Edgard Soares vai bancar “boca-livre” para “salvadores” do Corinthians

edgard soares

O conselheiro do Corinthians, Edgard Soares, dono do mal-afamado site “Futebol Interior” (apelidado “Portal do Achaque”) – investigado no MP-SP pela prática de extorsão, promoverá, no próximo dia 22 de dezembro, na sede da produtora que está em nome de seu filho, um evento de “boca-livre” a conselheiros e associados alvinegros.

A festa tem o nome de “Salvem o Corinthians” (plágio do livro escrito por Carla Dualib – ex-parceira de Edgard enquanto diretor do ex-presidente) e propõe, acreditem: “apuração dos fatos, atitudes e moralidade”.

Vale lembrar que Soares, em ato, digamos, de moralidade questionável, quando da primeira eleição de Andres Sanches, decidiu direcionar os votos de seus “assistidos” em favor do parlamentar, sob promessa de que teria apoio para aprovar projeto de estádio no Corinthians.

Levou chapéu e mudou de lado.

Entre os que assinam o convite como anfitriões estão grupos alvinegros que conhecem as práticas, dentro e fora do clube, de Edgard Soares, mas ainda assim, mesmo com nomes que sugerem combate a coisas erradas, não se constrangeram:

  • Lava-Jato;
  • Inteligência Corinthiana;
  • Novos Tempos;

Não parece “inteligente” que se espere por “novos tempos” no Parque São Jorge quando a opção é se juntar a pessoas que representam hábitos combatidos, diariamente, pela “Operação Lava-Jato” (a verdadeira), que, por ironia, investiga uma empresa prestadora de serviços ao PT que tem o nome dum dos filhos do anfitrião listado como proprietário.

Em Tempo: o evento, que contará com presenças ilustres, como a de Arthur Eugênio Mathias (que saiu algemado da CPI do Roubo de Cargas e do Narcotráfico) será realizado  a dezenas de quilômetros do Parque São Jorge (na Vila Leopoldina), razão pela qual, além de bancar os ‘comes” e ‘bebes”, Edgard Soares disponibilizará ônibus grátis saindo da porta do clube.

festa-edgard-soares

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.