Advertisements
Anúncios

Justiça decide que acusar Gabriel Chalita (PMDB) de receber propina tem fundamento e não pode ser tratado como calúnia

dilma  chalita

Recentemente, o analista de sistemas Roberto Grobman acusou o Deputado Federal Gabriel Chalita (PMDB), com farto material comprobatório, de receber propina e enriquecer de maneira ilícita enquanto ocupou o cargo de Secretário Estadual da Educação, em São Paulo.

Chalita processou seu acusador por calúnia, injúria e difamação, exigindo ainda R$ 135 mil de reparação.

Perdeu.

Em brilhante decisão, o Juiz Carlos Aleksander Goldman disse que Grobman se baseou em fortes indícios de irregularidades contra Chalita, portanto, sem nenhuma intenção de atentar contra sua honra, mas sim, de esclarecer a verdade.

Vale lembra que o Deputado é investigado  pelos crimes do qual é acusado não apenas pelo Ministério Público, mas também pela Procuradoria Geral da República.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: