Advertisements

O torcedor não precisa ser bobo

palhaco

Por MAURO CEZAR PEREIRA

http://espn.uol.com.br/post/605098_o-torcedor-nao-precisa-ser-bobo

A quem sempre interessa passar a ideia de que fez um bom negócio, mesmo quando isso não traduz a realidade? Ao dirigente, principalmente se for daqueles irresponsáveis, que comprometem as finanças e o futuro do clube, em alguns casos até pensando no benefício próprio, como sua popularização, que permite voos políticos.

A quem interessa transformar em jogador disputado por clubes grandes quem está barrado ou no ostracismo? Ao atleta e seu “staff”, empresários, agentes, assessores, aspones. Do nada quem perde espaço no clube que defende vira nome “desejado” por diversos rivais. E na maioria das vezes aquilo não dá em nada, mero boato conveniente.

A quem interessa supostas propostas de “Mundos” Árabe, Chinês, Russo etc? Ofertas imaginárias, que nunca se concretizam… Coisa de quem tenta valorizar jogadores, muitas vezes em baixa, para que pareçam disputados, com amplo mercado. Com isso recolhem mais alguns caraminguás em negociações bem mais modestas, por aqui mesmo, no Brasil.

A paixão pelo time não pode cegar. Torcer não significa seguir incondicionalente o que dizem cartolas — que um dia desaparecerão — como se fossem verdadeiros profetas condutores da salvação de seus espíritos. Pra que ser manipulado por dirigentes e aqueles que propagam mensagens a eles convenientes? Não, o torcedor não precisa ser bobo.

Advertisements

Facebook Comments

One Response to “O torcedor não precisa ser bobo”

  1. Carlos Napolis (@napoliscarlos) Says:

    De que adianta falar isso sem mencionar a mídia esportiva, principal elo do esquema?
    Mauro Cezar, pra dizer o mínimo, é corporativista no texto.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: