Archive for dezembro \29\UTC 2015

2015 foi histórico ! Que 2016 seja ainda melhor !!!

dezembro 29, 2015

2016

Quem imaginaria, na virada do ano anterior, entre trocas de felicitações e desejos, que o FBI, investigando a corrupção na cúpula do futebol, e a Polícia Federal, com sua “Lava-Jato”, expondo as entranhas do Governo, colaborariam tanto, não apenas para punição dos envolvidos, mas na antecipação de procedimentos (para facilitar a transparência), que, há tempos, deveriam ter sido implementados ?

Da FIFA, passando por Confederações e Federações não está sobrando pedra sobre pedra.

Os corruptos, apesar de combalidos, humilhados por prisões e revelações, ainda lutam para permanecer no poder (nem que para tal coloquem “laranjas” em seus cargos), razão pela qual faz-se necessária, sempre, a militância e fiscalização, seja a policial ou a fomentada por movimentos sociais, como é o caso da recente #ocupaCBF.

Não há mais, num mundo tão rico em informações, lugar para obscuridade.

Na política nacional, segue a implosão, por intermédio do trabalho da PF, da quadrilha do PT, insaciável no Mensalão, mas ainda mais voraz no roubo batizado como “Petrolão”, apesar de que, ainda timidamente, pouco se trate dos desmandos tucanos, que também não são poucos.

O Blog do Paulinho teve a honra de ser processado pelos três últimos presidentes da Casa Bandida do Futebol: Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero.

Todos, quando não presos, estão sendo criminalizados em investigações do FBI.

Alguns ex-presidentes de clubes também promoveram ações contra nosso blog, entre os quais, Andres Sanches, do Corinthians, e Carlos Miguel Aidar, do São Paulo.

O tempo, com a reprovação das contas de campanha do primeiro (em via de se tornar inelegível pelos próximos oito anos) e consequente indiciamento criminal do STF, além da vexatória abdicação de cargo do segundo, flagrado, em gravação, oferecendo propina a um de seus vices, prática semelhantes às expostas em nossas matérias, tratou de consagrar o trabalho que realizamos.

Tivemos também o rebento do presidente Lula, Luis Claudio da Silva, vulgo Lulinha, acionando-nos numa dessas milicias policiais (inquérito que foi arquivado) assim como o dono do BMG, Ricardo Guimarães, sócio de Kia Joorabchian, que o Mensalão tratou de desmascarar.

Por falar no iraniano, que o MPF tratou como mafioso, recentemente, processou-nos, mas não compareceu à audiência.

Foi a 23ª vez, sempre com mesmo procedimento.

Nem mesmo a intimidação sofrida por este jornalista, privado da liberdade por longos 130 dias, vítima de diversas ações excessivas, quando não, criminosas, serviu para diminuir as conquistas (várias) de nossos nove anos de carreira, marcados por absoluto desejo de revelar verdades a um público antes órfão (ou com poucas opções), de trabalho jornalístico desprovido de interesses e amarras.

Cada vez mais grato aos leitores, absolutamente fiéis, que há anos frequentam este espaço (mantendo nossa média de acessos diários entre 30 e 40 mil pessoas), e aos novos adeptos, apresentados a nosso trabalho pelas notícias oriundas do ataque, não apenas à nossa liberdade, mas de toda a imprensa, desejamos que 2016 seja ainda mais histórico, e que, dentro de nossas obrigações, consigamos, juntos, contribuir ainda mais para que as coisas aconteçam da maneira correta.

prisão marin

PARA AJUDAR O BLOG DO PAULINHO PELO PAYPAL ACESSE:

doação blog

https://www.paypal.com/cgi-bin/webscr?cmd=_s-xclick&hosted_button_id=HTKTR3QVYC4VL

EM TEMPO: curta as mídias sociais do Blog do Paulinho:

facebook

https://www.facebook.com/blogdopaulinho.com.br

printpaulinhotwitter

@blogdopaulinho

youtube 

(Adicione o canal! Em breve vídeos semanais inéditos): 

https://www.youtube.com/user/paulinhonet

whatsapp

(11) 98402-3121

10 coisas que aprendi com a sabedoria petista

dezembro 29, 2015

pt sabedoria

Por Marcio Sperandio Cott

1. Se eu não sou petista, eu sou tucano;

2. Se eu não sou petista, nem tucano, sou a favor de um golpe militar, não existe outra opção;

3. Não posso me indignar com a corrupção petista, porque houve corrupção no governo tucano e se eu sou mesmo assim contra a corrupção petista, eu não estudei, não sei nada de história e etc, etc, etc…;

4. Não posso me indignar com a corrupção petista, porque o PT não inventou a corrupção;

5. Só estou indignado porque o PT colocou o pobre no mesmo avião que eu, e isso me dá nojo;

6. Não tenho estatura moral para criticar quem rouba bilhões da Petrobrás (sem falar nas outras estatais ainda não investigadas) porque eu já fiz uma conversão proibida, já colei um chiclete embaixo da carteira na escola e já soltei um pum no elevador;

7. Se eu protestar de algum modo é porque sou elite branca e, consequentemente, odeio negros, pobres, índios, nordestinos, gays, feministas, corinthianos, crianças feias, camisa de microfibra da fascínios e desodorante perfumado;

8. Eu fico indignado com as atitudes totalitárias do governo porque eu sou coxinha e fascista (mesmo sabendo que quem me chama de fascista não tem a menor ideia do que foi o fascismo);

9. Não interessa que o impeachment esteja previsto na Constituição Federal, se é contra um governo de esquerda é golpe; (sem falar que o PT pediu Impeachment de todos os governos eleitos democraticamente)

10. E por fim, aprendi esses dias atrás ai, com os dignos Ministros da República que, se se eu protesto de algum modo que seja, é porque não aceito o resultado democrático da eleição, estou fazendo um terceiro turno e, obviamente, estou obcecado pelo fim do financiamento privado de campanha, que é a solução para TODA a corrupção do mundo.

petralhas

Blog do Paulinho #18

dezembro 29, 2015

Tite desabafa sobre corrupção

dezembro 28, 2015

tite 1

“Se tiver técnico corrupto, que ganha bola a respeito de jogador, vaza ! Abre a boca, diz que é… se tem conluio com empresário, assuma, e diga !”

“Nós temos que ter, nas diversas áreas… se tiver comentarista, se tiver pessoal da imprensa que come bola para elogiar e fazer lobby com diretor, que venha pra fora…”

“Se tem dirigente que vai contra os princípios do clube ou duma entidade privada, que é a CBF, que exponha !”

Em entrevista concedida ao programa “Quatro em Campo”, da rádio CBN, que conta, entre outros, com jornalistas que honram a profissão, como Paulo Massini e André Sanches (não confundir com o dirigente do Corinthians), o treinador Tite sentiu-se absolutamente à vontade para desabafar.

Principalmente quando o tema envolveu corrupção.

Nitidamente indignado, além de conceituar seu raciocínio, o treinador alvinegro mandou recados importantes, alguns que, apesar de não citar nomes, são facilmente identificáveis.

Confira abaixo, áudio e transcrição:

“A corrupção me incomoda… mais do que incomodar, ela fere, ela machuca. A corrupção… ela mata. Não é só o assassino, não é só o atentado que mata.

A corrupção mata o sonho, a educação de uma criança, ela mata a igualdade social….

Então, daqui a pouco, se nós tivermos a grana destes corruptos… que tem que ir para a cadeia ! A impunidade é outra coisa que… quando eu vejo que punição acontece eu abro um sorriso no meu íntimo…

Paga! Se fez, vai pagar…

Se eu tiver feito errado, eu vou pagar aquilo que é meu.

Eu pago, eu estou dizendo, não em termos financeiros… naquilo que a Lei determina… a Lei é igual para todos…

Então, de ter estas pessoas… e nós estamos num momento social muito legal… que a gente não está mais aceitando este tipo de conduta…

Nós estamos muito mais rebeldes, nós estamos muito mais na busca do correto.

Ele é no âmbito das pessoas que comandam o futebol… ele deva ser no âmbito dos técnicos de futebol…

Se tiver técnico corrupto, que ganha bola a respeito de jogador, vaza ! Abre a boca, diz que é… se tem conluio com empresário, assuma, e diga !

Nós temos que ter, nas diversas áreas… se tiver comentarista, se tiver pessoal da imprensa que come bola para elogiar e fazer lobby com diretor, que venha pra fora…

Se tem dirigente que vai contra os princípios do clube ou duma entidade privada, que é a CBF, que exponha !

Eu ouvi um, de delação premiada, que devolveu US$ 9,2 milhões… ai eu fico pensando: “ele devolveu isso dai… ele está com um lastro…” vai que devolveu tudo que ele tem, né ?

Punição! Eu também torço, porque me causa uma indignação… não só como técnico, antes como pessoa, como ser humano.”

Ataíde lamenta não ter tirado Aidar antes da presidência: “Desonesto”

dezembro 28, 2015

Carlos Miguel Aidar e Cinira Maturana

Vice de futebol do São Paulo relembra supostas propostas de suborno feitas pelo ex-presidente e diz que, agora, só quer paz para trabalhar em 2016

Do GLOBO ESPORTE

Por MARCELO PRADO

A desconfiança já ocorria há meses. O vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, suspeitava que o ex-presidente Carlos Miguel Aidar estava lesando o clube. No entanto, para poder fazer a acusação, era preciso ter alguma prova. Daí surgiu a ideia da gravação que, dias após ser revelada ao Conselho Deliberativo do clube, provocou a renúncia de Aidar. Hoje, Ataíde se diz arrependido de apenas uma coisa: não ter tomado a decisão de vigiar o ex-colega de diretoria antes.

– A todo instante neste ano achei que havia alguma coisa errada nas negociações feitas pelo presidente. O problema era que eu não conseguia nada que o incriminasse, não tinha provas. Até porque quando existe uma negociação e um dos lados está se beneficiando, é porque o outro também está comprometido com esse beneficiamento. Foi daí que surgiu a ideia da gravação. Eu me arrependo de não ter feito isso antes – afirmou o vice de futebol tricolor, em entrevista ao GloboEsporte.com.

O dirigente disse que começou a desconfiar porque os mesmos empresários participaram de várias negociações envolvendo os atletas que saíram do clube no meio do ano. Além disso, segundo Ataíde, as vendas nem foram benéficas ao São Paulo, já que o clube tinha pouquíssima participação nos direitos dos jogadores.

– Alguns indícios apontavam fuga do modelo da negociação ortodoxa, como deve acontecer. Tinha sempre pagamento de comissão elevada, e os empresários envolvidos eram sempre os mesmos. Nas primeiras negociações, achava apenas que ele (Aidar) era ruim comercialmente. Mas comecei a ficar desconfiado realmente quando houve essa quantidade de jogadores negociados. E eram atletas que davam muito pouco ao São Paulo,  pois a porcentagem do clube era pequena. Cito como exemplo o Denilson e o Rafael Toloi. No caso do Souza, a porcentagem também não era grande – ressaltou.

Quando a reportagem pediu para Ataíde resumir Aidar em uma palavra, ele foi direto:

– Desonesto.

O estopim para Ataíde resolver fazer a gravação foi a contratação do zagueiro Iago Maidana. Dois dias após ser vendido do Criciúma para o Monte Cristo, por R$ 800 mil, o jogador foi comprado pelo São Paulo por R$ 2 milhões, sendo R$ 1 milhão à vista e o restante em dez parcelas mensais de R$ 100 mil. Pelo contrato, o clube ainda pagará mais R$ 400 mil se o jogador disputar 20 partidas pelo time profissional.

– A negociação do Iago Maidana fugiu de qualquer análise possível sobre a clareza da operação. A partir daí, não deixei que as negociações chegassem até ele. Quando o Carlos Miguel percebeu que a situação tinha mudado, resolveu me corromper e me ofereceu repartir a comissão de um atleta. Foi aí que resolvi fazer a gravação. Muita gente não concordava com o que ele estava fazendo, havia uma luta política muito grande dentro do clube. Se não tivesse feito o que fiz, Carlos Miguel ainda estaria na presidência e cumpriria seu mandato até o final – ressaltou.

Carlos Miguel é fato superado. Na presidência, não honrou o cargo, manchou a presidência.

Ataíde revelou ao GloboEsporte.com que Aidar tentou fazer a suposta proposta de suborno em duas oportunidades.

– Estávamos indo para o jogo contra o Vasco e ele me disse: “Olha, estou negociando com um atleta e vejo que você trabalha feito um louco e não ganha nada pelo São Paulo. O empresário é meu cliente, vai me dar 200 mil reais e eu reparto com você”. Ele reafirmou a proposta diante da mulher dela – disse o dirigente.

Aidar fez a proposta pela segunda vez em um hotel da capital paulista, antes de uma reunião com os principais dirigentes do clube. Na ocasião, Aidar e Ataíde se desentenderam. Houve relatos de que eles se agrediram, o que o vice de futebol nega.

– O que é agressão? É uma pergunta difícil. Se você achar que gritar, xingar é uma agressão, eu digo que sim, houve agressão. Mas não houve agressão física. Ele tem dito na imprensa um monte de coisas sem nexo, que queria me dar dinheiro para me ajudar financeiramente, não quero entrar em discussão. Carlos Miguel é fato superado. Não honrou o cargo, manchou a presidência. Acho que o Rogério Ceni está certo, ele está desequilibrado emocionalmente, precisa de ajuda, de um tratamento.

Quando fez a gravação, Ataíde havia enviado uma carta ao Conselho Deliberativo pedindo que o conteúdo não fosse revelado publicamente. Só que ele mesmo chamou alguns jornalistas e distribuiu o material. A atitude foi tomada após entrevista feita pelo presidente Carlos Miguel Aidar e também para dar uma satisfação aos torcedores são-paulinos, que estavam cobrando um posicionamento sobre o assunto.

– Inicialmente, eu pedi para que o conteúdo não fosse divulgado. Mas alguns fatos posteriores me levaram a divulgação. Na hora certa, vou explicar tudo. A não divulgação estava incomodando não só a mim, mas também a todos da diretoria de futebol.  Peço desculpas aos conselheiros por ter passado o material para a torcida, mas eles tinham o direito de saber – ressaltou.

Feito os desabafos, Ataíde diz que, agora, só quer paz para trabalhar no futebol do São Paulo em 2016.

– Quero uma chance para mostrar o São Paulo com um futebol organizado, um futebol sem atropelo, futebol sem problemas.

Assessores de Andres Sanches trocam farpas no Natal

dezembro 27, 2015

negão, tadeo e mané

Em mensagem natalina, publicada no facebook, o ex-bicheiro André Negão, vice-presidente do Corinthians e Chefe de Gabinete do deputado federal Andres Sanches (PT), escreveu:

“O homem de sucesso é aquele que é capaz de construir um alicerce firme com os tijolos que as outras pessoas atiram nele!!!”

Foi a deixa para outro assessor do parlamentar, Mané da Carne, que anda indignado pela condição subalterna (há 20 anos era chefe da dupla no Parque São Jorge, hoje, apenas obedece ordens), vestir a carapuça e retrucar:

“Há restrições… também é muito “puxa-saco””

Negão rebateu, com ironia:

“Verdade Sr. Manuel… eu conheço um monte que quando tem interesse…”

Sem o mesmo jogo de cintura, Manézinho indignou-se:

“Eu também ! Quando você precisou era amável, ligava 20 vezes por dia. Agora pensa que já alçou voos mais altos e não precisa de mais ninguém… Tenha um bom Natal com a sua família. André, eu não minto e sempre fui mais eu. Nunca precisei pisar em ninguém, com 70 anos, sou eu.”

O desentendimento terá que ser administrado pelo deputado Andres Sanches (PT), que deles não pode, e nem deve, abrir mão, tamanhas são as ramificações e experiências, nem todas confessáveis, vividas pelo trio, seja no ambiente corinthiano ou noutros menos agradáveis.

Jogadores e treinadores

dezembro 27, 2015

tite e luxemburgo

O UOL publicou, recentemente, pesquisa realizada com jogadores de futebol, que, sob anonimato, elegeram os melhores e piores treinadores do Brasil.

Não houve surpresa no vencedor, Tite, mas, talvez, na expressiva diferença de votação, 62,5%, muito à frente do segundo colocado, Dorival Junior, com 4,6%.

Apesar de que, no últimos anos, ela seja plenamente justificável.

Assim como, na indicação dos piores (Celso Roth, com 14,7% e V(W)anderlei(y) Luxemburgo, 8,2%), as coisas ficam bem claras.

Roth nitidamente não é do ramo, enquanto a votação de Luxa, apesar de há tempos não realizar um bom trabalho, trata-se de nítida vingança daqueles que, segundo informações de bastidores, com ele são obrigados a dividir comissões, luvas e salários.

A outra face do Gol: Jota Junior

dezembro 27, 2015

jota

Dos mais competentes narradores da televisão brasileira, José Francischangelis Júnior, popularmente conhecido como Jota Júnior, acaba de ser homenageado em emocionante documentário.

“A outra face do Gol: Jota Junior”, é um trabalho acadêmico de conclusão de curso (TCC) produzido por alunos da Faculdade Casper Líbero.

São eles: Beatriz Cesarini, Gustavo Amorin, Leonardo Levatti e Victor Lopes.

A orientação foi do Professor e jornalista Celso Unzelte.

Imperdível !

Um filme que retrata, em detalhes, a competência profissional e a figura humana, absolutamente doce, gentil do Jotinha.

Adilson Amadeu e a Lei “Cidade Limpa”

dezembro 27, 2015

adilson amadeu e marin

Não é novidade alguma para os moradores do tradicional bairro do Brás observar, vez por outra, desmandos do vereador Adilson Amadeu na região.

Grande incentivador financeiro de votos, o político, que briga, talvez por ideologia, a favor dos grupos que monopolizam os alvarás de taxistas no embate contra o Uber, e nunca fez parte da máfia do Detran, apesar de ser proprietário da SODESP, uma das maiores clientes do órgão, parece desconhecer as leis do município para o qual presta serviços.

Qualquer motorista que atravessa o viaduto Bresser (sentido marginal) observa uma placa do vulgo “Galvão Bueno” (apelido do vereador na região), ferindo a Lei Cidade Limpa, num dos muros locais (há outras, por exemplo, na rua João Boemer), em franca antecipação de campanha política.

Adilson, grande apoiador de José Maria Marin, preso por corrupção pelo FBI, e que nunca cheirou muito bem nos bares que cercavam a escola estadual Domingos Faustino Sarmiento, parece continuar a não se importar com desvios de conduta.

adilson amadeu 1

adilson amadeu 2

Brasileiro típico

dezembro 27, 2015

bobodacorte

Na última semana, em visita no Carrefour da Marginal Tietê, este jornalista e o ex-árbitro Fiori, deparamo-nos, no estacionamento do hipermercado, com uma cena tipicamente brasileira.

Observe, nas fotografias abaixo, a civilidade demonstrada pelo motorista de um Fiat Uno, placa de Guarulhos, DZX 6849, ocupando duas vagas de um local absolutamente disputado.

Não era o único, mas chamou a atenção por ser mais “exibicionista”.

Não é improvável que, em seu meio social, esbraveje contra a corrupção, desmandos policiais, gente sem educação e tudo o mais que boa parte dos brasileiros, típicos, costuma fazer, sem dar solução à própria falta de educação.

carro carrefour 1

carro carrefour 2

carro carrefour 3

 

Em mensagem, ex-vice reclama de utilização do mailing do Corinthians para campanha política

dezembro 26, 2015

fogo amigo

Por FELIPE EZABELLA*

À Ouvidoria, Presidência da Diretoria e do Conselho Deliberativo.

Boa tarde,

Um comunicado de feliz natal oficial da diretoria, em nome da diretoria, é plenamente comum e aceitável.

Agora a de um candidato (nada contra a pessoa) querendo utilizar os veículos oficiais do clube é inadmissível. Comunicado escrito “Alo Presidente”, “pássaros cantam felizes”, pra quem acompanha o dia a dia do clube, sabe perfeitamente qual é o intuito.

Lamentável, mais uma vez.

Não existe um filtro? Não existe noção?

A administração do estádio do clube e seus programas está uma VERGONHA.

*Felipe Legrazie Ezabella é advogado, ex-vice de Esportes Terrestres da gestão Andres Sanches, fala, sem citar nome, do atual vice-presidente do Corinthians, André Negão, em recente episódio exposto pelo blog no link a seguir: 

https://blogdopaulinho.wordpress.com/2015/12/24/ex-bicheiro-vice-do-corinthians-utiliza-se-de-mailing-do-fiel-torcedor-para-fazer-politica/

Lula e o comunismo

dezembro 26, 2015

lula fidel

(transcrição de entrevista do então líder sindical Lula à Rede Tupi, em 1979)

“O comunista pra mim é aquela pessoa que não tem coragem de dizer as coisas em público, diz no pé da orelha dos outros, e que sempre pensa ser o dono da verdade. Essa é a definição que eu tenho do comunista.”

“O comunista profissional é aquele que prega a distribuição de renda, diz que é pobre e chega na época das eleições consegue gastar alguns bilhões de cruzeiros na sua campanha para se eleger deputado. Este é o político profissional. É aquele que diz que é pobre, que é operário, e gasta bilhões de cruzeiros para se eleger deputado e senador.”

“Operário é aquele que pede menos nesta terra. O operário é aquele que dá tudo de si para o engrandecimento da pátria e é o que menos recebe. O operário é, acima de tudo, o responsável pela grandeza dessa terra. É o responsável, até, de proporcionar viagens de iates para meia duzia de brasileiros que são privilegiados. O operário, em síntese, é tudo aquilo que pessoas honestas gostariam de ser.”

Braço direito de Marco Polo Del Nero é demitido da Federação Paulista de Futebol

dezembro 26, 2015

12marionete

Responsável por toda a informática da Federação Paulista de Futebol e também da CBF, Fernando França, para muitos, braço direito de Marco Polo Del Nero (há quem diga, com participação em episódios nebulosos envolvendo espionagem de adversários) acaba de ser demitido da entidade.

Banido, é a palavra utilizada pelos funcionários remanescentes, aliviados com a decisão.

Resta saber até que ponto o episódio foi consentido por Del Nero ou se existe algum tipo de “aviso” enviado ao dirigente pelo novo mandatário, Reinaldo Carneiro Bastos, até então, aliado.

O histórico de sucessões da FPF, e de conduta dos referidos cartolas, dá margem a qualquer das interpretações.

Prisão de parceiro Andre Esteves obriga WTORRE a assinar promissórias para amenizar dívidas

dezembro 26, 2015

wtorre.jpg

Antes do final do ano, reunião na WTORRE (controladora da Arena Palestra), endividada até o pescoço após sucessivos negócios de empréstimos com bancos governamentais ou parceiros do Governo, decidiu por nova emissão de Notas Promissórias ao mercado, na tentativa de amenizar os problemas.

R$ 53,6 milhões.

Em série única, serão 268 NPs com o valor de R$ 200 cada.

Desta feita, o grupo não conseguiu socorrer-se com o parceiro BTG-Pactual, que teve o presidente, André Esteves, recentemente, detido sob acusação de corrupção.

Vale lembrar que a incorporadora construiu o estádio palestrino (assim como outros empreendimentos) sem colocar a mão no bolso (a princípio) utilizando-se de empréstimos bancários, emissão de debentures, agora, Notas Promissórias, e demais subterfúgios de administração, no mínimo, temerária, que elevaram a dívida total da empresa em alguns bilhões de reais.

Rio de Janeiro: é bom, mas é ruim

dezembro 26, 2015

lagoa - rio

Da FOLHA

Por MARILIZ PEREIRA JORGE

Há no Rio um restaurante simples, mas com comida fantástica, um dos programas mais agradáveis de se fazer na cidade. Cariocas da zona sul desconhecem ou ignoram porque fica na Barra da Tijuca. Para os cariocas da zona sul a Barra não é o Rio.

Meus pais estão na cidade para as festas de fim de ano e hoje, enquanto você lê esta coluna, devo estar a caminho do Bar do Cícero, esse achado na Ilha da Gigoia, na Lagoa da Tijuca, no começo da Barra.

Todos que eu arrasto saem maravilhado com os pasteizinhos de camarão, de lagosta e de siri, as moquecas e peixes grelhados, cervejas geladíssimas, caipirinhas saborosas e preços que não provocam azia.

O caminho feito de barquinho (R$ 4) mostra casas luxuosas entre moradias simples, uma vista espetacular da pedra da Gávea, espaços de festas, clubes náuticos, tudo banhado pela luz do sol que reflete na água e deixa tudo com jeitão de paraíso.

Seria maravilhoso, não fosse um detalhe: as águas fétidas. Cocô para todo lado. Então, sempre me vejo avisando de antemão que o passeio é bom, mas tem esse porém. Percebi que ao me deparar com certas situações me baixa o santo do Tom Jobim e lá estou repetindo que tal coisa é boa, mas é uma merda.

Essa região fazia parte do compromisso de despoluição assumido pelo governo estadual, assim como o Complexo Lagunar de Jacarepaguá, a Lagoa Rodrigo de Freitas e a Baía da Guanabara. Você sabe o que aconteceu.

As pessoas continuam morando à beira do cocô, praticando esportes no meio do cocô, passeando de barco sobre o cocô. Porque a maioria das coisas no Rio de Janeiro ou é abandonada ou feita nas coxas.

Viver no Rio é resumidamente isso, bom, mas uma merda. E eu me vejo o tempo todo me desculpando pelas cagadas que transformaram a cidade nesse caos paradisíaco.

Queria muito acreditar que um evento como a Olimpíada deixará legado maior do que uma região revitalizada, um novo museu, complexos esportivos. De que adianta tudo isso se o básico não é resolvido?

Os hospitais estaduais colapsam, e o governo, o mesmo que disse que limparia as águas da cidade, diz que a culpa é da desaceleração da economia. Mas, veja só, no ano de grana curta o mesmo governo aumentou de 613 para 689 o número de cargos comissionados, onerando a folha de pagamento em R$ 324 mil, segundo reportagem do RJTV.

Na mesma semana, o Museu do Amanhã abre as portas e a imagem que fica da inauguração é que um dos maiores problemas do brasileiro é a educação –ou a falta dela.

Passando pela favela da Rocinha, meu pai, que não vinha ao Rio fazia 35 anos, diz que cresceu, mas continua igual. Conto que a área ganhou complexo esportivo, passarela desenhada por Niemeyer, unidade pacificadora. Bom, não é mesmo?

Bom, mas continua com o “valão” de esgoto numa das vias principais, que deságua todinho na praia de São Conrado. Deve ser inaugurado um teleférico. Quem precisa de esgoto quando se ganha um teleférico?

E assim a gente segue, entre um museu moderno aqui, uma estação nova de metrô acolá, hospitais falidos, praias que fedem, povo mal educado, pobres de um lado do túnel, ricos do outro, cervejas geladas, corridas na orla, pôres do sol, enquanto o evento esportivo mais importante do mundo bate a nossa porta.

Vai ser bom? Vai. Mas as coisas aqui vão continuar uma merda.


%d blogueiros gostam disto: