Advertisements
Anúncios

Segundo MP, custo real do “Fielzão” pode ultrapassar R$ 1,5 bilhão

Após entrevista do promotor Marcelo Milani, à Record, ficaram ainda mais claros os valores que estão sendo gastos pelo poder público na construção do “Fielzão”, estádio da Odebrecht, que pode um dia vir a ser do Corinthians.

Além dos R$ 420 milhões, que tenta-se liberar desesperadamente do BNDES, e dos R$ 350 milhões referentes aos CIDs da Prefeitura, a construtora já tomou emprestado, incluindo juros, dois empréstimos pontes que totalizam quase R$ 300 milhões.

Porém, segundo o MP, não entraram no cálculo, divulgado constantemente pela imprensa, quase R$ 500 milhões que a Prefeitura de São Paulo abriu mão de receber, deixando de cobrar impostos sobre outras operações, entre elas, as de compra de materiais de construção.

O que torna o custo real do “Fielzão” bem maior do que R$ 1 bilhão, algo próximo, na verdade, de R$ 1,5 bilhão.

Sem contar incentivos outros, oriundos do Governo Federal, que seriam descobertos apenas numa investigação mais profunda, talvez numa provável CPI da Copa.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: