Advertisements
Anúncios

Corinthians simula proposta do Ajax para facilitar a vida dos empresários de Pedrinho

O Corinthians deixou vazar, ao site Globo Esporte, que o agente Giuliano Bertolucci, sócio em transações de jogadores de Andres Sanches, presidente alvinegro, e do iraniano Kia Joorabchian, teria trazido uma proposta do Ajax, da Holanda, para contratação do jogador Pedrinho.

20 milhões de Euros ou R$ 89,1 milhões na cotação de ontem (19).

O clube teria recusado.

Espertamente, a diretoria do Corinthians diz trabalhar com a hipótese de vender a promessa alvinegra se as propostas aproximarem-se de 30 milhões de Euros ou R$ 133,7 milhões.

Porém, a multa contratual de Pedrinho é bem maior: 50 milhões de Euros ou R$ 222,8 milhões.

Ou seja, ao espalhar o interesse do Ajax – não comprovado, de R$ 89,1 milhões, o clube tratou de, junto com os agentes habituais, depreciar a sua mercadoria, fingindo ainda brigar por um preço melhor, que, em verdade, é muito inferior ao valor estipulado em contrato.

A diferença, doutros R$ 89,1 milhões, que o Corinthians insinua abrir mão para negociar Pedrinho, poderia bancar, em média, dois ou três anos do que o Timão costuma gastar em aquisição de jogadores.

Veremos, se não nesta janela de transferências, na próxima, o comportamento dos dirigentes do Timão em relação a este assunto.

Levando-se em consideração a existência, no Estatuto, da necessidade do presidente alvinegro consultar o Conselho Deliberativo para a realização de negócios com valor elevado – o caso, ceder quase R$ 100 milhões, enquadra-se na deliberação – cabe aos conselheiros do Corinthians o resguardo dos direitos alvinegros ou a conivência para tirar dinheiro do clube e colocá-lo no bolso de diversos intermediários.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: