Advertisements
Anúncios

Documento demonstra que Rogerio Ceni não precisava falsificar assinatura

ceni rogerio

Durante a semana publicamos trechos de um processo em que o Mito Rogério Ceni teve que fazer acordo com o MP-SP para não ser julgado por falsidade ideológica, após participar de uma ação irregular no intuito de transferir a pontuação de sua carteira de motorista a terceiros.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/11/27/exame-grafotecnico-derrotou-rogerio-ceni-na-justica/

E que foi, desastrosamente, defendido no caso pelo Dr. Sergio Alvarenga, atual assessor do presidente do Corinthians, Mario Gobbi.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/11/29/processo-de-rogerio-ceni-foi-conduzido-por-conselheiros-do-corinthians/

Documento inserido no processo demonstra, ainda mais, a enorme bobagem cometida pelo goleiro do São Paulo.

Embora inaceitável, o fator motivador para a ação de transferência de pontuação do prontuário de motorista infrator para terceiro, em tese, seria a possibilidade de ultrapassar o limite permitido por Lei.

Ou seja, estar próximo dos 20 pontos.

Rogério Ceni receberia, pela infração cometida, quatro pontos.

Porém, na data em que foi autuado, segundo documento obtido pela Delegacia que investigou o caso, não havia sequer um registro de pontuação no prontuário do goleiro.

Para piorar a situação de Ceni, a defesa do Dr. Alvarenga, que deveria “esconder” o documento de seus argumentos, utilizou-o como estratégia de defesa, querendo demonstrar “boa conduta”, agravando ainda mais os problemas de seu cliente.

pontuação Ceni

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: