Advertisements

Agente de jogadores, candidato a Presidente do Palmeiras está sob tratamento psiquiátrico após surto psicótico

No último dia 24, o Blog do Paulinho revelou diversas ‘fake-news’ postadas por Paulo Jussio, candidato a presidente do Palmeiras, em apoio ao genocida que infelicita a Presidência da República.

Cartola ‘terceira via’ do Palmeiras é bolsonarista e espalhador de fake-news – Blog do Paulinho

Seu comportamento pessoal, talvez, explique as razões das predileções políticas.

Jussio é agente de jogadores, profissão que herdou do falecido pai, Jair Jussio – de quem diz, com absoluta razão, “honrar o DNA” -, infelicitador, por longos anos, das categorias de base do Verdão.

Os links abaixo, datados de postagens realizadas em 2011 e 2013, demonstram que os ‘feitos’ do patrono já eram notados, à época, por nosso espaço:

Base do Palmeiras: Diretor escancara “esquemas” com empresários – Blog do Paulinho

Ex-dirigentes do Palmeiras montam “casinha” para negociar jogadores. Frizzo nega, mas seria sócio oculto do negócio – Blog do Paulinho

No recente 11 de setembro de 2020, Paulo Jussio constituiu a ‘Brazil Talent Assessoria e Marketing Esportivo Ltda’, que tem entre seus objetos sociais ‘Agenciamento de Profissionais para atividades esportivas, culturais e artísticas’.

Ou seja, habilitada para intermediação de jogadores de futebol.

Tratava-se de formalizar profissão que exerce, há algum tempo, na clandestinidade.

Assumir a presidência do Palmeiras ou, o que parece mais provável, utilizar a candidatura para barganha de cargo com postulante mais robusto, serviria, em tese, para Jussio salvar a própria vida financeira que, conforme comprovaremos, não é das mais confortáveis.


Paulo Jussio

Surto psicótico e Atestado de Pobreza

No dia 08 dezembro de 2020, a Sra. “V” (preservaremos a identidade) ingressou com ação de separação de corpos, com pedido de liminar, contra Paulo Jussio, que, desde agosto, negava-se a conceder-lhe o divórcio.

O casamento durou nove anos e resultou numa filhinha de três.

Segundo relato, o cartola, em 21 de julho de 2020, foi acometido de surto psicótico, extremamente agressivo, ocasião em que precisou ser internado.

O diagnóstico foi de Intoxicação Alcoólica, Transtorno de Ansiedade Generalizada e Depressão.

A recomendação, diante desse quadro, foi de acompanhamento psiquiátrico e administração de ‘quetiapina’, remédio utilizado em tratamento de esquizofrenia e bipolaridade.

Este episódio foi a gota d’água para a separação.

Antes disso, ‘V’, segundo depoimento, sofria de constantes abusos psicológicos, entre os quais acusações de infidelidade (o próprio Jussio, em petição de defesa, relata duas suspeitas, embora não comprove nenhuma).

O Blog do Paulinho teve acesso a conversas de whatsapp mantidas entre o casal, presente nos autos, que demonstram ameaças do cartola a ex-esposa, entre as quais a de agir, deliberadamente, para fazê-la perder o emprego, além de ofensas diversas à sua honra.

Trata-se de teor abjeto, de profunda covardia.

Ainda no processo, Paulo Jussio juntou ‘declaração de hipossuficiência’, afamado ‘Atestado de Pobreza’, declarando-se, ainda, sustentado pela família.

Em sendo verdade, o cartola comprova incapacidade financeira para assumir cargo não remunerado no Palmeiras, entre os quais, principalmente, a presidência.

Não bastasse a condição psiquiátrica, ainda sob tratamento, a impossibilidade de sustento pessoal com recursos próprios é, comprovadamente, inadequada às pretensões sugeridas pelo próprio nos últimos dias.

A Justiça, diante do quadro exposto, concedeu liminar para separação de corpos, destinando a guarda da filha em favor da ex-esposa, além de pensão alimentícia, inicial, de um salário mínimo.

Serão avaliadas ainda, por conta das questões patológicas, as condições em que as visitas paternas serão executadas.

‘V’ quer os encontros a cada duas semanas com obrigatória presença de uma Babá, opção recusada por Jussio.

Fica claro o temor em tê-lo, sem supervisão, ao lado da filha.

No mérito da ação de divórcio, ainda em curso, o pedido é de três salários mínimos a título de pensão, além de metade da ‘Brazil Talent’ e divisão de 25,6% de um imóvel, avaliado em R$ 184,2 mil, localizado no bairro do Rio Pequeno, em São Paulo.

Os demais 74,4%, ‘V’ alega ter pagado sozinha.

O Palmeiras tem como certas, até o momento, duas candidaturas controversas – diferenciadas pelo bolso.

A esperança é a de que um ‘salvador da pátria’ possa entrar na disputa ou, talvez, de que o ex-presidente, viabilizador de um dos postulantes através de documento forjado, ainda que a custo de algum prejuízo pessoal, pense no bem do clube e restabeleça a verdade.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: