Advertisements

J. Hawilla: morreu, aos 74 anos, o delator dos cartolas brasileiros

Maio 25, 2018

Morreu, aos 74 anos, o corrupto J. Hawilla, ex-jornalista que não resistiu às tentações do mundo da bola e fez fortuna pagando e recebendo propinas, de, e para cartolas e emissoras de televisão de todo o planeta.

Sua obra mais edificante foi ter trabalhado, em segredo, com escutas fornecidas pelo FBI, para delatar diversos abutres do futebol, entre os quais os últimos presidentes da CBF.

Dizem que apontou, também, bom número de dirigentes de clubes como seus beneficiados, mas o FBI, focado no escândalo da FIFA, teria repassado as informações para o MPF brasileiro, de quem se aguarda providências.

Hawilla estava internado no Hospital Sírio Libanês desde segunda-feira, por complicações respiratórias originárias de uma longa luta contra o câncer.

 

Advertisements

Facebook Comments

Auxiliares de Osmar Loss no Corinthians eram agenciados por Andres Sanches quando jogadores

Maio 25, 2018

Coelho e Fabinho

Após a efetivação de Osmar Loss na comissão técnica do Corinthians, o presidente alvinegro, Andres Sanches, não satisfeito em ter um de seus “agentes” no comando do futebol, colocará ao seu lado dois ex-jogadores do clube a quem, através do preposto André Campoy, empresariava, quando ainda era “peixe pequeno” no Parque São Jorge.

O ex-volante Fabinho já está listado como “auxiliar” no site oficial do Timão, enquanto Coelho, o outro escolhido, aguarda definição de substituto ao seu cargo, na base alvinegra.

A intenção, além de fazer negócios, é minar a paciência do gerente de futebol Alessandro, para que este peça demissão.

A vaga, inclusive, já teria dono: o ex-dirigente Eduardo “Gaguinho” Ferreira, ligado ao grupo “Fora Dualib”, um dos que, em poucos anos de proximidade com o poder alvinegro, saiu do desemprego para um confortável apartamento no bairro do Morumbi.

Facebook Comments

Hino Oficial da Copa do Mundo da Rússia – 2018

Maio 25, 2018

Facebook Comments

Paralisação dos caminhoneiros explicita o nível de educação do povo brasileiro

Maio 25, 2018

Desde alguns dias o Brasil está parado por conta de uma paralisação de caminhoneiros, descontentes – pelo menos este é o motivo alegado – com o preço dos combustíveis.

Reivindicação justa, mas que perdeu um pouco da razão diante do exagero… da maldade.

Bastaria deixar os caminhões nas garagens e o efeito seria o mesmo, de caos, mas essa gente não se contentou e decidiu atrapalhar a vida dos demais brasileiros, bloqueando estradas, entre outros procedimentos.

Na carona do infortúnio, bandidos do comércio decidiram roubar a população, descaradamente, cobrando preços absurdos, mesmo tendo pagado bem menos pelos produtos.

O povo, matéria prima de nossos políticos, não ficou atrás, e, sem pensar no semelhante, burlava filas e usava de truculência para trazer consigo todas as mercadorias disponíveis, deixando muitos sem combustível, comida, água, etc.

Constrangedoras as duas entrevistas exibidas ontem no Jornal Nacional em que duas senhoras justificavam os maus-feitos, a mesquinhez nas compras, com o bordão: “é do ser-humano primeiro pensar no próprio umbigo”.

De fato, tristemente, é.

Desnecessário, diante deste cenário de “fim do mundo”, discorrer sobre a incompetência governamental, incapaz de resolver assuntos básicos da nação, sem coragem para punir excessos, nem controlar os efeitos de uma Petrobrás assaltada por uma gestão da qual o atual presidente foi vice em duas oportunidades.

Facebook Comments

Alexandre Frota é condenado a indenizar Juca Kfouri após ofensas no twitter

Maio 25, 2018

No ano passado, o jornalista Juca Kfouri teceu, em seu blog, duras críticas à participação do agora candidato a deputado federal Alexandre Frota na política do Corinthians.

Recebeu em troca um texto repleto de xingamentos no twitter.

Frota defendeu-se alegando ter sido desrespeitado na coluna do jornalista.

Por conta disso, Kfouri buscou a Justiça, que, ontem, lhe assistiu razão.

Sentença da 3ª Vara Civil do foro de Cotia, assinada pelo juiz Carlos Alexandre Aiba Aguemi, condenou Alexandre Frota a pagar indenização de R$ 15 mil por Danos Morais, acrescidos de 15% de custas processuais.

Abaixo, trechos da decisão, embasada no conceito da liberdade de imprensa e no direito do jornalista expressar seu pensamento de maneira crítica e contundente:


“De fato, é incontroverso, pois a prova documental constante dos autos não permite supor o contrário, que o réu ofendeu gravemente o autor”

“Diga-se, ademais, que a ofensa publicada via twitter disseminou-se, haja vista tratarem-se as partes de pessoas de renome na mídia, o que contribuiu para macular ainda mais a honra do autor”

“A crítica jornalística, todavia, ainda que severa e contundente, não é ilícita e não lesa direito de personalidade tal qual a resposta via twitter veiculada pelo réu.Há de se considerar que o texto do autor, notadamente quando envolve a narração de fatos de interesse público, está protegida pelo direito constitucional à informação e pela liberdade de imprensa”

“Com efeito, a coluna foi veiculada sob um enfoque crítico e informativo e, apesar da acidez do texto, no meu sentir, não se fez alusão caluniosa ao réu. No caso em comento, o conjunto probatório não evidencia intenção da parte autora de lesar a imagem ou a reputação da parte ré, não tendo desbordado do seu direito, constitucionalmente assegurado, e não havendo que se falar em abuso ou conduta antijurídica apta a amparar a pretensão indenizatória”

“JULGO PROCEDENTE EM PARTE o pedido para CONDENAR o réu a pagar à parte autora a importância de R$ 15.000,00 com correção monetária e juros de mora de 1% ao mês, a partir da prolação desta sentença (Súmula 362 do STJ).Em consequência, declaro extinto o processo, com resolução de mérito, com fulcro no art. 487, inciso I, do Código de Processo Civil.Verificada a sucumbência do réu, condeno-o a arcar com as custas do processo e com honorários advocatícios, que fixo em 15% do valor da condenação”

Facebook Comments

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1970 (íntegra)

Maio 25, 2018

O Blog do Paulinho iniciou, na última semana, uma série de publicações dos álbuns de figurinhas oficiais das Copas do Mundo de Futebol.

Hoje o leitor terá acesso à íntegra da edição que homenageia o torneio de 1970, disputado no México, vencida por um Brasil espetacular, em desempenho notável de Pelé, Rivelino, Gerson, Tostão, Jairzinho, etc..

Documento histórico com seleção de fotos de jogadores extraordinários.

Boa oportunidade para comparar com a qualidade dos elencos atuais das equipes que disputarão o Mundial da Rússia.

Clique no link a seguir para baixar:

Album Copa do Mundo 1970 – México

EDIÇÕES JÁ PUBLICADAS:

Alemanha 1974

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1974 (íntegra)

Argentina 1978

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1978 (íntegra)

Espanha 1982

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1982 (íntegra)

México 1986

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1986 (íntegra)

Itália 1990

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1990 (íntegra)

EUA 1994

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1994 (íntegra)

França 1998

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1998 (íntegra)

Facebook Comments

“Dono” da Portuguesa não quer testemunhas de seus negócios

Maio 25, 2018

O gestor da Portuguesa, Alexandre Barros, no auge de sua magnitude, decidiu que conselheiros da Portuguesa não possuem importância para, se quiserem, acompanhar reuniões de negócios, que deveriam ser do clube, mas, aparentemente, atendem apenas aos desejos do mandatário lusitano.

Todos os que ousaram participar da reunião do chamado “Complexo Canindé”, que tem objetivo de analisar possíveis parceiras para a Lusa, foram expulsos da Sala do Comércio.

Para evitar tumulto, Barros encerrou a reunião.

A desculpa utilizada foi a de que os conselheiros – que foram eleitos, não possuíam representatividade por conta da indefinição dos nomes à mesa do Conselho, após renuncia em conjunto dos antecessores.

Alexandre Barros governa, segundo relatos, amparado em liminar e com gente da pesada intimidando qualquer iniciativa de oposição.

Facebook Comments

Palmeiras é intimado e terá 15 dias para pagar um dos intermediários de Wesley

Maio 25, 2018

Em agosto de 2013, a empresa MKT Brasil, do empresário Maickel Portela, ingressou com ação de cobrança contra o Palmeiras, requerendo R$ 1,5 milhão de comissionamento sobre a transação do jogador Wesley.

Um entre tantos recebedores.

Na inicial do processo, o agente ainda triou sarro do Verdão, entre outras coisas: “Quem paga mal, paga duas vezes (…)”, peo fato do Verdão, desastrosamente, ter pagado a comissão à pessoa errada.

Nesta semana, o clube foi intimado a liquidar a pendência, que, corrigida, atinge R$ 2 milhões, no prazo máximo de 15 dias, sob pena de penhora de bens e bloqueios bancários.

Facebook Comments

Canal do Blog do Paulinho no YouTube está com endereço novo. Assine Já !

Maio 25, 2018

O endereço do Blog do Paulinho no YouTube mudou porque alguns incomodados com o trabalho reclamaram ao site, simultaneamente, sobre nossas postagens.

Tática de guerrilha.

Punidos, perdemos, até então, mais de onze mil seguidores, que precisarão assinar novamente nosso canal para ter acesso aos milhares de vídeos, que estamos repostando, um a um (trabalho de uma semana).

Tenho certeza que os. em média, mais de quarenta mil acessos diários do Blog do Paulinho darão resposta à intimidação.

Conto com seu apoio, divulgação e adesão !

Para ter acesso a conteúdos exclusivos do Blog do Paulinho assine o novo canal do YouTube (clique no botão “Inscreva-se” e, se quiser, no “sino” ao lado, para ser avisado sempre que houver novas postagens)

https://www.youtube.com/c/BlogdoPaulinhooficial


 

Ajude o Blog do Paulinho doando BITCOIN para a carteira:

171yZG4ZxoYnLNPT2WqLMhcExbcQcGWjZK


Outras mídias sociais do blog:

Twitter: @blogdopaulinho

Facebook: http://www.facebook.com/blogdopaulinho.com.br/

Instagram: http://www.instagram.com/blogdopaulinhooficial

WhatsApp: (11) 98402-3121

Facebook Comments

Justiça bloqueia R$ 4,2 milhões das contas do Corinthians para indenizar Faculdade

Maio 24, 2018

Felipe Ezabella, Raul Corrêa da Silva, Sergio Alvarenga e Fernando Alba

Em 2008, em aparente manobra de favorecimento à Faculdade Drummond , que tem como proprietário o ex-conselheiro alvinegro Osmar Basílio, o presidente Andres Sanches, com anuência do então vice de esportes terrestres, Felipe Ezabella e do vice jurídico, Sérgio Alvarenga, expulsaram a Unisantana, que mantinha, há algum tempo, parceria com o Corinthians.

A quebra de acordo foi unilateral.

Na sequência, o clube fechou acordo com a Drummond, concorrente do ex-parceiro.

O caso foi parar na Justiça e entre idas e vindas o Corinthians foi condenado a pagar indenização.

Anteontem (24), a 3ª vara civil do Tatuapé ordenou bloqueio nas contas do Timão no valor de R$ 4.260.756,38 em mais um, entre tantos, episódios de prejuízo gerados ao clube por “ações entre amigos” do Rei.

Facebook Comments

“A seleção brasileira de 1970 foi revolucionária, mas não perfeita”

Maio 24, 2018

(trecho da coluna de TOSTÃO, na FOLHA)

“A seleção brasileira da Copa do Mundo de 1970 foi revolucionária, mas não foi perfeita. Nas últimas décadas, todos os times que jogam com um trio no meio-campo possuem um volante mais recuado, centralizado, entre dois armadores, que atacam e defendem. Na seleção de 1970, foi diferente. Gérson, o armador mais criativo, o maestro do time, jogava pelo meio, entre o volante Clodoaldo, um pouco mais atrás, e o meia Rivellino, um pouco mais à frente. Formavam uma diagonal, um trio torto”

“Faltava um armador pela direita. Essa ausência foi compensada porque Jairzinho, um superatleta, além de entrar em diagonal, da direita para o centro, para fazer gols, voltava para marcar, formando um quarteto com Clodoaldo, Gérson e Rivellino. O time saía do 4-3-3 para o 4-4-2”

“No segundo gol do Brasil, contra o Uruguai, Jairzinho recuperou a bola perto da área do Brasil, tocou para Pelé, que tocou para mim, que lancei para Jairzinho receber perto da outra área. Enquanto os uruguaios atacavam, os três atacantes brasileiros estavam no campo do Brasil, e Jairzinho correu de uma área à outra para fazer o gol. Nada mais moderno”

“Muitas coisas antigas são modernas, e muitas coisas atuais estão ultrapassadas. Como diz um tango, “o tempo não passa, nós é que passamos””

Facebook Comments

71% das dívidas do Corinthians são fruto de calotes em impostos

Maio 24, 2018

Entre os que possuem acesso a informações qualificadas, muito se fala nos famosos nomes de Andres Sanches e Luis Paulo Rosenberg como responsáveis pelo caos financeiro do Corinthians, principalmente por conta do negócio “estádio de Itaquera”, nebuloso à ponto de ter, no mínimo, três dirigentes investigados pela “Operação Lava-Jato”, acusados de receberem propina para facilitar vantagens à construtora: o próprio Andres, além de André Negão e Vicente Cândido.

São justas as colocações.

Segundo balanço alvinegro, apenas 6% do faturamento do clube é proveniente de arrecadação com torcedores (o que resta do acordo com a OMNI), situação explicável por conta da disponibilização de todo o faturamento com ingressos ser, obrigatoriamente, enviado ao Fundo gestor da Arena para, supostamente, abater a dívida da construção.

Quase não sobra nem esse percentual (do Fiel Torcedor), que o Corinthians, pressionado pela CAIXA – intermediadora do empréstimo do BNDES, tentou inserir como nova garantia de pagamento.

É injusto, porém, e isso ocorre com grande parte da imprensa, a minimização da importância do ex-diretor financeiro alvinegro, Raul Corrêa da Silva, em todos os setores de endividamento do clube, inclusive o do estádio.

Vale lembrar, o dono da BDO/RCS foi diretor de finanças de Andres Sanches e Mario Gobbi, tendo assinado mais documentos autorizando ou avalizando procedimentos de Itaquera do que qualquer presidente que passou no Parque São Jorge.

Se contribuiu para o estádio custar quase R$ 2 bilhões, Raul Corrêa da Silva fez pior nas orientações à diretoria para que, deliberadamente, o clube se apropriasse de impostos e não repassasse-os, como deveria, ao Governo.

Nunca mais o Corinthians se recuperou desse desastre.

Ainda hoje, 71% das dívidas do alvinegro (sem contar o estádio), R$ 292,5 milhões de R$ 412 milhões, são originárias de calotes em impostos.

52% dívidas fiscais e 19% pendências trabalhistas (FGTS, etc).

Junta-se a essa conta mais de R$ 100 milhões tomados em empréstimos, na correria, a juros extorsivos, tendo como fontes bancos complicados, como o BMG (Mensalão) e agentes de jogadores, para livrar, pelo menos por enquanto (as ações seguem ativas no TRF-3), quatro dirigentes alvinegros indiciados por fraudes fiscais da cadeia: Raul Corrêa da Silva, Andres Sanches, André Negão e Roberto Andrade.

Trata-se um prejuízo monstruoso, gerador doutros problemas, como adiantamento de receitas e empréstimos para cobrir buracos, oriundo de, no mínimo, gestão temerária, que, se tivesse como vítima uma empresa com procedimentos decentes de fiscalização (o conselho do Corinthians é um circo), obrigaria os responsáveis a ressarci-la com o próprio patrimônio.

Luis Paulo Rosenberg, primeiro ministro do Timão, sabe bem como funciona.

Após prejudicar o Banco Panamericano, foi apenado com multa próxima dos R$ 500 mil – à título de ressarcimento dos prejuízos (proporcionais à sua participação), além de impossibilidade de operar no mercado financeiro por quase uma década (oito anos).

No Corinthians, Andres Sanches, depois de tudo, reelegeu-se presidente, Andre Negão seguiu como diretor, Roberto Andrade saiu de fininho, Rosenberg passou as mãos, novamente, na gestão dos negócios e Raul Corrêa da Silva segue posando de “grande empresário”, gastando dinheiro que a Odebrecht lhe pagou (a construtora contratou os serviços da BDO, dizem, por R$ 5 milhões, meses após construir o estádio de Itaquera).

Facebook Comments

Conheça a empresa que levou Andres Sanches a se complicar na Justiça Federal do Amazonas

Maio 24, 2018

O Blog do Paulinho revelou, ontem, que a 7ª Vara Federal do TRF-1, do Amazonas, bloqueou bens e contas do deputado federal Andres Sanches para ressarcir os cofres públicos por conta de problemas criados pela empresa “Sol Embalagens da Amazônia”, que divide, no papel, com José Sanchez Oller, seu parente, também executado.

Justiça Federal do Amazonas bloqueia contas e bens de Andres Sanches

Em outubro de 2014, o TSE foi alertado por matéria deste espaço dando conta de que uma das empresas declaradas pelo presidente do Corinthians, então candidato ao parlamento, tinha grandes indícios de fraude.

Exatamente a Sol da Amazônia.

Sanches dizia, no documento, ser dono de 50% da empresa, percentual ao qual deu o valor de R$ 5 mil.

Porém, no endereço designado como sede da empresa, Rua 24 de maio, nº 220 – sala 105, funciona a empresa ONLINE CERTIFICADORA, com a qual mantivemos contato, à época.

online logo

empresa andres amazonas

 

Disse a Sra. Keliane, uma das responsáveis pela Online:

“Estamos neste endereço há cinco anos. Não conhecemos nenhuma SOL. Nunca chegou nada deles aqui. Nem correspondência. Essas pessoas (Andres e Oller) nunca soube deles.”

“Aqui é um conjunto comercial de lojas pequenas. Nem comporta qualquer empresa de plásticos. Ninguém nunca ouviu falar deles por aqui”.

Na sequencia, conversamos com o responsável pelo Condomínio Rio Negro Center, que garantiu:

“Impossível, essa tal de SOL nunca esteve por aqui. É falsa a afirmação.”

sol amazonia 3

O tempo correu, o TSE repassou o caso para investigação da Justiça Federal e até o IBAMA entrou no rol de denunciantes, transformando, mais uma vez, Andres Sanches em réu por maus-feitos ligados à sua participação em contratos sociais de empresas nebulosas.

Facebook Comments

O falso herói do sertão 

Maio 24, 2018

Por ROBERTO VIEIRA

O Serrano Futebol Clube está de volta.

Quatro anos longe dos estádios.

O clube de Serra Talhada em Pernambuco ressuscitou.

Pena que o Serrano escolhe mal seus heróis.

Pois uma de suas camisas atuais.

Na verdade, o uniforme número 4.

Homenageia um assassino.

Bandido sanguinário que espalhou cadáveres.

Estupros.

Torturas, sequestros e assaltos no Nordeste.

Besta fera selvagem que ganhou fama.

Bailes perfumados.

Silêncio dos intelectuais.

Aplausos de quem acha romântico o gângster.

Mal comparando.

É como se o Chicago Bulls resolvesse de repente.

Tascar Al Capone no uniforme.

Serra Talhada é cidade valente.

Deve de ter muitos heróis verdadeiros.

Heróis que escreveram suas vidas dignamente.

Lampião foi um bandido.

Um sádico.

O Rei do Cangaço era um demônio da caatinga.

Virgulino de Robin Hood não tinha nada.

O dia em que morreu foi de festa no sertão.

O resto é conversa fiada.

Facebook Comments

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1998 (íntegra)

Maio 24, 2018

O Blog do Paulinho iniciou, na última semana, uma série de publicações dos álbuns de figurinhas oficiais das Copas do Mundo de Futebol.

Hoje o leitor terá acesso à íntegra da edição que homenageia o torneio de 1998, disputado na França, vencido pela seleção da casa na famosa final contra o Brasil que, horas antes, sofreu o trauma da convulsão de Ronaldo.

Documento histórico com seleção de fotos de jogadores extraordinários.

Boa oportunidade para comparar com a qualidade dos elencos atuais das equipes que disputarão o Mundial da Rússia.

Clique no link a seguir para baixar:

Album Copa do Mundo 1998 – Franca

EDIÇÕES JÁ PUBLICADAS:

Alemanha 1974

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1974 (íntegra)

Argentina 1978

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1978 (íntegra)

Espanha 1982

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1982 (íntegra)

México 1986

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1986 (íntegra)

Itália 1990

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1990 (íntegra)

EUA 1994

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 1994 (íntegra)

Facebook Comments


%d blogueiros gostam disto: