Leco beija as mãos da CBF

leco

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, aceitou chefiar a delegação da Seleção Brasileira nas partidas contra Uruguai e Paraguai, pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2018.

Diante do histórico de comportamentos, tanto do mandatário Tricolor, quanto do Presidente da CBF, não há surpresa no procedimento.

Semelhantes costumam se ajudar em momentos de dificuldade.

Interessante, porém, foi o candidato oposicionista do Tricolor, Mesquita Pimenta, uma opção ainda pior (ligado a empresários de jogadores), em vez de comemorar a aproximação do adversário com um procurado pelo FBI, dar-se como “irritado” pelo que considera favorecimento da Casa Bandida ao mandatário Tricolor.

Pior é que não se trata de burrice, mas de visão de vida, o que demonstra o quão difícil será o caminho do Tricolor, diante de opções tão ruins, nos anos que estão por vir.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.