Madame bate com a mão da “organizada” em diretor do Palmeiras

Leila Pereira e Paulo Serdan

É irretocável a manifestação da facção criminosa Mancha Verde sobre a suspeita atuação do dirigente Alexandre Mattos no futebol do Palmeiras e sua evidente parceria com o agente Eduardo Uram, que além de diversos jogadores é responsável, também pelo treinador Cuca.

Os dados de contratações milionárias (mais de R$ 100 milhões), além de listagem de jogadores ligadas ao empresário, correspondem à realidade.

Na manifestação, porém, há estranha ausência de críticas à CREFISA, que, pelas mãos da Madame, a que é casada com o dono da patrocinadora, participou ativamente dos negócios do departamento, viabilizando, financeiramente, com valores controversos, alguns pagos no exterior, tudo o que está sendo reclamado, agora, pela “organizada”.

Leila Pereira era parceira de Mattos, não apenas fornecedora de dinheiro.

Por razões que ainda deverão vir à tona, o “casamento” comercial entrou em crise.

A Mancha, que recebeu financiamento da CREFISA, e, por conta disso, apoiou a imoralidade cometida contra o Estatuto palestrino que deu cargo de conselheiros a seus “mecenas”, mais uma vez mudou de atitude (antes defendia as ações de Mattos) pela cabeça de terceiros, estes sem a coragem necessária de protestar, utilizando-se das mãos que pagaram para manipular.

Mattos, sem o apoio dos donos do clube, entre eles Mustafá Contursi, que também vem criticando o dirigente, sabe que está por um fio no Palmeiras, amparado na fragilidade de um presidente submisso que, certamente, aguarda a melhor oportunidade de despachá-lo.

San Gennaro, em sendo confirmado, em breve, o afastamento do cartola (que, de fato, tem lesado o Palmeiras), escreverá certo por linhas tortas, ditadas por quem não é exemplo, aliás, muito longe disso, de conduta, dentro e fora dos muros palestrinos.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para Madame bate com a mão da “organizada” em diretor do Palmeiras

  1. Parabens… confesso que fiquei curioso, se daria “espaço” para sua audiência, para criminosos como vc mesmo escreve.

    Mas não fico surpreso afinal, tudo vale apena, quando convêm!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.