Advertisements
Anúncios

Ezabella seria sócio oculto da família Scartezzini em imobiliária que negocia com jogadores de futebol

Felipe Ezabella, Raul Corrêa da Silva, Sergio Alvarenga e Fernando Alba

O Blog do Paulinho revelou, ontem, que parte da família Scartezzini foi acusada, no STJ, de práticas criminosas no exercício da advocacia.

Sócios de Ezabella foram denunciados como criminosos no STJ

À época, em 2003, já eram sócios do candidato a presidente do Corinthians, Felipe Ezabella, fazia dois anos no escritório “Goffi Scartezzini Advogados Associados”, pelo qual passaram a defender, também, interesses de jogadores de futebol, clubes e federações.

Ezabella, em exemplo, é, até os dias atuais, procurador do jogador Elias, em que, sob evidente conflito de interesses, atuou em contratos firmados pelo atleta com o Corinthians, mesmo ocupando cargo de dirigente, tendo ainda um dos líderes de sua atual chapa à presidência, o Dr. Sergio Alvarenga, sob comando do departamento jurídico alvinegro.

Felipe Ezabella, Elias e Carlos Leite, que teria gastado R$ 200 mil para comprar votos no Corinthians

Mas os problemas com o Timão não pararam por ai.

De maneira oculta, Felipe Ezabella ajudou na defesa do Palmeiras em ação promovida contra o Corinthians, assinada por seus sócios “Scartezzinis”, no famoso “caso Rogério Pedalada”, em que prejuízo de R$ 32 milhões vem sendo discutido, agora, na Justiça Trabalhista.

Ezabella pode ser impugnado no Corinthians. Novas descobertas agravaram situação do candidato

Se é verdade que Ezabella associou-se à família Scartezzini em 2001, talvez ainda sem saber com quem se juntava, deles não se dissociou nos anos seguintes às denúncias, formais e informais, de seus supostos malfeitos.

Pelo contrário: em 2014 teria entrado noutro negócio, com os mesmos sócios, desta vez no ramo imobiliário.

Quem realizar simples busca na Junta Comercial de São Paulo encontrará a constituição da empresa “Goffi Scartezzini Empreendimentos Imobiliários Ltda”, inserida no mesmo endereço do escritório de advocacia do “bando”, à Av. Lorena 427, apenas em nome de gente (alguns figurantes na denuncia criminal ao STJ) com sobrenome “Scartezzini”.

Porém, documento obtido pelo Blog do Paulinho, protocolado na mesma JUCESP, contém o nome e a assinatura de Ezabella na condição de “advogado” do grupo:

Para baixar a íntegra do documento, em que consta o nome de Ezabella, clique no link a seguir:

Ezabella contrato social

Abaixo documento ocultando o nome do ex-dirigente do Timão:

Imobiliária sem Ezabella

Coincidentemente, a imobiliária Goffi Scartezzini, da qual Ezabella figura, aparentemente, como sócio oculto, localizada no mesmo endereço do escritório de advocacia em que o candidato a presidente do Corinthians expõe-se como proprietário, tem realizado negócios com jogadores de futebol, inclusive do alvinegro de Parque São Jorge, e também ex-atletas, entre os quais estaria Ronaldo Fenômeno.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: