Archive for maio \31\UTC 2014

Filho de Pelé é condenado por tráfico. Trinta e três anos de prisão

maio 31, 2014

image

O filho do Rei Pelé, o ex-goleiro e atual funcionário do Santos, Edinho, foi condenado a 33 anos de prisão por associação ao Tráfico de Drogas.

A quadrilha da qual fazia parte movimentava, em média, duas toneladas de cocaína, mensalmente.

O julgamento aconteceu no Tribunal de Justiça da Praia Grande.

Edinho poderá recorrer em liberdade, mas seus passaporte foi confiscado para evitar qualquer possibilidade de fuga do Brasil.

Tribunal de Contas pede investigação, com urgência, da cessão do terreno do “Fielzão” para a BRL TRUST

maio 31, 2014

lula sanches ronaldo

Em fevereiro, despacho do prefeito Fernando Haddad (PT) ordenou a transferência da concessão de uso do terreno de Itaquera, onde está localizado o “Fielzão”, do Corinthians para a BRL TRUST, dona do estádio.

O caso, polêmico, foi parar na corregedoria do Tribunal de Contas do Município.

Descobriu-se, então, que além da cessão de uso, aprovou-se, também, que a área fosse utilizada como garantia de empréstimo obtido para as obras junto a órgãos federais.

BNDES e CAIXA.

Ou seja, dar em garantia de pagamento de uma obra privada um terreno público sob concessão.

Razão pela qual o conselheiro corregedor Domingos Dissei, alarmado, solicitou, ontem, ao presidente do TCM, Edson Simões, através do memorando nº GAB-DD 184/2014, a instauração de procedimento de investigação, e fiscalização, em caráter de urgência.

tendo em vista o envolvimento de patrimônio municipal, sob gestão da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano.”

Aproximação do grupo de Andres Sanches com Roque Citadini incendeia política do Corinthians

maio 31, 2014

sanche roque

Ontem, durante a entrega do título de “Cidadão Paulistano” ao ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches, chamou a atenção dos presentes uma emblemática fotografia, postada, quase que imediatamente, nas mídias sociais.

Nela estavam três companheiros de longa data, André Negão, vereador Goulart e Andres Sanches, ao lado de um inimigo político histórico de todos eles, o conselheiro do Corinthians, Roque Citadini.

Dois grupos dentro do clube, formado por apoiadores do atual presidente, Mario Gobbi, e do oposicionista, Osmar Stabile, ficaram enlouquecidos.

Incrédulos, até.

Stabile e Gobbi sequer compareceram ao evento.

Os opositores ligados a Paulo Garcia, entre eles o responsável principal, talvez, por aparar as arestas entre os desafetos, o vice-presidente da FPF, Fran Papaiordanu, parecem aceitar mais a situação.

A questão é: seria apenas uma imagem protocolar, daquelas em que, por razões políticas, inimigos se abraçam para a posteridade, sem maiores consequências ou indício de composição para as próximas eleições do clube ?

Sanches desconversa.

Citadini diz que só fala de política do Corinthians a partir de agosto.

Enquanto isso, os bastidores do Parque São Jorge fervem.

O Partido do Crime

maio 31, 2014

tatto

Da FOLHA

Por REINALDO AZEVEDO

Não se trata de um evento trivial. Luiz Moura (PT-SP), deputado estadual, foi surpreendido numa reunião na sede da Transcooper, uma cooperativa de vans e micro-ônibus, de que ele é presidente de honra, em companhia de 13 pessoas que, segundo a polícia, são ligadas ao PCC. Um assaltante de banco foragido participava do convescote. Segundo a polícia, o encontro tinha o objetivo de planejar novos incêndios contra ônibus na capital. Os veículos atacados pertencem invariavelmente a empresas privadas, nunca às tais cooperativas.

Moura integra o grupo político de Jilmar Tatto, deputado federal licenciado (PT-SP) e secretário de Transportes da gestão Fernando Haddad. O próprio Tatto é muito influente nisso que já foi chamado "transporte clandestino", tornou-se "alternativo" e acabou sendo oficializado. Hoje, as cooperativas celebram contratos bilionários com a prefeitura.

Não há um só jornalista ou um só político de São Paulo que ignorem o fato de que o PCC se imiscuiu na área de transportes por meio de cooperativas. Em 2006, foi preso um sujeito chamado Luiz Carlos Efigênio Pacheco, então presidente da Cooper-Pam. Conhecido como "Pandora", o homem foi acusado de financiar uma tentativa de resgate de presos de uma cadeia de Santo André. Ele negou ligação com o crime organizado, mas disse que, por ordem de Tatto, então secretário de Transportes da gestão Marta Suplicy, levou para a sua cooperativa integrantes do PCC. O chefão petista repeliu as acusações. Só não pode repelir a sua óbvia proximidade com as ditas cooperativas e o incentivo que deu, ao longo de sua carreira, a essa, vá lá, "modalidade de transporte".

Há muito tempo a PF já deveria ter se interessado por esse assunto –e não só em São Paulo. Seja o deputado Luiz Moura culpado ou não –já volto a seu caso–, o transporte público tem sido uma das portas de entrada do crime organizado no Estado brasileiro. O setor está se transformando numa lavanderia do dinheiro sujo, com tentáculos no Executivo e no Legislativo. Para saltar para o Judiciário, se é que já não ocorreu, é questão de tempo.

Agora volto a Moura. Na quarta-feira, o deputado discursou na Assembleia Legislativa. Ele se disse inocente e afirmou que está sendo perseguido pela imprensa. Entenda-se por "imprensa", leitor amigo, aquela gente que decide noticiar o que é notícia, o que costuma incomodar os companheiros, daí que eles tenham convencido a presidente Dilma a abraçar a tese da "regulação da mídia". Li, na quinta, nesta Folha, a seguinte declaração de Moura: "Hoje, a imprensa, indiscriminadamente, noticia que fui um ladrão, que fui um assaltante, sempre relembrando o passado. E a Constituição é muito clara: diz que todo o cidadão tem o direito de se recuperar".

Bem, em primeiro lugar, ele realmente foi "ladrão e assaltante". E não cumpriu os 12 anos de pena a que foi condenado porque fugiu. No dia 5 de janeiro de 2005, ao obter o perdão judicial –e isso também foi noticiado–, assinou uma declaração de pobreza em juízo, afirmando "ser pobre na acepção legal do termo, não tendo, portanto, condições de prover as custas e demais despesas processuais e o ressarcimento da vítima, sem prejuízo do sustento próprio e de sua família". Tadinho!

Quatro anos depois, ele já era dono de um posto de gasolina onde funcionava um caça-níqueis. Ao concorrer a deputado federal, em 2010, declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 5.125.587,92 (mais de R$ 1 milhão por ano, desde aquela sua pobreza fabulosa). Pergunta: agora que é milionário, fez alguma coisa para "ressarcir a vítima"?

No PT, Moura já não é um qualquer. Na sua festança de aniversário, a figura de destaque foi Alexandre Padilha, ex-ministro e pré-candidato do PT ao governo de São Paulo. Discursou com entusiasmo. Se Padilha vencer, Moura poderá ajudá-lo a cuidar da área de transportes, como ajudou Marta Suplicy e Fernando Haddad. Está em sua honrada biografia.

Botafogo comemora vitória sobre Palmeiras em balada de São Paulo. Sheik esquece Lucio e se dá bem

maio 31, 2014

bota 1

Em má-fase, o Botafogo conseguiu superar o Palmeiras, uma equipe ainda pior, na última quarta-feira, no interior de São Paulo, por dois a zero.

Aproveitando-se que o próximo compromisso da equipe será na capital paulista, contra o Corinthians, no “Fielzão”, os atletas da equipe caíram na noitada, um dia depois, numa conhecida balada da Rua Augusta, a Outlaws.

O nome do local, se traduzido, significa “Fora da Lei”.

Mas, ao contrário do que costuma acontecer na vida de Sheik, desta vez o atacante do Botafogo deixou as confusões de lado, esqueceu-se da discussão com o zagueiro Lucio, e desfilou muito bem acompanhado.

Falamos uma belíssima e absolutamente competente advogada, que, junto das amigas, curtiu a balada com parte do elenco do Glorioso.

Uma espécie de “pit-stop” para recarregar as baterias e jogar, dois dias depois, contra o Timão.

bota 2

Coluna do Fiori

maio 31, 2014

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

“O Brasil é o país da paixão! Os apaixonados pelo futebol. Os apaixonados pelo carnaval. Os apaixonados pela Xuxa, pelo Pelé e pelo Airton Senna. Os apaixonados por Corrupção!”

Jônathas Siviero

————————————————————————–

Sétima e Oitava Rodada da Serie A do Brasileirão – 2014

Domingo 25/05

Santos 0 x 0 Flamengo

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (CBF-ESP 2- BH)

Item Técnico

Deixou de marcar a penalidade máxima cometida por Victor Andrade, atleta do Santos, por volta do trigésimo minuto da fase inicial, no momento em que acertou o oponente Leonardo Moura

Item Disciplinar

Cartão amarelo, corretamente aplicado, idem, quanto a vermelho para o santista Geuvânio, após cometer falta, aplicando o conhecido perigoso; carrinho por trás, no oponente João Paulo

Conclusão

Deixando de marcar o lance penal favorável ao Flamengo; indiretamente, Jailson Macedo Freitas, influiu no resultado

Sport 1 x 4 Corinthians

Árbitro: Péricles Bassols Cortez (FIFA-RJ)

Trabalho desempenhado com normalidade

Oitava Rodada

Quarta Feira 28/05

Palmeiras 0 x 2 Botafogo

Árbitro: Heber Roberto Lopes (FIFA-SC)

Item Técnico

Em meu entendimento, ocorreu irregularidade no primeiro gol do Botafogo; explico:

– Quando do chute executado por Bolatti, atleta botafoguense, seu consorte Emerson Sheik, estava na linha da redonda, em posição de impedimento;

– percebendo que a bola bateria em seu corpo, rapidamente, Sheik, inclina seu corpo para frente,

– explicito movimentar, de quem quer obter vantagem;

– fato concretizado, vez que seu movimento, pode ter desviado o focar do goleiro adversário

Observação

Lance de responsabilidade do assistente 01- Fabio Pereira (FIFA-TO)

Atlético-PR 2 x 2 São Paulo

Árbitro: Anderson Daronco (ASP-FIFA-RS)

Item Técnico

Ocorreram três lances de penalidades máximas; explico

1ª – Acertou por ter marcado a penalidade máxima sofrida por Luis Fabiano, cobrada por Rogério Ceni, convertida em gol,

2ª – provavelmente, por omissão do adicional postado ao lado da meta do São Paulo, Anderson Daronco, deixou de sinalizar a penalidade máxima cometida por Douglas, no momento que usou o antebraço esquerdo para desviar a trajetória da redonda. Prejudicou a equipe do Atlético

3ª – Errou e feio por não ter marcado a penalidade sofrida pelo são-paulino Osvaldo, bem como, por ter mostrado cartão amarelo, quando Osvaldo estava caído;

– salvo exceções: atleta retirado de campo para atendimento médico, o atleta deve estar em pé. Prejudicou o São Paulo

Concluindo

Caldo de galinha não faz mal a ninguém; muito blá, blá, blá pra pouco apito. Não gostei

———————————————————————

Copa 2014

Blog do JUCA KFOURI

A Copa do Povo?

1

POR BETÃO*

Alguns anos atrás (30, 40, 50 anos), o futebol era um esporte marginalizado, discriminado pela alta sociedade.

O tempo foi passando, o dinheiro foi entrando, os interesses foram mudando e o futebol virou negócio.

As coisas mudaram tanto, que hoje ser jogador de futebol virou “status”, uma profissão que os pais sonham para seus filhos e os filhos sonham em realizá-los.

Enfim, a Copa do Mundo chegou ao “país do futebol”… o “país do futebol”, que nunca foi o “país do futebol”!

País que nunca deu muita importância para estrutura do futebol (instalações, estádios e etc.) hoje precisa fazer tudo às pressas para receber um evento de tamanha grandeza.

Bilhões estão sendo gastos para realizar tal estrutura, pessoas sendo desabrigadas para tentar receber bem os estrangeiros, colocando uma “capa” em tudo.

Mas com todos esses gastos, de alguma maneira deve-se recuperar esses valores e outras pessoas tiram proveito de tudo isso – ingressos para os jogos caríssimos, hotéis caríssimos, comida caríssima.

O que eu quero dizer com tudo isso, é que vendem uma imagem dizendo que a Copa do Mundo no Brasil, é a Copa do Povo.

MENTIRA!

O povo, que sempre foi marginalizado, não tirará proveito nenhum dessa Copa, muito pelo contrário, não foi e nem será convidado para essa “festa”.

“Festa” que durará um mês e pouco e depois tudo voltará ao de sempre.

E só em pensar que um dia o futebol era coisa de “marginais” e hoje está gerando o que está gerando…

A questão é: o futebol está acabando e ninguém parece perceber que o negócio e os interesses estão dominando!

Quero saber em que parte o “Povão” vai se beneficiar nessa COPA DO POVO?

*Betão é atleta profissional, ex-zagueiro do Corinthians, Santos, Dínamo Kiev, Évian e Ponte Preta.

Políticos presentes quando do $orteio que designou o Brasil para sediar a Copa 2014

2 

3

Política

PMDB: Dilma deseja sorte a filhos de oligarcas

4

Dilma revela em jantar com o PMDB como chama o ministro de Minas e Energia: ‘Lobãozinho’

Alguns dos principais oligarcas do PMDB compareceram ao jantar oferecido pelo vice Michel Temer a Dilma Rousseff na noite passada com seus herdeiros políticos a tiracolo. Candidatos aos governos de seus respectivos Estados, Renan Filho (Alagoas), Helder Barbalho (Pará), Lobão Filho (Maranhão) e Rodrigo Jucá (Roraima) ouviram da presidente votos de “boa sorte”.

“Tenho um grande respeito pelo Jáder Barbalho”, disse Dilma em discurso. “Acredito que o Jáder tem muita sorte. Tem um filho que pode continuar a caminhada dele. Eu tenho conversado com muitas pessoas. E algumas me dizem que o Helder será uma liderança emergente do Brasil. Então, boa sorte, Helder.”

Mais adiante, Dilma emendou: “Quero também falar do nosso Renan Filho, do nosso Lobão Filho.” Voltando-se para o ministro Edison Lobão (Minas e Energia), a presidente fez uma inusitada confidência: “Agora, Lobão, você está deixando de ser o Lobão. O Lobão vai ser ele. E você, vai ser, como eu te chamo, o Lobãozinho. Desejo sorte também pro Rodrigo Jucá.”

Relator da CPI da Petrobras, o senador paraibano Vital do Rêgo também levou um parente para receber as bênçãos de Dilma: o irmão Veneziano Vital. Ex-prefeito de Campina Grande, ele representará a família na disputa pelo governo da Paraíba.

Finalizando

“A política brasileira está de tal modo contaminada pela corrupção que o próprio eleitor sente que erra todas as vezes que vota; independente do candidato escolhido”.

Bruno Resende Ramos

——————————————————————————

Chega de Mentiras, de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-30/05/2014

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Caso São Paulo e Atlético/PR: atitudes proporcionais

maio 30, 2014

Pisar

O Atlético/PR, há tempos dominado por uma quadrilha que vive de transacionar jogadores, emitiu uma Nota Oficial na tentativa de ofender o São Paulo, tratando os atletas do clube como “Rogério Ceni e demais bambis”.

A diretoria do Tricolor, ignorou.

E fez muito bem.

Poucas vezes ação e reação definiram, com tamanha exatidão, a diferença real do tamanho de seus idealizadores.

“Legado” de Ronaldo Fenômeno: Valcke aluga jatinho para a Copa de sócio de bicheiro por R$ 2 milhões. Governo vai bancar

maio 30, 2014

ronaldo valcke

O Secretário Geral da FIFA, Jerome Valcke, se utilizará de um jatinho “Legacy”, de propriedade do empresário Marcelo Limírio Gonçalves Filho, para percorrer os milhares de quilômetros do território brasileiro durante a Copa do Mundo.

Legacy significa “legado”, em português.

O custo do aluguel, para o mês inteiro, é de R$ 2 milhões, e será bancado pelo Governo.

“Marcelinho”, como é vulgarmente tradado, foi apontado pela Polícia Federal, recentemente, como um dos sócios do bicheiro Carlinhos Cachoeira, e, oficialmente, é o nome forte por trás de empresas como Néo-Química e Hypermarcas.

A intermediação do negócio foi feita pelo agora “indignado” Ronaldo “Fenômeno”, que, não por coincidência, levou as empresas de “Marcelinho” a patrocinar o Corinthians, quando de sua passagem no Parque São Jorge.

Levou comissão em todos os casos.

Ou seja, se Ronaldo tem motivos para estar insatisfeito com o “Legado” da Copa do Mundo, mesmo que seja uma insatisfação tanto quanto “Mandrake”, não está nem um pouco chateado com o “Legacy” que Jerome Valcke, confortavelmente, às nossas custas, exporá durante todo o mês do Mundial.

legacy

Os vexames e os riscos que envolvem as arquibancadas provisórias do “Fielzão”

maio 30, 2014

arquibancada fielzão

A primeira partida da Copa do Mundo no Brasil será disputada num estádio inacabado, em que torcedores ocuparão arquibancadas provisórias nunca testadas.

O risco é evidente.

Pior ainda é saber que os locais deveriam – e poderiam – ser testados no próximo final de semana, mas não serão porque os organizadores da Copa do Mundo temem que a má-educação dos torcedores locais – principalmente a ação sempre criminosa dos Gaviões da Fiel, possam antecipar a tragédia.

Beira o surreal.

Por que a diretoria do Corinthians e a FIFA não fazem o óbvio, ou seja, ao menos para essa partida teste – deveria ser assim, em todas – vender ingressos numerados, e salteados, para torcedores comuns, eliminando os favorecimentos a bandidagem ?

O que temem os dirigentes do Corinthians, já que a FIFA nem deve estar ai com essa gente ?

É inadmissível que pessoas de bem, que gastaram os tubos para assistir a sempre histórica abertura de um Mundial, sejam submetidas a tamanho risco.

Que o estádio não estaria pronto para a Copa do Mundo, os leitores deste blog estão avisados, desde o início das obras, mas nem o mais pessimista dos analistas seria capaz de prever tamanha irresponsabilidade.

Reviravolta: Palmeiras tem dez dias para devolver R$ 15,3 milhões à Justiça

maio 30, 2014

nobre

A contratação do jogador Wesley torna-se, a cada dia, mais onerosa ao Palmeiras.

Processado pelo empresário Antenor Angeloni, que teria afiançado o negócio, o clube teve retida, em penhora, R$ 15,3 milhões de verbas oriundas da Rede Globo, dos R$ 21 milhões cobrados judicialmente.

Em abril, através de liminar, conseguiu liberar os recursos, sem julgamento do mérito.

Por razões óbvias, o dinheiro sequer parou no caixa, servindo para quitar parte das várias pendências palestrinas.

Porém, nova decisão judicial pode complicar a vida do clube.

Caiu a liminar, me o juíz concedeu dez dias para que o Palmeiras redeposite o valor sacado, acrescido de juros e correção monetária.

A grande questão é: de onde retirar o montante ?

Vai sobrar, tudo indica, para o presidente Paulo Nobre.

“Nós somos parceiros… com os mesmos objetivos”, diz Vicente Cândido (PT) à FIFA e CBF

maio 30, 2014

marin lula del nero candido

A Câmara Municipal de São Paulo concedeu, tempos atrás, o título de “Cidadão Paulistano” ao presidente da FIFA Joseph Blatter, que deu tanta importância ao evento que sequer compareceu à entrega.

Em seu lugar recebeu o Secretário da entidade, Jerome Valcke.

Mas, o mais divertido, ou triste, dependendo do ângulo de visão, foram os discursos, recheados de bajulação, inverdades e até alguns delírios, proferidos por políticos e dirigentes da CBF.

Além de um pronunciamento emblemático, do Deputado Vicente Cândido (PT), ex-funcionário do mafioso russo Boris Berezovsky, além de sócio do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.

“Somos parceiros, com os mesmos objetivos.”.

Confira, abaixo, os principais trechos:

JOSÉ MARIA MARIN

“Dizer dos benefícios da realização da Copa do Mundo em 2014, o que gerará de empregos, o que está sendo feito em diversos Estados, é falar a respeito do legado de amanhã.

Já estamos sentindo o grande legado!

Mas o mais importante é que estamos demonstrando para o mundo inteiro que o Brasil tem competência, tem capacidade, tem criatividade para realizar uma grande Copa do Mundo.

O Brasil já não é mais o país do futuro. Não. O Brasil é um país do presente.

Meu caro amigo e Secretário Jérôme Valcke, permaneci nesta Casa durante oito anos. Apresentei apenas um título. Com isso quero ressaltar o cuidado da Câmara, o zelo da Câmara em outorgar um título desta natureza, a importância deste título.

Ou seja, é a cidade de São Paulo demonstrando, acima de tudo, a sua gratidão ao nosso Presidente Blatter, por ter prestigiado o nosso país com a vinda da Copa do Mundo para o Brasil.

MARCO POLO DEL NERO

Vereador Reis, nossos agradecimentos. Sou membro da FIFA também e todos sabemos o quanto é difícil ser aprovado um Título de Cidadão nesta Casa do Povo.

Sei das dificuldades, uma vez que são vários os partidos e também sei que foi por unanimidade a aprovação do Título para Joseph Blatter.

Joseph Blatter é um homem que representa o futebol mundial, o que faz com muita firmeza e fidalguia.

É um grande companheiro, e nós todos de São Paulo podemos agradecer por termos agora como conterrâneo o Presidente da FIFA.

VICENTE CÂNDIDO (PT)

“(…) Outro ponto é mostrar que precisamos, neste momento,
desses encontros de confraternização a fim de dissipar as inverdades que são veiculadas pela Imprensa, muitas vezes querendo nos colocar uns contra os outros.

Cabe àqueles que são responsáveis, que trabalham sério, que têm objetivos comuns, aproveitar esses momentos de confraternização para dizer que nós somos parceiros, que estamos aqui com os mesmos objetivos…”

A Máfia das Apostas, aprovada pelos Deputados brasileiros, chega a Copa do Mundo

maio 30, 2014

Máfia

Recentemente aprovada pelos “ilibados” Deputados brasileiros, que não devem ter recebido mais do que seus substanciais salários para fazê-lo, a jogatina em jogos de futebol chegou, oficialmente, à Copa do Mundo.

Ainda não pode ser apostada em território nacional, mas está absolutamente articulada para enganar os trouxas – vários – que se arriscam a colocar seu dinheiro nos sites internacionais.

Ontem, o chefe de segurança da FIFA, Ralf Mutschke, em entrevista coletiva, afirmou que alguns árbitros e jogadores que disputarão o torneio já foram contatados.

Não declinou, ainda, os nomes, mas a grande desconfiança paira sobre as equipes menos expressivas.

Se num torneio com a relevância da Copa do Mundo esse tipo de ação ocorre, mesmo com a absoluta vigilância das principais agências governamentais e esportivas, imagine o que não acontecerá no Brasil, em que o povo tem a cultura da corrupção entranhada, em jogos de regionais, etc.

O futebol definha, realmente, a cada ano.

Mais R$ 50 milhões de empréstimos para o “Fielzão”– sem consentimento do Conselho

maio 29, 2014

andres areia mijada

Nos últimos 30 dias, a vida financeira do Corinthians foi amplamente discutida em reuniões realizadas no CORI e também no Conselho Deliberativo do clube.

Como resultado, juntando-se aos empréstimo realizados pela ODEBRECHT no início da obra do “Fielzão”, dos quais o Timão é responsável pelo pagamento, duas novas tomadas de dinheiro foram aprovadas.

R$ 350 milhões e 70 milhões, respectivamente.

Apesar de preocupantes, somadas ainda o que já havia sido emprestado, a dívida do balanço (R$ 200 milhões), as Fiscais (mais R$ 200 milhões) e a do estádio (descontado os CIDS e com juros, próxima de R$ 1 bilhão), ao menos estas podem ser controladas pela administração e conselheiros do Corinthians.

Difícil é ser responsável – como o Corinthians é – por dívidas auferidas pelos gestores do estádio, decididas em reuniões subterrâneas, sem controle de gastos e objetivos, lançadas, sabe-se lá por quais motivos, apenas seis meses após a operação, nos documentos oficiais do Estado.

Em resumo: no dia 28 de novembro de 2013, a empresa ARENA ITAQUERA S/A, que tem como gestora o grupo que comanda a BRL TRUST – verdadeira proprietária do “Fielzão” – aprovou empréstimo de R$ 50 milhões – sem justificar as razões – em forma de debentures que devem ser quitadas pelo Corinthians até 28 de maio de 2028.

Porém, somente ontem, 28 de maio de 2014, seis meses após a aprovação, o resultado da operação foi publicado nos documentos da Junta Comercial de São Paulo.

Basta verificar, abaixo, que o lançamento, apesar de datado com realizado em 2013, foi inserido após a última movimentação, nove dias atrás, em 20 de maio de 2014, onde os representantes da BRL Trust foram reeleitos – também não se sabe sob que critérios, nem quem votou – para mais um mandato na Arena Itaquera S/A.

Os debentures (empréstimo), foram descritos como cotas nominativas, não conversíveis, subordinados, porém, de maneira “estranha”, não se informa o agente fiduciário.

Por que ?

Uma boa questão a ser esclarecida pelo presidente Delegado Mario Gobbi ou pelo ex-presidente, Andres Sanches, que, mesmo desafeto do dirigente, comanda o setor mais oneroso do clube.

debenture fielzão

Após contas reprovadas, presidente da CBFS deve pedir afastamento nas próximas horas

maio 29, 2014

aecio

O presidente da Confederação Brasileira de Futsal, Aécio Borba Vasconcelos, deve pedir afastamento de seu cargo, nas próximas horas, até que o resultado de uma auditoria em sua gestão seja concluído.

Há fortes indícios de irregularidades.

Recentemente, suas contas foram reprovadas por 19 dirigentes de Federações.

A pressão é grande, inclusive com a participação de grandes nomes do esporte, entre eles, o maior de todos, Falcão.

Prefeitura contratará empresa para gradear entorno do “Fielzão”. Licitação é anulada

maio 29, 2014

haddad andres

Estava marcado, para os próximos dias, processo de licitação nº 027/2014, por intermédio de pregão eletrônico, no intuito de escolher a melhor oferta para a locação de grades e chapas de aço galvanizado, que servirão para cercar e indicar o caminho para torcedores que virão de Metrô até o “Fielzão”.

Para ambas as estações, Arthur Alvim e Itaquera.

Por decreto, Fernando Haddad (PT), não apenas cancelou a licitação, como decidiu que a Prefeitura poderá contratar quem bem entender, dispensando, ainda, pesquisa de preços.

É ou não uma farra ?


%d blogueiros gostam disto: