Advertisements

Portas fechadas

Da FOLHA DE SÃO PAULO

PAINEL FC

Dividida

“Se sair do Palmeiras, ele pode arrumar as malas para o exterior ou parar. Aqui não tem espaço”

De KALIL ROCHA ABDALA, diretor jurídico do São Paulo, sobre o futuro do técnico Vanderlei Luxemburgo

Facebook Comments
Advertisements

100 comentários sobre “Portas fechadas

  1. Juliano

    Hahahahaha….

    Engracado, pois sempre que questionado in off, como em algumas palestras do seu curso, ele diz que nunca trabalharia no SP pois la treinador nao escolhe jogador e nao escala o time…..

    Mas como a midia é tricolor, vamos bater no melhor tecnico do Brasil, incontestavelmente o maior vencedor, mas que esta no Palmeiras…aí junta o útil ao agradável…..huahuahuahuahau….fazem 5 rodadas que a midia desestabiliza o Palmeiras…e com sucesso, com intriguinhas criadas pelos adversarios!!

    Vamos bater palmas pro Murici, afinal ele é um exemplo de caráter…(por favor ninguem puxe as entrevistas de meses atras e compare com suas palavras atuais que esse treco de caráter cai por baixo…)

    Afinal, ja decidiram se é Murici ou Muricy? Ate nisso ele copia o Luxa? KKKKK

  2. Cuore Tricolore

    Meu maior orgulho é dizer que nunca fomos e jamais seremos reféns do Luxemburgo, negar-lhe é sinônimo de sabedoria administrativa.

  3. Rafael Machado

    Esperar o que né Paulinho??

    Depois de acusar o SPFC de jogar gás nos próprios jogadores (atitude que só se esperaria dele mesmo), até mesmo porque ele sabe o que aconteceu….

    Esperar o que?? A diretoria do SPFC tá mais é que certa mesmo…..

  4. Ramón

    Como diz o ditado, dois bicudos não se beijam. SP e WL nunca dariam certo, mesmo… teria egocentrismo e arrogancia demais nessa situação.

  5. alessandro

    Juliano

    O Frango do Marcos é culpa da imprensa?? O chocolate que vcs tomaram do Flamengo é culpa da imprensa???

    Acho q já passou da hora de vcs cairem na real, e verem que cvs não são nada a anos ( mais de 20 )…

  6. Carlos Almeida

    Não é só isto, o São Paulo jamais contrataria um treinador, que quisesse impor uma comissão técnica do tamanho que o VL tem. Alguém em sã consciência imagina o JJ mandando embora o Milton Cruz, o Carlinhos Neves e seus auxiliares, O Luís Rosan, O Sasaki e sua equipe, o Dr. Sanches e o dr. Turíbio, que estão no clube a anos, para embarcar na aventura Luxemburgo? Só louco pode pensar nisto. Aliás trazer toda a cara estrutura para ganhar um paulistinha não compensa e preferível ficar com o Muricy, que se não vai bem na Libertadores é pelo menos o rei do brasileirão, viu Juliano.

  7. sergio murilo

    Que arrogancia desse Diretor! Álias quem é esse cara?Que é São Paulino já sabemos,pois a maneira fidalga de se comunicar é própia dos ´ríncepes do Morumbi.

  8. carlos lopes

    A imprensa que desestabilizou o palmeiras?
    Só rindo,perderam do inter de 3 do flu de 3 do fla de 5
    e é culpa da imprensa?

    como choram…..

  9. tiago

    o duro é ter que aturar a choradeira desses palmeirenses….
    então foi a imprensa que desestabilizou o time????
    só por deus.

  10. Kiko

    Quando a imprensa empurrou o Palmeiras pra cima dizendo aos 4 ventos que o verdão tinha o melhor elenco do Brasil , era o favorito para a conquista do brasileirão , os verdes não protestaram.
    Quando chega a hora da verdade , no momento de ver quem é quem , vem o fracasso e a lamentação de sempre , e o velho e tradicional despeito verde.

  11. Rafael Mussi

    A imprensa está criticando porque o Palmeiras fez por merecer. Estivesse o Palmeiras com aqueles “timecos” de alguns tempos atrás e a cobrança não seria tanta. Só é cobrado quem tem competência e o Palmeiras e palmeirenses têm que aceitar.
    O São Paulo também chegou a ser bombardeado pela mídia, também por merecimento, até alguns dias atrás.
    Aí a gente vê a capacidade que cada um tem para se recuperar. Em vez de ficarem reclamando, poderia tentar, ao menos jogar mais um pouquinho de bola (time para isso, tem) e terminar de uma forma não tão ruim.

  12. Lucas

    ridículo esse blog ficar atacando o luxemburgo toda hora.

    nao acho que técnicos brasileiros sehjam lá exemplo de ética….

    se bem me recordo, felipão mandava bater e mandou banana pra gavioes uma vez……..e hj recebe dinheiro de abramovic, tào canalha quanto berezovsky.

    murici pressiona arbitragem, e as suas entrevistas são bizarras…..esculacha a imprensa e parece um velho ranzinza de 100 anos….

    desculpas, mas luxa tem muitos, mas muitos mais títulos que o muricy, que por sinal, só ganha em ponto corrido….

    é engraçado como essa imprensa lambe lambe de são paulino não lembra que um tal técnico leão esteve lá há pouco tempo.

    ele é ético?

    vamos para com hipocrisia.

    luxemburgo é muito, mas muuuuuuuioto melhor que o muricy.

    o resto é inveja.

  13. Marcos

    Sem dúvida. Até porque o time do Jardim Leonor não tem condições de pagar os elevados salários do melhor técnico de todos os tempos.

    Estão com o estádio penhorado, são recordistas em ações trabalhistas, têm a maior dívida com o governo, dentre os times da capital….

    E, agora, secou a fonte, pois a LG vai pular fora ( provavelmente, pelo mau retorno…. mas tb, quem manda pagar 15 milhões de reais por ano ao SPFC??? É evidente que se trata de um péssimo negócio…. ) e nenhuma empresa quer patrocinar tal time…. a imprensa são paulina plantou várias notícias tentando valorizar o time do Jardim leonor, mas é tudo mentira, conforme vemos no post abaixo, sobre a desistência da Philips ( que ia fazendo um péssimo negócio, mas abriu o olho a tempo ).

    Tiveram que copiar o Palmeiras, pedindo uma parceria com a Visa e outra com a WTorre…. a Visa foi mais caridosa……

    Mas nem sempre dá pra copiar o Palmeiras em tudo. O tald e Kalil tem razão. O Luxemburgo tem que continuar no Palmeiras.

  14. Marcos

    Só pra acrescentar um detalhezinho que faltou. O SPFC é o time paulistano que mais deve ao governo e que o menos arrecada ( claro, a participação é diretamente proporcional ao tamanho da torcida ) na Timemania, mesmo pedindo para seus torcedores jogarem na loteria.

    Aí estão os dados atualizados.

    RANKING ACUMULADO DA TIMEMANIA NOS 38 CONCURSOS REALIZADOS ATÉ AGORA:

    1º FLAMENGO RJ 4.338.865 8,41%

    2º CORINTHIANS SP 3.364.814 6,53%

    3º PALMEIRAS SP 2.620.538 5,08%

    4º SAO PAULO SP 2.408.775 4,67%

    5º GREMIO RS 2.142.665 4,16%

    6º SANTOS SP 2.073.705 4,02%

    7º INTERNACIONAL RS 1.826.978 3,54%

    8º VASCO DA GAMA RJ 1.750.444 3,39%

    9º CRUZEIRO MG 1.526.493 2,96%

    10º BOTAFOGO RJ 1.474.265 2,86%

    Fonte: http://www1.caixa.gov.br/loterias/loterias/timemania/colocacao_acumulado.asp

  15. alessandro

    Marcos

    É, so faltou falar que o proximo projeto do SP é ficar 10 anos sem ganhar nada para imitar o Palmeiras… hauahuhauahahaua

  16. alessandro

    Ranking de clubes que tem mais OTÁRIOS QUE APOSTAM NA TIMEMANIA:

    1º FLAMENGO RJ 4.338.865 8,41%

    2º CORINTHIANS SP 3.364.814 6,53%

    3º PALMEIRAS SP 2.620.538 5,08%

    4º SAO PAULO SP 2.408.775 4,67%

    5º GREMIO RS 2.142.665 4,16%

    6º SANTOS SP 2.073.705 4,02%

    7º INTERNACIONAL RS 1.826.978 3,54%

    8º VASCO DA GAMA RJ 1.750.444 3,39%

    9º CRUZEIRO MG 1.526.493 2,96%

    10º BOTAFOGO RJ 1.474.265 2,86%

    Fonte: http://www1.caixa.gov.br/loterias/loterias/timemania/colocacao_acumulado.asp

    A participação é diretamente proporcional à burrice de seus torcedores

  17. Flavio

    Esse Marcos é um fanfarrão. Vejam como o Palmeiras é muito valorizado pela FIAT.
    O real valor do patrocínio palmeirense
    31 JAN
    De primeira
    Por Paulinho e Vitor Birner
    Foi divulgado que era de R$ 19 milhões, o maior do país.
    Se fosse verdade, teria sido uma façanha dos homens que comandam o Palmeiras.
    Algum tempo sem títulos importantes e fora da Copa Libertadores, como poderia a marca Palmeiras ter valor acima das de Flamengo e São Paulo que vão jogar o torneio continental.
    Faz alguns dias, recebemos de Fredy Junior, nosso colega da rádio Jovem Pan, a ata de uma reunião do COF palmeirense realizada em 19 de dezembro.
    Os valores do patrocínio no documento são bem diferentes.
    Aliás, são iguais aos divulgados por Fredy Junior, Diário de São Paulo e Globo.com.
    R$ 8,5 milhões.
    Mesmo assim, como exige o bom jornalismo, fomos checar a veracidade da documentação.
    E é verdadeira.
    Quem nos confirmou foi Luis Gonzaga Belluzzo, diretor de planejamento do Palmeiras, um dos principais lideres da atual diretoria.
    Abaixo, você pode ler o trecho escaneado que mostra o valor do patrocínio.

    Se quiser ler a ata inteira basta clicar no link.
    http://blogdobirner.net/wp-content/uploads/2008/01/ata-cof009.pdf
    Chamamos a atenção para outro detalhe, o contrato é de um ano, não de três.

  18. Flavio

    Esse Marcos é um Fanfarrão.
    Internacional 3 x 0 Palmeiras
    Palmeiras 0 x 3 Sport
    Palmeiras 0 x 1 Grêmio
    Flamengo 5 x 2 Palmeiras

    Isso é qué time de decisão.

    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!

  19. Flavio

    Esse Marcos não sabe o que fala.
    A Timemania vai ser extinta por falta de arrecadação. Esse ranking que ele mostra é falso e uma atitude desesperada de atenção, afinal, mais uma vez a Periquita nadou, nadou, nadou, nadou e morrreu na praia.
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!
    Periquita Pipoqueira!!!

  20. Vagner

    blog do birner é referência? rsrs. O cara é tão torcedor, jornalisticamente falando, quanto o pessoal da MV. A diferença que um trabalha na Cultura, que por ser estatal deveria, esportivamente falando, ser mais democrática nos seus programas esportivos, onde o Palmeiras não tem representante e é ironizado constantemente.

  21. Carlos Almeida

    Alessandro, eu já escrevi isto para este maluco Marcos, mas ele insiste em querer afirmar, que com estes números o Palmeiras tem a terceira maior torcida do Brasil. Tem sim como já falamos o terceiro maior número de trouxas, e o Marcos deve ser um deles, que embarcou nesta falcatrua chamada Timemania.

  22. Cassio

    CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS

    Pesquisa inédita do Datafolha mostra onde se concentram os torcedores de futebol nos 96 distritos da cidade de São Paulo

    Jornal Agora/Datafolha

    A amostragem sobre a preferência futebolística que o Jornal Agora publica hoje (ontem) faz parte de uma pesquisa do Datafolha chamada “DNA Paulistano”, na qual se traça um perfil dos quase 11 milhões de habitantes dos 1.509 km² da cidade de São Paulo, divididos em oito regiões – norte, noroeste, oeste, centro, leste, extremo leste, sul e extremo sul – e subdividos em 96 distritos.

    A Fiel torcida continua na frente, com 33,3% das pessoas afirmando serem torcedoras do Timão. O Corinthians lidera em nada menos que 81 dos 96 distritos paulistanos.

    O São Paulo é o segundo clube no gosto da galera, com 22,2% de preferência, seguido pelo Palmeiras, que amealha 14,2%. Um detalhe interessante é que os palmeirenses estão na frente em apenas um distrito, e não é Perdizes, onde fica o Palestra Itália, e sim na Lapa, com expressivos 29%.

    Os Santistas vêm em quarto lugar, com 5,9% de seguidores na capital paulista. A cidade de São Paulo é um grande centro migratório, e isso também é verificado com relação aos clubes de futebol. Tanto que 4,6% dos entrevistados disseram torcer por outros clubes. Dentre eles, o Flamengo lidera, com 2%, índice bem maior do que o da Portuguesa, que tem 0,3% de fãs.

    A pesquisa “DNA Paulistano” foi realizada entre os dias 23 de fevereiro e 21 de junho e foram entrevistadas 28.389 pessoas com 16 anos ou mais, equivalentes a 0,26% da população adulta de São Paulo (Fundação Seade, 2007). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

    O levantamento contou com 114 profissionais, dos quais 65 eram pesquisadores de campo. A pesquisa foi feita por amostragem com um mínimo de 300 entrevistas por distrito, com sorteio aleatório, mas que obedece a cotas de sexo e faixa etária baseadas em dados do IBGE de 2000, assim como a ponderação dos dados por distrito e agrupamento de setores censitários

  23. geraldo lina

    Cuore Tricolore Disse:

    Novembro 21, 2008 às 7:52 am
    Meu maior orgulho é dizer que nunca fomos e jamais seremos reféns do Luxemburgo, negar-lhe é sinônimo de sabedoria administrativa.

    *** ***** *

    EU, LUIS GERALDO LINA SANTINI, assino embaixo.

    ERO, ERO, ERO, TIME DE PIPOQUERO
    ERO, ERO, ERO, TIME DE PIPOQUERO
    ERO, ERO, ERO, TIME DE PIPOQUERO
    ERO, ERO, ERO, TIME DE PIPOQUERO
    ERO, ERO, ERO, TIME DE PIPOQUERO
    ERO, ERO, ERO, TIME DE PIPOQUERO

  24. Justiceiro

    Contra fatos não há argumentos…

    Média de público em campeonatos brasileiros

    1. Flamengo: 25.989
    2. Bahia: 24.983
    3. Atlético Mineiro: 24.602
    4. Corinthians: 21.999
    5. Cruzeiro: 19.378
    6. Palmeiras: 18.296
    7. Internacional: 18.158
    8. Vasco: 17.579
    9. São Paulo: 16.303
    10. Grêmio: 15.924
    11. Fluminense: 15.496
    12. Santa Cruz: 15.721
    13. Fortaleza: 14.635
    14. Paysandu: 14.610
    15. Santos: 14.210
    16. Ceará: 13.955
    17. Sport: 13.815
    18. Goiás: 13.666
    19. Remo: 13.578
    20. Botafogo: 13.132
    21. Coritiba: 12.750
    22. Vitória: 12.985
    23. Náutico: 10.761
    24. Atlético Paranaense: 10.523
    25. Figueirense: 10.041
    26. Guarani: 8.769
    27. Ponte Preta: 7.953
    28. Paraná: 7.603
    29. Criciúma: 6.266
    30. Juventude: 5.386

    Créditos: Revista Placar (Guias do Brasileirão)

  25. Justiceiro

    Contra fatos não há argumentos…

    Campeões de público, ano a ano, em Brasileiros

    1971: Desconhecido.
    1972: Corinthians 40.719
    1973: Flamengo 33.660
    1974: Vasco 36.619
    1975: Internacional 46.491
    1976: Corinthians 47.729
    1977: Atlético Mineiro 55.664
    1978: Palmeiras 31.359
    1979: Internacional 46.491
    1980: Flamengo 66.507
    1981: Flamengo 43.614
    1982: Flamengo 62.436
    1983: Flamengo 59.332
    1984: Flamengo 38.543
    1985: Bahia 41.497
    1986: Bahia 46.291
    1987: Flamengo 47.610
    1988: Bahia 35.537
    1989: Flamengo 21.300
    1990: Atlético Mineiro 26.748
    1991: Atlético Mineiro 26.763
    1992: Flamengo 42.922
    1993: Corinthians 37.330
    1994: Atlético Mineiro 22.673
    1995: Atlético Mineiro 21.072
    1996: Atlético Mineiro 25.449
    1997: Atlético Mineiro 23.342
    1998: Cruzeiro 28.384
    1999: Atlético Mineiro 42.322
    2000: Fluminense 20.219
    2001: Atlético Mineiro 30.679
    2002: Fluminense 25.666
    2003: Cruzeiro 26.366
    2004: Corinthians 13.547
    2005: Corinthians 27.330
    2006: Grêmio 25.630
    2007: Flamengo 39.221

    Classificação

    1. Flamengo: 10
    2. Atlético Mineiro: 9
    3. Corinthians: 5
    4. Bahia: 3
    5. Cruzeiro, Fluminense, Internacional: 2
    6. Grêmio, Palmeiras e Vasco: 1
    7. Avaí, Bangu, São Paulo-SP, São Paulo-RS e outros: 0

    Fonte: Revista Placar

  26. Flavio

    O Justiceiro, qual é o fato? Dependendo do que vc tá falando eu posso argumentar sim, por exemplo:
    Desde 1985 as pesquisas de todos os institutos de pesquisa, eu disse todos os institutos de pesquisa, dizem que a porcada foi ultrapassada e é menor que a torcida do TRICOLOR.
    Ou seja, um time dom 20 anos a menos de histporia conseguiu ultrapassar em nº de títulos; património e em TORCIDA.
    Quanta competência do time das periquitas pipoqueiras!!!!!!

  27. Justiceiro

    Contra fatos não há argumentos…

    Não vou colocar a média em Paulistas agora, mas para informação geral, a ordem é a seguinte: 1º Corinthians, 2º Palmeiras, 3º São Paulo, 4º Santos, 5º Portuguesa.

    Portanto, meus parabéns ao SPFW por ter a 3ª maior torcida do estado e a 9ª maior do país.

    Sem mais…

  28. tiago

    o palmeiras não vai ser campeão mais a timemania blá blá blá.
    O PALMEIRAS TENTA SER IGUAL AO SÃO PAULO E NÃO CONSEGUE MAS A TIMEMANIA BLÁ BLÁ BLÁ.
    O PALMEIRAS VAI CONTINUAR NA FILA ,PORÉM A TIMEMANIA BLÁ BLÁ BLÁ.
    COMO PALMERENSE É TROUUXA , OQUE A CARENCIA DE TITULOS FAZ COM OS TORCEDORES DESSA ENTIDADE ,É IMPRESSIONANTE COMO SÓ FALAM AGUA.
    O PALMEIRAS É O TERCEIRO NA TIMEMANIA POR QUE SEUS TORCEDORES SAO TODOS IDOSOS APOSENTADOS QUE JOGAM PARA PASSAR O TEMPO OU VCS ACHAM QUE O PALMEIRAS É O TERCEIRO PELA CAMPANHA DOS ULTIMOS 8 ANOS?

  29. Juliano

    Futbusiness…o SP é o melhor negociante do mercado, detentor das maiores influencias, arruma tudo por fora. Poxa gente, nem precisamos ir muito longe, apenas 1 dos milhares de erros a favor, o incontestável contra o Botafogo já mudaria o líder e o campeao!!

    Murici, dizem ser ótimo, mas pegar um time já montado pelo Cuca e já arrumado e melhor do mundo pelo Autuori é facil ser campeao, ainda mais se for esse ano, com sempre 14 em campo. Quero ver ganhar com Bragantino, Criciúma ou Paulista de Jundiaí ou outros como Luxa, Scolari e Mancini!!

    Po ele pegou um time que jogava bonito, enfiou meia dúzia de brutucus ali e há 2 anos joga na pancada, chuveirinho e apito, dá licenca viu, ainda bem que o Dunga enfiou 6 em Portugal, porque se for pra enganar o torcedor, que seja com o Dunga, pelo menos ele representa alguma coisa pro futebol brasileiro.

  30. Weslley

    flávio só uma correcão o jogo entre seps e inter foi 4 a 1 pro inter.

    Justiceiro o que tem a ver média de público com tamanho de torcida? cada torcida tem seu estilo, o fato de uma torcida comparecer no estádio mais que a outra não quer dizer que seja maior ou menor do que as demais. um exemplo é as torcidas de Gremio e atlético mineiro que sempre lotam estádio e nem por isso são maiores do que as do flamengo corinthians são paulo palmeiras etc…

  31. Justiceiro

    Flavio, apesar do termo desrespeitoso que você utilizou (os são-paulinos estão liberados pra fazer isso neste blog, mas eu não posso te chamar de b… porque senão sou censurado, vai entender), vou responder facinho:

    1. Você precisa se informar melhor, pois entre as muitas pesquisas de torcidas realizadas nos últimos 10 anos, existem algumas (Datafolha, de 2001, por exemplo, há outras também) que apontam a torcida do Palmeiras como maior.

    2. Em todas essas pesquisas, existe um empate técnico entre as torcidas do Palmeiras e do SPFW. Fato.

    3. Pesquisa de verdade é no estádio. O resto é papo furado, já vi essas pesquisas apontarem um ganhador em eleição e depois sair outro. No estádio, não tem conversa. Ou tem torcida ou não tem. Simples assim.

    Portanto, meus parabéns ao SPFW por ter a 3ª maior torcida do estado e a 9ª maior do país.

  32. Justiceiro

    Weslley, a sua pergunta é séria? Você acha que a média de público não tem nada a ver com tamanho de torcida??? Pode-se compreender que o Bahia leve mais torcedores e não necessariamente tenha maior torcida, pois estamos falando de uma cidade que tem apenas dois times e cuja maior torcida é muito mais numerosa que qualquer outra.

    Mas e no caso do SPFW? Qual é o argumento para levar menos gente? Ora, os mesmos são-paulinos dizem que seu time é o maior vencedor, que tem os melhores números, não sei o quê. E ainda assim levam menos gente? Imagina se fosse ao contrário…

    Concordo que cada torcida tem seu estilo. A do SPFW é só ir quando está na bica de ser campeão, não é mesmo? Bom, se é assim, ficamos em que o SPFW tem mais torcida, só que é menos apaixonada. Por mim tudo bem.

    Portanto, meus parabéns ao SPFW por ter a 3ª maior torcida do estado e a 9ª maior do país.

  33. alessandro

    Classificação
    1. Flamengo: 10
    2. Atlético Mineiro: 9
    3. Corinthians: 5
    4. Bahia: 3
    5. Cruzeiro, Fluminense, Internacional: 2
    6. Grêmio, Palmeiras e Vasco: 1
    7. Avaí, Bangu, São Paulo-SP, São Paulo-RS e outros: 0

    Partindo da linha de raciocinio do Justiceiro, a torcida do Atletico Mineiro é maior que a do Corinthians, as do Cruzeiro, Fluminense e Inter são maiores que a do SP e do Palmeiras ..

    Parabéns Justiceiro!! Vc está quase conseguindo bater o Marcos em argumentos sem noção!!!

  34. alessandro

    Juliano Disse:
    Novembro 21, 2008 às 3:44 pm

    E Deus permita que o Gremio seja campeao….

    Vc é torcedor do Grêmio ou o seu time não tem mais chance de superar o São Paulo?? hauhauahauhah

  35. geraldo lina

    caro mediocre JUSTICEIRO, tu eh um ZEH MANEH !!!
    e dos ZEH MANEHS, tu es o primeiro !!!

    sacou a honra ???
    parodiei o hino mais cantado nos ultimos anos e te inclui na letra.

    PERDAO SAO PAULO.

    mas vamos lah.
    foi isso que te restou ? se consolar nesta mentira que a torcida do palmeiras eh maior que a do SAO PAULO FC ???

    como eu to trabalhando agora, nem vou conseguir achar alguns links pra esfregar na tua tomada, ou fuca como queira.
    mas meu, para com isso vai. o IBOPE jah mostrou, o DATAFOLHA jah mostrou, a GLOBO jah mostrou, o CENSO jah mostrou, o MUNDO sabe.

    tu eh um cara inteligente brother, procura outra coisa pra encher o nosso saco vai.

    *** ***** *
    nao te mando tu ir se catar pq tu eh um dos poucos palmeirenses que tem neuronios neste blog, assim meu respeito pra voce.

    mas de vez em quando tu vacila…

  36. Cassio

    PESQUISA DATAFÔLHA 2008

    Posição Clube Torcida
    percentual
    1 Flamengo 17 %
    2 Corinthians 12 %
    3 São Paulo 8 %
    4 Palmeiras 6 %
    4 Vasco 6 %
    6 Grêmio 4 %
    7 Cruzeiro 3 %
    7 Internacional 3 %
    9 Atlético Mineiro 2 %
    9 Botafogo 2 %
    9 Santos 2 %
    9 Seleção Brasileira 2 %
    13 Bahia 1 %
    13 Fluminense 1 %
    13 Sport 1 %
    13 Vitória 1 %
    Outros 6 %
    Nenhum 26 %

    PESQUISA REVISTA PLACAR 2007

    1 Flamengo 18,1 % 33,0
    2 Corinthians 13,2 % 24,0
    3 São Paulo 7,3 % 13,3
    4 Palmeiras 6,5 % 11,8
    5 Vasco 5,5 % 10,0
    6 Cruzeiro 3,7 % 6,7
    7 Grêmio 3,5 % 6,4
    8 Santos 2,7 % 4,9
    9 Internacional 2,6 % 4,7
    10 Atlético Mineiro 2,0 % 3,6
    11 Botafogo 1,5 % 2,7
    12 Fluminense 1,2 % 2,2
    13 Bahia 1,1 % 2,0
    14 Sport 1,0 % 1,8
    15 Vitória 1,0 % 1,8
    16 Remo 0,7 % 1,3
    17 Paysandu 0,6 % 1,1
    18 Atlético Paranaense 0,5 % 0,9
    19 Santa Cruz 0,5 % 0,9
    20 Seleção Brasileira 0,4 % 0,8
    21 Coritiba 0,3 % 0,5
    22 Juventude 0,2 % 0,4
    23 América (MG) 0,1 % 0,2

    PESQUISA IBOPE 2007

    1 Flamengo 19,1 %
    2 Corinthians 14,4 %
    3 São Paulo 9,1 %
    4 Palmeiras 7,2 %
    5 Vasco 5,5 %
    6 Cruzeiro 3,7 %
    7 Grêmio 3,5 %
    8 Santos 2,7 %
    9 Internacional 2,6 %
    10 Atlético Mineiro 2,0 %
    11 Botafogo 1,5 %
    12 Fluminense 1,2 %
    13 Bahia 1,1 %
    14 Sport 1,0 %
    15 Vitória 1,0 %
    16 Remo 0,7 %
    17 Paysandu 0,6 %
    18 Atlético Paranaense 0,5 %
    19 Santa Cruz 0,5 %
    20 Seleção Brasileira 0,4 %
    21 Coritiba 0,3
    22 Juventude 0,2 %
    23 América (MG) 0,1 %

    NADA PODE SER DIFERENTE DAS PESQUISAS QUE FORAM FEITAS EM CARATER NACIONAL .

  37. Cassio

    The Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation.

    OVERALL HISTORIC TABLE (by “valid percentages”)
    Team “Valid Percentages” in
    jun/
    1983 oct/
    1993 dec/
    1993 oct/
    1998 jul/
    2000 apr/
    2001 jun/
    2001 jun/
    2002 aug/
    2002 dec/
    2002 jan/
    2004 oct/
    2004 may/
    2006 oct/
    2006 sep/
    2007 jan/
    2008
    1º Flamengo (RJ) 25,5 18,6 23,3 21,6 24,7 21,7 24,0 22,1 20,9 21,6 20,3 23,3 20,3 15,9 22,7 23,0
    2º Corinthians (SP) 14,0 15,3 13,7 15,1 15,6 14,8 14,7 16,9 16,4 17,6 14,9 16,9 17,6 18,3 16,0 16,2
    3º São Paulo (SP) 5,0 8,1 9,6 8,8 9,1 7,9 9,3 9,1 8,9 9,5 9,5 9,4 10,8 12,2 10,7 10,8
    4º Palmeiras (SP) 7,4 4,9 6,8 7,7 10,4 7,7 9,3 10,4 8,9 9,5 8,1 8,3 9,5 6,1 10,7 8,1
    5º Vasco (RJ) 7,4 7,1 5,5 6,7 6,5 7,3 9,3 6,5 8,4 6,8 6,8 7,1 5,4 6,1 6,7 8,1
    6º Grêmio (RS) 4,1 2,9 4,1 5,3 3,9 4,4 5,3 5,2 4,3 5,4 5,4 4,5 5,4 4,9 5,3 5,4
    7º Cruzeiro (MG) 4,1 3,6 4,1 4,1 3,9 4,5 4,0 3,9 5,3 4,1 5,4 4,7 4,1 4,9 4,0 4,1
    8º Internacional (RS) 3,3 3,5 4,1 4,3 2,6 3,6 2,7 2,6 3,4 2,7 2,7 3,3 4,1 3,7 2,7 4,1
    9º Santos (SP) 5,8 3,5 4,1 4,1 3,9 4,0 2,7 2,6 3,5 4,1 4,1 3,5 4,1 3,7 4,0 2,7
    10º Atlético (MG) 5,8 3,7 2,7 2,4 2,6 2,4 2,7 2,6 2,7 2,7 4,1 2,5 2,7 3,7 2,7 2,7
    11º Botafogo (RJ) 4,1 3,8 2,7 2,8 1,3 2,3 2,7 2,6 2,3 1,4 2,7 1,9 1,4 2,4 2,7 2,7
    12º Seleção Brasileira ** ** 2,7 ** 3,9 ** 1,3 ** ** ** ** 0,5 4,1 1,2 1,3 2,7
    13º Fluminense (RJ) 3,3 5,2 2,7 2,2 1,3 1,6 1,3 2,6 3,1 1,4 2,7 1,6 1,4 3,7 1,3 1,4
    14º Bahia (BA) 4,1 2,8 1,4 1,3 1,3 1,5 1,3 1,3 1,6 1,4 1,4 1,4 1,4 2,4 1,3 1,4
    15º Sport (PE) 1,6 2,5 1,4 1,7 1,3 1,5 1,3 * * * 1,4 1,3 1,4 2,4 1,3 1,4
    16º Vitória (BA) * * * 0,8 1,3 0,9 * * 1,0 * 1,4 1,3 * 1,2 * 1,4
    17º Santa Cruz (PE) * 2,3 1,4 0,7 1,3 0,8 1,3 * * * 1,4 0,6 * 1,2 1,3 *
    18º Atlético (PR) * * * 0,6 * * * * 0,3 * * 0,6 * 1,2 * *
    19º Coritiba (PR) * * * * * 0,5 * * 0,2 * 1,4 0,4 * 1,2 * *
    20º Fortaleza (CE) * * * * * 0,4 * * * * * * * 1,2 * *
    21º Ceará (CE) * * 1,4 * * * * * * * * * * 1,2 * *
    22º Remo (PA) * * * * * * * * * * 1,4 0,9 * * * *
    23º Paysandu (PA) * * 1,4 * * * * * * * 1,4 0,8 * * * *
    24º Juventude (RS) * * * * * * * * * * * 0,3 * * * *
    25º América (MG) * * * * * * * * * * * 0,1 * * * *
    26º Paraná (PR) * * * * * * * * 0,3 * * * * * * *
    27º Portuguesa (SP) * * * * * * * * 0,2 * * * * * * *
    28º Náutico (PE) 1,6 * * * * * * * * * * * * * * *

  38. luiz carlos

    Pela lógica do Justiceiro, o Atlético MG tem mais torcida que o Corinthians. Parabéns Justiceiro.

  39. Justiceiro

    Geraldo, simples. Se tem mais torcida, então não entendo como perde pro Palmeiras em média de público. Estou buscando uma resposta, não encontro. Aliás, é só ver este blog… Foi só o SPFW chegar à liderança que apareceu um monte de tricoletes que eu nunca havia visto antes por aqui.

  40. Justiceiro

    Cassio:

    Legal você ter posto as pesquisas. Dois pontos:

    1. Pelos dados das pesquisas, o SPFW tem mais torcida. Ainda assim, leva menos gente ao estádio. Hum… Interessante informação.

    2. Pesquisas têm margem de erro entre 2% e 3%. Isso significa que as torcida do Palmeiras e do SPFW estão tecnicamente empatadas. Fato.

  41. Justiceiro

    Luiz Carlos

    Acho válida a sua colocação. Já me referi sobre isso respondendo ao Weslley. Em cidades em que a preferência pelos clubes é polarizada, como Belo Horizonte, Salvador, etc., é normal que haja mais torcida no estádio por parte dos clubes de maior massa. Ocorre assim com o Galo, por exemplo. E, de fato, a torcida atleticana é maior em BH (em %) do que a do São Paulo ou a do Palmeiras em Sampa. Não é difícil entender.

    Mas no caso da capital paulista, não tem como fugir. Tanto em Paulistas como em Brasileiros, o Palmeiras leva mais gente ao estádio do que o SPFW. Aqui, não tem desculpa. Qual pode ser o argumento tricolor para levar menos público, se a sua torcida é tãaaaao maior assim do que a palmeirense?

    Se o SPFW é o maior vencedor do Brasil, como a sua torcida apregoa, é ainda mais disparatada a má colocação são-paulina na média de público. Disparatada e vergonhosa, diria eu.

  42. Cassio

    Margens de erro atendem e servem ambos os lados , portanto a distância segundo dados mencionados acima, sugerem possibilidades que o 2º colocado está muito além dos numeros explicitados, por estar sempre afrente do 3º colocado em tôdas as pesquisas, entre tôdos os institutos. Em havendo altas margens de erro serão sempre favoráveis ao 2º colocado pela estabilidade da sua posição.

  43. luiz carlos

    Então tá. Justiceiro. Agora voce coloca a média de público na Libertadores.
    Em tempo: a torcida não apregoa que o ‘São Paulo é o maior vencedor’. Isto é fato. Ponto.

  44. tiago

    se torcida grande ganhasse títulos não teria pra ninguém:
    A CHINA SERIA CAMPEÃ MUNDIAL DE QUATRO EM QUATRO ANOS.

  45. Justiceiro

    Alessandro:

    Respondido já nos comentários dirigidos ao Weslley e ao Luiz Carlos.

    E duas observações:

    ——————————
    alessandro Disse:
    Novembro 21, 2008 às 12:52 pm
    É, so faltou falar que o proximo projeto do SP é ficar 10 anos sem ganhar nada para imitar o Palmeiras… hauahuhauahahaua

    Pois é. Só que segundo a sua linha de raciocínio (a de que o “Paulistinha” não vale nada), é o Palmeiras que quer imitar o SPFC, ficando 12 anos sem ganhar nada. Hauahuhauahahaua.

    ——————————
    alessandro Disse:
    Novembro 21, 2008 às 1:16 pm
    A participação é diretamente proporcional à burrice de seus torcedores.


    Parabéns, Alessandro!! Vc conseguiu chamar a torcida do SPFW de uma das mais burras do país!!!

    ——————————

    Era só isso que eu queria dizer…

  46. Max Trimundial

    Os palmeirenses que não têm mais o que discutir de futebol agora ficam se apegando a quem tem maior média de público…no futuro eles discutirão o que?…melhor samba enredo entre escolas de torcida?

    triste fim pra um time que já foi grande e que hoje em dia só disputa campeonatos via fax 🙂

  47. geraldo lina

    ahhhhh, mas vc estah misturando as bolas.
    o fato da torcida do SAO PAULO FC ser digamos “ausente” nao quer dizer que voces tenham mais torcedores que nos.
    o problema JUSTICEIRO, eh que o palmeiras nao tem identidade, entao imita os outros. no quesito torcida, imita o corinthians, ou pelo menos tenta.

    a proposito, o corinthians soh tem isso de exemplo pros outros, a sua torcida, soh.

    nos quesitos, vanguarda, planejamento, marketing, infra-estrutura e outras coisas, voces querem imitar o SAO PAULO FC, chegam ateh a falar na imprensa que vao fazer um CFA como o CFA de Cotia.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    esse assunto torcida, caro JUSTICEIRO, eh debate comum em foruns TRICOLORES. essa INFIDELIDADE dos saopaulinos tambem me incomoda.

    *** ***** *

  48. Marcos

    Prezado Flávio, olha o que é time de decisão. No texto abaixo:

    NAS DECISÕES, O PALMEIRAS APLICA UMA GRANDE GOLEADA SOBRE O TIME DO JARDIM LEONOR: PALMEIRAS 6×3 SPFC

    Amigos blogonautas, tendo-se em vista que ” torcedores ” do time sem data de aniversário, a saber, o time dos vira-casacas ( conforme o livro Veneno remédio – o futebol e o Brasil – página 36 ), andam publicando, indevidamente, equivocado histórico das decisões entre o Palmeiras e tal agremiação obscura, venho, por meio desta mensagem, resgatar a verdade e a realidade histórica dos fatos.

    Ao longo da história, o Palmeiras e o time dos vira-casacas sem aniversário se enfrentaram em 9 jogos decisivos, ou seja, que decidiram títulos. Em outras palavras, em 9 oportunidades, os dois times se enfrentaram numa situação em que, ao final destas partidas, um dos dois se tornaria campeão. Abaixo, está a relação de todos eles, sendo que o Palmeiras ganhou 6 e a agremiação menor ganhou apenas 3 títulos após tais confrontos.

    1) Palestra Itália 1×0 SPFC – Campeonato Paulista de 1933

    2) Palestra Itália 4×1 SPFC – Campeonato Paulista de 1940

    3) Palmeiras 3×1 SPFC – Campeonato Paulista de 1942

    4) SPFC 1×0 Palmeiras – Campeonato Paulista de 1946

    5) Palmeiras 1×1 SPFC – Campeonato Paulista de 1950

    6) SPFC 1×0 Palmeiras – Campeonato Paulista de 1971

    7) Palmeiras 0x0 SPFC – Campeonato Paulista de 1972

    8) SPFC 2×1 Palmeiras – Campeonato Paulista de 1992

    9) Palmeiras 0x0 SPFC – Campeonato Brasileiro de 1973

    Em suma, o Palmeiras ganhou sobre o SPFC o Campeonato Brasileiro de 1973 e os Campeonatos Paulistas de 33, 40, 42, 50 e 72. O inverso aconteceu em 46, 71 e 92. Então, o placar geral das decisões indica uma boa goleada alviverde: Palmeiras 6×3 SPFC.

    É importante destacar duas decisões: 1971 e 1942. Em 1971, o SPFC ganhou graças a um gol legítimo que foi roubado do Palmeiras, tantas vezes comentado e reprisado nos programas esportivos. O título paulista de 1971 faz jus às tradições são paulinas de ganhar sempre com roubo e ajuda da arbitragem; portanto, podemos dizer que este de 1971 é o típico título são paulino. Por outro lado, a decisão do Paulista de 1942 foi a primeira partida em que o ex-Palestra Itália fez com o seu novo nome, Palmeiras. Nesta, o Palmeiras ganhava por 3 a 1 e poderia ampliar o placar, pois iria cobrar um pênalti. Foi quando o SPFC FUGIU de campo, pra evitar a humilhação de uma goleada. À época, a fuga covarde do time sem aniversário foi amplamente satirizada e, de forma bem humorada, relacionada ironicamente com a sua sigla, a qual, devido ao fato inusitado, passaria a significar “ Somos Pernetas Fugimos de Campo ”.

    Notamos, ao menos, uma melhora, ainda que precária, na condição moral desta agremiação. É que, em 16 de março de 2008, este mesmo time apanhou de 4 a 1 ( inclusive, com direito a sofrer gol de pênalti nos momentos finais ) deste mesmo Palmeiras e, mesmo levando baile e tomando “ olé ”, permaneceu em campo até o apito final.

    PS: E se aparecer alguém pra contestar as verdades históricas que estão relacionadas acima, fica registrado que as informações referentes aos confrontos decisivos Palmeiras x SPFC foram extraídas do livro “ A História do Campeonato Paulista ”, da Publifolha, cujos autores são Valmir Storti e André Fontenelle. Ou seja, está tudo totalmente comprovado documentalmente, segundo a melhor obra acerca do tema.

  49. Marcos

    A última pesquisa eleitoral Datafolha, para o 1º turno das eleições de São Paulo, indicou: 1º) Marta 35%; 2) Kassab 27%; 3º) Alckmin 19%.

    As urnas revelaram: 1º) Kassab 33,61%; 2º) Marta 32,79%; 3º) Alckmin 22,48%.

    Ou seja, TODOS os resultados da ” pesquisa ” se mostraram completamente ERRADOS. A Marta não terminou em primeiro e não teve os 35% de votos. O Kassab não terminou em segundo e teve bem mais do que 27% dos votos. E o Alckmin foi o único acerto do Datafolha, pois terminou em 3º, no entanto, com mais de 3% daquilo que indicava a pesquisa….. e a margem de erro não é de ” 2% “???? Se era, TODOS ( isso mesmo: TODOS!!!!!!! ) os resultados estavam errados, e houve mais de 2% em CADA UM dos erros!!!!!!

    Isso mostra que a ” pesquisa ” estava completamente equivocada e não era capaz de refletir os números reais, nem sequer de forma aproximada….

    Aí fica a pergunta: se eles erram tanto, por que acreditar nestas ” pesquisa de torcidas ” ????

    Esqueçam essas ” pesquisas ” de torcidas feitas por Ibope, Lance! e Datafolha ( curiosamente, via de regra, elas surgem nas vésperas das negociações de contratos dde transmissão ). A melhor pesquisa de torcidas é a TIMEMANIA. O resto, é resto e deve ser ignorado, conforme provei.

    A TIMEMANIA destruiu todas as ” pesquisas de torcidas ” e as tornou obsoletas.

  50. Marcos

    Flávio, sobre este ” brilhante ” post, vou copiar matéria da Máquina do Esporte, publicada 2 dias após a conquista do Paulistão ( ou seja, bem depois da coluna do são paulino mencionado por vc ). E nem preciso dizer que entre Erich Beting e Vitor Birner existe uma enorme diferença, em termos de isenção e de credibilidade.

    TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2008 – 08h25

    Fiat injeta mais R$ 2,5 mi no Palmeiras

    ERICH BETING
    Da Máquina do Esporte, em São Paulo

    A Fiat, patrocinadora principal do Palmeiras, deve anunciar ainda esta semana um acordo para patrocinar a formação de novos jogadores do clube paulista, campeão estadual no último domingo. Segundo a Máquina do Esporte apurou, a multinacional italiana injetará cerca de R$ 2,5 milhões para os projetos relacionados ás categorias de base palmeirense.

    O acordo só não foi anunciado oficialmente porque ainda passa pelos detalhamentos jurídicos referentes à adequação da proposta para a Lei de Incentivo ao Esporte. A idéia é que todo o projeto seja financiado pela nova legislação, permitindo que a Fiat não precise fazer novo aporte em dinheiro para o clube.

    O projeto palmeirense envolve o desenvolvimento de dois centros de treinamento para as categorias de base em regiões da Grande São Paulo. A idéia é que os locais sirvam como celeiros para a formação de novos jogadores para o time principal, a exemplo do que é feito pelo São Paulo, que tem um CT em Cotia, na região metropolitana paulista.

    Atualmente, a Fiat paga cerca de R$ 12 milhões ao ano para patrocinar a camisa alviverde. O contrato, firmado no final de 2007, tem duração até dezembro próximo, podendo ser renovado por mais dois anos. Desde o início da parceria já havia a previsão de que parte do patrocínio fosse destinada para projetos com o uso de leis de incentivo.

    O acordo é semelhante ao que a Fiat tem com o Atlético Mineiro. No contrato com o clube das Minas Gerais, o projeto “Educação se faz também com esporte” prevê o uso de R$ 1,2 milhão para o desenvolvimento de suas atividades. O plano já foi aprovado pela Lei de Incentivo, sendo o único que envolve a fabricante italiana, segundo informações do site do Ministério do Esporte.

    Fonte: http://maquinadoesporte.uol.com.br/v2/noticias.asp?id=9122

  51. Marcos

    Carlos Almeida ( e outros que escrevem coisas neste sentido ), veja bem. Vc diz que Timemania é ” coisa pra trouxa “.

    Pois bem. O SPFC faz campanha em seu site oficial para que os torcedores apostem neste time na Timemania ( diga-se de passagem é o único time paulista que faz isso ). Dá descontos pra quem provar que jogou e indicou o SPFC como time. Já vi dirigente fazendo apelo para os são paulinos jogarem na Timemania.

    Mas segundo vc, quem joga é trouxa. Ou seja, o seu próprio time está chamando a sua torcida de trouxa.

    E vc continua torcendo por este time? Um time que induz as pessoas a fazerem o que apenas ” trouxas ” fazem?

    Se vc continua torcendo por este time, mesmo achando que quem joga na Timemania é trouxa, então, o que é vc?

  52. Marcos

    Lendo uma das muitas mensagens absurdas de blogonautas desinformados, freqüentadores deste blog, deparei-me com uma besteira que me chamou a atenção….. ela dizia que ” o Palmeiras só ganha um título a cada 10 anos “….. realmente, são impressionantes a falta de informações, de conhecimentos e o analfabetismo futebolístico de alguns dos blogonautas…..

    A fim de contribuir para a melhora do nível de conhecimentos destes, passo a fazer considerações em relação ao desempenho do Palmeiras no período que vai de 1998 a 2008. Em tal lapso de tempo, o “ balanço ” aponta os seguintes feitos:

    TRÊS TÍTULOS NACIONAIS. A Copa do Brasil de 1998 e a Copa dos Campeões de 2000. E o Campeonato Brasileiro da Série B de 2003, que não deixa de ser título nacional oficial, muito embora não goze do prestígio inerente àqueles outros dois.

    UM TÍTULO INTER-REGIONAL. O Torneio Rio-São Paulo de 2000.

    DOIS TÍTULOS INTERNACIONAIS. A Copa Mercosul de 1998 e a Copa Libertadores da América de 1999.

    UM TÍTULO ESTADUAL. O Campeonato Paulista de 2008.

    Em suma, o Palmeiras conquistou 7 títulos neste período.

    Aprofundando um pouco mais esta análise, podemos verificar que, no mesmo período, o Palmeiras chegou a DUAS finais da Copa Libertadores ( 1999 e 2000 ) e a TRÊS da Copa Mercosul ( 1998, 1999 e 2000 ). Só não ganhou os 5 títulos por culpa da arbitragem, mas este é um outro assunto. Ou seja, chegou a CINCO finais de competições oficiais sul-americanas. Qual time chegou a mais finais, neste tempo todo? Apenas UM, o Boca Juniors. O clube argentino chegou a 5 finais da Copa Libertadores e a 2 da Copa Sul-Americana. 7 no total. Apenas 2 a mais do que o Palmeiras.

    Neste mesmo período, o Palmeiras alcançou o 1º lugar no Ranking IFFHS. É, até hoje, o único time brasileiro a atingir o topo. Não faria sentido para o palmeirense comemorar classificações medianas em tal ranking, mesmo porque o Palmeiras já esteve em 1º lugar por QUATRO vezes, façanha ímpar em se tratando de futebol brasileiro. Em 1999, o Palmeiras recebeu troféu do IFFHS, pelo 2º lugar geral daquele ano, o qual se encontra na sala de troféus do Palestra Itália. Na América do Sul, somente mais dois times obtiveram esta mesma classificação: Vasco da Gama ( 1998 ) e Boca Juniors ( 2004 ).

    Em 2000, último ano do Século XX, o Palmeiras ganhou o título de “ Campeão do Século ”, por ser a equipe com melhor desempenho geral até então. Tal fato foi confirmado, à época, pelos rankings dos jornais Estadão e da Folha de São Paulo que apontaram o Palmeiras como o 1º colocado em seus minuciosos rankings históricos do futebol brasileiro.

    Também dentro do período considerado, no final de 2007, o instituto Datafolha apontou a torcida palmeirense como a que mais havia crescido de 1993 a 2007, com crescimento total de 3%. A vantagem sobre o segundo colocado ( o Corinthians ), neste aspecto, era significativa, em conformidade com os números do Datafolha. A torcida do Corinthians teria crescido 2%. Em suma, o crescimento da massa palmeirense superaria o da corintiana em quase 2 milhões de torcedores, em números absolutos. Algo nada desprezível.

    Conclui-se, portanto, a partir deste breve relato acerca de fatos relacionados ao Palmeiras nos últimos 10 anos, que o Campeão do Século goza de posição privilegiada nos cenários nacional e internacional. Poucos clubes apresentam números melhores, nos mais diversos aspectos que podem ser levantados, caso, já mencionado, do Boca Juniors. Aliás, como sempre. É por causa disso que o Palmeiras ganhou o título oficial de Campeão do Século, que aumentou a quantidade de palmeirenses como nenhuma outra torcida nos últimos anos, que foi convidado, para partidas comemorativas por Barcelona, Real Madrid, Atletico de Madrid, América do México, Internazionale, Valencia, Deportivo La Coruña, dentre outros tantos clubes importantes…… enfim, é por causa de tudo isso ( e de muitas coisas mais que aqui não caberiam ) que vejo alguns tão empenhados em falar mal do Palmeiras neste espaço………

  53. Justiceiro

    Cassio:

    Faz sentido, mas ainda assim falamos de um empate técnico.

    —————–
    Luiz Carlos:

    A Libertadores é um torneio que não se disputa todos os anos. Os recordistas brasileiros em participações, Palmeiras e SPFW, têm apenas 13 torneios disputados cada. Ao ser um torneio “esporádico”, por assim dizer, depende muito de fatores momentâneos. Brasileiros e Paulistas nos dão melhor base de análise porque “pegam” as fases boas e as fases ruins dos clubes, mostrando qual a torcida que fica do lado do seu time nas fases de vacas gordas e também nas de vacas magras.

    —————–
    tiago:

    Ninguém está falando aqui que torcida ganha jogo. Se dependesse de torcida, a do SPFW não ia saber nunca o que é ser campeão. O ponto não é esse.

    —————–
    Max Trimundial:

    No futuro acho que continuaremos falando de média de público independentemente do que aconteça no campo, porque a torcida do SPFW não dá mostras de que se tornará mais fiel ao time, mesmo com a boa fase de conquistas. Sobre disputar campeonatos, eu me lembro de termos ganho um em maio, tendo deixado um certo time de 3 cores pelo caminho (el chileno manda recuerdos al arquerito de hockey). O único campeonato que eu sei que ia chegar via fax é o de 51, mas ainda estamos na fila, porque o Ceni está na nossa frente, esperando o fax dele do Arsenal. Com selinho e carimbinho da Tango Sports Marketing, sacou?

    —————–
    Geraldo Lina:

    Eu acho que na verdade o Palmeiras tem identidade pra caramba, tradição e orgulho de suas origens, mas nem vou discutir isso. Imitar o Corinthians acho que nunca imitamos, nem ao contrário, não sei de onde você tirou uma coisa dessas. Se vc pegar a história, vai ver que o Palmeiras se caracterizou justamente por ser um clube de vanguarda, mas nas duas últimas décadas realmente o SPFW passou a ser o pioneiro em marketing e planejamento. Viu? Não me tira pedaço falar isso, assim como vc certamente não morreu nem é menos tricolor por admitir que a infidelidade da torcida são-paulina incomoda (eu tô ligado que isso é assunto entre os tricolores). Simples.

  54. Justiceiro

    Indo de carona na informação do Marcos, direto do site oficial de certo clube:

    —–
    O torcedor que apresentar 05 comprovantes de jogo da Timemania terá 50% de desconto no preço do ingresso inteiro de arquibancada.

    Já o sócio-torcedor do tricolor que apresentar 05 comprovantes de jogo da Timemania ganhará o ingresso de arquibancada na troca.

    Regulamento

    * os comprovantes de jogo Timemania trocados deverão ser de concursos já sorteados, pois serão recolhidos;

    * os comprovantes de jogo Timemania deverão ter o “Coração São Paulo” assinalado;

    * a compra do ingresso deverá ser realizada até o dia anterior da partida;

    * a promoção não é válida para ingressos adquiridos com carteira de estudante;

    * troca em todos os pontos de venda.

    Promoção válida apenas para os jogos abaixo:

    Campeonato Brasileiro
    SPFC X ATLÉTICO PR – 20/08/2008
    SPFC X FLAMENGO – 14/09/2008
    SPFC X CRUZEIRO – 28/09/2008
    SPFC X NÁUTICO – 09/10/2008

    Copa Sulamericana
    SPFC X ATLÉTICO PR – 27/08/2008

    Fonte: Site oficial do São Paulo F.W.

    ——————————————————–

    Huahuahuahuahuahuahuahua!!!

    O próprio clube faz seus torcedores de trouxas!!!

    Chupa Alessandro! Chupa Flavio! Chupa Carlos Almeida! Chupa Tiago!

    Huahuahuahuahuahuahuahua!!!

  55. Rafael Mussi

    Os palmeirenses que aqui comentam aprenderam bem com o querido Luxemburgo: estão desviando o foco com ataques.
    Durante a maior parte do campeonato, quando o Palmeiras seguia à frente do SP, ninguém tocava em assunto de torcida, enfim.
    E agora torcem pelo Grêmio, porque não tentam vocês mesmo nos parar ? O Grêmio pode, sim, ser campeão, o Palmeiras não.
    Quem tá de fora só assiste. Vão correr atrás da Libertadores, porque o título vai ser bem disputado.
    Contra fatos não há argumentos: Vide qualquer pesquisa sobre número de torcedores realizadas nos últimos anos.
    Contra fatos não há argumentos: quem tem mais títulos ? e não me venham falar de Paulistão, porque vocês tem menos (desde que o SP foi fundado)
    Conta fatos não há argumentos: quem venceu mais confrontos diretos, Palmeiras ou SP ? A resposta todos sabem (aos que irão relutar em admitir: é o SP).
    Contra fatos não há argumentos: tinha o melhor time do Campeonato, gastaram um baita dinheiro (alheio) para ganhar o Paulista (tricampeão Luxemburgo), não seguraram 2 times inferiores (São Paulo e Grêmio), e agora ficam criticando o blogueiro que aborda as “vantagens” de ter o professor Luxa.
    Que vantagem ? Gastar 500 mil (só com ele) para não ganhar nada ? A tentativa de voltar a ser time grande foi boa, mas apostaram na pessoa e métodos errados.
    Tentem outra vez.
    Enquanto isso podem chorar, porque vocês (palmeirenses) vão acabar o campeonato atrás do Tricolor (o que é inadmissível para essa torcida, pois já basta vê-los ganhar quase tudo em 3 anos contra um Paulistinha de vocês).
    Chorem !

  56. Denilson Martins

    BLOG DO MAURO BETING MERETRIZ:

    [[[[[SALDO TOTAL DEPOIS DE 31 RODADAS]]]]

    [[[PREJUDICADOS]]]:

    SEIS PONTOS A MENOS: Grêmio

    QUATRO PONTOS A MENOS: Figueirense

    TRÊS PONTOS A MENOS: Portuguesa, Botafogo, Internacional

    DOIS PONTOS A MENOS: São Paulo, Goiás, Atlético-MG

    UM PONTO A MENOS: Ipatinga, Sport

    SALDO ZERADO: Flamengo, Palmeiras

    [[[BENEFICIADOS]]]:

    UM PONTO A MAIS: Náutico, Cruzeiro, Coritiba, Atlético-PR, Vasco, Fluminense

    DOIS PONTOS A MAIS: Vitória

    CINCO PONTOS A MAIS: Santos

    + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +
    (Pelo critério de lances que beneficiaram ou prejudicaram as equipes, sem considerar o placar final de cada jogo:)

    “PREJUDICADOS”:
    Ipatinga – beneficiado em 1 lance; prejudicado em 5.
    Figueirense – beneficiado em 1 capital; prejudicado em 4 lances de partidas.
    Atlético-MG – beneficiado em 2 lances; atrapalhado em 5.
    Grêmio – beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 8.
    Palmeiras – beneficiado em 4 lances; atrapalhado em 6.

    “ZERADOS”:
    Flamengo – beneficiado em 7 lances; atrapalhado em 7.
    Inter – beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 6.
    Vasco – beneficiado em 6 lances; atrapalhado em 6.
    Portuguesa – beneficiada em 5 lances; atrapalhada em 5.
    Fluminense – beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 5.
    Sport – beneficiado em 4 lances; atrapalhado em 4.
    Goiás – beneficiado em 3 lances; atrapalhado em 3

    “AJUDADOS”:
    Cruzeiro – beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 2.
    Náutico – beneficiado em 7 lances; atrapalhado em 5.
    Coritiba – beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 3.
    Atlético-PR – beneficiado em 4 lances; atrapalhado em 2.
    São Paulo – beneficiado em 11 lances; atrapalhado em 10
    Santos – beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 4
    Botafogo – beneficiado em 5 lances; atrapalhado em 4.
    Vitória – beneficiado em 4 lances; atrapalhado em 3.

    Muito ja se discutiu nessa comunidade, e em outras, a fantasia de que o São Paulo teria tentado “roubar” o Parque Antarctica…

    Já se falou muita coisa, mas não ninguem escrevia algo de concreto sobre o tema. A ferida foi aberta em outro tópico então achei por bem abrir este…

    Primeiro precisamos saber o contexto histórico da época, começando a demonstrar como o Palmeiras era dirigido naquela época:

    “Era, porém, bastante significativo que o Palestra Italia só tivesse botado um preto no time depois de Pearl Harbour.

    Nao podia haver duvida que o Brasil, mais dia menos dia, ia entrar na guerra contra as potências do Eixo, uma delas a Itália. E o que explica a pressa da contrataçãoo de Og Moreira, preto de cabelo esticado, ja careca.

    Antes ninguem reparara nos times sempre brancos do Palestra. Talvez porque nao eram tao brancos. Ou eram brancos à maneira brasileira. E um pouco, quem sabe, à italiana, com os descendentes dos seus ‘Otelos’ e suas ‘Desdêmonas’.

    Pearl Harbour, assim, apressava o abrasileiramento do Palestra, ainda muito italiano. Fazendo, inclusive, questão de ser italiano. Como se isto o enobrecesse.

    Era a vaidade de raça que tornara possível o fascismo, o retorno a Roma, dona do mundo. E que justificava a invasão da Abissinia pela superioridade da raça branca sobre a negra.

    Os italianos do Palestra, quase todos enobrecidos no Brasil peto trabalho, tinham a fraqueza, bem forte nos novos ricos, pelos títulos de nobreza. Aqui a fonte de tais títulos tinha secado com a proclamação da República. Restavam as comendas. Como italianos, ou filhos de italianos, os palestrinos preferiam as da Italia. Dadas pelo Papa ou pelo Duce. Podiam, inclusive, ser condes.

    Daí a subserviência que demonstravam muitos deles, avidos de servir a Itália, ou ao fascismo, que Ihes podia retribuir com honrarias. Mesmo quando o serviço que deles se esperava fosse um desserviço ao Palestra.
    Pretendesse um clube brasileiro um jogador do Parque Antartica: todos os italianos do Palestra se ofendiam. Todos, italianos e brasileiros. Mais, porém, os italianos e filhos de italianos que, pela dupla nacionalidade, italianos eram. Ou se sentiam. Por orgulho de raça e de dinheiro.

    Bastava, contudo, um cIube italiano namorar um jogador do Palestra, para que, pelo menos os mais importantes italianos do clube do Parque Antárctica, mesmo os ja de comenda ao peito, se considerassem honrados. Como se um conde legítimo lhes pedisse a filha em casamento.

    Tudo isto, depois de Pearl Harbour, colocava o Palestra Itália numa delicada.

    O que passara despercebido até então, o racismo emigrado do clube do Parque Antartica, se não corrigido a tempo, apareceria como uma mancha capaz de deixar uma pecha de quinta-colunismo, não ao clube, mas aos que o dirigiam.

    (Filho, Mario – O negro no futebol brasileiro – 4ª edição – Rio de Janeiro – Editora Mauad, 2003 – p.231 e 232)

    Primeiramente minha tese:

    Então…. o que deve ter acontecido…

    Na época da guerra, era normal os guetos de fascistas/nazistas serem confiscados pelo Estado, ja que o Brasil declarou guerra ao Eixo e Getulio Vargas baixou uma série de leis restringindo os direitos das agremiações estrangeiras, ameaçando de fechamento quem as descumprissem.

    Como demonstrado, o Palmeiras era um enclave de fascistas, rascistas e entreguistas seguidores de Mussolini…

    Então, como todas instituições germânicas/italianas/japonesas da época estavam sujeitas à expropriação…

    Logo, para se livrarem disso mudaram o nome para Palmeiras e contrataram jogadores negros…para abrasileirar o clube e escapar da ocupação estatal…

    Da mesma forma, aqui em SP o Germânia virou Pinheiros, em BH o Palestra virou Cruzeiro…

    Agora colocar a culpa disso no SPFC é um exercício de imaginação muito grande…

    Mas como minha tese não vale nada…vejamos o que diz este artigo acadêmico…tese de doutorado

    Pesquisa do historiador Alfredo Oscar Salun aponta que na época da entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1942, Corinthians e Palmeiras foram forçados a expulsar cerca de 150 sócios de origem estrangeira, inclusive alguns de seus dirigentes. Os dois clubes estavam entre as entidades atingidas pela legislação repressora do Estado Novo, especialmente de 1941 até 1945, quando aumentou o rigor na vigilância da polícia política aos grupos estrangeiros e seus descendentes.

    Equipes mais populares da época, Palestra Itália (antigo nome do Palmeiras) e Corinthians atraíam grande número de torcedores de origem imigrante, muitos dos quais operários, caracterizando-os como times populares. “Quando o Brasil declarou guerra à Itália, Alemanha e Japão, a vigilância aos estrangeiros pela Delegacia de Ordem Política e Social (DEOPS) aumentou, devido a suspeitas de espionagem”, conta Salun.

    “No Palestra Itália, predominavam os italianos, e no Corinthians havia também italianos, além de espanhóis, alemães e até árabes”, explica o historiador, que pesquisou os efeitos das medidas de nacionalização para sua tese de doutorado no Núcleo de Estudos de História Oral (NEHO) na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

    Após a entrada do Brasil na guerra, o Conselho Nacional de Desportos (CND) baixou uma série de regulamentações para o esporte, em acordo com o projeto nacionalista do regime do Estado Novo (1937-1945). “Os clubes de futebol foram atingidos, tendo que expulsar dirigentes e associados estrangeiros, principalmente os ligados aos países do Eixo, rotulados como ‘Súditos do Eixo’.”

    Vigilância
    A desobediência às normas de nacionalização poderia levar ao fechamento dos clubes. “No caso do Palestra Itália, isso gerou RUMORES NÃO CONFIRMADOS de que dirigentes do São Paulo manobravam nos bastidores para tomar seu patrimônio”, relata Alfredo Salun. “Os boatos e a mudança de nome para Palmeiras, em 1942, tornaram o episódio marcante na história do clube e dos seus torcedores, ao contrário dos fatos ocorridos no Corinthians.”

    A aplicação das leis levou a destituição do presidente do Corinthians Manuel Correncher, espanhol de nascimento. “O clube conquistou vários títulos na gestão de Correncher, considerado uma figura folclórica, comparada a de Vicente Matheus”, conta Salun. “A presidência foi assumida por Mario de Almeida, interventor indicado pelo CND, que ocupou o cargo por alguns meses, até o clube escolher um novo presidente.”

    Em um clube é uma história conhecida e celebrada e no outro, silenciada e apagada”, destaca o historiador. Nesse aspecto, o pesquisador desenvolve um trabalho em História Oral, com torcedores, jogadores e dirigentes. “Esses clubes não foram os únicos na capital paulista que foram alvos da repressão, mas tinham maior torcida e prestígio.”

    Reuniões de diretoria dos dois clubes só eram feitas com autorização da DEOPS e a presença de um agente do órgão. “Os clubes também precisavam de permissão oficial para jogos fora de São Paulo, especialmente no litoral, devido a importância estratégica das regiões costeiras na Segunda Guerra Mundial.”

    Após as expulsões, Corinthians e Palmeiras realizaram uma “campanha de nacionalização” para atrair novos sócios, nascidos no Brasil. “A imprensa da época viu essa iniciativa como uma prova de patriotismo”, diz Salun. “Os estrangeiros expulsos começaram a retornar aos clubes após 1945, como reflexo do final da Guerra, de medidas liberalizantes adotadas pelo governo de Getúlio Vargas e o fim da perseguição à ‘quinta-coluna’, espiões e os ‘Súditos do Eixo’.”

    http://www.usp.br/agen/repgs/2007/pags/002.htm

    Governador usa dinheiro público pra ajudar clube
    Com prova

    É dando que se recebe

    Um gavião travestido de periquito resolveu sobrevoar as alamedas do Parque Antártica para saborear com exclusividade alguns segredos do arqui-rival Palmeiras. Após bater asas ao longo de uma manhã festiva no terreno do inimigo, descobriu que o governador de São Paulo, José Serra, merece pelo menos uma placa ao lado do busto do divino Ademir da Guia.

    Coração verde apaixonado, Serra foi o grande responsável pelo acordo de patrocínio da Fiat, apesar do oba-oba da diretoria comandada com mão de gelatina por Afonso della Monica, sob as bênçãos da mídia caolha, que se contenta com a palavra oficial.

    O governador paulista aproveitou a viagem do presidente da Fiat ao país para persuadi-lo a aplicar uma pequena parte do rico dinheirinho da montadora na bola palmeirense. Em princípio, o poderoso chefão da Fiat queria apenas conversar com o presidente Lula sobre investimentos de R$ 5 bilhões no Brasil. Futebol, para ele, só o da Juventus, de Turim. E olhe lá!

    Entre os argumentos usados pelo mandachuva da Fiat para colocar o Palmeiras para escanteio, uma primária lição de marketing: o risco de perder uma bela fatia do mercado ao colocar o logotipo da empresa apenas no enxoval verde, o que poderia revoltar os torcedores dos outros grandes de São Paulo. Para evitar tal rejeição em Minas, por exemplo, a Fiat abriu o cofre para Cruzeiro e Atlético/MG; na Bahia, o mesmo já aconteceu com a dupla Ba-Vi.

    Serra não jogou a toalha. E propôs em troca do patrocínio um inesquecível presente de Papai Noel: impostos mais baixos e facilidades de pai para filho numa futura fábrica da montadora em São Paulo. Com tantas benesses, o presidente da Fiat não resistiu, sob pena de perder o emprego na volta à Velha Bota. Ganharia muito em troca de pouco. Topou investir R$ 9 milhões – e não R$ 12 milhões como foi cantado em prosa e verso pela diretoria do Palmeiras. O resto é conversa fiada para p**co dormir feliz.

    Nunca é demais, alertar a população pra falta de caráter dessa gente abastada que não quer diversão do povo perto de suas mansões…

    Engraçado a ONG Fora do Morumbi Pobres do Futebol.

    Ela acha que só o estádio possui erros, mas o que querem mesmo, é inviabilizar o estádio, e assim, defestrar os pobres que afluem ao seu rico bairro, para assistir jogos de futebol.

    A CONSEG deveria se chamar:

    XÔ POBREZA!

    Por que eles não falam um “A” sobre a favela do Morumbi?

    Esse sim, um problema enorme pra seu rico bairro?

    Afinal, o que leva tão nobre entidade, a simplesmente ignorar um problema social tão grave como a favela do Morumbi?

    Por que eles ficam mais preocupados com o barrulho de um grito de gol, do que com a miséria de milhares de moradores do seu rico bairro, que vivem na Favela do Morumbi?

    Acho que o Ministério Público deveria mesmo investigar essa entidade, pois parece que, ela quer extorquir o direito do SPFC existir, visto que, nada é bom pra ela,

    Embora, ache bom e agradável, que concidadãos que vivam em petição de miséria na Favela do Bairro, tenham problemas bem maiores que o barulho do estádio.

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    Eu fico pensando, remoendo, e não consigo entender a razão de uma entidade criada pra defender um bairro,

    Querer desqualificar benefícios, como o monorail ( que servirá como meio de transporte aos moradores ), o estacionamento na estação do monorail ( que servirá não só aos moradores, como ajudará a evitar mais carros nas ruas pra contribuir para os engarrafamentos infernais da cidade )

    E, se calar absolutamente

    Pros seus irmãos que vivem sem nenhum aparato público, numa favela bem no centro

    do bairro

    que dizem,

    defender.

    O que leva a tamanha HIPOCRISIA?

    Certamente a insensibilidade dos canalhas de nossas classes mais abastadas né Paulinho.

    Ou mesmo, os interesses inconfessáveis dos integrantes dessa ONG nefasta, que estão agindo a mando

    de seus clubes de coração.

    SE TODAS AS OBRAS FOREM FEITAS, NO ENTORNO DO ESTÁDIO, SERÁ UM BEM INESTIMÁVEL PROS MORADORES,

    PRINCIPALMENTE AQUELES QUE NÃO TEM POSSANTES AUTOMÓVEIS, E PRECISAM

    DE TRANSPORTE PÚBLICO DE QUALIDADE.

    ME PARECE PRESERVAR O AMBIENTE, EVITAR QUE MAIS CARROS

    TRAFEGUEM NAS RUAS

    PORTANTO,

    A TAL ONG TINHA QUE PARABENIZAR O SPFC PELA INICIATIVA ECOLÓGICA.

    ALIÁS, A ONG QUE QUERIA RESOLVER PROBLEMAS ECOLÓGICOS, AGORA,

    QUER APENAS EVITAR OBRAS PÚBLICAS

    NO BAIRRO

    QUE BENEFICIARÃO OS MORADORES MENOS FAVORECIDOS FINANCEIRAMENTE

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    Por quê?

    DUVIDO QUE CONFESSEM AS RAZÕES.

    GENTE SAFADA E NEFASTA, É ISSO QUE TAL ONG DEFENDE.

    *Palmeiras 2 x 1 Inter – 2 jogadores do Inter expulsos. 1 com 20 minutos.
    *Palmeiras 1 x 0 Atletico – PR – Gol extremamente mal anulado do Atletico. Ah, jogador expulso.
    *Palmeiras 5 x 2 Cruzeiro – Jogador do Cruzeiro expulso no meio do primeiro tempo.
    *Palmeiras 2 x 0 Nautico – Penalti roubado qndo o jogo estava duro e jogador expulso por cotovelada no Kleber, q não era pra estar em campo por cotovelada no primeiro tempo.

    Mas não precisa ser no Palestra. Basta ser em sp:
    Palmeiras 1 x 1 Portuguesa – 2 penaltis nao marcados pra Portuguesa. Nao expulsao do Martinez.

    Logico q vai ter palmeirense falando q as expulsoes eram merecidas.

    Porem, além de nesse meio terem penaltis absurdos a favor e contra e gols anulados, temos q alertar para o seguinte:
    Há injustiça qndo o critério só é severo para um lado. Falta acontece todo jogo, mas rigor só no Palestra Italia.

    PALMEIRAS, SUJO, DESONESTO E COVARDE.

    Pagou pra fugir do São Paulo
    Em 1993, nas semifinais do paulistão, que os Puxadores de Saco não ganhavam havia 17 anos, as semifinais reuniram corinthians e sãopaulo, os Puxadores de Saco, temendo ser mais uma vez fodidos pelo Tricolor na final, como ocorrera em 1992, contratam o Árbitro José Aparecido pra tirar o SPFC da final, contra a já classificada Sociedade Esportiva Puxa Saco.

    O Juiz, muito bem comprado, anula um gol legítimo de Palhinha, em cujo lance o bandeirinha nem assinala o impedimento, dizendo que ele estava em posição irregular, logo depois, valida um gol de Neto pro SCCP, em flagrante impedimento, até os jogadores do SCCP ficam parados, sem comemorar o gol, esperando o impedimento, que o comprado José Aparecido não assinala.

    Bem, pensaram os Puxa Sacos, finalmente nos livramos daqueles que sempre nos fodem, seremos finalmente campeões. Não foi bem assim, o SCCP, endurece o primeiro jogo da final, e ganha por um a zero, com gol de Viola.

    A solução pros Puxadores de Saco, que já haviam pago pra não terem que enfrentar o SPFC na final, foi comprar novamente o Zé Aparecido, o que acontece, e novamente, ele faz o resultado, ao não expulsar Edmundo, e marcar pênaltis inexistentes e expulsar a torto e a direito jogadores do SCCP.

    Nunca tinha visto um time tão covarde, a ponto de pagar pra fugir de um adversário que cagavam nas calças de medo.

    Fonte: Revista Placar – 10/2005

    SE Palmeiras – Uma pitadinha histórica

    1914: Fundada em 1914 por um grupo de dissidentes corintianos, a Società Sportiva Palestra Italia já inicia suas atividades com uma mácula das maiores: ser uma costela do Sport Club Corinthians Paulista. Um clube que além de não ter a identidade brasileira, não possui, sequer, uma identidade própria.

    1915-1917: Sem identidade própria, o clube resolve copiar o símbolo do atual Votorantim Futebol Clube, localizado em cidade homônima. Passam a usar, dessa forma, a Cruz de Savóia como escudo oficial. Mantendo sua tradição bastarda, no entanto, tal símbolo é trocado pelas letras P e I poucos anos depois.

    Anos 20: O clube adquire uma área de 150 mil metros quadrados pertencentes à Companhia Antárctica Paulista, incluindo o Estádio Parque Antárctica. Nessa época, fortes rumores de ligação do Palestra Itália com o Regime Fascista do ditador Mussolini, na Itália, começam a pipocar pelo país, afinal, o recém-fundado clube não teria verba suficiente para tal aquisição.

    Anos 40: Apesar de ter alguns êxitos na década, não consegue manter sua performance dos dez anos anteriores e é obrigado a assistir o domínio do clube mais novo da cidade: o São Paulo Futebol Clube e seu Rolo Compressor. A situação melhorava, mas o clube não conseguia se sustentar como clube grande.

    1942: Atormentado pelas pressões exercidas pelo São Paulo Futebol Clube, que ameaçava tomar seu Estádio, o clube sofre a maior aniquilação moral já vista na história do futebol: é obrigado a mudar de nome, a subtrair a cor vermelha de sua bandeira, e a trocar, novamente, seu escudo.

    1942: O clube passa a chamar-se Palestra de São Paulo. Pouco tempo depois, após novas pressões do Tricolor, que não queria um outro time na cidade com nome parecido ao seu, o Palestra passa a ter um terceiro nome: Sociedade Esportiva Palmeiras, em homenagem à Associação Atlética das Palmeiras, um dos clubes que deu origem ao São Paulo FC. Dessa vez eles conseguiram agradar à exigente direção são-paulina, que passou a deixar os palestrinos em paz.

    1974: Após ser Campeão Brasileiro de 1973, o Palmeiras se classifica para a disputa da Taça Libertadores de América. Na fase de grupos é sapecado por todos e acaba sofrendo desclassificação após derrota para o São Paulo Futebol Clube. Seria a primeira de quatro eliminações na competição sulamericana. O Palmeiras já demonstrava vários sinais de que viria a ser um time repleto de pipocadas históricas.

    1977-1992: Palmeiras entra em sua maior seca. Com times pífios atrás de times pífios, o clube fica até 1993, ou seja, 16 anos, na fila de conquistas. Nesse período, nada de relevante nos campos pode ser falado sobre o clube, a não ser algumas passagens parcas que vêm a seguir.

    1978: O Palmeiras chega à final do Campeonato Brasileiro contra o Guarani. Jogando em São Paulo e em Campinas, o alviverde da Rua Turiassu coleciona dois insucessos pelo placar mínimo de 1 a 0 e entrega, pela primeira vez na história, o título de Campeão Brasileiro a um clube do interior do país. Consagração dos campineiros, situação vexatória para os clubes considerados grandes do país.

    1985: Última rodada da fase de pontos corridos. Palmeiras enfrenta o já eliminado XV de Novembro, de Jaú, em pleno Palestra Itália. Um derrota de 3 a 2 enterra o sonho dos palestrinos de avançarem à semifinal do Campeonato. A fila continuaria por mais algum tempo…

    1986: A Sociedade Esportiva Palmeiras conseguiu, enfim, chegar à final do Campeonato Paulista. O adversário era a Internacional de Limeira. Nélson Tadini Duque, presidente à época, após dura pressão feita sobre os dirigentes da FPF, consegue tirar um dos jogos da cidade de Limeira, levando a disputa do título exclusivamente para a cidade de São Paulo, no Estádio do Morumbi. Após um empate em 0 a 0 no primeiro jogo, a Inter encaçapa 2 gols a 1 no Palmeiras no 2º jogo e garante o título de Campeão Paulista. Era a primeira vez na história que um clube do Interior atingiu tal feito. Um orgulho para os limeirenses, um vexame dos maiores para os paulistanos.

    1990: Revoltada a eliminação do Campeonato Paulista de 1990 pela Ferroviária de Araraquara, em pleno Pacaembu, a torcida do Palmeiras protagoniza um dos maiores shows de horrores da história do futebol paulista: invade a sala de troféus do Palestra Itália e quebra boa parte das taças que o clube havia conquistado em sua história. Vexame atrás de vexame!

    1992: Chega ao Palmeiras uma empresa de laticínios, a Parmalat, que viria a participar ativamente da administração do clube na forma de co-gestora. A empresa passou a injetar grandes quantidades de dinheiro no time, formando-se, assim, boas equipes. O clube voltou a ganhar títulos, mas suspeita de lavagem de dinheiro, e, por fim, o escândalo que levou a empresa a pedir concordata pelo “sumiço” de US$ 8,7 bilhões, acabaram por macular, mais uma vez, a história do Palmeiras.

    1993: A final do Campeonato Paulista de 1993 representa a saída da fila após 16 anos. Arbitragem tendenciosa por parte do árbitro José Aparecido de Oliveira e do auxiliar(?!) José Roberto Godoy, que não expulsaram, por exemplo, o jogador Edmundo após entrada criminosa no corintiano Paulo Sérgio, causa polêmica até hoje. Seria o famoso “Esquema Parmalat”?

    2001: Após a saída da Parmalat, em 2000, o Palmeiras volta a mostrar incompetência administrativa e apequenamento do clube ao entrar em uma nova fila, desta vez, culminando com o rebaixamento da equipe no Campeonato Brasileiro de 2002, além de mais outras tantas passagens vexatórias para os lados da Rua Turiassú.

    2002: Eliminação da Copa do Brasil pelo desconhecido time do ASA de Arapiraca, da Paraíba, e rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2002 levam o Palmeiras ao fundo do poço. Um clube já acostumado a inúmeros insucessos esportivos, desta vez, havia alcançado sua mais desastrosa temporada.

    2006: O desejo por títulos leva dirigentes do Palmeiras a enviarem pedido de homologação à FIFA do título da Copa Rio de 1951 como sendo Mundial de Clubes. Em 2007, um funcionário da FIFA repassa ao clube um fax com a confirmação da conquista como sendo um título de ordem mundial. Os palmeirenses comemoram a conquista com 56 anos de atraso. Dias depois, a entidade volta atrás e demite o funcionário. O clube da Rua Turiassu vira, mais uma vez, motivo de chacota por parte dos rivais.

    VOCÊ SABIA ?

    1. Que o Palestra Itália foi fundado por parte da colônia italiana que desprezava o Brasil e os brasileiros? (e vestiram camisa de nossa seleção?!)

    2. Que por separatismo tinha seus estatutos escritos em italiano e só aceitavam jogadores de origem italiana? (mas que cinismo, e entravam com a bandeira brasileira na mão!)

    3. Que foi o clube mais racista do Brasil e só aceitou o primeiro negro em suas fileiras em 1959, Djalma Santos, 45 anos depois da fundação?

    4. Que por suas inclinações fascistas espernearam o quanto puderam para trocar de nome, pois achavam humilhante se rebaixar a ter um nome abrasileirado?

    5. Que o Parque Antártica era um parque de lazer para a população paulistana, mas o Palestra \\\”convenceu\\\” a Cia. Antártica a \\\”vender-lhes\\\” o espaço?

    6. Que a partir da terceira prestação pararam de pagar, e foram salvos pelo conde Matarazzo?

    7. Que o referido conde lavava seu dinheiro na obra do estádio e deixava seus operários na penúria? (já naquele tempo, que salafra!)

    8. Que depois de injetar dinheiro sujo no Parque as indústrias Matarazzo faliram e deixaram os empregados na rua da amargura?

    9. Que grande parte dos títulos do Palestra foi conquistada subornando jogadores adversários, deixando sempre um dirigente de plantão no Ponto Chic para assediar os boleiros que o freqüentavam? (Algo a ver com a máfia italiana?)

    10. Que a tal final de 42 foi apitada por um juiz que atuava pela primeira vez em um clássico e depois desse jogo jamais apitaria outro? (Por que será? Coincidência, talvez?)

    11. Que o jogador sãopaulino Waldemar de Britto estava na gaveta do Palmeiras naquela final e o jogador Luizinho, que já tinha jogado no Palestra e conhecia as tramóias daquele clube, percebeu o esquema com juiz e seu companheiro e por isso recusou-se a seguir a partida?

    12. Que nas finais contra o São Paulo em 43 e 46, sabendo que estavam perdendo a hegemonia para o novo clube, contaram com a benevolência dos juizes para bater à vontade em Sastre e Renganeschi, mas mesmo assim esse último, com a costela quebrada, fez o gol do bicampeonato sãopaulino?

    13. Que em 1950, para barrar de qualquer maneira o tricampeonato do São Paulo, tramaram e foram descaradamente beneficiados na final por um juiz ingles que, horas depois, foi visto se esbaldando no baile de carnaval do Palmeiras? (quanta ética, quanta lisura, e têm a cara de pau de achar que são campeões do século!!)

    14. Que o Palmeiras, em 1968, ia cair para a segunda divisão não fosse um acerto com o Guarani que escalou Dante e Flamarion, dois jogadores sem condições legais e, com a perda dos pontos, salvou o atualmente neo-bugre? (Se ligaram tanto ao Guarani que resolveram se apequenar para se igualar ao verdinho campineiro)

    15. Que em 1978 o presidente Bruno Saccomani \\\”sacou money\\\” do Palmeiras, saqueou o quanto pôde, quebrando o clube que até hoje não se recuperou? (Caramba, se não fosse a Parmalat seriam 30 anos de fila? Per Bacco!!)

    16. Que a fila atual de 8 anos do Palmeiras, bem como a anterior de 17 anos, não foram as únicas, pois de 1951 a 1959 o Palmeiras não ganhou nada e esteve para cair em 57? (Então o gosto pela segunda divisão é namoro antigo?)

    17. Que a queda para segundona em 2002 não foi a única, e que em 1980 o Palmeiras tambem caiu, e em 1981 teve que disputar uma tal taça de Prata, eufemismo para segunda divisão?

    18. Que pela história de fracassos nos últimos 30 anos, que nem a Parmalat conseguiu aliviar, a torcida do Palmeiras encolheu e, há muito tempo, não consegue públicos maiores que 20.000 pessoas, isso no Parque, pois em outros estádios, em clássicos, é sempre minoria absoluta?

    19. Que a saída da Parmalat deixou o Palmeiras na mesma petição de miséria em que se econtrava no final dos anos 70? Que as perspectivas futuras são nulas e os esforços para arrecadar trocados, como essa cesta de atletas, são retumbantes fracassos? (Será que ninguem acredita mais n oclube, não tem mais nenhum conde para lavar dinheiro?)

    MSi – apenas um espirro perto do Maior Esquema
    De corrupção e lavagem de dinheiro já existente no futebol Brasileiro…

    E ainda tem um monte de palestrinos aqui dando uma de “defensor da ética e dos bons costumes”…deviam ter minimo de discernimento em comentar sobre ‘SUJEIRA”

    pra vcs, o famoso esquema PALMEIRAS / PARMALAT…pela voz vinda de fonte file e digna…kkkkkkkkkk

    Esquema Palmeiras:

    http://www.terra.com.br/istoedinheiro/349/economia/pop_parma.htm

    O Gianni em questão era Gianni Grisendi, que presidiu a Parmalat nos anos 90 e deixou a empresa para se tornar acionista da Tecnosistemi e presidente da própria TIM, antes de se envolver em mais uma confusão com tempero italiano: a da Bombril. Hoje, com seus bens bloqueados, Grisendi está sendo investigado por fraude, lavagem de dinheiro e evasão de divisas num processo que corre na 42ª Vara Cível de São Paulo. Muitos outros personagens do diário, porém, conectavam-se à empresa indiretamente. Eram jogadores de futebol. Stefano, que presidiu a equipe do Parma, listou a venda de dois atletas de um time que foi patrocinado pela Parmalat: o Palmeiras. Eram o atacante colombiano Asprilla e o lateral-esquerdo Júnior. Mencionou também o contrato publicitário de Ronaldinho, que teria ganho R$ 5,5 milhões para atuar na campanha publicitária dos mamíferos, que vestia crianças como animais de pelúcia. E citou ainda a renovação de contrato do meia Alex, hoje no Cruzeiro, que ganhava R$ 390 mil por ano e pedia R$ 2,5 milhões. Tamanho interesse pelo futebol se explica. Os procuradores italianos estão convictos de que as transações com jogadores eram um meio de desviar dinheiro. Como o valor dos passes não correspondia à realidade, suspeita-se que parte retornava às contas dos Tanzi em paraísos fiscais.

    Mais em : http://www.terra.com.br/istoedinheiro/349/economia/349_diario_secreto_parmalat.htm#ancora

    Pipocadas históricas em “casa”:

    24 de novembro de 1.985 – Campeonato Paulista – Palmeiras 2 x 3 XV de Jaú – Os alviverdes já sabiam do tropeço do Corinthians diante do Comercial, em jogo realizado pela manhã, e precisavam apenas vencer o XV para avançar no Paulistão. De virada, perderam para o então time de Wilson Mano e não foram às semifinais.

    19 de junho de 1.996 – Copa do Brasil – final – Palmeiras 1 x 2 Cruzeiro – Depois de empatar por 1 a 1 no Mineirão, o time de Vanderlei Luxemburgo podia empatar sem gols para levantar o troféu. Saiu na frente com Luizão, mas perdeu com um gol de Marcelo Ramos no final do segundo tempo.

    9 de dezembro de 2.000 – Copa João Havelange – quartas de final – Palmeiras 2 x 2 São Caetano – Foram dois jogos em casa contra o Azulão que não podia atuar no Anacleto Campanella. O time do ABC venceu o primeiro encontro por 4 a 3. No segundo jogo, o Palmeiras abriu 2 a 0, mas permitiu o empate logo depois do intervalo.

    20 de dezembro de 2.000 – Copa Mercosul, final – Palmeiras 3 x 4 Vasco – Com 3 a 0 no placar ao final do primeiro tempo do terceiro jogo da decisão, o Palmeiras foi para o vestiário achando que já tinha garantido o título. No segundo tempo, Romário e Juninho comandaram a inacreditável virada vascaína.

    20 de fevereiro de 2.002 – Copa do Brasil, primeira fase – Palmeiras 2 x 1 ASA – No jogo de ida, os paulistas , comandados por Vanderlei Luxemburgo, perderam em Arapiraca por 1 a 0. Voltaram pra São Paulo crentes que garantiriam a vaga em casa, mas não fizeram a diferença de dois gols e deram adeus à competição.

    23 de abril de 2.003 – Copa do Brasil – oitavas de final – Palmeiras 2 x 7 Vitória – Três dias antes da estréia na segunda divisão, o clube foi humilhado em seus domínios pelos baianos, no jogo de ida. Foram sete gols, COM TRÊS FALHAS GROTESCAS DO GOLEIRO MARCOS, que deram a impressão de que o ano seria mais desastroso que o anterior.

    20 de maio de 2.004 – Copa do Brasil, quartas de final – Palmeiras 4 x 4 Santo André. Os alviverdes venciam por 4 a 2 e, depois dos 3 a 3 no jogo de ida, se garantiam nas semifinais. Sandro Gaúcho diminuiu aos 34 minutos e Tássio decretou a eliminação palmeirense aos 44 minutos e mais um tropeço dentro de casa na Copa do Brasil.

    1º de abril de 2.007 – Campeonato Paulista – Palmeiras 2 x 2 Guaratinguetá – O Palmeiras precisava de uma vitória sobre o time do interior para se garantir na semifinal do Paulistão. Levou 2 a 0 em 30 minutos de jogo e teve forças apenas para buscar o empate. Com o resultado, foi para o último jogo sem depender de si – e acabou eliminado.

    5 de abril de 2.007 – Copa do Brasil – segunda fase – Palmeiras 2 x 0 Ipatinga – Após a derrota em Minas Gerais por 2 a 0, os paulistas fizeram 2 a 0 com 32 minutos de jogo. Mais um gol garantiria o time nas oitavas, mas a partida foi para os pênaltis. Nas cobranças, Edmundo perdeu a sua e o Palmeiras foi eliminado.

    2 de dezembro de 2.007 – Campeonato Brasileiro – Palmeiras 1 x 3 Atlético – MG – Os alviverdes precisavam de apenas uma vitória para se garantirem na Libertadores. Começaram atrás no placar, mas Edmundo empatou ainda no primeiro tempo. Depois do intervalo, os paulistas não mantiveram a reação, levaram dois gols e deram adeus a vaga.

    Fonte – Revista Trivela do mês de janeiro

    Por que Aparecido não “deveria ser escalado”?

    Aparecido era um dos principais árbitros da FPF desde 1990, quando apitou a decisão do Brasileiro entre São Paulo e Corinthians. Mas, em 1993, ele vinha de uma arbitragem muito contestada num jogo “semifinal” entre São Paulo X Corinthians. O resultado, Corinthians 1 X 0 São Paulo ( 30 de maio ), classificou o Corinthians para a dexisão. O gol do Corinthians foi feito por Neto, em empedimento. E, Aparecido e seus auxiliares, anularam um gol legal de Palhinha, quando o jogo estava 0X0.

    Mas por que ele favoreceu o Corínthians, que seria
    PREJUDICADO TEORICAMENTE POR ELE MESMO DIAS DEPOIS CONTRA O PALMEIRAS? O QUE DIABOS, A SEMIFINAL SÃO PAULO X CORINTHIANS, TERIA COM O PALMEIRAS E O ESQUEMA PARMALAT?

    Aí é que está. Palmeiras e São Paulo eram os dois grandes times da época. O São Paulo de Telê. O Palmeiras, cheio de craques da Parmalat. No ano anterior, o São Paulo não deixou que o Palmeiras saísse da FILA, ganhando o título paulista. Meses depois, já bicampeão da Libertadores, seria um adversário muito mais difícil para o Palmeiras, que o Corinthians de Adil e Ezequiel. O fato é que Aparecido teria feito o serviço: tirou o São Paulo da parada ( já interessado no sucesso do Palmeiras ) e completou o trabalho na decisão contra o Corinthians.

    Por que poderia ter sido João Paulo o árbitro da
    FINAL?

    João Paulo Araújo era também uma das estrelas da FPF, ao lado de Aparecido, Dionísio Roberto Domingos e Oscar Roberto Godói. Contra Araújo, uma arbitragem ruim no jogo Santos 2 X 3 Novorizontino, pela fase semifinal, teria o prejudicado. Pois REnato Duplat, á época diretor da arbitragens da FPF, e santista, teria ficado uma fera com ele.

    O que aconteceu com Aparecido após 1993
    Gerente de banco, passou a receber até ameaças de morte. Se afastou por um tempo, mas voltou com tudo anos depois, tornando-se árbitro FIFA. Ele voltaria às manchetes em 1997, acusando (pela Placar ) Ives Mendes (então presidente da Comissão Nacional de Arbitragem) de mandá-lo ajudar a Argentina contra a Colômbia, num jogo pelas Eliminatórias. Depois disso sua carreira declinou.

    Fonte:
    Revista Placar, edição nº 1288, Novembro de 2005, páginas 54 e 55.

    SPFC X Inter – Quando estava empatada a partida, o SPFC faz gol legítimo com Dagoberto, o árbitro anula erradamente;

    SPFC X Grêmio – O Grêmio vence por 1 X 0 com um gol absolutamente irregular de Perea, um erro que colocou o SPFC a 11 pontos do líder Grêmio;

    Náutico X SPFC – No primeiro turno, o jogador do Náutico que faz o segundo gol da equipe pernambucana, empurra o marcador do SPFC, antes de chutar para marcar e decretar 2 X 1 no placar para os pernambucanos, detalhe, Aloísio foi expulso de maneira incorreta pelo árbitro, quando estava 1 X 1;

    Sport X SPFC – O jogo terminou 0 X 0, mas Hugo, sofreu pênalti claro, quando se preparava para marcar de cabeça, e é empurrado pelo defensor da equipe campeão da Copa do Brasil;

    Atlético PR X SPFC – O SPFC é prejudicado o jogo todo pelo árbitro, acho que foi o Wágner TArdelli, que não apita pênalti, e marca impedimento num lance em que um Sãopaulino é derrubado dentro da área, as câmeras mostraram que não havia impedimento, na sequência, o zagueiro Aislan, do Tricolor, é expulso, por uma jogada, onde ele nem toca no atacante do Furacão, e para piorar, recebe mais dois jogos de suspensão pelo isento “STJD”.

    Ano passado foi legal, Hugo cuspiu, levou 120 dias, Bosco simulou ser atingido por uma pilha e levou vários jogos, mas jamais procuraram saber quem atirou a pilha no gramado, curiosamente, no jogo desse ano pelo Brasileiro no parque antártica entre o Tricolor e o Palmeiras, uma pilha foi arremessada em campo, o árbitro relatou, mas o arremesador foi identificado e preso, é muito estranho.

    BENEFÍCIOS AO SUJO, NAZIFACISTA E DESONESTO PALMEIRAS:

    TROCENTOS PÊNALTIS

    EXPULSÕES ESCANDALOSAS DE JOGADORES DO INTER NO PRIMEIRO TURNO, PARA BENEFICIAR AS PERQUETES.

    NÃO EXPULSÃO DE KLÉBER NO JOGO CONTRA O GRÊMIO, QUANDO O CANALHA QUE JOGA NO TIME CANALHA DO PALMEIRAS DESFERIU MAIS UMA COTOVELADA NO JOGADOR GREMISTA.

    NÃO EXPULSÃO DE DIEGO SOUZA NO JOGO DAS PERIQUETES CONTRA O CRUZEIRO, QUANDO O TAMBÉM CANALHA ATLETA QUE JOGA NO TIME CANALHA E FRESCO DAS PERIQUETES. O SAFADO FICOU EM CAMPO E FEZ O GOL DA VITÓRIA ROUBADA DO TIME MAFIOSO.

    PÊNALTI INEXISTENTE A FAVOR DAS PERIQUETES NO JOGO CONTRA O GOIÁS. O SAFADO KLÉBER, CLARAMENTE AGARRA O DEFENSOR DO GOIÁS, JOGANDO ESSE AO CHÃO, E ASSIM, O JUIZ COMPRADO PELO ESQUEMA TRAFFIC, APITA PÊNALTI INEXISTENTE PARA AS PERIQUETES.

    Caso do gás: Investigação vai virar pizza?

    Dados dos promotores sugerem mais investigações e delegados querem arquivamento

    LANCEPRESS!

    De um lado, promotores públicos somam informações contra o suspeito de lançar o gás no vestiário do São Paulo, no Palestra Itália, na semifinal do Paulistão. Do outro, delegados apresentam um relatório alegando ausência de vítima e também de provas materiais, sugerindo o arquivamento do caso.

    À parte na história, o juiz do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) Eduardo Pereira soube ontem do pedido de quebra do sigilo de Justiça no inquérito dos ingressos falsos feito pelos promotores Nathalie Kiste e Paulo Castilho.

    Se o parecer for favorável, um relatório do Instituto de Criminalística (IC) e um CD com as escutas telefônicas devem chegar em novembro à promotora Adriana Vallada, à frente do inquérito do gás.

    Em um trecho do grampo, um torcedor da Mancha Alviverde é apontado como o responsável pelo lançamento do gás, segundo o MP.

    Assim que ouvir as gravações, Vallada poderá determinar ou não mais investigações. Se julgar que os indícios são muito fortes, ela apresentará uma denúncia à Justiça.

    Mas antes disso, a promotora lida com dados que podem, simplesmente, dar fim ao inquérito. Eles foram enviados pelos delegados Mauro Marcelo e Renata Corrêa.

    A dupla da 23 Delegacia de Polícia relata que um terceiro laudo, do Instituto de Criminalística (IC), confirma que Muricy Ramalho não sofreu lesão por conta do gás. Assim, não há mais vítima neste inquérito e razão para o mesmo prosseguir.

    Além disso, eles argumentam que os produtos usados no gás não foram identificados. Pior, não existe um material para análise.

    Um cheiro de pizza paira no ar.

    Gás no Palestra: suspeito é da Mancha Alviverde

    Integrante da organizada é investigado em mais dois inquéritos policiais

    LANCEPRESS!

    Gás atirado no vestiário e jogadores do São Paulo passam o intervalo no gramado do Palestra Itália, na semifinal do Paulistão

    Gás atirado no vestiário e jogadores do São Paulo passam o intervalo no gramado do Palestra Itália, na semifinal do Paulistão (Crédito: Ari Ferreira/LANCEPRESS!)

    Pertence à Mancha Alviverde, principal organizada palmeirense, o suspeito de lançar o gás no vestiário do São Paulo, no Palestra Itália, no intervalo da semifinal do Paulistão. De acordo com o Ministério Público (MP), ele é investigado também em mais dois inquéritos.

    O LNET! teve acesso ao nome do torcedor, mas não vai publicá-lo até que haja a denúncia. Ele apareceu por acaso, em escutas telefônicas de inquérito sobre ingressos falsos, do qual a empresa BWA é vítima.

    Um juiz do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) receberá nesta quinta-feira o pedido para que o relatório do Instituto de Criminalística e o CD com as gravações sejam anexados ao inquérito do gás. O parecer deve sair em uma semana.

    Com base no grampo, o MP solicitará diligências da Polícia Civil ou apresentará denúncia à Justiça. O artigo-base é o 252 do Código Penal: “uso de produto tóxico, expondo perigo à vida ou integridade física de alguém”, cuja detenção prevista é de um a quatro anos.

    Em outro inquérito, o mesmo torcedor foi indiciado por formação de quadrilha e lesão corporal. Ele participou do conflito entre Mancha e TUP, após Palmeiras x Coritiba, em 17 de agosto, no Palestra Itália.
    Se não bastasse, o suspeito do MP é investigado em mais um inquérito por formação de quadrilha, lesão corporal e resistência à prisão. Ele teria entrado em confronto com a Polícia Militar na final do Paulista entre Palmeiras e Ponte Preta, em 4 de maio. Dez policiais foram feridos.

    O promotor Paulo Castilho solicitou há 15 dias a exclusão do suspeito do gás do quadro de sócios da Mancha. Ele determinou que a sede da torcida na Rua Turiassu, em frente à entrada principal do Palestra, seja fechada nos finais de semana.

    Presidente da Mancha pode expulsar suspeito

    ‘Se houver crime, expulsão’, deixou bem claro André Guerra

    Vestiário com gás dificulta concentração tricolor no intervalo da partida (Crédito: Ari ferreira/LANCEPRESS!)

    LANCEPRESS!

    A Mancha Alviverde já sabe quem é o alvo do Ministério Público. Mas o presidente atual da torcida, André Guerra, colocou uma condição para expulsá-lo do quadro de sócios:

    – Ele só sai se for comprovada a participação em algum dos crimes. E a nossa sede tem ficado fechada nos finais de semana. Isso é o que nós combinamos com o promotor.

    Segundo Guerra, um processo interno foi instaurado e o suspeito do gás terá de se explicar:

    – Se assumir, ele será imediatamente expulso. Esse tipo de coisa não faz parte da nossa ideologia.

    O presidente da Mancha desconversou sobre a responsabilidade do episódio das flores, no CT do São Paulo. Porém, ele não perdeu mais uma chance de gozar os rivais:

    – Sei lá de onde surgiu essa idéia. Achei bacana, um jeito diferente de recepcioná-los.

    Terceiro laudo: sem vítima

    O delegado Mauro Marcelo recebeu um terceiro laudo do Instituto de Criminalística (IC), que destaca que Muricy Ramalho não teve lesões por conta do gás. Os laudos anteriores apresentaram um resultado a favor e outro contra o treinador do São Paulo, único relacionado como vítima no inquérito da 23 Delegacia de Polícia. Na ocasião, diversos jogadores e integrantes da comissão técnica do Tricolor sofreram com o gás – Muricy chegou a vomitar no banco.

    Segundo Mauro Marcelo, o caso pode ficar sem amparo legal, já que a contraprova deu negativa.

    – Não sei nem de onde surgiu a história de um suspeito palmeirense. Além do novo laudo, não recebemos nada. Essa é uma situação bem difícil, pois nós temos um inquérito sem vítima – colocou.

    O delegado participou com Gilberto Cipullo do movimento “Anjos da Academia”, contrário ao ex-presidente do Verdão Mustafá Contursi.

    PERCEBA PAULINHO QUEM É O DELEGADO, E QUAL É SUA RELAÇÃO COM O SUJO DE DESONESTO PALMEIRAS.

  57. Justiceiro

    Rafael Mussi:

    Os ataques normalmente partem do lado tricolor. Do lado palmeirense, normalmente o que se tem são argumentos. E com base em dados reais, não com arrogância infantil.

    Durante a maior parte do campeonato, quando o Palmeiras seguia à frente do SP, você quase nem aparecia por aqui. Pra começar! Agora que está na bica de ser campeão, fica fácil dar as caras, não é mesmo?

    Se você viesse antes, saberia que mais de um tricolor que hoje vomita arrogância ontem terminava seus comentários com um “Dá-lhe Grêmio!”, pois não acreditava que seu time pudesse ser campeão.

    Contra fatos não há argumentos: vide as médias de público dos campeonatos pra ver quem tem mais torcedores.

    Contra fatos não há argumentos: quem é o campeão do século XX? Vocês ainda têm este século pra empatar, mas nem eu nem você vamos saber se isso vai acontecer.

    Contra fatos não há argumentos: o SPFW tem mais vitórias nos confrontos diretos. Sabe quantas? Três! Mas peralá! Vamos tirar aquela derrota da final de 71? Do gol mal anulado do Leivinha? Então tá! E, já que falamos de gols mal anulados, que tal descontar a do ano passado, com gol mal anulado do Max? Beleza! Vamos fazer melhor então: vitórias roubadas com gol de mão também não valem. E vitórias arranjadas com pênalti inventando no final do jogo em mata-mata? Pode ser? Não, né? Melhor vamos ficar por aqui.

    Contra fatos não há argumentos: não sei se é um fato, mas melhor time do campeonato pra mim é o Inter, gastamos um baita dinheiro (alheio e próprio também, afinal os carrascos do SPFW – Léo Lima e Valdivia – não tinham relação nenhuma com a Traffic) e não seguramos 2 times inferiores (aí concordo contigo, os dois são inferiores mesmo).

    Finalizando, eu me lembro de ter ganho o Paulista e pelo que sei ainda tem um ano de contrato pela frente, não tenho bola de cristal pra saber se vai ser o único título. Nunca houve tentativa de voltar a ser time grande, pois nunca deixamos de ser gigantes. Seu último parágrafo é simplesmente ridículo, pois eu não conheço nenhum time que ganhou quase tudo nos últimos 3 anos (se ganhar 3 taças sobre nove disputadas é quase tudo, vc deve ser muito ruim em matemática).

    Sr. Rafael Mussi, seus ataques foram pueris e só demonstram a tradicional prepotência dos tricolores, colocados sempre nos seus devidos lugares cada vez que tem alguém com argumentos de verdade para debater.

    Tente outra vez.

  58. luiz carlos

    O Justiceiro é palmeirense. Não ganham nada, mas tem sempre uma desculpa para o exito dos outros times. Eles não são incompetentes, os outros é que são safados. Há sempre uma desculpa.

  59. geraldo lina

    LULA, que esgoto voce se refere ??? Ao seu mau halito ??? Fecha a sua boca que voce ajuda o PLANETA.

    *** ***** *

  60. geraldo lina

    MARCOS, VOCE EH UM TROUXA, ALEM DE SER UM IMBECIL ZEH MANEH DE MARCA MAIOR.

    VAI SE CATAR !!!

    VOLTA PRO BLOG DO FILHO DO MENTIROSO NATO, SENHOR MILTON NEVES !!! O MERCHAN

    *** ***** *

  61. tiago

    TIMEMANIA HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH COMO OS PALMERENSES SÃO TONTOS!!!!
    JUSTICEIRO E MARCOS VCS SAO O RETRATO DE UM TIME DECADENTE ….
    QUE PENA QUE EU TENHO DE VCS , DEVE SER DIFICIL TORCER PARA O GUARANI DA CAPITAL E VER O VIZINHO GANHAR TUDO QUE VE PELA FRENTE.
    HAJA GELOU PARA TANTA DOR DE COTOVELO.
    NO ANO QUE VEM VCS AÍ VAO DISPUTAR QUEM TEM MAIS TORCEDORES QUE SAO JOGADORES DE BINGO(OU TIMEMANIA SE AINDA EXISTIR) POR QUE NO FUTEBOL TA DIFICIL HEIN.

  62. LULA

    Os palestrinos já soltaram as bombas atômicas logo de cara. Quando discuto com os filhotes do Kassab – casados? têm filhos? – deixo eles bem à vontade. Só quando pensam estar na crista da onda que eu lhes informo de que eles já correram do Palmeiras. Fugiram. O que eu vou falar dum adversário que provou ser cagalhão logo de cara? Tentaram tomar o patrimônio alheio, malograram e ainda tomaram um sacode dentro de campo;

    Enquanto os patéticos pediram dois paulistas ao Farah, dos tempos da Floresta (Ui!), o Palmeiras não tem contabilizados nada menos que dois paulistas e quatro campeonatos nacionais. O SPFW precisou duma passada de mão na bunda do batedor, dada por Waldir Peres, para conquistar o primeiro nacional;

    Ficaram 1973 a 2000 sem vencer um choque-Rei sequer em nacionais. O maior tabu entre os grandes;

    Em 1994 impediram a realização dum Derby – nunca serão! – no Privadão. Cavocaram o próprio patrimônio, não tendo vergonha de não ter vergonha;

    Em 2004 novo vexame: provando ser uma agremiação sem qualquer brio, perdeu na véspera o choque-Rei. Antevendo a derrota, os torcedores do SPFW vão ao Municipal travestidos de amarelo. Bazófia nunca dantes imaginada no futebol de Piratininga. Mas adoram passar vergonha. Resultado: Palmeiras 2 x 1;

    Em 2006 era a vez do Palmeiras perder na véspera. O SPFW tinha uma equipe muitíssimo superior e todos os analistas davam como tranqüila a classificação do clube do Laudo Natel. Ao invés de vestir amarelo, os poucos torcedores verdes fizeram valer a tradição e empurraram o fraco time do Palmeiras para cima do badalado campeão da Libertadores. 1 x 1 no Palestra – com capacidade reduzida graças à uma manobra do Secretário de Segurança Pública, tricolor doente – e, no Privadão, os abnegados palestrinos seguraram o 1 x 1 até onde deixou o Sr. Wilson de Souza Mendonça, o Armando Marques moderno.

    São tantas histórias…

  63. Eduardo Braga

    alessandro Disse:
    Novembro 21, 2008 às 4:10 pm

    Classificação
    1. Flamengo: 10
    2. Atlético Mineiro: 9
    3. Corinthians: 5
    4. Bahia: 3
    5. Cruzeiro, Fluminense, Internacional: 2
    6. Grêmio, Palmeiras e Vasco: 1
    7. Avaí, Bangu, São Paulo-SP, São Paulo-RS e outros: 0

    Partindo da linha de raciocinio do Justiceiro, a torcida do Atletico Mineiro é maior que a do Corinthians, as do Cruzeiro, Fluminense e Inter são maiores que a do SP e do Palmeiras ..

    Parabéns Justiceiro!! Vc está quase conseguindo bater o Marcos em argumentos sem noção!!!

    ONDE EU ASSINO?

  64. carlos lopes

    Contra fatos não há argumentos.

    E o que dizer de um campeonato ganho,jogando gas no vestiario do adversário e apagando a luz do estadio?

    Isso envergonha qualquer um.

  65. carlos lopes

    Torcedores adversários confundem arrogancia com realidade.
    Qualquer pessoa inteligente pode constatar que o Tricolor tem estrutura
    e competencia ja demostrada muito além do que outros times.

    Tem estádio pra grandes jogos,tem centro de treinamento diferenciado
    tem centro de formação de jogadores,tem o refis que é referencia mundial.ganha campeonatos que disputa,forma jogadores .

    Isso é pra quem pode não pra quem quer.

    Realidade é uma coisa,arrogancia é outra.Não confundam.
    Enquanto outros ficaram anos na mão de mustafás e dualibs
    e suas torcidas aplaudindo.

  66. Carlos Oliveira

    SÃO PAULO x palmeirinhas

    postado por Mauro Beting

    No mata-mata, jogos de ida e volta, o São Paulo eliminou o Palmeiras nas semifinais do SP-87 e SP-98, e na decisão do SP-92.

    No Rio-São Paulo, deu Tricolor nas semifinais de 1998. Em 2002, nos cartões amarelos, também. Na Copa do Brasil-00, também. Libertadores-94, Libertadores-05, Libertadores-06, mata-mata, deu São Paulo. No Superpaulistão de 2002, Tricolor.

    O Palmeiras eliminou o São Paulo nas semifinais do SP-08. Nas oitavas-de-final do BR-00.

    Em quadrangulares, o Palmeiras superou o São Paulo no BR-73, BR-93, SP-95. Caiu para o rival no SP-91 e SP-97. Deu Tricolor na fase inicial da Libertadores-74.

    Num jogo só, na semifinal do SP-78, o São Paulo eliminou o Palmeiras, na prorrogação.

    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    RESULTADO FINAL EM MATA-MATAS (TODA A HISTÓRIA):

    SÃO PAULO 14×5 SEP/TRAFFIC

    VOU REPETIR 6 VEZES, PRA LEMBRAR O FUTURO HEXACAMPEÃO BRASILEIRO:

    14×5
    14×5
    14×5
    14×5
    14×5
    14×5

    QUE MASSACRE!
    CHUPA, ETERNOS FREGUESES DECADENTES, AHAHAHHAHAHA.

  67. carlos lopes

    E outra,tá certo mesmo de nunca aceitar esse tecnico pra treinar sua equipe.
    Pra quem se dispos a acusar o São Paulo no caso ridiculo do gas com a neta no colo depois da partida…usando a menina,a própria neta, q não tinha nada a ver com as falcatruas… é capaz de tudo.

  68. Carlos Oliveira

    |||||| PESQUISAS DE TORCIDAS ||||||

    PESQUISA DATAFOLHA 2008

    Posição Clube Percentual (torcida)
    1 Flamengo 17 %
    2 Corinthians 12 %
    3 São Paulo 8 %
    4 Palmeiras 6 %
    4 Vasco 6 %
    6 Grêmio 4 %
    7 Cruzeiro 3 %
    7 Internacional 3 %
    9 Atlético Mineiro 2 %
    9 Botafogo 2 %
    9 Santos 2 %
    9 Seleção Brasileira 2 %
    13 Bahia 1 %
    13 Fluminense 1 %
    13 Sport 1 %
    13 Vitória 1 %
    Outros 6 %
    Nenhum 26 %

    PESQUISA REVISTA PLACAR 2007

    1 Flamengo 18,1 % 33,0
    2 Corinthians 13,2 % 24,0
    3 São Paulo 7,3 % 13,3
    4 Palmeiras 6,5 % 11,8
    5 Vasco 5,5 % 10,0
    6 Cruzeiro 3,7 % 6,7
    7 Grêmio 3,5 % 6,4
    8 Santos 2,7 % 4,9
    9 Internacional 2,6 % 4,7
    10 Atlético Mineiro 2,0 % 3,6
    11 Botafogo 1,5 % 2,7
    12 Fluminense 1,2 % 2,2
    13 Bahia 1,1 % 2,0
    14 Sport 1,0 % 1,8
    15 Vitória 1,0 % 1,8
    16 Remo 0,7 % 1,3
    17 Paysandu 0,6 % 1,1
    18 Atlético Paranaense 0,5 % 0,9
    19 Santa Cruz 0,5 % 0,9
    20 Seleção Brasileira 0,4 % 0,8
    21 Coritiba 0,3 % 0,5
    22 Juventude 0,2 % 0,4
    23 América (MG) 0,1 % 0,2

    PESQUISA IBOPE 2007

    1 Flamengo 19,1 %
    2 Corinthians 14,4 %
    3 São Paulo 9,1 %
    4 Palmeiras 7,2 %
    5 Vasco 5,5 %
    6 Cruzeiro 3,7 %
    7 Grêmio 3,5 %
    8 Santos 2,7 %
    9 Internacional 2,6 %
    10 Atlético Mineiro 2,0 %
    11 Botafogo 1,5 %
    12 Fluminense 1,2 %
    13 Bahia 1,1 %
    14 Sport 1,0 %
    15 Vitória 1,0 %
    16 Remo 0,7 %
    17 Paysandu 0,6 %
    18 Atlético Paranaense 0,5 %
    19 Santa Cruz 0,5 %
    20 Seleção Brasileira 0,4 %
    21 Coritiba 0,3
    22 Juventude 0,2 %
    23 América (MG) 0,1 %

    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    Ou seja, perdem em títulos, torcida, tradição, patrimônio, mídia, faturamento, audiência, são super fregueses, etc… Pobres traFFicantes meretrizes. Não sabem o que é andar com as próprias pernas.

  69. geraldo lina

    AS QUENGAS DA TURIASSU, AS VENDIDAS, O CLUBE DA PROSTITUICAO EH UMA GRANDE VERGONHA PARA O ESPORTE BRETAO.

    ELAS NAO SE CONFORMAM QUE SAO PEQUENAS.

    *** ***** *

  70. LULA

    Hahaha! O bunda-lisa contabilizou Superpaulistão, aquele que o Palmeiras foi eliminado pelos cartões do juiz? Putz! Vencer por cartões amarelos é coisa tão honrada… é a cara do tricolor.

    Contabilizou decisão de campeonato (1992) e, para comprovar que são café-com-leite mesmo, contaram 1974 como mata-mata, sendo que em 1974 o Palmeiras caiu na fase de grupos. Classificava-se um e três caíam fora. A torcida que ama a Libertadores mal sabe o regulamento da competição. Classificaram-se para tomar fumo do Independiente. Nem levarei em conta o fato do Palmeiras ter começado a competição com nove desfalques que estavam na Copa da Alemanha.

    O azar do Coritnhians foi não ter achado um Newell’s Old Boys pelo caminho. Por sinal, vários amigos corinthianos foram à final para “dar uma força” ao amigos tricolores.

    Estranho alguém dizer que um rival não anda pelas próprias pernas, quando se tem apoio de vários governadores, do Paulo Schmidt, do Paulo Castilho, do Saulo de Castro Abreu Filho, do ex-Governador Paulo Machado de Carvalho, do Laudo Natel, do ex-Governador Porfírio da Paz, do Gilberto Kassab, do Juan Figger, do Wagner Ribeiro, do Lance!, da Jovem Pan, da Bandeirantes, da Globo, do Estadão eugenista, do Armando Marques, do José de Assis Aragão, do Wilson de Souza Mendonça, do Seneme, do Getúlio Vargas, do Palmeiras e do Corinthians.

    Levando em conta o poder que essa gente tem e teve e as trapaças que perduram desde 1942, o desempenho de vocês é pífio: teriam obrigação de ter, pelo menos, o mesmo número de títulos do Boca.

    Pobrezinhos.

  71. Rafael Mussi

    Justiceiro,

    Vou encerrar a discussão por aqui. Explico: a partir do momento que você disse “Vamos tirar aquela derrota da final de 71? Do gol mal anulado do Leivinha? Então tá! E, já que falamos de gols mal anulados, que tal descontar a do ano passado, com gol mal anulado do Max? Beleza!” eu me recuso a comentar.
    E depois ainda enche a boca pra falar em infantilidade.
    Argumentos todo mundo tem, daí a ser verdade ou convencer, são outros quinhentos.
    Chora ! Pode chorar, porque não vai ser dessa vez. 22 anos na fila. Chora !

  72. Carlos Oliveira

    Lula/Marcos tosco, este levantamento foi feito pelo grande Mauro Beting (palmeirense) em seu blog, e a realidade é esta: 14×5. Um massacre. Não interessa o campeonato ou regulamento. O importante é a eliminação, e a tristreza e frustração que ela causou nos fregueses, ahahahha. Depois vira estatística. Então chupa, otário! MB foi perfeito.

    E são fregueses no histórico dos confrontos diretos, também. São as “putinhas” do Tricolor, e gostam de apanhar feito mulher de malandro, hahahha.

    14×5, HUMILHAÇÃO!!!

    E se todos estes “ajudaram” o São Paulo na história, vou apontar quem ajudou/financiou o palmeirinhas: Francesco Matarazzo, Mussolini, Militares (como é o nome do Coronel em 42?), José Serra, José Aparecido de Oliveira, Parmalat “lavanderia”, Traffic, Máfia Siciliana, presidente da FPF Del Nero, e por aí vai. Já que é pra apelar, AHAHAHAHAHA.

    Falando em Libertadores, vocês são 3 ou 4 vezes vice campeões. 1 mísero título. Por pouco, não é igual ao Corinthians. Uma vergonha. E quando pega o Tricolor, já sabe… 4 confrontos na história, 4 eliminações. 2 delas, em 2 anos consecutivos. PQP, como arregam as porquinhas.

    PUTINHAS QUE ABREM AS PERNAS, QUANDO VÊEM O SÃO PAULO PELA FRENTE!

    Sem parcerias, são mais de 30 anos sem títulos. Não é mole não, mais de 30 anos!!! Ou arrenda a camisa pra parceria e se prostitui, ou é FILAAAAAAAAAA… Pobre Guarani da Turiassú. Time sem força e decadente. Mas não tenho raiva do Palmeiras, tenho pena do clube, honestamente. Tentaram rivalizar este ano, medir forças e tal, e até conseguiram um paulistinha (depois de 12 anos, ahahaha), mas voltaram a refugar novamente. Não incomodam ninguém. Ano que vem, talvez seja o Santos ou Corinthians de novo pra tentar tentar fazer frente ao TRICOLOR 6-3-3.

    A propósito, 5(6)-3-3 x 4-1-0, AHAHAHAHAHAH.

    Chupa Traffic/Sep
    RUMO AO HEXA!!!

  73. Justiceiro

    Hahahahaha!!!!!

    Como é fácil fazer as tricoletes terem chilique! Faltou argumento? Parte pra agressão barata! Que mediocridade, será que não tem um que segure a onda?

    Um fala que eu invento desculpas e que chamo os outros de safados. Quando eu fiz isso? Outro diz que sou tonto porque ligo pra Timemania. Eu não fiz isso, joguei nas fuças das tricoletes que é o SPFW que faz seus torcedores de trouxas (não é isso que vcs falaram, que quem compra é trouxa? Então taí, o próprio clube os faz de trouxas, engulam essa).

    Outro diz que ganhamos o Paulista por causa do gás. É deve ser, se não fosse isso o frangueiro não teria falhado no gol do Léo Lima nem o chileno teria feito o gol cala-boca. E o SPFW teria sido campeão. Huahua! Contem outra! Tem outro que coloca pesquisas que só confirmam o empate técnico entre Palmeiras e SPFW. E ainda fala que o SPFW tem mais tradição… Putz, essa foi de doer… no quesito tradição, o Jd. Leonor simplesmente não tem como fazer frente aos rivais da capital nem ao Santos. Forçar a barra desse jeito também não dá…

    E outro simplesmente admite que não tem como contra-argumentar, pois vai argumentar o quê, com tantas vitórias incontestáveis no apito. Tem mais é que fechar o bico e abaixar as orelhas mesmo.

    Enfim…

  74. luiz carlos

    Justiceiro, voce é o Rolando Lero do blog. Fala, fala e não diz nada. He, he.
    Sobre pesquisas: não estou nem aí para elas. Colocaram um monte aqui, só passei o olho por cima. Para mim o que interessa são os títulos conquistados. O resto, ah, o resto…

  75. luiz carlos

    Em tempo: acertei em cheio o seu time. Sabe por quê? É o mesmo padrão de choro e justificativas. Abraço e não tenho nada contra time nenhum, só torço a favor do São Paulo. Nada além disso.

  76. Carlos Oliveira

    Justiceiro, falar que o São Paulo não tem tanto ou mais tradição do que rivais de SP é piada. O São Paulo é um pouco mais jovem, mas não deixa de esbanjar tradição, seja em nível estadual, nacional ou internacional.

    O que é tradição pra você?

    O São Paulo é o maior campeão paulista da era profissional (pós-1933). É o time que mais chegou em finais (fora a Era dos pontos corridos) de estaduais (15x). Com exceção dos anos 60, tem títulos estaduais em todas as décadas.

    Em nível nacional, chegou 13 vezes entre os 3 primeiros do Brasileirão, ou seja, quase um terço da história do BR desde 71. É o time que mais marcou gols, pontos e tem o maior número de vitórias da história do BR. E um dos maiores finalistas.

    Em nível internacional, são 13 participações em Libertadores com 6 finais (74,92,93,94, 2005 e 2006), além de 2 semifinais.

    É o time paulista que mais cedeu jogadores em Copas do Mundo. Sempre formou grandes esquadrões, com exceção do período da fila (1957-70).

    Com exceção dos gambás, tem mais vitórias que derrotas contra todos os demais clubes do Estado. No Brasil, só perde para o Vasco.

    Contestar a tradição ou a força do São Paulo ao longo da história, é ser no mínimo desinformado.

    RUMO AO HEXA.

  77. Ricardo Lopes - Original

    Carlos Oliveira, respeito é bom…vc esta passando dos limites seu portuga de m…

  78. Max Trimundial

    Justiceiro,

    por enquanto somos 5-3-3…e todo ano EFETIVAMENTE temos chances de aumentar esses números…já o palmeiras…

    quem pode comemorar um paulista é o São Caetano, Barueri, etc…quando um time dito “grande” e sua torcida vangloriam-se de um campeonato desses é passar um recibo já foi grande….hoje é time de aluguel que só consegue disputar alguma coisa quando “amparado” por alguma parceria milagrosa.

  79. luiz carlos

    Eu respeito muito voce, Carlos Oliveira, mas francamente… Deixa essa gente com a dor deles. Naõp tem nada que mostrar. Fato é fato. Contra fatos não há argumentos. Deixe os carsa espernearem. Nem vou falar da midia fascista…

  80. geraldo lina

    Justiceiro Disse:

    Novembro 22, 2008 às 4:31 pm
    Hahahahaha!!!!!

    Como é fácil fazer as tricoletes terem chilique! Faltou argumento? Parte pra agressão barata! Que mediocridade, será que não tem um que segure a onda?

    *** ***** *

    A RESPOSTA PRA ISSO TAH AQUI:

    Ricardo Lopes – Original Disse:

    Novembro 22, 2008 às 7:54 pm
    Geraldo, cala boca seu idiota.

    *** ***** *

    VOCES SAO MENINAS FRAGEIS.
    PROSTITUTAS CANSADINHAS DE GUERRA…

    8)

    VAO SE CATAR !!!!

  81. Carlos Oliveira

    CHUUUUUPAAAAAA CARCAMANOS SAFADOS E RECALCADOS!!!

    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

    HOJE TEM BACALHAU!!!!!!!!!!!
    RUMO AO HEXA!
    6-3-3

  82. JOSÉ ROBERTO DA SILVA

    Então quer dizer que agora os classificados para a Libertadores são os clubes com maior média de públiuco nos estádios, maior número de torcedores.
    Quer dizer que é mais gostoso ser campeão de torcida do que levantar o caneco de campeão brasileiro? Nesse mundo tem bobo prá tudo. Me engana que eu gosto!

  83. Justiceiro

    E a baixaria das tricolotes continua. Que beleza! Um até ameaçou discutir com argumentos, mas logo voltou ao nível que caracteriza a facção tricolor.

    Mediocridade sem fim…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: