Bélgica decepciona, mas vence Argélia no Mineirão

image

Sem jogar bem, e sofrendo com a marcação de quase 11 homens a frente da área adversária, a Bélgica conseguiu vencer a Argélia, de virada, por dois a um, no Mineirão.

Tirante os vinte minutos finais, que lembraram um pouco do futebol que fez os europeus serem elogiados, o restante do jogo foi pura decepção.

Apesar de claramente mais qualificada, a Bélgica não conseguiu ultrapassar o sistema defensivo Argelino, nos primeiros vinte minutos de jogo.

Somente uma batida de Witsel, com rebatida do goleiro africano, foi digna de nota nesse período.

Para piorar a situação dos europeus, Vertonghuen, de maneira ridícula, derrubou Feghouli dentro da área, aos 23 minutos.

Penalti.

O próprio Feghouli bateu bem e converteu.

Apontada como uma das favoritas da Copa, a Bélgica decepcionava.

Aos 34 minutos, nova batida da intermediária de Witsel fez o goleiro argelino trabalhar.

Hazard conseguiu, enfim, realizar uma boa jogada, aos 43 minutos, quando passou por dois adversários e rolou para Chadli, que bateu fraco.

No desespero, mas com pouca criatividade, a Bélgica praticamente sitiou o segundo tempo no campo de defesa adversário.

Conseguiu dar seu primeiro chute a gol aos 21 minutos, em arrancada de Origi, magistralmente defendida pelo goleiro da Argélia.

Porém, três minutos depois, já no desespero, Fellaini, de cabeça, aproveitando-se de chuveirinho na área,  empatou a partida.

Aos 34 minutos, no primeiro contragolpe após a Argélia decidir passar do meio campo,  Hazard serviu com açúcar para Mertens soltar a bomba e virar o placar para a Bélgica.

Fez-se justiça.

Para a Bélgica, a partida serviu, apesar dos três importantes pontos conquistados, para que a equipe possa avaliar que muita coisa precisa ser melhorada para fazer jus ao favoritismo nela depositado antes do início da Copa do Mundo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.