Anúncios

Arquivo por Autor

Os “diretores” do Corinthians na Colômbia

junho 28, 2017

O site do Patriotas, da Colômbia, exibiu, com orgulho, comprovação fotográfica de encontro, em sua sede, de seus dirigentes com supostos “diretores” do Corinthians.

Pelo menos é o que pensavam, enganados que foram.

Em verdade, trajados com roupas folclóricas locais, estavam representando o Timão duas personalidades controversas dos bastidores alvinegros: Manoel Ramos Evangelista, o Mané da Carne, e o chefe de segurança do clube, o PM Coronel Dutra.

Ambos de má-fama no Parque São Jorge.

Os doi, homens de confiança do deputado federal Andres Sanches, que demonstra, com o escárnio, sua evidente influência não apenas nas categorias de base, em que manda e demanda através do notório contraventor Jaça, mas também no futebol profissional (sem contar o estádio de Itaquera).

Vale lembrar, Mané foi acusado de desviar jogadores da base do Corinthians, recentemente, e Dutra, que também cuida da segurança pessoal do parlamentar, é mais conhecido na corregedoria da PM do que o Papa no Vaticano.

Em tempo: Mané da Carne e André Negão são funcionários do gabinete de Andres Sanches, pagos com dinheiro público. Semana passada, Negão estava na Itália, ontem, Mané na Colômbia.

Anúncios

Milton Leite critica carreira de Milton Neves e “merchan” no jornalismo

junho 28, 2017

“Tenho restrições pelo jeito com que ele (Milton Neves) encaminha a carreira. Não é como eu encaminhei a minha. Eu acho que publicidade e jornalismo são coisas que não se misturam. Agora, cada um faz o que acha que tem de fazer”

(MILTON LEITE, narrador da SPORTTV, sobre a carreira de Milton Neves, em entrevista ao UOL)

 

O “Camaro amarelo” do Corinthians

junho 28, 2017

Camaro amarelo na garagem do Corinthians no dia 06 de maio

Matéria da ESPN detalhou, ontem, destino e utilização de diversos “camaros amarelos”, cedidos em comodato à CBF pela Chevrolet (patrocinadora do Brasileirão) para que fossem repassados, no mesmo sistema, aos clubes de primeira divisão do futebol brasileiro.

Trata-se, evidentemente, de regalia política a eleitores.

Mais do que a falta de utilidade do “prêmio” para as agremiações, mas não aos dirigentes (alguns se esbaldando), duas situações, envolvendo os clubes mais populares do país, chamaram a atenção, uma pelo lado positivo, outra pela obscuridade.

O Flamengo foi o único clube a devolver o “mimo”, enquanto o Corinthians, que recebeu o carro em protocolo assinado pelo presidente Roberto Andrade, diz não ter ideia do destino do produto, muito menos de sua utilização.

Em sendo verdade, uma irresponsabilidade que poderá custar aos cofres alvinegros valores próximos de R$ 170.569,00, segundo a Tabela FIPE de hoje (referência na comercialização de automóveis).

O carro recebido pelo Corinthians, no início do ano, trata-se de um Camaro 2SS 2014/2015.

Num sábado, precisamente em 06 de maio, dia de Parque São Jorge movimentado, em que conselheiros e associados travam discussões no “senadinho”, há pouco mais de um mês, o Blog do Paulinho recebeu a informação, com fotografia, de que havia, na garagem do clube, um veículo da mesma marca e ano, parado sem que ninguém soubesse de quem se tratava o proprietário.

Ou seja, testemunhas não devem faltar.

Dias depois, soubemos que estaria sendo utilizado por poucos privilegiados, entre os quais o ex-presidente Andres Sanches.

Há relato, inclusive, de que o veículo já esteve estacionado na porta da casa de shows Villa Mix (de propriedade do deputado), mas que nesta ocasião teria seu filho Lucas ao volante.

Em sendo o Camaro localizado pelo blog, a cerca de um mês, na garagem alvinegra, o mesmo emprestado em consignação pela CBF, os dados são os seguintes:

  • placa GDF 9938 (São Caetano do Sul – SP)
  • Nome do proprietário: General Motos do Brasil Ltda
  • Marca: I/CHEVROLET CAMARO 2SS
  • Modelo: 2014/2015
  • Carroceria: Coupe
  • Cor: amarela
  • Combustível: gasolina
  • Renavam: 01088961964
  • Número do Motor BIN: 1H1F9114682
  • Chassi: 2G1F91EJ8F9114682
  • Procedência: Importado do Canadá
  • Multas: sem multas
  • DPVAT: 2016: pago em 08/06/2016; 2017: pago em 18/01/2017
  • IPVA 2017: R$ 6.190,24 (pago)

Imagina-se, no caso do presidente Roberto Andrade, se de fato não souber a localização do bem, que o Corinthians deva ter controle de entrada e saída de veículo no Parque São Jorge, o que poderia facilitar a identificação do condutor, e que, em não tendo conivência com nada que possa envergonhar o clube, o dirigente realizará o Boletim de Ocorrência, podendo aproveitar-se dos dados agora explicitados pelo blog no objetivo de evitar outro desfalque, talvez por irresponsabilidade, ao cofres do Timão.

Ouça a rádio Rock n’ Gol ao vivo !

junho 28, 2017

Blog do Paulinho

Marcelo Campos Pinto é um problema que a Globo não sabe como resolver

junho 28, 2017

Marcelo Campos Pinto (Globo), Andres Sanches e Ricardo Teixeira

À medida que avançam as tratativas de delações premiadas de ex-presidentes da CBF, no caso José Maria Marin e Ricardo Teixeira, além do que já deve ter sido explicitado, mas ainda permanece sob sigilo, em depoimento de J. Hawilla, a diretoria da Rede Globo prepara-se para o pior.

A emissora é a única compradora dos direitos de um campeonato, a Copa do Brasil, em que, já se sabe, existiu pagamento de propina a intermediários, divididas, posteriormente, com os citados cartolas.

Há quem diga que a saída da Globo, em sendo delatada como corruptora, será a de jogar a culpa pelos maus feitos nas costas do ex-diretor Marcelo Campos Pinto, responsável pela aproximação da emissora com o submundo do esporte.

Difícil será explicar que valores vultuosos saíram do caixa global, à margem do que previa o contrato oficial (registrado em cartório) sem anuência doutros dirigentes, que, convenhamos, não se tratam propriamente de inocentes.

E também porque a quantia foi paga em destinos e países diferentes, em se tratando, todos, de negociadores nacionais.

O pior quadro ainda para a emissora, além da delação dos dirigentes da CBF, seria a provável prisão de Campos Pinto, conhecedor profundo de nuances que provavelmente serviriam de base para exitosa novela do horário das 23h (o mais apimentado).

Ricardo Teixeira sapateia na face de MPF e PF no Brasil

junho 28, 2017

Em entrevista a Sandro Rangel, do UOL, o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, na intenção de se defender de acusações de corrupção no exterior, acaba por ocasionar constrangimento aos órgão investigativos brasileiros:

“Tem lugar mais seguro que o Brasil ? Qual o lugar ? Vou fugir de quê se aqui não sou acusado de nada ? Você sabe que tudo que me acusam no Exterior não é crime no Brasil ? Não estou dizendo se fiz ou não…”

Até quando MPF e PF aceitarão a afronta ?

Teixeira disse ainda:

“(…) você quer ser mais realista que o Rei ? Alguma vez viajando com a Seleção eu me preocupei para saber quem pagava a conta da minha hospedagem ?”

O FBI se preocupou.

Por que o relatório paralelo da CPI do Futebol, assinado pelo senador Romário, robusto em provas, que pediu indiciamento dos três últimos presidentes da CBF, até hoje não foi investigado pela justiça brasileira ?

Plim! Plim”

Talvez tenhamos a resposta depois do longo intervalo comercial.

O covarde e permissivo Conselho Deliberativo do Palmeiras

junho 28, 2017

Reportagem do UOL, de ontem, documentou o que já era conhecido publicamente: o Palmeiras rasgou a honra e as Leis alviverdes ao permitir que Madame Leila Pereira, esposa do dono da Crefisa, concorresse, com posterior vitória, ao cargo de conselheira do clube, sem comprovação alguma, documental, de regularidade para tal.

Quase um comportamento de prostituta (desta vez do alviverde) diante do endinheirado propositor de vantagens.

Registrou-se, para vergonha palestrina, a prática do coronelismo, em que a voz de um, mesmo claramente sem razão, no caso o “capo” Mustafá Contursi, se sobrepôs ao estatuto e aos acovardados conselheiros palestrinos.

Mesmo entre os que, a princípio, se opuseram, ninguém teve coragem de, na Justiça, reclamar da evidente imoralidade.

Alguns, pior, adotaram a repulsiva prática do “não pode vencê-los, junte-se a eles”.

O Palmeiras, clube de grandeza desmedida, está nas mãos de gente pequena, covarde e permissiva aos maiores absurdos.

A ficção de Temer

junho 28, 2017

Da FOLHA

Por BERNARDO MELLO FRANCO

Michel Temer recorreu a um truque antigo para reagir à denúncia por suposta prática de corrupção. Em vez de se defender, o presidente atacou o acusador. Ele subiu o tom contra o procurador-geral da República e classificou a peça entregue ao Supremo como “uma ficção”.

A denúncia tem fragilidades, mas é Temer quem parece ter abandonado qualquer compromisso com os fatos. Nesta terça, ele começou o discursoagradecendo o “apoio extremamente espontâneo” dos parlamentares que estavam no Planalto. A tropa havia sido convocada minutos antes, em mensagens disparadas por celular.

O presidente apresentou duas versões distintas para a encrenca em que se meteu. Primeiro insinuou, sem apresentar provas, que o procurador Rodrigo Janot teria recebido propina para denunciá-lo. Depois disse que o dono da JBS o acusou no “desespero de se safar da cadeia”.

Temer cometeu erros surpreendentes para quem se gaba de conhecer as leis. Chamou o áudio de Joesley Batista de “prova ilícita”, apesar de o STF já ter autorizado o uso de conversas gravadas por um dos participantes. E acusou um ex-assessor de Janot de violar a quarentena, regra que inexiste para procuradores.

O presidente pareceu indeciso sobre o que pensa do empresário que o acusou. Ao justificar o encontro noturno no Jaburu, exaltou Joesley como o “maior produtor de proteína animal do país”. Ao rebater a delação, voltou a chamá-lo de “bandido”.

Numa tentativa de demonstrar que terá apoio para barrar a denúncia na Câmara, o presidente se cercou de deputados ao discursar. Pode ter sido uma ideia razoável, mas ele cochilou na seleção do elenco.

Do seu lado direito estava André Moura, réu em três ações penais e investigado por suspeita de homicídio. Do esquerdo, Raquel Muniz, mulher de um ex-prefeito preso sob acusação de corrupção. Logo atrás dela despontava Júlio Lopes, delatado na Lava Jato e citado nas investigações do esquema de Sérgio Cabral.

Polícia Federal não se manifestará sobre viagem de vice do Corinthians à Itália

junho 27, 2017

Na última semana, o vice-presidente do Corinthians, André Luiz de Oliveira, vulgo André Negão, viajou à Itália a pretexto de acompanhar equipe de base alvinegra, mesmo sem ter função específica no clube para tal.

Recentemente, o dirigente alvinegro foi detido na “Operação Xepa”, desdobramento da “Lava-Jato”, acusado de receber propina da Odebrecht, para proveito próprio e do deputado federal Andres Sanches (PT), em troca de facilitar a vida da construtora no empreendimento.

O Blog do Paulinho entrou em contato com a PF e fez os seguintes questionamentos:

  • Existe impedimento legal para André Luiz de Oliveira sair do país ?
  • Se sim, que providências serão tomadas a respeito ?
  • Em não existindo impedimento, André Luiz, para viajar, necessita comunicar a intenção ao judiciário ?
  • Se sim, o dirigente do Corinthians realizou o procedimento ?

Após três dias de checagens (segundo a assessoria de comunicação da Polícia Federal), a resposta foi a de que a PF, que foi pega de surpresa pela viagem, “não se manifestará”, lembrando que o inquérito corre em segredo de justiça.

Policial Militar, com filho pequeno, desrespeitado por criminoso de “organizada” do Internacional

junho 27, 2017

(Brasil de Pelotas vs. Internacional – 24/06/2017 – Série B do Brasileirão)

OMNI descumpre Lei Municipal e Arena Corinthians é investigada pelo MP-SP

junho 27, 2017

Dona da concessão de diversos serviços lucrativos ligados ao Corinthians, a obscura empresa OMNI, responsável pelo estacionamento da Arena de Itaquera, descumpriu a Lei 14.481, que obriga a reserva de 5% das vagas a idosos com idade igual ou superior a 65 anos.

Por conta disso, Corinthians e Arena Fundo foram denunciados no MP-SP, pelo torcedor Silvio Simões Filho.

O processo está em fase de investigação na Promotoria de Justiça de Direitos Humanos.

Em constatada a irregularidade, além da possibilidade de interdição até a resolução do problema, clube e administradora do estádio serão multados.

Vale lembrar que a OMNI assumiu a gestão do estacionamento da Arena, com anuência da diretoria do Corinthians, em situação documental irregular (não constava autorização no Contrato Social), razão pela qual terceirizou o serviço, em estranha triangulação, que não recebeu objeção dos cartolas alvinegros.

Ouça a rádio Rock n’ Gol ao vivo !

junho 27, 2017

Blog do Paulinho

Seria mais fácil Rogério Ceni “demitir” Leco do que o contrário

junho 27, 2017

No ano passado, em meio a duro período eleitoral, Leco não pensou duas vezes e aproveitou-se do “Mito” Rogério Ceni, queimando etapas óbvias de preparação para, de maneira irresponsável, alça-lo à treinador do São Paulo.

Esqueceu-se, porém, talvez porque não se tratava do objetivo principal, de fornecer-lhe condições mínimas de trabalho.

Ceni, um iniciante, pegou nas mãos um clube que, dos últimos 32 torneios disputados, desde 2008, venceu apenas a insignificante Copa Sul-Americana (2012), constatação absoluta de fracasso administrativo.

Diante da evidente dificuldade, o treinador, que já não tinha à disposição grupo de jogadores qualificados, tem assistido, resignado, a desmanches orquestrados pela diretoria, que, diferentemente do que é discursado, beneficiam mais a terceiros do que resolvem os problemas financeiros do Tricolor.

É obvio que Ceni tem parcela substancial de culpa pela incapacidade, ainda, de tirar da “pedra” quantidade substancial de “leite” que treinadores com mais rodagem na profissão (por conta de terem subido degraus com parcimônia), caso de Fábio Carille, do Corinthians, fazem com notável competência.

Em seu inegável amor pelo São Paulo, o “Mito” aceitou enfrentar Leões sem armadura, fazendo indireto papel de “santinho” político da cartolagem, quando deveria, até pelo prestígio que possui no clube, ter negado a oferta de emprego, sabedor de que, quando estivesse preparado, bastaria um aceno para que seu desejo de assumir a gestão técnica Tricolor fosse atendido.

O torcedor do clube, atento cada vez mais às mídias sociais, ao menos parece estar entendendo a situação, e tem cobrado muito mais os dirigentes do que a Rogério Ceni, que, dentro de suas limitações, tem se esforçado para dar ao clube, mesmo claramente prejudicado pelas negociatas recentes, a melhor das situações.

Demiti-lo sem contextualizar o caos que lhe fora repassado é dar aval aos que destroem o São Paulo desde 2008.

Pelo que se observa nas recentes manifestações, se possível fosse, seria mais fácil (e justo), com enorme apoio popular, Rogério Ceni dar “cartão vermelho” a Leco e seus parasitas do que o contrário.

Talvez fosse a melhor solução: Ceni na presidência, indicando treinador mais bem preparado, trabalhando pelo bem do clube de seu coração, unindo profissionalismo à utopia, com risco menor de ver arranhada imagem conquistada a duras penas durante décadas de respeito à camisa Tricolor.

EM TEMPO: para abafar manifestações contrárias à sua gestão, Leco renovou ontem, à contragosto, o contrato de Lugano, ídolo do clube, tratando de realizar, ele próprio, a devida propaganda do “feito” em mídia social.

Fernando Garcia quer renda dos jogos do Corinthians em Itaquera

junho 27, 2017

O agente de jogadores Fernando Garcia, promotor de ações de cobrança contra o Corinthians na Justiça, dissimuladas em nome de prepostos, como SEV/Hortolância, Penapolense, etc., que, somadas, atingem a casa dos R$ 10 milhões, quer penhorar a arrecadação do clube nos jogos da Arena em Itaquera.

Teria falado, segundo testemunha de conversa do empresário com um de seus advogados:

“Não tem mais nada para “pegar” por lá… está tudo comprometido para pagar o estádio”.

“Pau no c… dos prejudicados”

Algumas das ações já estão com execuções sentenciadas.

Se o Corinthians, assim que citado, não pagar os valores cobrados, correrá o risco de perder a renda de algumas partidas.

Vale lembrar que dirigentes do Timão diziam, à época dos compromissos, que o objetivo de fatiar jogadores com o agente era o de quitar “empréstimos” realizados para “ajudar” o alvinegro em período de dificuldades financeiras.

Descobriu-se, depois, que boa parte dos negócios remunerava, extra-oficialmente, dirigentes ligados ao departamento de futebol.

Fernando, que é irmão de Paulo, dono da Kalunga, em não mudando de procedimento, prejudicará o Corinthians, clube pelo qual, até há pouco, exercia a função de conselheiro, na questão do pagamento das parcelas da Arena, ocasionado novos prejuízos, entre os quais incidência de juros e correções.

São Cristóvão/RJ estaria perdendo jogos para favorecer Máfia das Apostas Esportivas

junho 27, 2017

Tradicional time do futebol carioca, o São Cristóvão, equipe de origem de Ronaldo “Fenômeno”, até o momento, na Série B1 do campeonato local, ocupa a última colocação com sete derrotas, em sete compromissos disputados.

O grupo de jogadores, apesar de fraco, é semelhante, tecnicamente, ao de muitos adversários.

Existe, porém, um indício de que os resultados da equipe podem estar sendo manipulados para favorecer a Máfia das Apostas Esportivas.

No último dia 08, a São Cristóvão goleava o Gonçalense por três a zero, quando um apostador, de maneira absolutamente suspeita, colocou dinheiro (R$ 10 mil) na virada do marcador, que aconteceu, em resultado final de quatro a três.

O prêmio, diante da evidente dificuldade do resultado, pagou dez vezes o valor da aposta, resultando em R$ 100 mil.


%d blogueiros gostam disto: