Anúncios

Palmeiras é condenado após dispensar atleta da base com apendicite

Em 2016, o Palmeiras dispensou, após firmar contrato de um ano, o atleta Paulo Sergio Cardoso Junior, oriundo da Penapolense, ou seja, ligado ao agente de jogadores Fernando Garcia.

O motivo ? o jogador foi acometido de apendicite.

A mãe do atleta, Sr. Nilza da Silva, ingressou com ação para cobrança de multa contratual, avaliada em R$ 50 mil.

O Palmeiras contestou, dizendo que o jogador estava machucado e que mantinha vínculo com a Penapolense concomitantemente ao que havia assinado com o Verdão, porém, instado a comprovar as alegações, o clube foi pego na mentira.

Constatou-se, no BID da CBF, vínculo único com o clube e nas perícias médicas que a tal lesão, em verdade, era o quadro de apendicite.

Por conta disso o clube foi condenado a pagar os R$ 50 mil da multa, acrescidos de custas processuais.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: