Advertisements
Anúncios

O “Timão” da Odebrecht

O vice-presidente do Corinthians, André Negão, meses atrás, foi levado coercitivamente para depor no âmbito da Operação “Lava-Jato”, da Polícia Federal, acusado de receber R$ 500 mil em propina da Odebrecht, construtora do estádio em Itaquera.

No mesmo dia acabou preso, após encontrarem duas armas de fogo em sua residência.

O apelido de Negão na planilha do Departamento de Propinas da Odebrecht era “TIMÃO”.

Recente delação premiada de executivos da construtora confirmou a alcunha do vice-presidente alvinegro, e que ele operava como intermediário de “agrados” do deputado federal Andres Sanches, para que este facilitasse a assinatura de aditivos com objetivo de encarecer o preço final da obra (de R$ 330 milhões para R$ 1,2 bilhão).

Ontem, André Negão postou vídeo dentro do Parque São Jorge, utilizando-se de uma camiseta com a inscrição “Timão” saltando aos olhos do espectador.

Seria uma afronta à PF ou simples descuido do dirigente ?

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: