Copa América no Brasil terá filho de Sarney como gestor

Ricardo Teixeira e Fernando Sarney

A escolha dos nomes que integrarão o Comitê Organizador Local da Copa América 2019, a ser realizada no Brasil, é tão deplorável quanto os dos representantes do COL, na Copa do Mundo 2014.

O presidente, só para começar, será Fernando Sarney, filho de José Sarney, frequente nas mais diversas listagens em que estão inseridos os políticos mais corruptos da história do Brasil.

Seus subalternos não ficam atrás e vão desde bajuladores notórios até gente com fama bem complicada.

Entre os puxa-sacos estão dois dos maiores laterais da Seleção Brasileira: Cafú e Branco.

Os mal-afamados são: Rogério Caboclo e o Coronel Nunes.

Diante deste quadro, surpreendente seria uma Copa sem desvios de conduta, muito mais torcida de cidadão do que expectativa real de jornalista.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.