A final única da Libertadores

Ideologicamente, trata-se de grande acerto a decisão da Conmebol de realizar a final da Copa Libertadores da América em partida única, à partir de 2019.

Em campo neutro, sem as pressões de torcidas mandantes, a probabilidade da melhor equipe vencer acentua-se.

A entidade deveria, aproveitando-se do raro momento de lucidez, dentro do contexto lamentável das praças esportivas nos quais os demais jogos do torneio são disputados – verdadeiros pastos, estabelecer novo mandamento:

  • partidas da Libertadores disputadas somente nos melhores estádios do país do clube mandante;

De cara, a medida elevaria o nível do futebol praticado no torneio.

Clube que não tiver estádio decente, dentro dum padrão pré-estabelecido, ficaria de fora da disputa ou teria que jogar noutro lugar.

O procedimento obrigaria os que sentirem-se prejudicados a procurar soluções para melhorar suas acomodações.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

3 ideias sobre “A final única da Libertadores

  1. E a questão financeira, para os torcedores se deslocarem para outro país?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.