Advertisements

Constatações sobre a Seleção Brasileira

Após a derrota da Seleção Brasileira diante da Argentina, em casa, na final da Copa América, são óbvias algumas constatações:

  • Tite é um treinador que parou no tempo;
  • As convocações são, no mínimo, suspeitas;
  • Ter o filho como auxiliar, sem experiência relevante na profissão, é uma vergonha;
  • A diretoria da CBF, há décadas, só se importa em embolsar;
  • Os únicos jogadores diferenciados são Neymar – muito acima dos demais – e Marquinhos; o outro, Gerson, por razões inexplicáveis, não estava convocado;
  • Qualquer jogador, entre os convocados, excetuando-se os listados acima, é descartável;
  • Os períodos de ‘invencibilidade’ da Seleção Brasileira, comparados às das Europeias, precisam ser analisados com pesos distintos; o Brasil jogou contra o vento até enfrentar a Argentina, que sequer possui equipe de bom nível, embora tenha Messi em seu elenco; os europeus jogam partidas relevantes, e difíceis, a cada data FIFA;
  • Com esse time, e treinador, o Brasil é candidato a parar nas quartas de final da próxima Copa do Mundo, que é quando as principais equipes se afunilam; com um pouco de sorte, nas semifinais;
  • Todos no auge, a Seleção perde para França, Alemanha, Espanha e Itália; rivaliza com a Inglaterra, Bélgica e a Holanda.

Existem outros pontos que poderiam fazer parte dessa listagem, mas a que apresentamos já é suficiente para algum debate.

 

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: