Seguranças das Olimpíadas está nas mãos da PM de São Paulo

pmsp

Fala-se muito em exército e Força Nacional de Segurança, mas, em verdade, os Jogos Olímpicos Rio 2016 estão sendo resguardados pela excelência de atuação da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Após o alerta de ameaça terrorista, o grupamento, em dias de jogos no estádio em Itaquera, tem destacado 3,5 mil homens (o normal, em dia de clássicos, é 1,1 mil).

Além destes, 40 oficiais do esquadrão anti-bomba, 60 cães farejadores e 60 policiais montados a cavalo unem-se ao efetivo.

Para o Rio de Janeiro, a PM paulista enviou mil policiais, que atuam no Polo Olímpico de Deodoro, com a missão de atuar em casos mais complexos, como ações anti-tumulto, anti-bomba, além da escolta de árbitros e de medalhas.

Todos com no mínimo cinco anos de experiência nas ruas.

Outros 1,6 mil soldados paulistanos (entre inativos há cinco anos) foram destacados para compor a Força Nacional.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.