Justiça obriga Palmeiras a fornecer dados de associado ligado à chapa “Palmeiras Forte”

chapeu palmeiras

Por suposto calote em Nota Promissória emitida à Empresa Brasileira de Serviços Gerais, o associado do Palmeiras, Luiz Guilherme Jaeger de Paulo Machado foi condenado, junto com seus sócios, a pagar R$ 30 mil ao referido credor.

Porém, ninguém consegue localizá-lo.

A Justiça então ordenou ao Palmeiras que disponibilize os dados cadastrais de Luiz Guilherme, levando-se em consideração que o palestrino é atuante na política do clube, membro que é da chapa “Palmeiras Forte” (foi candidato ao Conselho), capitaneada agora pela “Uma Linda Mulher”, esposa do proprietário da CREFISA.

Oportunidade única para o devedor, que, se estiver negativado, procurar os serviços da colega de Palmeiras, que empresta dinheiro à convidativos juros de quase 21% ao mês.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.