Advertisements
Anúncios

Justiça nega Habeas Corpus a Jorge Kajuru, que tentava atrasar ação criminal promovida por Boris Casoy

Em 2014, o vereador de Goiânia, Jorge Kajuru, à época ainda travestido de jornalista, publicou diversos vídeos, na internet e também na televisão, tratando o apresentador Boris Casoy pelos mais desairosos adjetivos possíveis.

O caso foi parar na Justiça, mais precisamente em ação criminal que tramita no JECRIM.

No próximo dia 02 de agosto, foi marcada a audiência de instrução, debates e julgamento, em que ambos precisam comparecer para fornecer as respectivas versões sobre o fato.

Em aparante tentativa de atrasar o procedimento, Kajuru impetrou Habeas Corpus solicitando adiamento do julgamento e retorno do processo ao estágio inicial, insinuanndo que tentará se compor civilmente com Casoy, ou, talvez, aceitar transação penal do MP-SP (para fugir de eventual condenação).

O Colégio Recursal negou provimento ao HC e o vereador terá que estar em São Paulo, no início de agosto, para responder às acusações proferidas contra o então jornalista da BAND.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: