Advertisements

Dilma veta patrocínio a CBF e demonstra que poder de Lula tem limites

Já acertado pelo presidente Lula, desde os tempos de Ricardo Teixeira, a CBF ratificaria, no último dia 23, um contrato de patrocínio com a Petrobrás, que renderia R$ 10 milhões anuais aos caixas da entidade.

Na última hora, o documento não foi assinado.

Assim que soube do acordo, a presidenta Dilma Rousseff não apenas vetou, como também impediu qualquer retomada de negociações.

Nem a tentativa de Michel Temer de amenizar a questão foi levada em consideração.

A presidenta deixou ainda mais claro que não há ingerência de Lula em sua gestão, no que diz respeito a CBF, e, principalmente, em qualquer possibilidade de aproximação com José Maria Marin.

Situação esta que deixa ainda mais alarmados aqueles que tem cargos na entidade seguros apenas pela promessa de aproximação com o Planalto.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: