Advertisements
Anúncios

Suspirar é preciso

Da FOLHA

Por TOSTÃO

O Cruzeiro, melhor time deste Campeonato Brasileiro, é, coletivamente, superior ao time de 2003

Durante a noite, Fernando Pessoa e seus heterônimos repousam no Mosteiro dos Jerónimos, em Belém, ao lado dos maiores personagens da história de Portugal. De dia, eles vagueiam pelas livrarias e cafés de Lisboa. Parafraseando o poeta, “Tabacaria” pode não ser o mais belo poema da literatura mundial, mas é, para mim, o mais belo, pois é o que mais gosto.

Já o Cruzeiro não é o mais belo time do Brasileiro somente porque é o time que mais gosto e que tenho mais laços afetivos. É, indiscutivelmente, o melhor. Todos ou quase todos concordam.

O Cruzeiro é, coletivamente, superior ao time de 2003. Joga no estilo das melhores equipes do mundo. No ano passado, era o Corinthians. Já o Atlético-MG, na Libertadores, quando era o melhor time brasileiro, tinha um estilo próprio, o “Galo Doido”. Privilegiava os lançamentos longos, os chutões e lances aéreos. Dava certo, mas não tinha nada de moderno.

Há muitas maneiras de vencer, mas são poucas as de encantar, de suspirar, como tem feito o Cruzeiro, mesmo para quem não é cruzeirense, com exceção dos atleticanos. O encanto não entra na estatística.

Já o Grêmio, com seu estilo pesado, defensivo, também eficiente, só faz suspirar seus torcedores. Além disso, se a maioria das principais equipes não estivesse tão mal, o Grêmio, com a campanha atual, não seria vice-líder.

Contra o Botafogo, Kleber foi, mais uma vez, violento, independentemente da simulação do zagueiro Dória. Criticaram a simulação e se esqueceram da deslealdade do atacante gremista.

Se Kleber se preocupasse sempre em jogar futebol, como tem feito na maior parte do campeonato –ele tem atuado bem–, poderia ter uma carreira brilhante. Mas o que mais agrada a ele e à parte dos treinadores e da imprensa são o confronto físico, os lances agressivos (confundem com raça) e a simulação, para cavar faltas, pênaltis e para provocar a expulsão de seus marcadores.

Assim como é comum o bairrismo, em todos os estados, e o preconceito, de todos os tipos, no futebol e na vida são frequentes o bairrismo e o preconceito às avessas. Para aumentar a audiência e mostrar que não são bairristas nem preconceituosos, muitos excedem os elogios a treinadores, times e jogadores de outros estados.

Parabéns aos jogadores pela criação do Bom Senso F.C. O futebol brasileiro precisa de grandes mudanças, e não apenas de um calendário. Para isso, é necessário ter uma entidade transparente e independente, que comande o futebol de acordo com os interesses do futebol e que, a partir daí, atraia os investidores. Futebol é também negócio.

O que não se pode é fazer o contrário, passar o comando a empresas e a investidores, como tem feito a CBF, mesmo que eles paguem caro e sejam os melhores do mundo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

8 comentários sobre “Suspirar é preciso

  1. O Tostão frisou bem.,coletivamente é melhor do que o de 2003….mas individualmente este time nem chega aos pés daquele de 2003 e está a anos luz daquele fantástico time de 1966, de Raul, Natal, Piaza, Dirceu Lopes , TOSTÃO,etc. que humilharam o San78s, de Gylmar,Pelé, Coutinho, Zito, Pepe, Mengálvio, etc….

  2. Tostão não fala bobagem, o Gremio é vice lider pela sua competencia e não interresa se os outros times estão ruim , o Gremio é muito EFICIENTE , o que interessa é os 3 pontos. E outra teu Cruzeiro não é um espetáculo jogando , tanto é que PERDEU pro GREMIO.

  3. Perdeu pro Gremio pq o juiz ajudou e expulsou 1 no primeiro tempo!
    Até a expulsao Gremio tava levando um baile do Cruzeiro dentro de casa!

  4. Este campeonato o Cruzeiro está jogando muito. Ele, de saldo, tem mais gols que o 2º colocado e outros 13 times fizeram menos gols do que o saldo do líder, para mim este time só mostra o quanto o futebol brasileiro perdeu ao apostar em jogos fechados e “eficientes” ou nos chutões pra frente, o grande mérito do Cruzeiro é este: resgatar o futebol ofensivo. Parabéns Cruzeiro, com ou sem o título deste ano, você ensina uma lição valiosa ao futebol brasileiro como um todo….

  5. Cruzeiro perdeu sim para o Grêmio, mas antes perdemos um penal e tivemos um jogador expulso, se não fosse essa expulsão, cruzeiro teria vencido o jogo, mandava no jogo, enfim, assino embaixo de tudo que o grande Tostão disse

  6. Perdeu pro gremio que tinha outro treinador, Cruzeiro dominava o jogo mesmo jogando fora , perdeu um penalti, deve o souza expulso ., depois disso que o gremio construiu sua vitoria

  7. Jogadores querem jogar menos jogos, para poderem continuar a jogar a mesma porcaria de sempre. Vejo times folgando 14 dias e, quando voltam a jogar, apresentam o mesmo futebol horrível de sempre. E jogadores não respeitam os torcedores. Trocam de times a cada 6 meses…a cada 6 meses beijam uma camisa diferente….Quando vão acabar com essa famigerada Lei Pelé que destruiu os clubes brasileiros??

  8. Se o Tostao tivesse vergonha na cara jamais comentaria futebo.Em 2005 o Sao Paulo fez a final do mundial de clubes com o Liverpool.Na época o Tostao criticou a escalaço do jogador Mineiro porque este nao fazia gols.Advinhem que fez o unico gol da partida dando o titulo ao Sao Paulo?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: