Advertisements

Muricy precisa priorizar a saúde

muricy

Em 2015, o treinador Muricy Ramalho foi obrigado a deixar o comando técnico do São Paulo para tratar-se de quadro delicado de diverticulite.

O primeiro aviso aconteceu.

Semana passada, ingressou num hospital do Rio de Janeiro em meio a complicações cardíacas.

Os médicos decidirão, nos próximos dias, de Muricy deverá ou não seguir adiante com seu compromisso no Flamengo.

Consagrado, e certamente com a vida financeira confortável, chegou a hora do treinador para de brigar com as evidências, priorizando a própria saúde.

Treinar equipes de futebol ocasiona desgastes físicos e emocionais incompatíveis com seu atual quadro clínico.

Muricy precisa viver para continuar a contribuir com o futebol, que tanto ama, nem que seja noutra função, talvez até (e tem mercado para isso) como comentarista de tv, local em que sua sinceridade e visão do esporte, certamente, enriquecerão a imprensa esportiva nacional, sem o desgaste que não mais pode permitir a si próprio.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: