Archive for junho \30\UTC 2013

Brasil de Felipão arrasa Espanha e vence a Copa das Confederações

junho 30, 2013

Jogando uma partida extraordinária, o Brasil venceu a favorita Espanha por três a zero, sagrando-se campeão da Copa das Confederações, no Maracanã.

Dois gols de Fred e um de Neymar.

Méritos absolutos para Luis Felipe Scolari, o Felipão, que pegou um amontoado de jogadores desacreditados, transformando-os numa verdadeira e competitiva equipe de futebol.

A Espanha, absolutamente irreconhecível, foi uma pálida expressão de uma equipe que há anos vem encantando o mundo.

Os primeiros quinze minutos do Brasil foram arrasadores, com marcação quase homem a homem no ataque, impondo o ritmo do jogo e com surpreendentes 60% de posse de bola.

Para ajudar, logo no primeiro minuto, Hulk cruzou pela direita, fez uma confusão dentro da área, e a bola sobrou para Fred, deitado, com grande oportunismo, abrir o marcador.

Seis minutos depois, Oscar recebeu de Fred dentro da área e bateu à direita da meta.

Paulinho, aos 12 minutos, viu Casillas adiantado, tentou encobrí-lo, mas o goleiro espanhol conseguiu, de maneira estranha, defender em dois tempos.

A Espanha, até então acuada, começou a se soltar um pouco mais após os quinze minutos, equilibrando um pouco as ações.

Iniesta fez Julio Cesar trabalhar bem, aos 19 minutos, em batida da intermediária, no primeiro chute espanhol, até então.

Aos 31 minutos, Neymar arrancou pela esquerda, e deu o gol para Fred, que bateu em cima de Casillas.

O Brasil, apesar da melhora espanhola, continuava mandando na partida, marcando como nunca, e sempre perigoso nos contra-ataques.

O Maracanã ficou apreensivo quando Pedro foi lançado na direita, sozinho, aos 40 minutos, bateu cruzado, a bola ia entrando, mas David Luiz, de maneira extraordinária, tirou de carrinho, em cima da linha.

Porém, aos 43 minutos, Neymar tabelou com Oscar, entrou na área e marcou um golaço, no canto alto direito de Casillas.

A Espanha foi para o intervalo, atônita, sem acreditar no que viu na primeira etapa, ou seja, um Brasil solidário e absolutamente eficiente, pulverizando o favoritismo adversário.

E mal começou a segunda etapa, o Brasil partiu para cima, Fred foi lançado na esquerda e, com enorme categoria, bateu cruzado para marcar o terceiro, sepultando o sonho espanhol.

Aos nove minutos, Marcelo cometeu penalidade absolutamente infantil em Navas, deixando o torcedor espanhol esperançoso, porém, um minutos depois, Sergio Ramos bateu mal, à direita de Julio Cesar.

Não era mesmo o dia da Espanha.

Sem alternativa, os espanhóis foram com tudo para o ataque, abrindo enormes buracos em seu setor defensivo.

Num deles, aos 13 minutos, Hulk foi lançado em contra-ataque, mas Casillas saiu bem e defendeu.

A coisas ficaram ainda mais fáceis para o Brasil quando, aos 22 minutos, Neymar arrancou do campo de defesa, ia entrar na área e foi derrubado por trás por Pique, que recebeu cartão vermelho, para desespero de Shakira.

Dois minutos depois, o mesmo Neymar bateu a falta raspando a meta direita de Casillas.

A essa altura, mesmo com posse de bola, a Espanha estava perdidinha, o Brasil perigoso e Neymar se divertindo no gramado.

A Espanha quase diminuiu aos 35 minutos, quando Julio Cesar fez defesa extraordinária em batida cruzada de Pedro.

Dois minutos depois, Jô escapou pela esquerda e bateu para ótima defesa de Casillas.

Julio Cesar, novamente, aos 41 minutos, fez grande defesa em batida de David Villa.

Ao final, com a taça das Confederações em mãos, o Brasil demonstrou aos espanhóis, e também ao mundo, não apenas o enorme peso de sua história, mas também que não há resultado garantido no mundo do futebol.

Frente Nacional do Torcedores ocupa prédio da CBF e pede saída de Marin

junho 30, 2013

COMUNICADO OFICIAL DA FRENTE NACIONAL DOS TORCEDORES SOBRE OCUPAÇÃO DA CBF

A Frente Nacional dos Torcedores acaba de ocupar novo prédio da CBF na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na manhã deste domingo, 30 de junho.

A ação foi pacífica e não teve resistência dos guardas do edifício.

O movimento exige a saída imediata de José Maria Marin tanto do comando da entidade quanto da organização da Copa 2014 (COL-2014).

Igualmente, seus integrantes exigem a aprovação imediata da PEC 202/2012 que visa a regulamentação desportiva.

O movimento apresenta outras exigências na seguinte carta (em anexo também):

“Rio de Janeiro, 30 de junho de 2013.

A Frente Nacional dos Torcedores, movimento que luta por um futebol justo, democrático e popular, ocupa a nova sede da Confederação Brasileira de Futebol para que finalmente nossas exigências sejam atendidas.

Não nascemos ontem nem somos ligados a qualquer dirigente esportivo. Somos a Frente do Torcedor, a Frente que luta por mudanças no futebol, a Frente que lutou pela saída de Teixeira, e que agora quer a saída imediata de José Maria Marin da CBF e do COL-2014. Queremos a regulamentação desportiva em busca de democratização, transparência, moralidade, popularização e participação popular nas instâncias decisórias da organização do esporte.

O Torcedor é quem sustenta o sistema do futebol. O Torcedor é a célula-mãe de toda a grandeza do futebol. Estamos aqui, e não podemos ser ignorados! Queremos participar diretamente da escolha do novo presidente da CBF, queremos a abertura das contas da CBF e, mais, a abertura política da CBF.

O futebol brasileiro vivencia um processo de elitização teatral. Os estádios populares estão sendo transformados em arenas elitistas, as arquibancadas estão sendo encadeiras, e nossa cultura popular torcedora está sendo reprimida com o avanço desse modelo submisso aos interesses da máfia da bola e da FIFA.

O higienismo social é cada vez maior com os valores absurdos dos ingressos. A pasteurização das torcidas é intensificada com os recorrentes casos de abuso policial, que são aplaudidos por uma grande mídia vendida que deseja criminalizar a cultura torcedora.

Estamos aqui nesse castelo da corrupção que custou milhões de reais para exigir a saída imediata de José Maria Marin (vulgo Zé Medalha) do comando da CBF e Comitê Organizador Local da Copa 2014. José Maria Marin deve renunciar ao cargo, pois não possui qualquer capacidade político-administrativa, nem mesmo tem aptidão moral para seguir no comando da CBF.

Da mesma maneira, o Governo brasileiro deve impor a saída de Marin do COL-2014, afinal, um filhote da ditadura não pode conduzir a Copa do Mundo. O lugar de Marin é na Comissão Nacional da Verdade, ou em alguma clínica de reabilitação para cuidar de sua cleptomania.

Fora Marin!

Exigimos, igualmente, a votação e aprovação da PEC 202/2012!

A PEC Dr. Sócrates visa regulamentar a organização do esporte. O Governo brasileiro precisa estar posicionado de modo favorável a esse crucial avanço no combate à máfia da bola. Todo poder do futebol deve ter acesso aos Torcedores.

A regulamentação deve ser construída com participação direta de torcedores e atletas. Regulamentação desportiva JÁ!

Queremos a revogação da Lei Geral da Copa nos pontos que rebaixam a soberania nacional perante a máfia da FIFA. Reivindicamos a urgente rejeição ao PLS 728/2011, que criminaliza o direito de protesto, estabelecendo a ditatorial tipificação do crime de terrorismo.

Protesto não é crime!

Por ingressos populares e com livre direito cultural de torcer: por uma Copa do Povo! O Brasil pode fazer a Copa sem receber chutes no traseiro dessa instituição corrupta. Amamos o futebol, odiamos a FIFA!

Fora FIFA!

Exigimos a indispensável criação de uma comissão legislativa com participação direta dos Torcedores para a criação de um novo estatuto do Torcedor. Exigimos um novo Estatuto do Torcedor a ser construído diretamente pelos Torcedores! Pela volta da festa nos estádios, por ingressos populares, pelo fim da violência no futebol, por uma nova lei contra abuso policial! Um novo estatuto do Torcedor é indispensável.

Exigimos, por fim, o estabelecimento de um diálogo direto com a Presidente Dilma para resolver tais questões, sem intermediários e sem o peleguismo de Aldo Rebelo e dos articuladores do Ministério do Esporte.

Como mulher que sofreu durante a ditadura militar, Dilma deve contribuir verdadeiramente pela saída de Marin, e pelo fim da ditadura da máfia da bola. O futebol precisa de democracia!

Sócrates e João Saldanha estão conosco agora e sempre. A conscientização torcedora avança. Avança a luta torcedora! As Torcidas estão nas ruas: a maior arquibancada do Brasil.

Fora Marin! Regulamentação Desportiva JÁ!

Um outro futebol é possível!

Um futebol justo, democrático e popular!

Frente Nacional dos Torcedores FNT

VERÁS QUE UM TORCEDOR NÃO FOGE À LUTA

www.frentedostorcedores.com.br

frentedostorcedores@gmail.com

invasão cbf

Ex-ótário TELEXFREE se converte ao trabalho e divulga ENXADEXFREE

junho 30, 2013

enxadexfree

Por EX-OTÁRIO TELEXFREE

Gente é sério, deu certo comigo!!!

Capinei um lote de 300m² e em apenas 5 horas ganhei 45,00 reais! I

SSO MESMO!! QUARENTA E CINCO REAIS!!!

Em dinheiro!

Na primeira capina você já recupera seu investimento, pois uma enxada da Tramontina com cabo em madeira custa R$29,50.

Depois é só lucro!

Além de ganhar dinheiro, você pega um bronze e perde calorias…

NÃO É PIRÂMIDE GENTE!!! GANHE ATÉ 100 REAIS POR DIA TRABALHANDO NO MÍNIMO 10 HORAS…

Espanha é muito favorita contra o Brasil, mas…

junho 30, 2013

Daqui a pouco, às 19h, Brasil e Espanha disputarão, no Maracanã, o título da Copa das Confederações.

E os espanhóis, apesar de jogarem em território brasileiro, são absolutamente favoritos.

Se Brasil e Espanha jogarem no limite de suas possibilidades, não há dúvida de que a Espanha venceria a partida.

A Seleção nacional, inferior em elenco, possui apenas um único jogador fora de série, Neymar, em meio a tantos “mais ou menos” ou até abaixo disso, que encontraram na dedicação proposta pelo treinador Felipão – que realiza belo trabalho, o caminho para chegar à final.

Já os espanhóis, melhores do mundo, tanto no profissional, quanto nas categorias de base, além de um meio campo magnífico, com Xavi e Iniesta excepcionais, há anos praticam um futebol que os brasileiros nunca mais foram capazes de repetir.

Mas, como futebol é um esporte que vive ocasionando surpresas, diversos fatores podem ajudar David a vencer novamente o gigante Golias.

Entre eles o preparo físico.

Se repetirem o que fizeram nas últimas partidas, os desgastados espanhóis devem deixar o Brasil atacar mais no primeiro tempo, na tentativa de cansá-lo, para depois, no toque de bola, gerenciar o jogo a seu estilo.

Porém, assim como correu riscos contra Nigéria e Itália, um gol brasileiro no primeiro tempo pode mudar tudo, obrigando a Espanha a correr o que atualmente não pode, diferentemente da Seleção de Felipão, fisicamente na ponta dos cascos.

Vantagem essa que pode levar os garotos do Brasil, desacreditados, a uma conquista improvável, embora possível, que deverá ser comemorada, mas não pode, de maneira alguma, ocultar o longo caminho ainda a ser percorrido para a montagem de uma equipe competitiva para o objetivo maior, em 2014.

O buraco sem fundo dos empréstimos continua no Palmeiras

junho 30, 2013

6d627-paulonobre

Entra diretoria, sai diretoria, e a maneira de administrar o Palmeiras parece não mudar.

Atolado em dívidas, o clube precisa de uma gestão austera, que gaste menos do que arrecada, mesmo que para isso tenha que abrir mão, por algum tempo, de alguns investimentos.

Esse foi o discurso do atual presidente, Paulo Nobre, enquanto candidato.

Não é o que vem ocorrendo na prática.

O próprio mandatário palestrino já tomou mais de R$ 30 milhões em empréstimos, repassando-os, na sequencia, para o clube.

Agora, acena com a péssima solução de utilizar a WTORRE como se fora um banco.

Informações dão conta que há a intenção do Palmeiras de tomar R$ 150 milhões em adiantamento da construtora, a ser pago nos anos seguintes.

Evidentemente com juros.

Certamente, acima do praticados por instituições financeiras autorizadas a fazê-lo.

Essas práticas, de atolar o clube ainda mais em dívidas, tendo como credores o próprio presidente e a construtora do estádio, além de inadequadas, diria até, temerosas, criam um vínculo de subserviência entre as partes que pode ser utilizado politicamente, de maneira perigosa, no quadro político futuro palmeirense.

Contratação de Cicinho gera protestos na Vila Belmiro

junho 30, 2013

O Santos contratou o lateral Cicinho, da Ponte Preta, ainda uma promessa, por R$ 7 milhões.

Recentemente, o São Paulo quase fechou negócio com a Macaca, oferecendo R$ 3 milhões e alguns jogadores não utilizados em seu elenco.

A negociação causou indignação em alguns setores do clube, que citam a venda de Felipe Anderson, um atacante, por R$ 11 milhões, tendo em seu currículo a passagem por um clube com a história do Santos.

Diferentemente do lateral, na opinião de alguns, muito caro para um jogador de defesa, com currículo ainda modesto, de passagem por equipe que não está entre as grandes do futebol brasileiro.

Ex-gerente jurídico do Santos responde ao Blog do Paulinho

junho 29, 2013

gazolla

Dr. João Vicente Gazolla (foto, à esq. de LAOR) entrou em contato com o blog por sentir-se atingido pela postagem que escancarou alguns “esquemas” no Santos Futebol Clube.

https://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/06/29/saiba-um-pouco-mais-sobre-os-esquemas-do-santos-futebol-clube/

Disse que sua atuação no clube, nos três anos e meio que foi Gerente Jurídico, sempre foi pautada pela honestidade e seriedade, e que jamais participaria de qualquer tipo de “esquema”.

Falou também não acreditar nas acusações postadas, mas, se porventura soubesse de algo, teria denunciado.

Não há motivos para esse jornalista duvidar da informação, tanto do Dr. Gazolla, quanto do diretor que o denunciou, mas, é realmente de se estranhar que com tanta coisa nebulosa acontecendo embaixo de seu nariz, nunca tenha sentido nenhum odor desagradável.

Luxemburgo é demitido, enche o bolso de grana e espera o próximo otário

junho 29, 2013

Sócio de V(W)anderlei(y) Luxemburgo tenta subornar “Blog do Paulinho”

Foi preciso passar dois vexames no Campeonato Gaúcho, sem chegar sequer a final de um torneio com apenas duas equipes e alguns coadjuvantes, além da clara percepção do esquema de locupletação de jogadores, que ajuda a manter o vício de poker do treinador, para que o Grêmio, enfim, desse um “pé” em V(W)anderlei(y) Luxemburgo.

Terá, porém que sustentá-lo por mais algum tempo, com o pagamento de indenização, assim como fizeram, de maneira temerária, outras de suas vítimas.

Um ex-treinador em atividade, que engana nas quatro linhas para agregar fortuna fora dela, nos imundos porões das negociatas esportivas.

O Flamengo, que flagrou com documentos e áudios algumas de suas perípécias, enviados por nosso espaço, que o diga.

Muitas são as vítimas.

Rodrigo Tabata, por exemplo, afirmou ter sido surrupiado em R$ 500 mil.

Resta saber quem será o próximo otário a contratá-lo, ou o dirigente que se associará ao treinador para outro esquema de “toma-lá-dá-cá.”

O torcedor brasileiro que fique atento nos próximos dias.

Bandidos da TELEXFREE, no desespero, ameaçam

junho 29, 2013

A facção criminosa TELEXFREE, desesperada, desandou a ameaçar quem divulga seus crimes na imprensa.

Ontem, enviaram a esse jornalista, foto da fachada de sua residência.

Recentemente, Luis Nassif também foi importunado.

Agiram também contra a Juíza, que brilhantemente fechou as portas do antro, além de confiscar os valores das contas bancárias até de seus proprietários.

Divertido será amanhã, quando muitos deles, além de duros, com o dinheiro do golpe nas mãos da Justiça, terão que tomar calmantes ao assistir matéria devastadora do Fantástico.

Estaremos, na residência da foto, tomando um belo vinho da Toscana, brindando à derrocada da marginalidade.

BNDES entre o legal e o político no caso “Fielzão”

junho 29, 2013

Divulgado diversas vezes como “quase” liberado, até o momento o empréstimo do BNDES para o “Fielzão” não foi sacramentado.

E não faltaram tentativas, a última, em escandalosa influencia governamental, com a CAIXA aceitando terreno arrolado judicialmente com dívidas fiscais do Corinthians, em garantia.

O BNDES enfrenta, na verdade, um dilema entre agir dentro da Lei, recusando o empréstimo, seguindo orientação de seu corpo técnico, ou sucumbir à pressão política que tem por trás o vexame de São Paulo ficar fora da Copa do Mundo.

Funcionários do BNDES são contra o modelo de operação, que, na verdade, tem dois intermediadores até o destino final do dinheiro.

CAIXA e FUNDO ARENA.

Este “fundo”, com um de seus majoritários, a BRL Trust, envolvida até a cabeça em negócios que sugerem falcatruas no mercado financeiro, sendo, inclusive, alvo de investigações pela Polícia Federal.

O risco é grande e os diretores do BNDES sabem que a repercussão de qualquer equivoco no negócio, ainda mais em vésperas de CPI da COPA, certamente poderá atingi-los, levando a perda de empregos que muitos dariam a vida para conquistar.

Saiba um pouco mais sobre os “esquemas” do Santos Futebol Clube

junho 29, 2013

circo laor

Há cerca de um ano, esse espaço denunciou, com nomes e fatos, diversas falcatruas que estavam acontecendo nas categorias de base do Santos.

Ameaças físicas e de processos aconteceram, nunca, porém, executadas.

Pelo temor da verdade, a atual diretoria do Peixe, sem alarde, dispensou algumas pessoas, porém, os cabeças do “esquema” parecem ter permanecido.

Segundo testemunhas, Luis Fernando e Silvana Trevisan.

“O esquema da base sempre teve como cabeça Luis Fernando, auxiliado pela Silvana Trevisan, que fazia o “meio-campo” com empresários, atletas e pais. Eram auxiliados também pela psicóloga Juliane Fechio, que se aproveitava do livre transito entre profissional e a base.”, disse um funcionário do Santos.

Na sequencia, as denúncias são ainda mais graves.

“O Santos tem ainda próximo de dez garotos com idade adulterada jogando na base, com conhecimento da diretoria, que teme perder dinheiro ao dispensa-los.

Um caso chegou ao conhecimento da FPF que resolveu a questão sem alarde, como Santos dispensando o atleta. O certo seria punir o santos nas competições que disputa.”, finalizou.

Há informações ainda de que outros funcionários do Santos, que tentam se contrapor ao “esquema”, foram sumariamente demitidos.

Caso por exemplo de Abel, que foi demitido após recusar-se a montar equipe imposta por Luis Fernando.

“Todas as linhas telefônicas são monitoradas ilegalmente pela segurança do clube, desde que LAOR assumiu, sem autorização judicial, constrangendo e coagindo funcionários. Os que reclamaram foram demitidos.”, reclama uma funcionária.

“Sofrem os que tentam se portar de maneira honesta, como o Lima, que trabalha na avaliação de franquias, que perdeu importância no clube ao se mostrar contra os esquemas. O gerente da base caiou há dois dias”, finalizou.

Boa parte das pessoas ouvidas pelo blog garantem também que tanto Luis Fernando, quanto sua “parceira”, Silvana Trevisan, teriam “facilidade” para negociar jogadores com o São Paulo e o Deportivo Brasil, de J.Havilla.

“Pressionado, o LAOR mandou alguns funcionários embora. Felipe Faro, Ney Pandolfo e Carlos “Eike Batista” do profissional.

Ney Pandolfo por ser inexpressivo, Carlos “Eike Batista” por fazer negócios escusos, Luis Fernando Morais por aliciamento de menores, perseguição a funcionários de carreira, conivência com “rolos” (mandou 90% de atletas da época de Zito embora e trouxe garotos de qualidade péssima para o lugar.)

Acabou abastecendo clubes rivais, em que boa parte dos dos dispensados estão jogando, com contrato assinado.”, revela um diretor da base.

Segundo esse mesmo diretor, os advogados Dr. Gazzola, dispensado, e o  Dr. Bozella, estariam se beneficiando do “esquema”.

Em sendo verdade, um grande absurdo.

Ainda pegando o gancho sobre os jogadores com documentação irregular na base do Santos, recentemente o clube foi intimado pela Secretaria de Educação do Município, através de um requerimento de investigação da origem das documentações apresentadas pela assistente social do Peixe, tamanha era a quantidade de falsificações, principalmente em atletas oriundos do Nordeste.

Documentações que foram fornecidas pela assistente social do clube que, não por acaso, também empresaria jogadores, mantendo alguns deles morando em sua residência, na Praia Grande.

Ou seja, a administração LAOR, desde a denúncia anterior, jogou fora o que podia jogar, mas o grosso da sujeira, tudo indica, permanece embaixo do tapete.

Não se sabe se por conivência ou medo de perder apoio político dos caciques responsáveis pelos funcionários citados na matéria.

Eles vão tomar champanhe no Maracanã

junho 29, 2013

camarote 1

Por ANDREW JENNINGS

“Nas suítes privativas dos estádios reformados com dinheiro público, milionários e empresas pagam 2,3 milhões de dólares por ingresso vendido por associada da FIFA”

Fotos revelam o estilo de vida efervescente que a Fifa oferece ao público endinheirado que vem ao Brasil para a Copa do Mundo. Essa semana, o secretário geral da FIFA, Jerôme Valcke, anunciou que a Maison Taittinger terá exclusividade para abastecer de champanhe os compradores dos pacotes VIP Hospitality.

Essas suítes, em estádios como o Maracanã, custam mais de 2,3 milhões de dólares para todo o campeonato. Esse folheto de propaganda de circulação limitada foi disponibilizado pela FIFA apenas para os 250 indivíduos e empresas mais ricos do mundo, com condições de usufruir a vida nas suites milionárias que aparecem nas ilustrações.

De modo chocante revelam que são poucos os consumidores ricos que realmente querem ver o futebol. Enquanto os jogos rolam, eles irão bebericar champanhe em copos flute, falar de negócios e se entreter, todo o tempo de costas para o campo!

As suítes privativas, as mais caras, tem assentos para oito visitantes. O folheto mostra dois deles assistindo ao jogo e os outros seis comendo, conversando e fazendo pedidos ao garçom sem demonstrar o menor interesse pelo espetáculo no gramado.

Os clientes se sentarão em poltronas confortáveis e terão a seu dispor “bar e serviço de alimentação luxuosos, um brinde comemorativo, um kit vip de hospitalidade e serão recebidos por hostesses”.

No Studio Bossa Nova a situação é ainda pior. Ali são 14 visitantes, bebendo, comendo e conversando – mas apenas dois entretidos com o futebol.

Os clientes ainda podem optar por ‘poltronas especialmente acolchoadas’, as Business Seats, com bar de primeira linha e alimentação de alta qualidade.

O contrato para vender esse estilo, digamos, borbulhante de torcer é de exclusividade da companhia MATCH que tem laços há muito estabelecidos com o presidente da FIFA, Sepp Blatter, e seu sobrinho Philippe Blatter.

Os irmãos Jaime e Enrique Byrom, mexicanos que vivem em Londres, tem 85% da MATCH Hospitality e a Infront, companhia de Philippe Blatter sediada em Zurique, tem 5%. O grupo japonês Dentsu também tem 5%. O Dentsu era sócio da ISL, a companhia de marketing hoje falida que pagou propinas de mais de 100 milhões de dólares aos diretores da FIFA, incluindo Havelange e Teixeira.

Os irmãos Byrom foram premiados com os melhores ingressos do MATCH Hospitality. Os preços são altos mesmo para milionários porque a companhia Byrom perdeu cerca de 50 milhões de dólares na Copa da África do Sul em 2010 e estão determinados a recuperar esse dinheiro no Brasil – e realizar grandes lucros também. Há um ano os Byrom se gabavam de que o programa Hospitality já tinha atingido o recorde de 262 milhões de dólares vendidos.

Vamos ver agora se os estrangeiros ricos não terão receio de ocupar suas suítes Hospitality. O cheiro do gás lacrimogêneo não combina com champanhe e salada de lagosta.

Os Byrom tem 12 mil ingressos Hospitality para o Jogo de Abertura, mais 12 mil ingressos para dois jogos do grupo do Brasil e outros 110.500 para jogos de outras equipes favoritas. Se o Brasil for para a próxima rodada – de 16 times – vai jogar duas partidas para as quais os Byrom tem 20 mil ingressos. A FIFA também os brindou com 33 mil ingressos para outras partidas dessa rodada.

Se o Brasil passar para as quartas de final, os Byrom terão mais 20 mil ingressos para essas duas partidas – e mais 16 mil para outros jogos dessa rodada. Ele também tem 24 mil ingressos para as duas semifinais. Para a final no Rio, eles têm pelo menos 12 mil ingressos.

Aparentemente, os Byrom se apropriaram da maior parte da Copa 2014. Eles vão operar a venda de ingressos da FIFA e distribuir cerca de 3,3 milhões ingressos.

A FIFA também garantiu aos Byrom o privilégio de operar a agência oficial de hospedagem para 2014.

Em seu site, os Byrom se anunciam como operadores da “hospedagem, ingressos, hospitality, soluções de TI, tours para visitantes, e oferta de alimentação para as seleções, delegações, patrocinadores, membros da mídia e torcedores”.

Preste atenção: eles colocaram os torcedores por último.

camarote 2

camarote 3

http://hospitality.fifa.com/content/category/MPS

http://hospitality.fifa.com/content/category/BNS

http://hospitality.fifa.com/content/category/MBS

http://hospitality.fifa.com/content/category/MPR

http://hospitality.fifa.com/content/series/AQU

Juventude, 100 anos

junho 29, 2013

Por JOSE RENATO SATIRO SANTIAGO

Hoje, o Esporte Clube Juventude chega ao seu centenário.

Em pleno dia de São Pedro em 1913, 35 jovens fundaram o primeiro clube de futebol da cidade gaúcha de Caxias do Sul.

Não demorou muito para o Juventude mostrar que dominaria o futebol citadino.

Logo em 1920, na primeira competição local, venceu seu primeiro título.

Aliás, o primeiro do heptacampeonato da cidade conquistado em 1926.

Nas primeiras dezesseis edições da competição da cidade, o Juventude venceu 15 delas.

Um domínio absoluto.

O Juventude é o maior campeão da cidade com 24 títulos municipais.

Caxias do Sul já era pequena para o Juventude.

Em 1965, um feito, chegou ao vice-campeonato estadual, algo inusitado para a época.

Foram necessários quase trinta anos para que a maior equipe do interior gaúcho passasse a ter reconhecimento nacional.

A década de 1990 foi do Juventude.

Em 1994, conquistou seu primeiro título nacional, o campeonato brasileiro da segunda divisão.

Desde então ficou na primeira divisão do campeonato brasileiro por 13 anos consecutivos, a maior sequência de uma equipe do interior.

Mais quatro anos, em 1998, viria a primeira conquista estadual.

Após vencer a primeira partida por 3 a 1 em seu estádio, Alfredo Jaconi, o Juventude empatou sem gols com o Internacional no Beira Rio.

Aliás, Alfredo Jaconi um dos grandes ídolos das décadas de 1930 e 1940.

Em 1999, aconteceria a sua maior conquista.

Na primeira partida, o Juventude sufocou o Botafogo, e vencia por 2 a 0, até o final da partida, quando um gol da equipe carioca, virou uma grande preocupação.

Uma vitória simples daria o título aos alvinegros.

No entanto, havia um Juventude no meio do caminho.

Em pleno Maracanã com mais de 100 mil pessoas, o Botafogo não conseguiu sair do 0 a 0.

O Juventude impôs um novo “Maracanazo”.

Em 2007, o rebaixamento para a Série B do Brasileiro abriu portas para a pior fase da história do clube.

Hoje o Juventude amarga a Série D do Brasileiro, longe bem longe do seu lugar real.

Se os primeiros cem anos já foram gloriosos, os próximos serão bem mais.

De onde menos se espera, é que nada acontece de verdade

junho 28, 2013

debi & loide

Segundo MP, custo real do “Fielzão” pode ultrapassar R$ 1,5 bilhão

junho 28, 2013

Após entrevista do promotor Marcelo Milani, à Record, ficaram ainda mais claros os valores que estão sendo gastos pelo poder público na construção do “Fielzão”, estádio da Odebrecht, que pode um dia vir a ser do Corinthians.

Além dos R$ 420 milhões, que tenta-se liberar desesperadamente do BNDES, e dos R$ 350 milhões referentes aos CIDs da Prefeitura, a construtora já tomou emprestado, incluindo juros, dois empréstimos pontes que totalizam quase R$ 300 milhões.

Porém, segundo o MP, não entraram no cálculo, divulgado constantemente pela imprensa, quase R$ 500 milhões que a Prefeitura de São Paulo abriu mão de receber, deixando de cobrar impostos sobre outras operações, entre elas, as de compra de materiais de construção.

O que torna o custo real do “Fielzão” bem maior do que R$ 1 bilhão, algo próximo, na verdade, de R$ 1,5 bilhão.

Sem contar incentivos outros, oriundos do Governo Federal, que seriam descobertos apenas numa investigação mais profunda, talvez numa provável CPI da Copa.


%d blogueiros gostam disto: