Archive for março \31\UTC 2012

Por que os bicheiros paulistas não são presos ?

março 31, 2012

Nos últimos dias, a Polícia Federal tem realizado brilhante trabalho no combate às quadrilhas ligadas ao “Jogo de Bicho” em diversos estados brasileiros.

As ações realizadas em Goiás e Rio de Janeiro, com envolvimento de gente graúda da política nacional tornaram-se manchete em todos os noticiários.

Jornalistas nem precisavam correr atrás da informação, que era vazada, sem cerimonias, pelo próprio órgão policial.

Porém, resta-nos uma dúvida, que na verdade está muito próxima da certeza, do porque nada acontece em São Paulo.

Ou alguém tentará nos convencer que 80 % ou mais da arrecadação dos bicheiros, donos de maquininha e bingueiros não são oriundas do Estado mais rico da nação ?

Evidente que sim.

Até o tal Carlinhos Cachoeira, que virou estrela nos noticiários, não passa de um ínfimo representante da classe, se comparamos com os muito mais endinheirados contraventores paulistas.

Estes, generosos com todos aqueles que os auxiliam, sejam os que deveriam reprimi-los até os que tem a função de noticiar suas peripécias, mas não o fazem.

Informações de um possível acordo entre os “bingueiros” com o PT, que teriam investido grana pesada na campanha presidencial da atual presidenta, em troca da liberação da jogatina, pode ser o fio da meada para muitas explicações.

Fica claro que existe algo velado que impede não apenas a repressão ao jogo em São Paulo como também a divulgação de qualquer notícia a respeito.

Situação esta que atenta contra a credibilidade da Policia Federal, que recebe ordens do Governo, ligado ao PT, e sugere participação em possível acordo de vistas grossas ao que ocorre nos bastidores paulistanos.

Sim, porque é visível, a qualquer cidadão paulistano, que a jogatina corre solta, seja em ambientes mais sofisticados, como também em simples botecos da periferia.

Resta à imprensa combativa – poucos – tentar decifrar este verdadeiro enigma, que pode levar a comprovar tudo o que, na verdade, todos nós estamos carecas de saber.

Omisso nas eleições, novo dirigente corinthiano gera desconforto no Parque São Jorge

março 31, 2012

É polêmica, ainda, a escolha de um ex-oposicionista, Ilmar “do acerto”, ligado a Osmar Stabile, para a Diretoria Social do Corinthians.

A desconfiança é geral, de todas as vertentes.

Não apenas pela fama complicada do novo dirigente, mas também pelo fato dele nem sequer ter participado ativamente do período eleitoral.

E, quando o fez, foi para criticar os atuais dirigentes e declarar apoio aos adversários.

O fato é que nem nas eleições compareceu, demonstrando total falta de interesse na vida política alvinegra, posicionamento revertido, sabe-se lá com que “argumentos”, nos últimos dias.

Não votou em Mario Gobbi, nem na chapa do Conselho, sendo também esquecido em todas as listas de candidatos.

Talvez seja exatamente a falta de qualificação que o tenha qualificado a conviver com os que ocupam o poder no Parque São Jorge.

Banco do Brasil tem que mostrar documentos

março 31, 2012

É inadmissível a negativa do Banco do Brasil de mostrar ao Ministério Público Federal documentos que justificariam, ou não, o empréstimo de R$ 150 milhões para a construção do “Fielzão”.

Principalmente porque foi atrelado ao recebimento de outra fonte de dinheiro público, o BNDES.

O MPF, que recorrerá à Justiça para que as coisas sejam esclarecidas, tem motivos de sobra para desconfiar.

Nenhuma garantia de pagamento foi documentada oficialmente, indicando, portanto que, até o momento somente o Governo vem correndo risco de levar calote.

Ou seja, eu, você, nossos amigos…

Contas palmeirenses são reprovadas novamente

março 31, 2012

Por oito votos contra cinco, reprovou-se, em reunião do COF, as contas do último mês da gestão Arnaldo Tirone.

Muitas foram as irregularidades.

Desde falta total de documentação até dificuldade em explicar simples despesas.

Não se sabe nem quem vai arcar com a contratação de Wesley, muito menos quais os termos do acordo.

Para piorar, os advogados palmeirenses, acusados de desviar dinheiro do clube, e que, em reunião do Conselho, disseram ter utilizado parte da verba para pagar propina à fiscais da Receita terão agora que depor oficialmente ao órgão.

Ou seja, o que já era ruim para a imagem do clube, tende a ficar ainda pior.

O tesouro de José Renato

março 31, 2012

Reconhecido oficialmente como detentor do maior acervo sobre futebol em nosso país, o escritor, engenheiro, jornalista e radialista José Renato Satiro Santiago, que apresenta o programa “Por Fora do Campo”, na rádio MidiaCast, é uma enciclopédia viva do esporte.

Sua coleção é formada por 2.108 livros, 15.750 revistas, 5.700 pôsteres e 4.750 edições de jornais, todos tratando sobre futebol.

Um tesouro inestimável, preservado em sua residência, mas que, sem dúvida, não pode ficar escondido.

Há a necessidade de órgãos sérios investirem num espaço adequado, em que as obras possam ser preservadas, sem correrem o risco de que sejam deterioradas.

É essa busca que impossibilita, ainda, a exposição para todos deste verdadeiro oásis de cultura futebolística.

 

Podcast do “Pergunte para o Paulinho” – 30/03

março 31, 2012

Confira, no link abaixo, o podcast do programa “Pergunte para o Paulinho”, exibido ontem, pela rádio MidiaCast.

http://www.radiomidiacast.com/pergunte-para-o-paulinho-30032012/

Pega na mentira: diretor confirma que Adriano ganhava R$ 500 mil

março 30, 2012

Desde que Adriano foi contratado pelo Corinthians, a versão oficial, replicada sem contestação pela imprensa amiga dos dirigentes, era de que seu salário não ultrapassava R$ 380 mil.

Este espaço sempre bateu na tecla de que, na verdade, os vencimentos contabilizavam R$ 500 mil mensais.

Sem chute, apenas informação.

Eis que, ontem, o diretor de futebol Roberto “da Nova”, que foi um dos que inventaram os valores “oficiais”, devido à contenda judicial que está por vir, foi obrigado a falar a verdade.

Confirmou exatamente o que publicamos, há mais de 14 meses.

Oficializando, agora, o prejuízo enorme do erro de avaliação cometido pelos dirigentes, que, somente em salários, sem contar outros direitos (multa, rescisão, etc.), ultrapassa R$ 7 milhões.

Guerra aos “Trolls”: nova política de comentários

março 30, 2012

Este espaço, partindo do princípio da liberdade de expressão, permitiu alguns excessos em comentários de postagens, cometidos por gente que confunde liberdade com libertinagem.

Semana passada, publicamos comunicado avisando que a presença de “trolls”, gente paga ou não para emporcalhar espaços sérios de internet, não seria mais tolerada.

O nível melhorou, mas não o suficiente.

Razão pela qual instituímos uma nova politica de comentários.

Daqui por diante, por mais interessante que sejam, serão aprovados apenas aqueles que dizem respeito ao assunto da postagem.

Salvo exceções a serem analisadas por nossa moderação, qualquer comentário diferente será sumariamente eliminado.

São medidas duras, porém necessárias, para que o espaço permaneça saudável e frequentável por aqueles que, de fato, querem contribuir com nosso trabalho.

Andres Sanches cumpre acordo: Sub-20 do Brasil está nas mãos da contravenção

março 30, 2012

Assim que recebeu a notícia de que ocuparia o cargo de diretor de Seleções da CBF, Andres Sanches utilizou sua nova função para facilitar a vida do candidato à presidência do Corinthians, à época, o delegado Mario Gobbi.

Selou um acordo com o parceiro de décadas, o “ex-bicheiro” André Negão, segundo o próprio, para que ele apoiasse e fizesse campanha para o desafeto.

Em contrapartida lhe indicaria para o cargo de diretor das categorias de base da CBF.

O tempo passou, Ricardo Teixeira caiu e nem o cargo de Andres estava mais garantido.

Porém, como esse tipo de gente, vez por outra, costuma se acertar, não só Sanches permaneceu em seu posto, como ratificou a presença do “companheiro” na entidade.

André Negão, que além da ligação com a contravenção, é também empresário de jogadores, será o Chefe de Delegação do Sub-20, em torneio a ser disputado na Espanha.

Porém, este blog obteve a informação que, se confirmada, demonstra bem quais rumos o futebol brasileiro tomará nos próximos anos.

Segundo fonte ligada ao dirigente, André Negão já seria funcionário da CBF desde o último dia 1°, situação que foi escondida, e que deve ser revelada em breve.

José Maria Marin, que lavou as mãos e permitiu a indicação, conseguiu, de fato, uma proeza.

Nem Ricardo Teixeira, o terrível, conseguiu deixar o futebol brasileiro jogado em mãos tão perniciosas, desde o treinador empresário, até o Diretor das “Taxinhas”, finalizando com o Chefe de Delegação ligado ao Jogo de Bicho.

Pergunte para o Paulinho – participe !

março 30, 2012

Não perca, às 18h, mais uma edição do programa “Pergunte para o Paulinho”, pela rádio MidiaCast.

http://radiomidiacast.com.

Um espaço em que os principais assuntos discutidos são escolhidos pelo público.

Deixe suas perguntas por aqui, nos comentários da postagem, até meia hora antes do início do programa.

Todas serão respondidas, ao vivo, e disponibilizadas, em PodCast, no dia seguinte.

Desde já agradecemos pela audiência.

Ministério Público não consegue travar Arena Palestra Itália

março 30, 2012

Logo após o Palmeiras conseguir importante alvará da Prefeitura para o prosseguimento das obras da Arena Palestra, inconformado, o Ministério Público de São Paulo impetrou recurso contra a decisão.

Palmeiras, Prefeitura de São Paulo e WTorre foram citados

Porém a ação não logrou êxito.

Os desembargadores deram razão aos réus, e as obras devem continuar.

Ingressos para o Mundial 2014 a preços nada populares

março 30, 2012

Um leitor deste espaço, ligado à pessoas que participam da negociação de pacotes para o Mundial de 2014, repassou-nos um comunicado, segundo ele, da TRAFFIC, em que alguns preços já estariam sendo negociados.

Em sendo confirmados, são valores assustadores e que jogam por terra o discurso da Copa do Mundo no Brasil a preços populares.

Confira abaixo alguns exemplos de pacotes:

Os ingressos avulsos somente em agosto/2013: Categoria 1 – U$ 350,00 – Categoria 2 U$ 200,00 – Categoria 3 – U$ 100,00

* apenas 18% da carga de ingressos em cada jogo será disponibilizada para publico “do mundo todo” inclusive do Brasil, ou seja, impraticável o acesso a estes ingressos.

Se houver interesse comuniquem que repasso a indicação para concretizarem a compra, ressalto que as condições acima não são comercializadas para o público em geral, somente com a indicação de patrocinadores e parceiros oficiais da FIFA e Copa 2014.

i – sete jogos (Maracanã) – U$ 16.350,00

(Camarote Match Pavillion)

quatro Jogos da primeira fase

um jogo nas Oitavas de Final

um jogo nas quartas de final

Final

– U$ 16.350,00

 

ii – seis Jogos (Arena São Paulo) – U$ 12.100,00

Jogo de abertura

três Jogos da primeira fase

um Jogo das Oitavas de Final

um Jogo semifinal

– U$ 12.100,00

 

iii – uma Semi Final de São Paulo ou BH e a Final no Rio – U$ 10.150,00

 

iv – sete jogos de qualquer das seleções participantes da Copa

Camarote Match Premier – U$ 8.300,00.

No caso da seleção escolhida ser desclassificada poderá transferir para os jogos do Maracanã (oitavas e quartas) mais Belo Horizonte (semi)

Não terá ingresso para a Final se a seleção escolhida não se classificar

 

v – sete Jogos da Seleção Brasileira

Camarote Bossa Nova Estúdio – U$ 52.500,00

 

vi – três primeiros jogos do Brasil (SP / Brasília / Fortaleza) – U$ 5.750,00

 

vii – Oitavas de Final e Quartas de Final do Brasil – U$ 8.800,00

 

viii – duas semifinais (SP e BH) e a final (RJ)

Camarote Match Pavillion – U$ 13.800,00

 

Nas demais cidades sedes somente categoria Match Premier, a saber:

Belo Horizonte seis Jogos (U$ 12.100)
Brasilia sete jogos (U$ 4.700,00)
Fortaleza seis Jogos (U$ 4.000)
Salvador seis Jogos (U$ 4.000)
Porto Alegre cinco Jogos (U$ 3.100,00)
Recife cinco Jogos (U$ 3.100,00)
Cuiaba quatro jogos (U$2.350,00)
Curitiba quatro jogos (U$ 2.350,00)
Natal quatro Jogos (U$ 2.350,00)
Manaus quatro Jogos (U$ 2.350,00)

 

Condições de pagamentos:

10% no ato da compra

20% em Junho de 2012

30% em Junho de 2013

40% em Janeiro de 2014

Todos os pagamentos terão acréscimo de 5% para a FIFA.

O valor do dólar é fechado na hora da compra.

Conselho do Palmeiras lava as mãos e Justiça deve decidir sobre desvio de dinheiro

março 30, 2012

Após novo adiamento da decisão a ser tomada pelo Conselho Deliberativo no caso do desvio de R$ 290 mil dos caixas palmeirenses, tudo indica que a decisão final será mesmo da Justiça.

Duas são as possibilidades.

A hipótese mais provável, indicada pelos fatos e documentos, nos leva a crer que os dois advogados ligados ao presidente Arnaldo Tirone teriam embolsado o montante.

Outra hipótese, utilizada na defesa dos acusados, é a de que devolveram o dinheiro, mas o Tesoureiro do clube seria o culpado do desaparecimento.

O pior é que com o adiamento do Conselho e a morosidade do sistema judiciário, o Palmeiras terá ainda que conviver algum tempo com aqueles que o roubaram.

Federação “trapalhona” ´perde ação contra o Santos

março 30, 2012

Entre às milhares de associações existentes no Brasil, uma das menos expressivas é a tal Federação das Associações dos Atletas Profissionais.

Nem mesmo os jogadores sabem de sua existência.

Mesmo assim, entraram na Justiça contra os quatro grandes de São Paulo exigindo, segundo eles, dinheiro que os clubes não lhes teriam repassado.

Algumas audiências já aconteceram e, atrapalhados, eram desmascarados com comprovantes assinados pelos próprios, de dividas já pagas, e que estavam sendo cobradas novamente.

Tiveram que passar pelo vexame de se julgarem “desorganizados”, evitando assim uma condenação por má fé.

Porém, nesta semana, em ação contra o Santos, novamente foram derrotados.

O processo foi extinto porque não pagaram as taxas da ação inicial, após o prazo de dez dias ter sido estipulado.

Não é a toa que o mundo dos atletas de futebol é uma verdadeira terra de ninguém.

Palmeiras – extrato de incompetência, malandragem e caos financeiro

março 29, 2012

Publicamos, recentemente, que o Palmeiras chegou a pagar 72% de comissões à empresários de atletas, no período em que Gilberto Cipullo comandava o departamento de futebol.

Um escândalo !

Para piorar e esconder dos conselheiros do clube, boa parte dessa “taxinha” saia dos cofres do “Clube dos 13”, num acerto com valores que o Palmeiras tinha direito a receber.

Ocultava-se, assim, a sacanagem.

Tivemos acesso ao extrato do Palmeiras com o Clube dos 13, do período entre fevereiro e novembro de 2010, onde constam todas as movimentações.

É assustador.

Até empréstimos bancários eram quitados nesse sistema.

Relacionarei, abaixo, os exemplos mais graves.

FEVEREIRO

04/02 – transferência de R$ 1,5 milhão ao Bradesco

25/02 – parcela de R$ 363,5 mil referentes a empréstimo com o BIC banco.

MARÇO

02/03 – parcela de R$ 574,3 mil referentes a empréstimo com o BIC banco.

25/03 – parcela de R$ 369,4 mil referentes a empréstimo com o BIC banco

25/03 – pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, para o empresário João F. Machado.

25/03 – novo pagamento de comissão, parcela de R$ 5 mil, para o empresário João F. Machado.

31/03 – pagamento de acordo, parcela de R$ 25 mil, de comissão à  JMB Esportes.

ABRIL

Não tivemos acesso aos dados de Abril.

MAIO

03/05 – pagamento de R$ 594,4 mil referentes a empréstimo com o BIC banco.

20/05 – pagamento de parcela de R$ 25 mil de comissão ao empresário João F. Machado.

25/05 – pagamento de R$ 9,3 mil de comissão ao empresário Nilson P. Maldaner.

25/05 – pagamento de parcela de comissão para Rogon Brasil, no valor de R$ 11,7 mil.

25/05 – pagamento de parcela de R$ 11,7 mil, comissão, para a JMB esportes.

31/05 – pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, para João F. Machado.

31/05 – novo pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, para o empresário João F. Machado.

JUNHO

01/06 – pagamento de parcela de empréstimo, R$ 316,1 mil, ao BIC banco.

21/06 – pagamento de parcela, R$ 25 mil, de comissão ao empresário João F. Machado.

24/06 – pagamento de parcela, R$ 600 mil, para o BIC banco.

29/06 – pagamento de comissão, R$ 9,3 mil, ao empresário Nilson P .Maldaner.

29/06 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, de comissão à Rogon Brasil.

29/06 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, de comissão à JMB esportes.

30/06 – pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, ao empresário João F. Machado.

30/06 – novo pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, ao empresário João F. Machado.

JULHO

01/07 – pagamento ao TOMBENSE F.C., conhecido reduto de empresários, no valor de R$ 250 mil.

01/07 – pagamento de parcela de empréstimo ao BIC banco, no valor de R$ 321,1 mil.

20/07 – pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 25 mil.

22/07 – pagamento de comissão, R$ 9,3 mil, ao empresário Nilson P. Maldaner.

22/07 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, à Rogon Brasil.

22/07 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, à JMB Esportes.

23/07 – pagamento de parcela, R$ 610 mil, ao BIC banco.

30/07 – pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 5 mil.

30/07 – novo pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, ao empresário João F. Machado.

AGOSTO

02/08 – pagamento de parcela, R$ 326,6 mil, ao BIC banco.

03/08 – pagamento de parcela de comissão, R$ 10 mil, ao empresário João f. Machado.

03/08 – novo pagamento de parcela de comissão, R$ 8,9 mil, ao empresário João F. Machado.

11/08 – pagamento de parcela ao BIC banco, R$ 505,3 mil.

20/08 – pagamento de parcela de comissão, R$ 25 mil, ao empresário João F. Machado.

25/08 – pagamento de parcela de empréstimo ao BIC banco, no valor de R$ 518,5 mil.

31/08 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, à Rogon Brasil.

31/08 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, à JMB esportes.

31/08 – pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, ao empresário João F. Machado.

31/08 – novo pagamento de R$ 5 mil a João F. Machado.

SETEMBRO

01/09 – pagamento de parcela de empréstimo, R$ 332,2 mil, ao BIC banco.

02/09 – novo pagamento ao TOMBENSE F.C, reduto de empresários, no valor de R$ 200 mil.

02/09 – no mesmo dia, nova parcela, também de R$ 200 mil, ao TOMBENSE F.C.

02/09 – pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 10 mil.

02/09 – João F. Machado, o recordista de recebimentos, é agraciado, no mesmo dia, com outra parcela de comissão, desta vez de R$ 8,9 mil.

10/09 – transferência de R$ 1 milhão ao BIC banco.

10/09 – pagamento de parcela, R$ 513,9 mil, ao BIC banco.

22/09 – pagamento de parcela de comissão, R$ 10 mil, ao empresário João F. Machado.

22/09 – novo pagamento de parcela de comissão, R$ 8,9 mil, ao empresário João F. Machado.

22/09 – pagamento de parcela de comissão ao empresário Nilson P. Maldaner, no valor de R$ 8,9 mil.

23/09 – pagamento de parcela, R$ 630, 8 mil, ao BIC banco.

30/09 – pagamento ao Internacional de Porto Alegre, de R$ 260 mil, referente a parcela da aquisição do jogador Edinho.

30/09 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, a Rogon Brasil.

30/09 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, a JMB esportes.

30/09 – pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, ao empresário João F. Machado.

30/09 – pagamento de parcela de comissão, R$ 5 mil, novamente, ao empresário João F. Machado.

30/09 – para não perder o costume, pagamento de parcela de comissão, R$ 25 mil, ao empresário João F. Machado.

OUTUBRO

01/10 – pagamento de parcela ao BIC banco, no valor de R$ 337,6 mil.

11/10 – pagamento de parcela, outra, ao BIC banco, no valor de R$ 522,7 mil.

25/10 – pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 10 mil.

25/10 – novo pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 8,9 mil.

25/10 – pagamento de parcela de comissão, R$ 8,9 mil, ao empresário Nilson P. Maldaner.

29/10 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, a Rogon Brasil.

29/10 – pagamento de parcela, R$ 11,7 mil, a JMB esportes.

29/10 – pagamento de parcela de empréstimo, R$ 650 mil, ao BIC banco.

29/10 – pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 5 mil.

29/10 – novo pagamento de R$ 5 mil para João F. Machado.

29/10 – Nova parcela, desta vez de R$ 25 mil, a João F. Machado.

NOVEMBRO

08/11 – pagamento de parcela de empréstimo ao BIC banco, no valor de R$ 347,3 mil.

09/11 – novo pagamento de parcela de empréstimo ao BIC banco, no valor de R$ 531,1 mil.

19/11 – remessa de dinheiro ao BIC banco, no valor de R$ 300 mil.

25/11 – novo pagamento de parcela ao BIC banco, de R$ 651,5 mil.

30/11 – pagamento de parcela de comissão ao empresário João F. Machado, no valor de R$ 5 mil.

30/11 – pagamento de parcela ao empresário João F. Machado, de R$ 5 mil.

30/11 – novo pagamento de parcela de comissão, R$ 25 mil, ao empresário João F. Machado.


%d blogueiros gostam disto: