Após desacordo, Paulo Garcia denuncia fraude nas urnas e entra na Justiça para anular eleições do Corinthians

Durou pouco o clima de affair entre o candidato supostamente derrotado, Paulo Garcia, e o presidente do Corinthians, Andres Sanches, por desacordo na composição da nova diretoria alvinegra.

Cinco dias após o pleito, boa parte dos diretores ainda não foi revelada.

Por conta disso, Paulo Garcia, após análise nas urnas, teria encontrado fraude na denominada “zerésima”.

Testemunhas garantem que as urnas teriam sido reprogramadas durante o transcurso da votação.

O dono da Kalunga, então, em conjunto com seus vices na disputa, Flavio Adauto e Emerson Piovesan, ingressaram, no JECRIM, com procedimento criminal contra a empresa fornecedora das urnas, a Telemeeting Brasil Ltda.

É grande a possibilidade, em comprovando-se a fraude, de anulação das eleições do Corinthians.

A decisão está a cargo do juíz Ulisses Augusto Pascolati Junior.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas para Após desacordo, Paulo Garcia denuncia fraude nas urnas e entra na Justiça para anular eleições do Corinthians

  1. Tomara que sejam anuladas. Quero ver Andres Sanches PRESO. PRESO.PRESO.

  2. Andre disse:

    Hahaha a uol te roubou novamente…

    Paulinho: eles perderam a vergonha…

  3. Andre disse:

    E algum dia tiveram para perder?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.