Anúncios

Por “maquiagem”, Corinthians pode ter que votar, novamente, contas de 2014 e 2015

gaguinho raul

Em documento oficial, o diretor de finanças do Corinthians, Emerson Piovesan, declarou ao Conselho Deliberativo do clube que as contas do exercício 2014, aprovadas pelo órgão, foram, em verdade, “maquiadas” pelo antecessor, Raul Corrêa da Silva.

O desvio de conduta teria atingido R$ 328 milhões de diferença, carregando um resultado negativo de R$ 97 milhões para R$ 230,6 milhões em superavit, sabe-se agora, fictício.

Anteontem, Corrêa enviou explicações ao Conselho, e ontem, no Parque São Jorge, de posse de uma “pastinha”, tentou explicar-se a associados e conselheiros.

Não conseguiu.

Razão pela qual, na próxima reunião do Conselho, deverá ser proposta nova votação das contas do Corinthians, no período 2014 (o assinalado como “maquiado”) e, por consequência, o de 2015, comprometido diante das recentes descobertas.

Vale lembrar que o Corinthians, por Lei, tem até abril de 2017 para aprovar os números de 2016, que, se reprovados, indicarão, imediatamente, o impeachment do atual presidente, Roberto “da Nova” Andrade.

Anúncios

Uma resposta to “Por “maquiagem”, Corinthians pode ter que votar, novamente, contas de 2014 e 2015”

  1. Durval José Duda Carrara Says:

    Paulinho, tecnicamente o que o Raul fez está correto segundo normas do setor oficial, que orienta procedimentos contábeis. Acho que isso é mais uma das atitudes que identificam a falta de competência da turma do Andrés, na figura do Roberto. Abraços.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: