Advertisements

Crefisa “comprou” poder no Palmeiras sem pagar um centavo (ao clube)

Brilhante a definição do advogado Rodrigo Monteiro de Castro ao esclarecer, com a simplicidade dos sábios, o mote principal do acordo entre Crefisa e Palmeiras:

Destaco:

“Uma controladora (Crefisa) que, ao contrário, de qualquer controlador de sociedade anônima, não pagou pelo controle”

“Sim, pois: patrocínio não é preço, visto que sua concessão implica alguma espécie de contrapartida, como visibilidade, aumento de clientela ou de receita; e empréstimo, por sua vez, haverá de ser devolvido”

Ou seja, Leila Pereira e seu marido, Lamacchia, “compraram” o poder no Palmeiras sem pagar um centavo sequer (ao clube) pela aquisição.

Talvez não se possa dizer o mesmo com relação a alguns, supostamente beneficiados, conselheiros.

O texto completo, que provocou a ira de Paulo Serdan, general do exército da Crefisa, foi publicado nos blogs de PVC e Juca Kfouri, e pode ser conferido no link a seguir:

https://blogdojuca.uol.com.br/2019/04/sobre-leila-pereira-e-o-palmeiras/

Advertisements

Facebook Comments

2 comentários em “Crefisa “comprou” poder no Palmeiras sem pagar um centavo (ao clube)”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: