A malandragem de Nico Rosberg

nico-rosberg

Em agosto, em plena disputa de título com o companheiro de equipe, Lewis Hamilton, o alemão Nico Rosberg, já sabedor de que, em conquistando o campeonato, iria se aposentar, omitiu o fato da Mercedes, renovando o contrato por mais duas temporadas.

Garantiu, no mínimo, igualdade de condições dentro dos boxes.

Se tivesse soltado a verdade, o escolhido para ter os melhores equipamentos, por razões seria aquele que seguiria na equipe nos campeonatos seguintes.

Rosberg, em consequência, não seria campeão.

O alemão, dentro do imundo contexto dos bastidores da Fórmula 1, jogou com as armas que tinha, blefou, levou e deixou Niki Lauda, um de seus chefes absolutamente furioso.

Facebook Comments
Advertisements

3 Replies to “A malandragem de Nico Rosberg”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.