Advertisements
Anúncios

No primeiro jogo, Corinthians venceu, mas o Santos saiu no lucro

O Corinthians foi muito superior ao Santos na vitória por dois a um, no Pacaembu, que deixa o clube de Parque São Jorge com a vantagem de poder empatar no jogo de volta para conquistar mais um Campeonato Paulista em sua história.

Paulinho e Danilo foram os melhores em campo, enquanto pelo Peixe, que jogou muito mal, Durval, pelo gol, pode ser destacado.

Somente o Corinthians jogou futebol na primeira etapa, imprimindo um ritmo alucinante no ataque, marcando pressão e lavando sempre vantagem sobre a defesa adversária.

Neymar inexistiu, e o Santos, por consequência, também.

Logo aos três minutos, Paulinho quase marcou em dividida com Rafael após bola espirrada de Danilo.

Aos 15 minutos, Danilo acertou grande chute da intermediária, para defesa magnífica de Rafael.

Dois minutos depois, após cobrança de escanteio de Sheik, Paulinho, um monstro, quase marcou de cabeça.

Sheik obrigou Rafael a fazer nova boa defesa, aos 19 minutos, após receber passe de Romarinho e bater cruzado da esquerda para a direita.

Romarinho poderia ter aberto o marcador, aos 36 minutos, após tabelar com Sheik, ficar na cara do gol, mas preferir se jogar, tentando pênalti que a arbitragem corretamente não marcou.

De tanto insistir, o Corinthians marcou seu gol aos 41 minutos, quando Romarinho levantou pela direita, Danilo tentou dominar e, antes da bola escapar serviu a Paulinho, que não perdoou.

Um a zero, absolutamente justo.

Paulinho ainda acertou a trave, em batida de primeira fora da área, dois minutos depois, com Guerrero perdendo gol incrível no rebote.

O Santos foi para o vestiário agradecido por não ter levado uma goleada antes do intervalo.

Na tentativa de mudar o panorama do jogo, Muricy voltou para a segunda etapa com Andre e Felipe Anderson nos lugares de Miralles e Marcos Assunção.

Porém, logo aos 3 minutos, Rafael teve que se desdobrar para defender chute cruzado de Sheik pela direita.

O Corinthians continuava melhor na partida, enquanto o Santos, um pouco mais aberto, tentava se acertar.

Sheik perdeu gol incrível, aos 6 minutos, após receber bola de Guerrero, perder a passada e ver Rafael fazer boa defesa.

Aos 19 minutos, Cassio fez sua primeira defesa no jogo quando Neymar arriscou da intermediária, no meio do gol.

Cassio bateu roupa em chute de fora da área, mas, por sorte, André furou no rebote.

Sem alternativa, o Santos partiu para o ataque, mas o Corinthians permanecia mais perigoso no contragolpe.

Paulinho, aos 24 minutos, partiu do campo de defesa, fez fila até a entrada da área, numa jogada extraordinária, mas, na hora de bater pegou mal na bola.

Neymar fez boa jogada pela esquerda, dois minutos depois e a bola sobrou para Cicero arriscar, Cassio defender e a bola beijar a trave direita.

Na sequencia, Tite sacou Guerrero e colocou Pato, tirando também Romarinho, que deu lugar a Edenilson.

O jogo ficou mais aberto, e emocionante.

E o Corinthians, aos 29 minutos, ampliou o marcador, quando Danilo e Paulinho brigaram pela bola dentro da área, após cobrança de escanteio, que sobrou para Paulo Andre encher o pé, no ângulo direito de Rafael.

Na pressão do Santos, Cassio fez ótima defesa após cabeçada de Neymar, aos 34 minutos.

Mas, dois minutos depois, Durval, de cabeça, diminuiu para o Peixe.

Após o apito final, o Corinthians vai para a Vila Belmiro com a vantagem do empate, porém com a sensação que poderia ter decidido o campeonato ainda no Pacaembu.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: