Advertisements

O grande negócio (para cartolas e agentes) que é cobrar o Corinthians na Justiça

Em 2018, o Corinthians contratou o obscuro jogador Jonathas, então com 29 anos, que estava vinculado ao Hannover, da Alemanha.

O empréstimo foi de R$ 1 milhão, mas os salários (incluindo direitos de imagem, luvas, etc.), ultrapassavam R$ 500 mil.

Parte dos valores direcionados ao agente Carlos Leite, parceiro histórico dos cartolas alvinegros.

Jonathas marcou um gol e foi devolvido.

Porém, seguiu-se à risca a determinação de alguns dirigentes do Corinthians que pedem aos intermediários para que acionem a Justiça para receber os calotes, tudo indica, predeterminados, com a soma final ampliada.

O clube paga a CLT em dia (que seria a parte dos jogadores), mas sempre atrasa os ‘direitos de imagem’ (os supostos recebíveis de empresários e cartolas co-ligados)

Todos os agentes que trabalham com o Timão acionaram o clube nos últimos anos, viram o lucro aumentar e, ainda assim, seguem com as portas abertas em Parque São Jorge.

Recentemente, Carlos Leite trouxe, dentre diversos (para profissional e categorias de base), o jogador Renato Augusto, que receberá, somente em CLT, R$ 750 mil mensais, com os demais custos inseridos nas manobras contratuais habituais.

O caso de Jonathas serve bem de exemplo.

Em junho de 2020, o atleta ingressou na Justiça para cobrar quase R$ 2 milhões em ‘direitos de imagem’ atrasados.

A Justiça. por óbvio, lhe deu ganho de causa.

Desde então, as condições de pagamento e a conta, atualizados, são os seguintes:

  • pelo contrato, o Corinthians tem que pagar 12% de juros anuais, 5% de multa sobre o total  (corrigidos com acréscimo de juros), além de 10% de tudo a título de honorários (tudo indica, outro comércio paralelo da diretoria);
  • Valor Principal: R$ 1,9 milhões, que, corrigido, está em R$ 2,6 milhões, acrescido de R$ 381 mil de juros, que perfazem R$ 3 milhões;
  • Destes, R$ 700 mil foram pagos em bloqueios judiciais anteriores, e, por consequência, amortizados;
  • serão acrescidos, porém, mais R$ 28 mil de custas, R$ 152,3 mil referente a multa de 5% e quase R$320 mil para quitar os advogados de Jonathas.
  • Valor total atualizado: R$ 2,8 milhões.

Ou seja, o atleta ingressou na Justiça para receber R$ 1,9 milhão, já recebeu R$ 700 mil e a dívida, apesar disso, permanece em R$ 2,8 milhões.

R$ 3,5 milhões, no total (somado o pagamento descrito).

É ou não um grande negócio?

Por conta disso, anteontem (25), a Justiça determinou novo bloqueio de contas do Corinthians com valores sendo destinados, oficialmente, a Jonathas, mas, oficiosamente, segundo bastidores, ao agente Carlos Leite, que costuma ser generoso com a diretoria alvinegra.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: