Advertisements

Agripino sucumbe ao lobby do submundo esportivo

Titubeante, temeroso pelas pressões, somente uma ‘enquadrada’ do Ministério Público de São Paulo motivou o Governador João Agripino Dória Junior a ordenar a proibição às práticas esportivas no Estado, na tentativa de evitar contágios do COVID-19.

Mas, horas depois, a determinação já estava flexibilizada.

Dória, com enorme temor do lobby profissional do Esporte, autorizou os treinamentos de jogadores nos clubes de São Paulo.

Qual a diferença de risco entre um atleta sair de sua residência e, nos treinos, se relacionar até com mais jogadores do que em partidas oficiais, do enfrentado nos compromissos, vetados, dos mais diversos campeonatos?

A liberação da atividade diária das agremiações em meio ao agravamento da pandemia é covarde e torna as demais proibições absolutamente sem sentido.

Agripino demonstra, nesse episódio, preocupação maior com as possibilidades políticas de apoio ligadas ao submundo esportivo do que, efetivamente, com a saúde pública, o que, convenhamos, apesar do enorme acerto de viabilizar as atividades do Butantã, não surpreende a ninguém.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: