Advertisements
Anúncios

Presidente da Portuguesa fala em embolsar R$ 6 milhões do clube (com áudio)

Na última terça-feira (30), o “pastor” Diego Agiani, conseguiu retomar, judicialmente, a posse da afamada “Feira do Rolo”, construída no lugar em que estavam as piscinas do Canindé, sede social da Portuguesa, aterradas por ordem do presidente do clube, Alexandre Barros.

Os dois entraram em litígio, recentemente.

Agiani possui currículo invejável:

  • teria sido expulso da Igreja Mundial, sob comando do malfeitor Waldomiro Santiago, onde exercia a função de tesoureiro;
  • esteve preso por crimes diversos, numa delas em Presidente Venceslau

A história da parceria entre Barros e o pastor é marcada por traições diversas.

O clube havia acertado, previamente, levantar a “feira” com um comerciante árabe, depois chutado para dar vaga a Diego Agiani que, por fim, também teria sido passado para trás em favor de supostos prepostos de Alexandre Barros , mas conseguiu reverter o quadro, na Justiça.

Comenta-se que o deputado Arnaldo Faria de Sá e um investidor de nome Augusto também entrariam no negócio.

No processo em que conseguiu liminar para reaver a Feira, Diego comprovou ter depositado R$ 900 mil na conta pessoal da esposa de Alexandres Barros, e que, pela clausula 3.1 do contrato firmado entre ele e a Lusa, a mensalidade para utilizar o espaço do clube será de irrisórios R$ 75 mil.

O lucro do investidor, em comparação com os valores acertados com a Portuguesa, será muito grande.

Informações dão conta de que mais de uma centena de espaços já foram comercializados, a custo, oficial, de R$ 1.050 de aluguel, acrescidos de R$ 300 de condomínio.

Ou seja, mais de R$ 100 mil mensais de início, com outras centenas de espaços ainda a serem alugados.

A grande dúvida, até por conta disso, era a de que vantagem teria levado Alexandre Barros no negócio, a ponto de afrontar, gravemente, o patrimônio da Portuguesa, ao eliminar as piscinas, praticamente inviabilizando o clube social.

Eis que a resposta parece ter surgido da boca do próprio presidente da Lusa, em áudio de conversa mantida, por whatsapp, com o pastor Diego Agiani, vazado para o Blog do Paulinho.

Aparentemente, uma divisão de R$ 6 milhões, auferidos da cobrança de “luvas” dos comerciantes.

Ouça, leia a transcrição e tente não se indignar:

“Diego, o mundo é assim, cara… você sabe disso…”

“Então, é assim… você é fiel com seus princípios, não é ? Eu sou com os meus… eu sou fiel com as pessoas que são fieis comigo”

“E é assim que a gente tem que ser… o “Cara lá de Cima” está vendo… não tem como dar “a volta” na gente… se fosse pra isso, não ia ter “Feira”, nós já estávamos (sic) fudidos”

“É que Deus está lá em cima vendo e falou: “Não… esses caras merecem que a coisa anda (sic)… isso vai acontecer”… mesmo com todos os problemas”

“Tira de letra isso, velho… bota a cabeça no travesseiro, descansa, desliga a chavinha e calcula o que nós vamos fazer com os R$ 6 milhão (sic)… é isso daí que você tem que calcular, cara (risos)… vai comprar uma casa pra você, entendeu ? É isso que você tem que fazer… pra colocar tua mulher, seus filhos…”

“É isso… pronto ! Ponto”

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário em “Presidente da Portuguesa fala em embolsar R$ 6 milhões do clube (com áudio)”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: