prisão perpétua seria ainda muito pouco, perante o estrago, quase sempre vitalício, que ocasionam em boa parte da juventude nacional.

Se hoje o traficante, que além de vender drogas, mata, sequestra, e barbariza toda uma população, ja é abusado com a pena um pouco maior, mas ainda insuficiente, daqui por diante, teremos gente largando o emprego para entrar num ramo com risco cada vez mais reduzido.

Sim, porque além da questão penal, outra alteração diz que se alguém for pego com uma quantidade de entorpecente para utilização própria de “apenas” 5 dias (!!!), não poderá ser indiciado como traficante.

Um escárnio.

Óbvio que os traficantes, com essa facilidade, esconderão o grosso do “produto” no que denominam “mocó”, e andarão com a substancial quantidade no bolso, oferecendo, revendendo e se divertindo com a cara do policial, que nada poderá fazer para coibir a ação.

Difícil imaginar a motivação daqueles que participaram de redação tão irresponsável para uma lei que transformará o Brasil num imenso país de viciados.

Se apenas falta de informação, defesa da causa própria ou absoluto descaso com a juventude e as famílias brasileiras.

Lula contra Gilmar

maio 29, 2012

EDITORIAL DA “FOLHA”, de hoje

“Choque de versões quanto a encontro do ex-presidente com ministro do STF eleva temperatura e ansiedade com o julgamento do mensalão”

O mais acabrunhante no episódio da estranha reunião do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes relatada na revista “Veja” está no fato de ela soar absolutamente plausível.

Revela-se, de pronto, o abismo que separa a opinião pública dos operadores políticos no Brasil. Estes hão de considerar trivial o encontro. Àquela fica patente sua total impropriedade, quando se sabe que Lula está em campanha frenética para negar o mensalão -o mesmo escândalo cujas provas o procurador-geral da República e o Supremo consideraram suficientes para levar 38 réus a julgamento.

Por certo falta esclarecer o real teor da conversa, mas ninguém negou que a reunião tenha ocorrido. No contexto da CPI exigida do Congresso por um Lula sequioso de produzir ali o antídoto ao iminente processo do mensalão, o encontro de abril arranjado à socapa pelo onipresente Nelson Jobim já pareceria suspeito; que Lula o tenha usado para fazer pressão -ou até chantagem- sobre Gilmar o colocaria definitivamente na categoria do intolerável.

O ex-presidente mandou negar, por certo, a proposta de barganhar proteção a Gilmar na CPI pela protelação do julgamento. Não se concebe, porém, quais motivos teria o ministro do STF para dar versão tão peremptória e comprometedora do encontro, que só agora, decorrido quase um mês, veio a público.

A confirmar-se na sua inteireza o relato de Gilmar (em parte desautorizado por Jobim, mencione-se, ainda que sem acréscimo de veracidade), Lula se revelará quase irreconhecível: tomado pela ansiedade com o exame do maior escândalo político desde o Collorgate e entregue à retaliação contra demistas, tucanos e a imprensa independente, em franca contradição com a lendária intuição política que conduziu o líder operário à Presidência da República.

A soberba do ex-mandatário talvez não lhe permita perceber, como a todos parece, que terá dado um passo temerário, no encontro tal como narrado, ao tentar comprometer a independência de um ministro do STF. Que dê ouvidos então a outro, Celso de Mello (em declaração ao portal Consultor Jurídico): “Se ainda fosse presidente da República, esse comportamento seria passível de impeachment por configurar infração político-administrativa, em que um chefe de Poder tenta interferir em outro”.

Tal é a gravidade do evento que reuniu um ex-presidente da República e dois ex-presidentes do Supremo (um deles ainda ministro da corte): se um dia for elucidado, ficará evidente que um (ou dois) dos três próceres faltou com a prudência, se não com a verdade.

Pressão de Senador tucano garante liminar do Treze/PB

maio 29, 2012

P

Noticiamos, dias atrás, que o senador Cassio Cunha Lima (PSDB-PB), ligou para dois desembargadores do TJ local, pressionando-os para manter liminar a favor do Treze/PB, após o recurso do Rio Branco, que pedia a cassação.

https://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/05/25/politicos-tucanos-pressionam-desembargador-para-favorecer-trezepb/

Vale lembrar que a equipe paraibana tenta entrar na Serie C pela porta dos fundos, numa estranha decisão judicial que garante ao 5º colocado do torneio, acesso, mesmo com o regulamento prevendo a subida de apenas quatro equipes.

Uma virada de mesa em que a FIFA claramente é contra, e aguarda apenas a decisão final da CBF para iniciar a punição.

Porém, ontem, o desembargador Genésio Gomes, que recebeu ligação do Senador tucano, citado acima, aparentemente, cedeu à pressão, mantendo a liminar absurda, que pode melar ainda mais as séries C e D do Brasileirão.

A CBF deve entrar, nos próximos dias, com pedido semelhante ao do Rio Branco, segundo informações, porém deveria, desde já, se posicionar esportivamente a respeito.

Dando razão a quem de direito e punindo quem de fato merece ser punido.

Somente assim outras equipes, que nada tem a ver com a briga, mas estão sendo prejudicadas com a indefinição, poderiam evitar prejuízo evidente com a paralisação dos torneios.


%d blogueiros gostam disto: