Ezabella seria sócio oculto da família Scartezzini em imobiliária que negocia com jogadores de futebol

Felipe Ezabella, Raul Corrêa da Silva, Sergio Alvarenga e Fernando Alba

O Blog do Paulinho revelou, ontem, que parte da família Scartezzini foi acusada, no STJ, de práticas criminosas no exercício da advocacia.

Sócios de Ezabella foram denunciados como criminosos no STJ

À época, em 2003, já eram sócios do candidato a presidente do Corinthians, Felipe Ezabella, fazia dois anos no escritório “Goffi Scartezzini Advogados Associados”, pelo qual passaram a defender, também, interesses de jogadores de futebol, clubes e federações.

Ezabella, em exemplo, é, até os dias atuais, procurador do jogador Elias, em que, sob evidente conflito de interesses, atuou em contratos firmados pelo atleta com o Corinthians, mesmo ocupando cargo de dirigente, tendo ainda um dos líderes de sua atual chapa à presidência, o Dr. Sergio Alvarenga, sob comando do departamento jurídico alvinegro.

Felipe Ezabella, Elias e Carlos Leite, que teria gastado R$ 200 mil para comprar votos no Corinthians

Mas os problemas com o Timão não pararam por ai.

De maneira oculta, Felipe Ezabella ajudou na defesa do Palmeiras em ação promovida contra o Corinthians, assinada por seus sócios “Scartezzinis”, no famoso “caso Rogério Pedalada”, em que prejuízo de R$ 32 milhões vem sendo discutido, agora, na Justiça Trabalhista.

Ezabella pode ser impugnado no Corinthians. Novas descobertas agravaram situação do candidato

Se é verdade que Ezabella associou-se à família Scartezzini em 2001, talvez ainda sem saber com quem se juntava, deles não se dissociou nos anos seguintes às denúncias, formais e informais, de seus supostos malfeitos.

Pelo contrário: em 2014 teria entrado noutro negócio, com os mesmos sócios, desta vez no ramo imobiliário.

Quem realizar simples busca na Junta Comercial de São Paulo encontrará a constituição da empresa “Goffi Scartezzini Empreendimentos Imobiliários Ltda”, inserida no mesmo endereço do escritório de advocacia do “bando”, à Av. Lorena 427, apenas em nome de gente (alguns figurantes na denuncia criminal ao STJ) com sobrenome “Scartezzini”.

Porém, documento obtido pelo Blog do Paulinho, protocolado na mesma JUCESP, contém o nome e a assinatura de Ezabella na condição de “advogado” do grupo:

Para baixar a íntegra do documento, em que consta o nome de Ezabella, clique no link a seguir:

Ezabella contrato social

Abaixo documento ocultando o nome do ex-dirigente do Timão:

Imobiliária sem Ezabella

Coincidentemente, a imobiliária Goffi Scartezzini, da qual Ezabella figura, aparentemente, como sócio oculto, localizada no mesmo endereço do escritório de advocacia em que o candidato a presidente do Corinthians expõe-se como proprietário, tem realizado negócios com jogadores de futebol, inclusive do alvinegro de Parque São Jorge, e também ex-atletas, entre os quais estaria Ronaldo Fenômeno.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Ezabella seria sócio oculto da família Scartezzini em imobiliária que negocia com jogadores de futebol

  1. uma coisa me tranquiliza e uma preocupa. o que me tranquilia é que o unico que nao é venal e pode dirigir o clube sem maracutaia é o citadini. o que me preocupa é que pela quantidade de pancada que voce ta dando nesses candidatos nanicos o tal de izabela e o tuma filho, a impressao que eu fico é que esses nanicos tao ameaçando a campanha do roque. nao tenho visto voce falar nada do garcia, por exemplo

  2. jhhcaldas disse:

    Seria ou é? Não pareceu clara a ligação. E pelo último debate e pelas propostas, pra mim continua sendo o único com preparo pra tirar o Corinthians dessa situação. E Deus me livre de Citadini, que tem mais aptidão pra jurado de programa de calouros.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.