Advertisements
Anúncios

Ex-dirigentes do Palmeiras montam “casinha” para negociar jogadores. Frizzo nega, mas seria sócio oculto do negócio

jair-jussiofrizzo tirone

Funciona na Rua Cláudio nº 412, no bairro da Lapa, em São Paulo, uma espécie de “casinha” para cooptação de jogadores menores de idade, que seriam, posteriormente, repassados a equipes tradicionais do futebol brasileiro.

Os responsáveis – explícitos – do empreendimento são o ex-diretor das categorias de base do Palmeiras, Jair Jussio, e o empresário de jogadores Jaime Mello.

Informações dão conta de que Roberto Frizzo, ex-diretor de futebol do Palmeiras na gestão Arnaldo Tirone seria o investidor “oculto” do negócio.

Jaime Mello, uma espécie de “funcionário” do dirigente na “casinha”.

Por sinal, o mesmo imóvel que Jair Jussio utilizou como moradia enquanto dirigente palestrino.

O procedimento adotado no local é o de selecionar jogadores jovens em peneiras, amarrá-los em acordos de representação, e, posteriormente, repassá-los aos clubes, mantendo também percentual sobre os direitos econômicos dos atletas.

Há, porém, o desejo de alguns conselheiros do Palmeiras – que já sabem do negócio – e de pais de garotos, temerosos com a ação do grupo, de informar o Conselho Tutelar e demais órgãos fiscalizadores, para que apurem se as condições fornecidas aos jovens são adequadas e se eventuais assinaturas de contrato – proibidas por Lei – estariam sendo realizadas.

Outro lado: Frizzo desmente ser sócio do negócio

Assim que obteve a informação de que investigávamos a “casinha” descrita na matéria, Roberto Frizzo, através de um intermediário, procurou o blog para esclarecer a questão.

Confirmou saber que Jair Jussio e Jaime Mello estavam realmente trabalhando com jogadores jovens no local, mas disse nada ter a ver com o empreendimento.

Disse ainda:

“O pessoal fala que estou participando porque ajudo o Jaime, financeiramente, que passa por momentos difíceis. O negócio deles ainda está engatinhando, e minha ajuda ao Jaime, apesar de mantê-lo trabalhando na “casinha”, nada tem a ver com o negócio.”

“Não preciso disso. Tenho meus negócios. Não participo de nada, nunca peguei um real do clube, nem de empresário algum. Minhas reuniões no Palmeiras sempre foram realizadas com as portas abertas, para que fosse preservada a transparência.”

“Não acho problema o Jair ter sido dirigente do clube e agora mexer com jogador. Não está mais lá. E prometeu que não colocará, nem aliciará jogadores do Palmeiras.”

“Nem dá para dizer que são jogadores. São jovens buscando uma oportunidade. Uma especie de “peneira”. Eles (Jair e Jaime) pretendem ganhar dinheiro, claro, mas só deve acontecer quando algum jogador fechar com os clubes, daí devem ficar com percentuais dos direitos dos meninos.”

Após falar sobre o assunto em pauta, Frizzo respondeu alguns de nossos questionamentos, entre eles os de suas pretensões políticas no Palmeiras, o assunto WTorre e também o hábito de dirigentes dividirem comissões com empresários de jogadores (citamos Cesar Sampaio, como exemplo):

“As eleições ainda estão longe. Não dá para definir nada ainda. Mas estou trabalhando para que o Palmeiras siga sempre evoluindo.”

“Desde sempre avisei, junto com meu grupo, que o negócio com a Wtorre era ruim para o clube. Ninguém viu o contrato direito. Eles (dirigentes à época) não deixavam. Nos posicionamos no Conselho, mas eramos tratados como se fossemos contra o Palmeiras, vaiados, quando, na verdade, protegíamos o clube.”

“Como acabei de dizer. Nunca, em hipótese alguma, recebi dinheiro do Palmeiras, nem de empresário algum. Recusava o mínimo presente, para não dar margem a questionamentos. Agora, não vejo mal algum que o empresário queira, da sua parte, ceder percentual a dirigentes. Eu não aceitaria, mas não vejo mal, desde que não saia dinheiro dos cofres do clube.”

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: