Advertisements

Cristiane Gambaré é a flor no pântano de um Corinthians que insiste em chafurdar com Roberto Andrade

Não há equipe na América do Sul e, certamente, poucas no planeta, que podem fazer frente ao espetacular futebol feminino do Corinthians.

Um colírio para os olhos.

Futebol bem jogado e uma administração (deste departamento) que se destaca como flor única em meio a um pântano de esquemas e mediocridades.

Cristiane Gambaré é a grande responsável por conseguir isolar as atletas dos vícios do restante do clube.

Campeonatos Paulistas, Brasileiros, Libertadores e o que vier pela frente… não há limites para quem introduziu um comportamento vitorioso e selecionou jogadoras por critérios técnicos, sem envolvimento em sistemas de empresários.

Não houve, no futebol masculino, cartola mais competente e, principalmente, limpo do que ela.

Se houvesse, o Timão seria, com a força da marca que possui, o que o futebol feminino já é: referência mundial.

Gambaré deveria ser o espelho de conduta profissional no Parque São Jorge.

Mas trata-se, infelizmente, de exceção.

Não à toa o novo presidente, Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves, esteja sondando nomes como Roberto Andrade para o futebol profissional masculino, apesar do que se sabe sobre ele, não apenas no período de cartola.

Andrade é o oposto extremo do que representa Gambaré.

Na condição de diretor de futebol, foi responsável por diversos negócios nebulosos, muitos aos lado de Duílio, o que talvez justifique a ‘necessidade’ da escolha.

Fora do clube, foi colocado para correr da ‘Nova Veículos’, acusado de operar um esquema de roubos à empresa que teria durado muitos anos.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: