Advertisements
Anúncios

França e Dinamarca produzem primeiro zero a zero da Copa em “jogo de compadres”

Com o empate favorecendo a classificação de ambos, França e Dinamarca, em desrespeito ao torcedor presente no estádio de Moscou, nada fizeram de relevante para tirar o zero do placar pela última rodada da fase de grupos.

O primeiro tempo começou equilibrado, com o time da França, mesclado por titulares e reservas, burocraticamente tocando bola no ataque, enquanto os dinamarqueses, ainda ameaçados pela possibilidade de eliminação, tentavam inserir velocidade no jogo.

Após o anúncio de que o Peru saiu na frente da Austrália no outro embate do grupo, a Dinamarca, que classificava-se com este resultado, recuou e se fechou, buscando, quando muito, o contragolpe.

Sem muita empolgação, a França criou duas chances: uma delas com Giroud batendo de primeira, dentro da área, com Schmeichel espalmando à escanteio, além doutro chute, realizado por Dembele, aos 32 minutos, que passou cruzado à direita da meta.

O segundo tempo foi ainda pior, com alguns chutes de fora da área de ambas as partes, mas nenhuma vontade de arriscar o resultado da partida.

Pior para a Dinamarca, que, com a vitória do Peru confirmada (dois a zero, com direito a gol de Guerrero), poderia e deveria tentar a primeira colocação, mas preferiu não roer a corda de um nítido acordo tácito de manter as coisas como estavam.

A França enfrentará a Croácia nas oitavas, confronto nada fácil, mas menos perigoso, talvez, do que poderá vir pela frente para os dinamarqueses, principalmente se a Argentina ressurgir das cinzas, sob a regência do genial Lionel Messi.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: