Advertisements
Anúncios

Corinthians diminui calote com o Fundo, mas amplia dívida com a Odebrecht

Informe mensal protocolado pela BRL TRUST na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), detalhando movimentação do “Arena Fundo”, gestor financeiro do estádio de Itaquera, indica aumento da dívida com a Odebrecht, de R$ 332,5 milhões para R$ 332,9 milhões

Acréscimo de  R$ 400 mil.

Porém, a dívida do Corinthians com o Fundo, que seguia, mês a mês, aumentando, reduziu.

Em setembro de 2017 era de R$ 34,6 milhões, em outubro foi de R$ 40,3 milhões, depois R$ 43,8 milhões em novembro, R$ 50,9 milhões em dezembro, R$ 51,1 milhões em janeiro e, em fevereiro, R$ 52,4 milhões.

Agora, em números de março, caiu para R$ 36,5 milhões.

Isso significa que o Corinthians repassou ao “Fundo” parte do calote de ingressos dos últimos meses: R$ 15,9 milhões; mas este decidiu não repassar o montante à Odebrecht, com, tudo indica, implicação de R$ 400 mil a título de juros.

Confira, no link abaixo, a íntegra do Informe Mensal do Arena Fundo, protocolado em 02 de abril de 2018 na CVM, referentes às contas de março de 2018:

Informe Mensal – Arena Fundo – abril 2018

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: