Advertisements

Corinthians não tem direito à carência emergencial da CAIXA

A CAIXA anunciou, na última semana, carência de três meses para pagamentos dos contratos de seus clientes.

O procedimento foi adotado por conta dos efeitos da pandemia do coronavírus.

No mesmo dia, a diretoria do Corinthians fez chegar à imprensa que reivindicaria esse direito para as parcelas do estádio de Itaquera.

É pouco provável que consiga.

O Banco deixou bem claro, em seu comunicado, que somente quem estiver com pagamento em dia de seus compromissos será acolhido pela determinação.

Há mais de um ano o Arena Fundo FII, gestor das finanças da Arena, por determinação do Timão, não realiza um pagamento sequer das parcelas do estádio.

O Fundo também tem dinheiro a receber do alvinegro, que lhe deve mais de R$ 50 milhões em repasses de arrecadações de suas partidas, previstos no acordo com a CAIXA.

Ao sugerir que estaria entre os beneficiados da carência, o Corinthians esconde a verdade ao torcedor e a seus conselheiros, com objetivo, talvez, de passar por ‘perseguido’ ou até mesmo de pressionar o banco, publicamente, a quebrar as regras estabelecidas de ajuda a população.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: