Advertisements

Ezabella pode ser impugnado no Corinthians. Novas descobertas agravaram situação do candidato

Em 30 de dezembro, o Blog do Paulinho revelou, com farto material comprobatório, a relação comercial do candidato a presidente do Corinthians, Felipe Ezabella, com o jogador Elias, ex-Timão, de quem é procurador, inclusive em negócios realizados com o clube.

https://blogdopaulinho.com.br/2017/12/30/felipe-ezabella-elias-e-carlos-leite-que-teria-gastado-r-200-mil-para-comprar-votos-no-corinthians/

No dia seguinte, o associado alvinegro Rolando Wohlers, o Ciborg, fez chegar às mãos do desembargador Miguel Marques e Silva, presidente da Comissão Eleitoral Alvinegra, pedido de investigação sobre o assunto, que respondeu:

“Nós vamos analisar”.

Diz o art. 43 do Estatuto do Corinthians:

“Não poderá fazer parte de qualquer poder social do clube (…) o associado que:”

C) tenha com o Corinthians qualquer tipo de relacionamento profissional, na condição de procurador, empresário, agente de atletas ou como sócio dos que exerçam tais atividades;

D) venha a receber ou reivindicar, sob qualquer pretexto ou justificativa, mesmo profissionalmente, interesses contrários aos do Corinthians ou venha representar terceiros em ações movidas contra a associação (…)”

Após a publicação da matéria anterior, descobrimos novos dados, que comprovam ainda mais o período de ligação de Ezabella com Elias, que o próprio garantiu ser anterior ao vínculo com o Timão, e também outro caso, talvez até mais grave, de oposição aos interesses do Corinthians.

Em seu currículo no LINKEDIN, o candidato deixa claro ser fundador do escritório de advocacia “Goffi Scartezinni”, desde junho de 2001 (16 anos e sete meses), em sociedade com a família Scartezinni, abrangendo, portanto, seu período inteiro como conselheiro, vice-esportes terrestres e e agora candidato à presidência do Corinthians.

Além de participar das negociações de Elias com o Corinthians, tanto a primeira, oriunda da Ponte Preta, quanto a seguinte, retornando de Portugal, sem contar as três ações, recentes, movidas contra agentes de futebol (discussões de partilhas de comissionamentos), muitos outros casos tiveram a participação de Ezabella no resguardo dos direitos do jogador.

Em 2015, por exemplo, Ezabella viajou até o Rio Grande do Sul, promovendo ação de Elias contra o site “Olé do Brasil”:

CASO ROGÉRIO: SÓCIO DE EZABELLA DEFENDEU O PALMEIRAS EM AÇÃO MILIONÁRIA CONTRA O CORINTHIANS

Cid Flaquer Scartezzini Filho, sócio de Felipe Ezabella

Em 2013, o Corinthians ingressou com recurso no STJ contra o Palmeiras, para não perder R$ 32 milhões, cobrados pelo ex-lateral Rogério “Pedalada”, num rolo de direitos trabalhistas até os dias atuais não bem definido.

O advogado do Verdão foi Cid Flaquer Scartezzini Filho, sócio de Felipe Ezabella.

É evidente o conflito de interesses.

Aliás, coincidentemente, ao sair do Corinthians, Rogério foi jogar no Sporting, de Portugal, clube com quem o candidato alvinegro parece manter boas relações.

Voltando ao processo, Ezabella tinha livre acesso, à época, ao departamento jurídico alvinegro, comandado pelo Dr. Sergio Alvarenga, um dos líderes de sua chapa, podendo repassar, se quisesse, informações privilegiadas ao defensor do Palmeiras.

Tirante a evidência do sobrenome “Scartezzini”, que nomeia o escritório do qual o candidato à presidente do Corinthians é fundador, o Blog do Paulinho encontrou casos em que atuaram juntos, comprovando a sociedade.

Num deles, com movimentação processual de 2015, a dupla defendeu o Hospital e Maternidade Santa Joana e a obstetra Dra. Araci Costa contra uma paciente, a Sra. Sandra Cristina, que sentiu-se lesada pelo atendimento prestado:


Cabe agora à Comissão Eleitoral do Corinthians decidir, diante dos fatos expostos, se Felipe Ezabella está ou não apto a disputar a presidência alvinegra.

Advertisements

Facebook Comments

2 Responses to “Ezabella pode ser impugnado no Corinthians. Novas descobertas agravaram situação do candidato”

  1. jhhcaldas Says:

    Único candidato que presta vai ser impugnado? O que vai ser do Corinthians na mão de um Andrés ou de um Citadini? Meu Deus…

  2. Ezabella é sócio oculto da família Scartezzini em imobiliária que trabalha com jogadores de futebol | Blog do Paulinho Says:

    […] https://blogdopaulinho.com.br/2018/01/02/ezabella-pode-ser-impugnado-no-corinthians-novas-descoberta… […]

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: