Anúncios

A CBF e o futebol feminino

Sob a direção do conselheiro são-paulino Marco Aurélio Cunha, a CBF divulgou tabela do Campeonato Brasileiro de futebol feminino somente 22 dias antes do início da competição.

Ou seja, equipes que já enfrentam dificuldades naturais de organização, fruto da notória desorganização da Casa Bandida, terão que se virar para correr atrás de hospedagem, parcerias de viagens, etc.

Pior: duas parcerias foram fechadas para, supostamente, auxiliar os clubes na disputa: Klefer e Sportpromotion, ambas implicadas em investigações de corrupção no Fifagate.

Vale lembrar, o novo presidente da CBF, Rogério Caboclo, que substituirá o atual, Marco Polo Del Nero, em sessão de “beija-mão” (eleição por aclamação) nos próximos dias, é parceiro de Cunha no conselho tricolor, indicação de que pouco ou nada mudará daqui por diante.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: