Advertisements

Inabilidade na demissão de Adriano

Apesar dos pesares, e das atitudes de Adriano durante sua passagem pelo Corinthians, o clube cometeu grave equívoco na condução de seu desligamento.

Em primeiro lugar, seria plenamente justificável manda-lo embora por “justa causa”, desde que se tivesse sido tomada esta atitude no momento da demissão, ou no período em que os atos falhos do jogador foram cometidos.

Porém, após anunciar no site oficial que a rescisão houvera sido “amigável”, e, depois, entrar em litígio, anunciado ontem publicamente, os dirigentes alvinegros assinaram novo atestado de incompetência.

É evidente que Adriano entrará na Justiça e cobrará não apenas o que tinha para receber, mas também indenizações criadas por mais este ato de inabilidade.

Fala-se ainda que o Imperador estaria, nos bastidores, comentando sobre possível erro médico na cirurgia de sua última contusão, que o deixou meses fora do gramado, e da qual nunca se recuperou plenamente.

Levando-se em consideração que a equipe que o operou era chefiada pelo Dr. Joaquim Grava, há enorme possibilidade do reclamante estar com a razão.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: