Wladimir teria sido proibido de entrar na Arena de Itaquera

Um dos maiores ídolos da história do Corinthians, líder da “Democracia Corinthiana” que marcou a luta contra a ditadura brasileira, Wladimir informou ao grupo de candidatos ao conselho denominado “Lava-Jato”, do qual tornou-se integrante na última semana, que teve sua entrada proibida na Arena de Itaquera, local em que foi assistir ao embate entre seu clube de coração e o Botafogo/RJ.

A alegação seria a de que teria “chegado atrasado” ao setor reservado.

Ocorre que, do lado de fora, Wladimir presenciou, segundo integrantes da “Lava-Jato”, outras pessoas, ligadas à gestão, ingressarem livremente no estádio.

“Perseguição política”, alegam membros da chapa, que faz oposição à atual gestão no Parque São Jorge.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para Wladimir teria sido proibido de entrar na Arena de Itaquera

  1. Paulo Cesar disse:

    Nobre colega, discordo totalmente quando você se refere à tal “Democracia Corinthiana” como um marco de resistência contra a ditadura. Essa falsa democracia só servia para interesses e promoção pessoal de Sócrates, Casagrande e Wladimir. Tente perguntar ao super profissional Leão ou ao goleiro Rafael como funcionava.
    Abs e sucesso sempre

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.